Entretenimento

Cauã Reymond vai protagonizar cena de sexo com Matheus Nachtergaele no cinema

Depois de sensualizar como travesti em clipe e receber críticas pelo trabalho, Cauã Reymond vai protagonizar uma cena de sexo com o ator Matheus Nachtergaele em "Piedade", do diretor pernambucano Cláudio Assis. No filme, os dois se conhecem depois que o executivo vivido por Matheus deixa São Paulo e viaja até Recife.

 

Lá, a personagem de Cauã trabalha em um cinema pornô famoso na cidade. O longa conta também com outros nomes conhecidos no elenco, como Fernanda Montenegro, Irandhir Santos e Gabriel Leone. Ao comentar o caso de violência em ônibus, Cauã relembrou um caso semelhante vivido por ele ainda na adolescência, aos 13 anos de idade.

 

"Acho que esse é um problema sério, principalmente para nós que somos pais de filhas mulheres, claro. Mas quando eu era menino, meus pais eram separados, meu pai morava em Santa Catarina e minha mãe no Rio. Eu não podia pegar um avião, então eu pegava um ônibus e mesmo criança eu ia. E já passei por uma situação semelhante a essa. De um cara, num ônibus leito, se masturbando do meu lado", revelou no programa "Encontro" recentemente.

 

O galã disse ainda que não soube o que fazer e mudou de assento. "Eu não conseguia ver o que estava acontecendo e eu muito menino, com 13 anos, pensando 'o que eu faço?'. Eu não lembro nem do rosto, nem da fisionomia. Eu simplesmente peguei minha mochila e sentei lá onde tinha muita gente ao meu redor e eu me senti protegido. Eu nem sei quem era essa pessoa, mas acho que era uma coisa que a gente tem que cuidar também com as crianças, não só com o sexo feminino", completou.


Protagonista do filme de Dom Pedro I, Cauã falou sobre ser pai de Sofia, de cinco anos, e exaltou as transformações após o nascimento da herdeira. "Eu amadureci muito com a paternidade. Eu sou outra pessoa. Moramos no mesmo bairro, temos uma vida muito próxima, e sempre organizo meu trabalho diante da disponibilidade dela. Quando viajo a trabalho, a gente conversa por emoji. Ela manda áudio e fala: 'Olha o unicórnio, papai!'. Eu fico emocionado de saudade. Mas tento não preencher isso com presente, e sim com presença."





Classificados


Enquete



Mais Lidas