Esportes

Bahia

Bahia

22 de Mai // | Bahia
Preocupado com a final contra o Sport, pela Copa do Nordeste, o técnico Guto Ferreira mandou a campo uma equipe alternativa para a partida deste domingo, contra o Vasco, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro. O Tricolor sentiu as mudanças e, dominado em boa parte do jogo, não resistiu aos mandantes e foi derrotado por 2 a 1, pela segunda rodada da competição.
 
Yago Pikachu e Luís Fabiano marcaram para o Vasco; Gustavo descontou para o Tricolor. Após a partida, o técnico Guto Ferreira avaliou o desempenho do time e reconheceu que a equipe errou muito no primeiro tempo, mas conseguiu terminar a etapa inicial como planejado, com o 0 a 0 no placar. Contudo, no segundo tempo, Guto afirmou que um erro no miolo de zaga resultado no gol do Vasco e atrapalhou os planos do Bahia.
 
- No primeiro tempo, tivemos bastante dificuldade e os erros não chegaram a ser capitais por causa do Jean e das coberturas do miolo de zaga. Mas o primeiro tempo terminou dentro do planejado, com o empate, para no segundo entrar com peças de frente e tentar surpreender. Quando coloquei as peças e a equipe ganhava corpo, acabamos sendo penalizados com um erro do nosso miolo de zaga, em um chutão do goleiro.

Bahia

21 de Mai // BahiaNoticias | Bahia

Com um time misto, pensando na final da Copa do Nordeste, o Bahia foi derrotado pelo Vasco, na manhã deste domingo (21), por 2 a 1, no Estádio de São Januário, no Rio de Janeiro. A partida foi válida pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro. Yago Pikachu e Luís Fabiano foram os autores dos gols do clube carioca, enquanto que Gustavo descontou para os baianos.

 

O resultado negativo mantém o tricolor com três pontos na tabela de classificação do campeonato. As atenções do Esquadrão de Aço se voltam agora para decisão da Copa do Nordeste. Na próxima quarta-feira (24), a equipe de Guto Ferreira recebe o Sport, na Arena Fonte Nova, às 21h45. Para ser campeão, o Bahia precisa apenas de um empate sem gols.

Bahia

20 de Mai // bahia.ba | Bahia

O elenco tricolor realizou neste sábado (20), no Ninho do Urubu, estrutura cedida pelo Flamengo, o último treinamento para o segundo compromisso do time no Campeonato Brasileiro. O Bahia entra em campo contra o Vasco da Gama neste domingo (21), às 11h, em São Januário.

 

Sem contar com Lucas Fonseca e Régis, que foram poupados e permaneceram em Salvador, o técnico Guto Ferreira comandou um treinamento tático apenas com os jogadores que vão iniciar na partida contra a equipe carioca. A atividade foi voltada para a troca de passes e o posicionamento ofensivo e defensivo. Edson e Armero, que retornaram para lista de concentrados, treinaram normalmente.

 

Na segunda parte, já com todos os jogadores espalhados em campo, os atletas fizeram um novo trabalho tático, porém, em campo reduzido e com ênfase na transição com a bola.

 

Na etapa final, o treino foi realizado em uma das traves com séries de bola parada, entre elas, faltas, escanteios e pênaltis. Na outra metade, o restante do grupo aprimorou finalizações em arremates dentro e fora da área.

Bahia

19 de Mai // | Bahia
A torcida do Bahia se mobilizou nos últimos dias e esgotou os ingressos para a grande final da Copa do Nordeste, na próxima quarta-feira (24), contra o Sport Recife. O pensamento é em conquistar a taça, mas antes, o Esquadrão tem um desafio pelo Campeonato Brasileiro, contra o Vasco, no próximo domingo (21), no Rio de Janeiro.
 
Ciente da importância de conquistar pontos dentro do certame nacional, o lateral-esquerdo Armero, que voltou a ser relacionado após se recuperar de uma lesão, pregou foco para conseguir um bom resultado longe de Salvador. "Os dois torneios são importantes. A gente está focado no jogo contra o Vasco, pois é muito importante. Sabemos que será um jogo difícil e temos que fazer muito bem para ganhar. Não tem nada fácil. Depois do Vasco, a gente pensa na quarta-feira", declarou.
 
