Entretenimento

Velho Chico': para vingar morte de Martim, Encarnação manda Cícero matar Bento

Por ordem de Encarnação (Selma Egrei), Cícero (Marcos Palmeira) terá que vingar a morte de Martim (Lee Taylor), matando Bento (Irandhir Santos), na reta final da novela "Velho Chico". O fotógrafo vai ser morto por Carlos Eduardo (Marcelo Serrado) após flagrar o deputado recebendo dinheiro.
 
A matriarca vai acusar o irmão de Santo (Domingos Montagner) de ter entregue o seu neto à morte. As cenas estão previstas para irem ao ar a partir do dia 16, no folhetim das nove da TV Globo. "Tem que pagar por isso", dispara a centenária, até então aliada do político contra o próprio genro. A informação é do colunista de TV Daniel Castro, nesta segunda-feira (5).
 
Em um primeiro momento, o jagunço diz para a mãe de Afrânio (Antonio Fagundes) que não quer matar mais ninguém e que a patroa deve procurar outro capataz para assassinar Bento, preso ao desafiar o ex-marido de Tereza (Camila Pitanga). Contudo Encarnação cobra a dívida do empregado. Isso porque ele matou Belmiro (Chico Diaz), mas a culpa ficou com os Saruês.
 
Sem alternativa, Cícero desenterra sua arma, com sangue nos olhos parte para sua missão, invade a casa do vereador e o surpreende sem dar chance do político se defender.
 
'Para azar de muita gente, não morri', dispara Encarnação
No começo das cenas, o jagunço aparece preocupado com a patroa, que pressente a morte do neto ao vê-lo na Gaiola Encantado, o barco das almas. "Viva, mais do que gostaria. Para o azar de muita gente, eu ainda não morri", grita a idosa, salva da morte por afogamento por Miguel (Gabriel Leone). Depois, a avó de Tereza afirma esse azar será de todos os que têm culpa na morte do neto.
 
Cícero alega que Martim logo vai estar de volta, pois sabe sumir como ninguém. "Pois quero meu neto! Quero sombra, quero corpo, quero tudo! E, enquanto não botar meus olhos nele, não descanso em paz! Nem eu e, muito menos, os responsáveis por isso", retruca Encarnação.
 
"A patroa conhece a dor de num enterrá um corpo melhor que ninguém. Mas o caso agora é ôtro", retruca o empregado. "Meu neto está morto, Cícero! Eu vi", rebate a mãe de Afrânio.
 
Cícero tenta fugir da responsabilidade: 'Encontre ôtro'
Em seguida, a centenária lembra ter sido traída por Bento, após Beatriz (Dira Paes) o convencer a desistir de investigar Carlos. "Eu fui traída, confiei em quem não devia e paguei um preço alto por isso, mas vou me vingar! Não vai ficar assim. Aquele vereador jogou meu neto para a morte e vai pagar com a vida dele por isso", esbraveja Encarnação, responsável pelo mando da morte do Capitão Rosa (Rodrigo Lombardi)
 
"Com todo respeito que tenho pela senhora e sua família, mais a senhora encontre ôtro pra esse serviço", responde Cícero. "Eu sei que não fui a única que fiz o que tinha que ser feito!. Você pode achar que estou louca mas não estou! Você pode achar que enterrou seu passado, mas nada que se faça pode apagar o que está feito", rebate a idosa.
 
Durante a conversa, o jagunço "adormecido" em Cícero "desperta". E ao chegar na casa de Bento, encontra-o nervoso após briga com Carlos, procurando a pasta com o dossiê sem saber que Martim já roubou os documentos. "Bento vê a figura do jagunço no limiar da porta, com arma na cinta e sangue no olhar", aponta o roteiro, na última cena do capítulo.

Categorias

Novelas




Classificados


Enquete



Mais Lidas