Comitê da Organização das Nações Unidas confirma que caso Lula fica para 2019