Fora das últimas duas partidas, Armero viu Matheus Reis sendo o títular. Questionado pela briga pela posição, o colombiano destacou o valor do grupo e pregou dedicação. "Aqui não tem perder ou ganhar [posição]. É um time, um grupo grande, temos que jogar e fazer bem por este grupo que merece", pontuou. O elenco do Bahia finaliza a preparação para a partida neste sábado (20).

Bahia

19 de Mai // | Bahia
Para enfrentar o Vasco no próximo domingo (21), o Bahia não terá o zagueiro Lucas Fonseca e o meia Régis, poupados para a partida decisiva da Copa do Nordeste, contra o Sport, na próxima quarta-feira (24). Questionado sobre o descanso para os atletas, o volante Renê Júnior considerou importante o descanso para buscar o título da competição regional.
 
"É importante, até porque o pessoal está se desgastando. Nos clássicos eu sofri por não ter participado da final. Até para não correr riscos, o pessoal está em alerta. É um título que a gente busca e tem trabalhado. Temos dado uma importância grande e é importante poupar", declarou, em entrevista coletiva nesta sexta-feira (19).
 
Com a chuva que cai em Salvador, os atletas tricolores foram poupados do treinamento no gramado e foram conduzidos à academia do clube. "Até pelo jogo que a gente fez, o desgaste... O pessoal da fisiologia sabe que é importante o descanso. O campo pesado prejudica até mesmo quem não jogou. O Brasileiro é longo e precisa de todo mundo inteiro", indicou.

Bahia

19 de Mai // | Bahia
Com a suspensão de Régis, o volante Matheus Sales ganhou uma oportunidade para começar jogando pelo Bahia na última quarta-feira (17), no Recife, contra o Sport, pela primeira partida da semifinal da Copa do Nordeste. A escolha do técnico Guto Ferreira obrigou Juninho a ter uma função diferente dentro de campo.
 
Mesmo atuando em uma função de armador, o volante tricolor conseguiu ajudar a equipe ao marcar um gol no empate em 1 a 1. No desembarque em Salvador, Juninho disse ter tido dificuldade em atuar fora da sua posição de origem, mas celebrou o tento anotado longe de casa. O Esquadrão de Aço volta a jogar no próximo domingo (21), às 11h, contra o Vasco, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro.
 
"Somente agradecer à Deus por tudo que ele vem fazendo. Tive a oportunidade de jogar, mas fora de posição não é fácil. Jogava de frente o tempo todo e quando você joga mais na frente, recebe a bola de costas. Mesmo assim consegui ajudar o Bahia com um belo gol", declarou. O jogador também falou sobre o contato com a torcida no retorno para a capital baiana e apontou a força do apoio na segunda partida, marcada para a próxima quarta-feira (24), na Arena Fonte Nova.

Bahia

18 de Mai // | Bahia
Após a primeira partida da final da Copa do Nordeste, realizada na última quarta-feira (17), o Bahia agora mira as suas atenções para a disputa do Campeonato Brasileiro. No domingo (21), às 11h, o desafio será contra o Vasco, no Rio de Janeiro, pela segunda rodada da competição. Com três pontos conquistados e um saldo positivo de quatro gols, o Bahia é o líder da Série A. 
 
Com uma sequência de seis partidas realizadas em um intervalo de 20 dias, a equipe pode sofrer modificações em sua formação para a partida, visando o confronto decisivo contra o Sport, na próxima quarta-feira (24), visando a taça regional. É o que cogita o técnico Guto Ferreira.
 
"Vamos deixar para pensar. Teremos tempo, mas temos que tomar uma decisão séria, até porque todo ponto do Campeonato Brasileiro é importante e esse título da Copa do Nordeste também é importante. Temos que colocar uma equipe competitiva no domingo e na quarta-feira para conseguir o título ao final de 90 minutos", declarou. "Independente de quem vai jogar, a tendência é de que quem esteja na quarta viaja. Um ou outro não vai. Mas quem vai começar o jogo é outra questão", acrescentou.
 
