Carnaval

Homenagens, casamento no trio e Ivete após Grande Rio; tudo do 6º dia de Carnaval

O sexto dia do carnaval de Salvador ficou marcado por momentos simbólicos. No Circuito Dodô (Barra/Ondina), Daniela Mercury celebrou novamente o "casamento" de Lázaro Ramos e Taís Araújo para demarcar o empoderamento negro na folia. No mesmo trajeto, Gilberto Gil foi homenageado pelo Cortejo Afro e Ivete Sangalo cantou o samba-enredo que celebrou a sua passagem apoteótica pelo carnaval do Rio de Janeiro.
 
No Circuito Osmar, Saulo comandou a terceira apresentação na folia em blocos dedicados para o folião pipoca. Lá também, um protesto contra o presidente Michel Temer chegou a parar por 40 minutos o fluxo de trios. Bloco se aproximando da reta final do circuito da Mudança do Garcia, indo em direção ao Campo Grande.
 
O dia de folia começou com a tradicional festa da "Mudança do Garcia", que acontece há mais de 80 anos. Centenas de foliões seguiram os bloquinhos sem corda, puxados pelas ruas do bairro, que é muito popular em Salvador. O público percorrereu cerca de três quilômetros até o início do circuito do Campo Grande. Blocos como "Me Salte", que trouxe mensagem contra machismo, marcaram a festa.
 
A cantora Sarajane foi uma das primeiras atrações da festa no circuito do Campo Grande. Fantasiada de Elke Maravilha, a cantora Sarajane homenageou o apresentador Chacrinha. A ex-chacrete Rita Cadillac foi convidada pela artista e desfilou em cima do trio elétrico com ela no centro da capital baiana. Com um look bem sensual, Rita dançou sucessos de Sarajane, como "A Roda".
 
Em seguida, foi a vez da cantora Tays Reis, vocalista da banda Vingadora, causar ao passar pelo mesmo circuito. Vestida de operária sensual, ela esbanjou boa forma e chamou atenção dos foliões durante o desfile. No momento em que cantou a música "Calcanhar de Prego", aposta para o carnaval deste ano, a artista foi até o chão, enquanto dançava em cima do trio elétrico. Os fãs foram a loucura com a performance da cantora e acompanharam os passos do hit.
 
Logo atrás da banda Vingadora, veio o cantor Saulo, que arrastou uma multidão de foliões pipoca pelo circuito. Durante o desfile, ele se emocionou e revelou que estava muito feliz em desfilar com o trio sem cordas. "É um sonho. Estou muito feliz. Eu adoro", contou.
 
As Muquiranas também foram atração à parte na Avenida. Márcio Victor, de gladiadora, arrastou o bloco de travestidos e ainda recebeu o tradicional banho das pistolas de água. No Circuito Dodô, Ivete Sangalo comandou o bloco "Coruja" ainda sob a emoção do desfile na escola de samba Grande Rio, no Rio de Janeiro. Ela começou a apresentação cantando o samba-enredo da agremiação.
 
"Eu queria agradecer a essa enxurrada de energia que vocês mandam para mim que fazem as coisas acontecerem de uma forma muito especial. Muito obrigada. Queria muito agradecer a Deus por te me permitido ter nascido na Bahia, em Juazeiro da Bahia, nas margens do Rio São Francisco e ter me tornado desde o dia que nasci essa mulher feliz e realizada que eu sou", disse emocionada.
 
Sempre criativa, Daniela Mercury também casou novamente os atores Lázaro Ramos e Taís Araújo no dia em que defendeu o empoderamento negro. A cerimônia simbólica ocorreu em cima do trio, também no Circuito Dodô (Barra/Ondina). Logo depois, os artistas revelaram que se conheceram durante o carnaval e que foi amor à primeira vista.
 
O encontro ocorreu durante desfile do bloco afro Filhos de Gandhy. Ao passar em frente ao Camarote 2222, Daniela Mercury fez dueto com o cantor Gilberto Gil. No Campo Grande, o vereador e cantor Igor Kannário arrastou uma multidão de foliões pipoca durante a tarde desta segunda-feira. Durante várias vezes, o artista parou o desfile para chamar a atenção de foliões que brigavam, e para pedir paz.
 
Na sexta-feira (24), Kannário finalizou o desfile no circuito Dodô (Barra-Ondina) antes do previsto, devido à grande quantidade de confusões durante a passagem do trio. Também no circuito Osmar, um grupo de foliões realizou um protestou contra o presidente Michel Temer e interrompeu o fluxo de trios elétricos durante a tarde.
 
Com gritos de "Fora, Temer" e pedidos por eleições diretas, os manifestantes pararam um pequeno carro de som em frente a um dos trios da Mudança do Garcia. A polícia foi chamada e chegou a desferir golpes de cassetete em alguns dos manifestantes. Após longa discussão, a polícia deixou o local e os manifestantes continuaram parados por um tempo até seguirem o desfile. A pausa durou cerca de 40 minutos.
 
Grande homenageado da noite, Gilberto Gil era unanimidade por quem passava em frente ao seu camarote, no início do percurso do circuito Dodô. Reverenciado por nomes como Ivete e Daniela, Gil também fez uma participação especial no trio do Cortejo Afro, que este ano lhe presta uma homenagem.
 
Léo Santana levou o ritmo contagiante do pagode para os foliões do bloco Balada, e contou com a presença da namorada Lorena Improta, que seguiu curtindo com ele durante todo o trajeto entre a Barra e Ondina. A noite na Barra ainda teve Baby do Brasil e Pepeu Gomes, que fizeram homenagens à Tropicália e arrastaram o animado folião que parecia não se importar com a chuva que caiu no início do trajeto. 
 
Mesmo com a chuva que caiu no circuito Barra-Ondina no final da noite, os foliões que aguardaram pela pipoca da BaianaSystem não arredaram o pé de lá. E uma multidão saiu da concentração de trios ao som de Russo Passapusso, Robertinho Barreto e BNegão.




Classificados


Enquete



Mais Lidas