Entretenimento

Cleo Pires admite já ter usado drogas, mas pondera: 'Hoje só recreativamente'

Cleo Pires abriu o jogo e falou com franqueza sobre temas como drogas, sexo e relacionamentos. Queridinha do público na estreia da série "Supermax", a atriz foi enfática ao falar de vícios. "É obvio que já usei drogas. Seria hipócrita se eu negasse, mas hoje só uso recreativamente", afirmou em entrevista para a revista "Veja Rio", deste domingo (23).
 
Segundo a publicação, a artista desde os 17 anos vai a consultórios de psicoterapeuta e chegou a ser diagnosticada como hiperativa com tendência a obsessão compulsiva e vícios. A filha mais velha de Gloria Pires já comprou de uma só vez uma dezena de bolsas Louis Vuitton e Balenciaga. Atualmente, Cleo possui uma grande quantidade de facas.
 
"Tenho mais de trinta modelos. Gosto delas, às vezes brinco, fico olhando, pesquiso sobre suas peculiaridades e as limpo cuidadosamente", disse a atriz, envolvida em polêmica ao estrelar uma campanha paralímpica. Artista sobre sexo: 'Gosto muito': A irmã de Fiuk não vê problema em falar de forma aberta sobre sexo.
 
"Gosto muito da coisa e do seu universo. Assisto filmes pornôs e tenho fetiches como o bondage e o choking", afirmou Cleo, que já transou várias vezes em um banheiro de avião. Ao ser questionada sobre sua reação quando se depara com uma fila ao sair do reservado, a atriz minimizou. "Ué, volto para o assento normalmente. Faço a louca", garantiu.
 
De acordo com a publicação, a artista faz, no mínimo, duas vezes por ano o exame de HIV. "Fiz muito sexo casual, mas isso está me deixando vazia ultimamente", admitiu Cleo, apontada como namorada de sua assessora de imprensa. Ambas já negaram a relação, mas a atriz usa o bom humor para dizer que não descarta um relacionamento com alguém do mesmo sexo.
 
"Nunca rolou, mas, se eu tiver tesão numa mulher, tudo pode acontecer", disparou a artista dona de 21 tatuagens, com frequência exibidas nas redes sociais.

Categorias

Famosos




Classificados


Enquete



Mais Lidas