 

Bahia

18 de Mai // | Bahia
Começou a contagem regressiva a partir de agora até o segundo jogo da final. Bahia e Sport deixaram um gostinho de quero mais aos seus torcedores após um empate em 1x1 de tirar o fôlego na Ilha do Retiro, no Recife, na noite desta quarta-feira (17). O tricolor saiu na frente com Juninho, mas sofreu o empate com um gol de outro Juninho, do time da casa.
 
Resta esperar a próxima quarta-feira (24), quando tudo será definido na Fonte Nova. Em meio a uma Ilha do Retiro pulsante, foi o Bahia que tomou a iniciativa da partida. Com uma marcação bem encaixada, o time de Guto Ferreira dificultava as ações do Sport, que não conseguiu criar nos primeiros minutos. A primeira boa chance foi tricolor.
 
Renê Júnior encontrou Zé Rafael na direita, que passou para Eduardo cruzar rasteiro, mas Magrão se antecipou a Edigar Junio e conseguiu fazer a defesa.  A resposta dos donos da casa foi na bola parada. Aos 12 minutos, Fabrício cobrou falta pelo lado direito, Matheus Ferraz subiu mais que a zaga tricolor e cabeceou na trave. A partir daí o Sport cresceu. Lucas Fonseca saiu jogando errado e entregou nos pés de Diego Souza.

Bahia

17 de Mai // | Bahia
Gol em clássico pela Copa do Nordeste, craque do Campeonato Baiano e regente do time na goleada por 6 a 2 contra o Atlético-PR, na estreia do Campeonato Brasileiro. Tudo isso em menos de 20 dias. Régis está em grande fase com a camisa do Bahia, mas o Tricolor não vai poder contar com o meia para o jogo de ida da final da Copa do Nordeste, contra o Sport, em Recife, às 21h45 desta quarta.
 
O camisa 20 está suspenso, porque foi expulso após comemorar com a torcida o gol marcado na semifinal, contra o rival Vitória. Mesmo fora do jogo, Régis viajou para o Recife com o elenco tricolor. Em entrevista para o Programa do Esquadrão, o meia lamentou ser desfalque para a final e falou sobre o desejo de estar em campo.
 
- A gente fica triste por estar fora de um jogo tão importante, uma decisão... A gente está aqui doido, querendo estar lá dentro, ajudando, procurando corresponder, dar o melhor pelo Bahia. Mas vai ficar para a próxima quarta. Tenho certeza de que os companheiros vão entrar todos focados, sabendo nosso dever em campo. Certeza de que a gente vai fazer um grande jogo.

Bahia

16 de Mai // | Bahia
A confusão generalizada no segundo Ba-Vi pelas semifinais da Copa do Nordeste, no dia 30 de abril, chegou aos seus capítulos finais na tarde desta terça-feira (16), no Rio de Janeiro. Ambos os clubes, os jogadores Régis (Bahia) e Patric (Vitória), expulsos no jogo, e o ex-técnico do Leão, Argel Fucks, foram julgados pela 1ª Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).
 
No fim, o tribunal até pegou leve. Como o árbitro Luiz César de Oliveira Magalhães não identificou nenhum dos jogadores dos times envolvidos na confusão, a punição dada pelo STJD acabou sendo uma multa de R$ 20 mil para cada um dos dois clubes, por serem responsáveis pelos atos de seus empregados. 
 
Tanto Régis como Patric acabaram sendo absolvidos. De acordo com o entendimento do relator, o auditor Gustavo Pinheiro, ambos foram excluídos do jogo por lances da partida, de desrespeito às regras da competição. Assim, o meia do Bahia, suspenso da partida de ida da final contra o Sport, quarta (17), está liberado para o jogo de volta, no dia 24. Quem recebeu a pior pena foi Argel Fucks.

Bahia

16 de Mai // | Bahia
O Sport, adversário do Bahia na final da Copa do Nordeste, não vive um bom momento. Na última quinta (11), o rubro-negro pernambucano avançou na Copa Sul-Americana, mas foi derrotado por 3 a 0 para o Danúbio, do Uruguai. Três dias depois, no domingo (14), a equipe foi goleada pela Ponte Preta por 4 a 0 na estreia do Campeonato Brasileiro.
 
