Entretenimento

Ministério da Saúde promove clipe de Pabllo Vittar; ação visa estimular uso de camisinha

A cantora Pabllo Vittar lançou seu mais novo clipe. Trata-se de Corpo Sensual, uma das faixas do disco Vai Passar Mal, último álbum da drag queen, lançado em janeiro deste ano. O vídeo é uma parceria dela com Mateus Carrilho, um dos vocalistas da Banda Uó e foi divulgado ao vivo durante o programa TVZ do canal Multishow.

 

No clipe, os cantores abusam da sensualidade em um bar, em um carro e na cama e também dão um destaque ao uso da camisinha. É que Pabllo fez um acordo com o Ministério da Saúde para alertar a população sobre as doenças sexualmente transmissíveis. O clipe é dirigido por João Monteiro e Fernando Moraes e foi gravado em locações em São Bento do Sapucaí, na Serra da Mantiqueira.

 

Para bombá-lo, a drag queen fez várias transmissões ao vivo na internet, em canais diversos como Multishow, FitDance, Nayara Rattacasso e Raissa Chaddad para alcançar públicos distintos. De acordo com o último boletim epidemiológico do Ministério da Saúde, atualmente 827 mil pessoas vivem com HIV e Aids no Brasil. Desse total, 372 mil ainda não estão em tratamento, e, destas, 260 já sabem que estão infectadas.

 

Além disso, outras 112 mil pessoas vivem com HIV e ainda não sabem. Atualmente, a epidemia no Brasil está estabilizada, com taxa de detecção em torno de 19,1 casos a cada 100 mil habitantes, com cerca de 41,1 mil casos novos ao ano. O levantamento mais recente mostra que a epidemia de Aids tem se concentrado, principalmente, entre populações vulneráveis e nos mais jovens.

 

Destaca-se o aumento em jovens de 15 a 24 anos, sendo que entre 2006 e 2015 a taxa entre aqueles com 15 e 19 anos mais que triplicou, passando de 2,4 para 6,9 casos a cada 100 mil habitantes. Entre os jovens de 20 a 24 anos, a taxa dobrou, passando de 15,9 para 33,1 casos a cada 100 mil habitantes.





Classificados


Enquete



Mais Lidas