Entretenimento

Conselho do Carnaval rejeita mudança de nome do circuito Dodô para Daniela Mercury

O Conselho do Carnaval (Concar) decidiu, em reunião na noite de terça-feira (3), rejeitar o conteúdo do projeto de lei que propõe a mudança de nome do circuito da Barra do Carnaval de Salvador, o “Dodô”, para “Daniela Mercury”.  O Concar é formado por 31 membros, entre representantes o governo do estado, da prefeitura, fundação cultural, entidades carnavalescas, associação de blocos.
 
O presidente do Conselho, Pedro Costa, diz que a decisão de rejeição da medida foi unânime entre os membros. “Reconhecendo o prestígio e valor que Daniela tem, ela é merecedora de homenagens, mas não é justo mudar o nome de Dodô, que é um ícone no carnaval do país”, justificou. Costa lembra que a lei orgânica do município diz que quem delibera sobre o carnaval de Salvador é o conselho da cidade.
 
“A vereadora [Vânia Galvão] poderia ter ouvido o conselho para estabelecer uma discussão.  É a forma mais democrática de decidir sobre o carnaval”, afirmou. O projeto de indicação para mudança no nome  do circuito de Dodô para Daniela Mercury foi aprovado na semana passada na Câmara de Vereadores. O prefeito ACM Neto disse que só vai tomar uma decisão sobre o assunto após ouvir membros do Concar.
 
Votação na Câmara
Os vereadores da capital baiana aprovaram, na quarta-feira (27), o projeto que altera para Daniela Mercury o nome do trajeto dos trios no circuito Barra-Ondina, que leva o nome de Dodô, um dos criados do trio elétrico. A proposta de mudança do nome do circuito é da vereadora Vânia Galvão (PT), que durante sessão defendeu o pioneirismo da cantora baiana no circuito Barra-Ondina e destacou a ausência de nomes de mulheres nos espaços oficias do carnaval de Salvador.
 
O projeto aprovado pelos vereadores propõe que o circuito Osmar, que fica entre Campo Grande e a Praça Castro Alves, tenha o nome de Dodô agregado ao título. A ideia é que o circuito passe a se chamar "Dodô e Osmar". Ao saber da votação, Daniela Mercury disse que ficou feliz com a homenagem e com o reconhecimento pelo seu trabalho como artista, e por ter sido uma das primeiras a apostar no carnaval da Barra-Ondina.
 
Adolfo Antônio Nascimento (Dodô) e Osmar Álvares de Macedo (Osmar) são conhecidos como os criadores do trio elétrico. Carlos Nascimento, neto de Dodô, disse que a família do músico recebeu com indignação a votação dos vereadores da capital que aprovou a troca do título do trajeto de trios para Daniela Mercury.
 
Responsável pelo projeto DNA Dodô, que resgata a história de um dos criadores do trio elétrico, Carlos Nascimento afirma que o posicionamento da família não é contrário à cantora Daniela Mercury, mas em defesa de um legado histórico.
 
O circuito Dodô, que fica entre os bairros da Barra e Ondina, foi criado em 1992. O trajeto de trios passou a ser chamado oficialmente de Dodô em 1997. Adolfo Antônio Nascimento, que dá nome ao circuito, morreu em 1978 e completaria um século de vida em 2013.

Categorias

Notícias




Classificados


Enquete



Mais Lidas