A má fase da equipe, no entanto, não deslumbra as ideias do técnico Guto Ferreira. Em entrevista coletiva realizada nesta terça-feira (16), o comandante tricolor apontou que a equipe do técnico Ney Franco pode arrumar forças em meio à dificuldade e pediu que o seu time mantenha o nível de atuação.
 
"Isso é muito relativo. Existe um lado mental deles de preocupação. Mas toda dificuldade gera mobilização. E dependendo do nível de mobilização eles podem encontrar o time deles. Pode gerar soluções. E nós temos que ir para lá cientes do que vai acontecer, do ambiente que vamos encontrar. Temos que jogar da maneira que estamos jogando, de forma intensa, marcando forte, tirando espaços deles.

Bahia

15 de Mai // | Bahia
Em meio à euforia pela vitória por 6 a 2 sobre o Atlético-PR, na abertura do Campeonato Brasileiro, o Bahia "vira a chave" nesta segunda-feira e volta os olhares para uma outra competição. Na próxima quarta-feira, o Tricolor encarar o Sport, em Recife, na partida de ida das finais da Copa do Nordeste.
 
Como objetivo, a equipe treinada por Guto Ferreira busca trazer um resultado consistente da partida em Recife para, na Fonte Nova, uma semana depois, ter vantagem para conquistar o Nordestão. E depois da grande exibição sobre o Atlético-PR não é difícil acreditar em mais um bom jogo do Tricolor. Autor de um dos gols do Bahia no jogo contra o Atlético-PR, o meia-atacante Zé Rafael acredita que é possível manter a intensidade na partida da próxima quarta.
 
- É possível, sim. Esse desgaste vem ao longo dessas últimas semanas. A gente teve quatro clássicos seguidos, que foram de intensidade muito grande. Não só nosso corpo cansa muito, como nossa cabeça. No jogo de quarta-feira, nossa equipe vai estar recuperada. Muitos sentiram nesse jogo, apesar de não ter jogo nessa semana, mas nós treinamos mais. Fizemos trabalhos puxados, e acho que isso acabou desgastando um pouco.

Bahia

15 de Mai // | Bahia
A torcida tricolor está contente na manhã desta segunda-feira (15). A estreia do Bahia na primeira divisão foi melhor do que o mais otimista dos torcedores imaginava: goleada por 6 a 2 sobre o Atlético-PR. A empolgação, no entanto, não deve ser levada a diante pelo elenco. Para o técnico Guto Ferreira, o time ainda precisa melhorar. 
 
"Empolgar? Não. Continuamos com as nossas limitações, com as nossas virtudes, e as nossas virtudes sobrepujaram sobre as nossas limitações. Os gols que nós perdemos no Ba-Vi, hoje (ontem) nós fizemos. No primeiro tempo criamos 15 oportunidades e fizemos cinco. A gente fica feliz, o torcedor tem mais é que comemorar, mas nós não. Os pezinhos tem que ficar no chão", disse Guto logo após a partida. 
 
Passada a estreia, o Esquadrão vira a chave e inicia a preparação para o duelo contra o Sport, nesta quarta-feira (17), na Ilha do Retiro, pelo primeiro jogo da final da Copa do Nordeste. Guto vai ter problemas para montar o time. Suspensos, Régis, Edson e Armero estão fora. Renê Jr. ainda se recupera de lesão e ainda é dúvida. "Teremos três baixas no jogo de quarta feira, um jogo de extrema importância para nós dentro do primeiro semestre.

Bahia

14 de Mai // BahiaNoticias | Bahia

Após 15 anos, o Bahia voltou a sentir o gosto de um triunfo na estreia do Campeonato Brasileiro. Neste domingo (14), em um jogo de oito gols, o Esquadrão foi mortal ofensivamente e bateu o Atlético Paranaense por 6 a 2 na Arena Fonte Nova. Tiago, Zé Rafael, Régis (duas vezes), Edigar Junio e Edson marcaram para o Bahia. Guilherme e Marcão fizeram os gols do time paranaense.

