Ministério do Planejamento diz que liberação de emendas está prevista na Constituição