 

Agora, o foco tricolor é na Copa do Nordeste. Na próxima quarta-feira (17), o Bahia faz o seu primeiro jogo na final regional contra o Sport Recife, às 21h45, na Ilha do Retiro, em Recife.

Bahia

12 de Mai // | Bahia
O lateral-direito Eduardo, do Bahia, irá reencontrar o Atlético Paranaense, clube por onde ele já teve passagem em 2015 e em 2016. Conhecedor da equipe do Sul, ele prevê um jogo complicado para o tricolor na estreia do Campeonato Brasileiro. Bahia e Atlético se enfrentam no próximo domingo (14), às 16h, na Arena Fonte Nova. 
 
"O Atlético-PR é uma equipe que em um potencial enorme, não sei se vem com equipe mista ou não. Mas são muitos fortes, uma equipe nova, alguns jogadores jovens que conheço, com certeza vai dar muita dificuldade no jogo", declarou, em entrevista coletiva realizada na última quinta-feira (11).
 
Questionado sobre o objetivo tricolor no retorno à competição nacional, o atleta mirou os oito primeiros lugares e não descartou uma classificação para a Copa Libertadores. "Tem que sonhar, enquanto há vida há esperança. A gente tem meta de fazer uma boa competição. Libertadores seria um sonho conseguir a vaga, Sul-Americana não é uma coisa tão distante. Agora vai depender de nós jogadores equilibrar o nível para conseguir esse objtivo, mas eu quero estar ali entre os 8 no mínimo", projetou.

Bahia

11 de Mai // | Bahia
Não há sensação melhor de que começar uma competição com um bom resultado. Dentro da Série A do Campeonato Brasileiro, a última vez que o Bahia teve esse gosto foi em 2002, quando venceu o Gama por 1 a 0, na antiga Fonte Nova. No próximo fim de semana, o tricolor terá a chance de reviver essa sensação diante do Atlético Paranaense na Arena Fonte Nova.
 
Para conseguir o resultado positivo, o meia Régis pede imposição dentro de campo. "Independente de vir titular ou reserva, vem o Atlético. Temos que tomar cuidado, mas dentro de casa temos que nos impor para fazer o resultado. Sabemos da qualidade deles, mas não podemos ficar acuados. Temos que buscar o triunfo o tempo todo", declarou, em entrevista ao Bahia Notícias.
 
Com dores, Régis atuou no sacrifício para ajudar o Bahia no último domingo (7), na decisão do Campeonato Baiano. O camisa 20 quer atuar, mas indica que a presença depende da avaliação médica. "Eu quero jogar, mas tenho que passar pelos médicos, ver como estou. Eu fui na vontade de querer ajudar e agora começa o Brasileiro. Não temos muito tempo", indicou. Bahia e Atlético Paranaense se enfrentam no domingo (14), às 16h.

Bahia

11 de Mai // | Bahia
Titular da meta do Bahia, Jean terá uma nova missão no Bahia: segurar a responsabilidade de ser o goleiro titular mais novo da Serie A. O arqueiro tricolor comentou sobre o feito e se considera maduro o suficiente para vestir a camisa do Esquadrão na elite nacional. A estreia de Jean e do Bahia na Série A acontecerá neste domingo (14).
 
O adversário será o Atlético-PR, na Fonte Nova. "Não sabia [que era o goleiro mais novo]. É uma responsabilidade grande jogar o Brasileiro porque todos os jogos são de alto nível. Tenho 21 anos de idade, mas a cabeça tem que ser de 30, 32 anos, para fazer uma grande competição", disse, em entrevista coletiva.
 
Segundo Jean, um dos jogadores da posição que servem de referência para si mesmo é Rafael, titular do Cruzeiro. "Até por ser novo, é um goleiro que acompanho bastante: o Rafael, do Cruzeiro. No começo do ano, estava eu contra ele na competição do goleiro menos vazado. Ele está muito bem e estou aprendendo muito ao ver os vídeos dele. É um grande goleiro", elogiou.

Bahia

10 de Mai // | Bahia
No início da temporada, o Bahia anunciou a contratação de três reforços para o ataque: Gustavo, Maikon Leite e Diego Rosa. Passado o Campeonato Baiano, às vésperas do encerramento da Copa do Nordeste, o Tricolor agora volta os olhos para a disputa do Brasileirão e vê a necessidade de trazer mais peças para o setor.
 
Não apenas pela duração da competição nacional, mas porque Hernane, vice-artilheiro da equipe na temporada, com sete gols, sofreu uma fratura na tíbia e vai passar cerca de 90 dias em recuperação. Contudo, não há desespero pela contratação. O diretor de futebol do Bahia, Diego Cerri, admite que busca um atacante para o elenco, mas faz questão de lembrar: não há pressa, não há agonia.
 
O esquema é procurar com cautela e ir até onde o braço alcança. - Estamos acompanhando a movimentação. Na verdade, o Bahia está trabalhando com o pé no chão, numa política de não estourar nosso orçamento, priorizando manter o bom ambiente, o salário em dia. Mas também está buscando no mercado novas opções, porque o nosso elenco a gente julga que ainda está enxuto para o Brasileiro, que é uma competição longa, 38 rodadas.

Bahia

09 de Mai // | Bahia
Após conseguir o acesso no fim do ano passado, o Bahia começa neste domingo (14), às 16h, contra o Atlético Paranaense, a sua caminhada na Série A do Campeonato Brasileiro. Dentro do elenco tricolor, o volante Feijão já teve oportunidade de disputar duas edições do nacional pelo clube e a sua experiência indica a dificuldade da competição.
 
“Vamos enfrentar uma equipe que está disputando uma Libertadores e só com muita entrega, que é uma das marcas da nossa equipe, vamos vencer. Já disputei duas edições pelo Bahia e sei como é: cada jogo é uma pedreira pra gente superar”, declarou. No momento, o volante Feijão não é escolhido para começar jogando pelo técnico Guto Ferreira.
 
Com a quantidade de jogos e os possíveis futuros desfalques, ele se põe à disposição para mostrar serviço com a camisa do Esquadrão. "Treino todos os dias com esse objetivo, de buscar meu espaço. Teremos uma competição de 38 rodadas e Guto vai precisar de todos. Quando chegar a oportunidade, é mostrar serviço", indicou o atleta. No último domingo (7), o Esquadrão amargou o segundo lugar do Campeonato Baiano após dois empates com o Vitória na final.

Bahia

09 de Mai // | Bahia
O técnico Guto Ferreira não concedeu entrevista coletiva após o empate em 0 a 0 no Ba-Vi do último domingo, resultado que fez com que o título estadual ficasse com o Vitória. O silêncio, no entanto, não durou muito. No início da noite desta segunda-feira, o treinador falou ao Programa do Esquadrão, programa de rádio oficial do clube.
 
Ele falou sobre a contratação de reforços para o Brasileiro e o revezamento de atletas, que proporcionou a utilização de peças com pouca experiência nas primeiras competições da temporada. Guto Ferreira também demonstrou satisfação com o que foi apresentado pela equipe durante o Campeonato Baiano e a Copa do Nordeste.
 
- A gente vem trabalhando de forma incisiva. O departamento de futebol tem a sua leitura a respeito da qualificação do plantel. Esse tipo de procedimento serviu para amadurecer os meninos, dar ritmo de jogo. Revezamos a nossa defesa e ela é a menos vazada do país entre times da Série A. No Baiano foi a menos vazada e na Copa do Nordeste é a menos vazada. Tivemos três laterais esquerdos diferentes, três direitos diferentes, dois goleiros diferentes e cinco volantes.

Bahia

08 de Mai // | Bahia
O Atlético-PR não conseguiu reverter a vantagem de 3 a 0 e perdeu o título paranaense para o rival Coritiba ao empatar em 0 a 0 neste domingo (7), no Estádio do Couto Pereira. Adversário do Bahia, na estreia do Campeonato Brasileiro no próximo domingo (14), na Arena Fonte Nova, às 16h, o Furacão ainda terá um compromisso pela Copa do Brasil, contra o Santa Cruz nesta terça-feira (10), no Recife.
 
Além de uma decisão na Libertadores dia 17. O técnico Paulo Autori disse que o time vai pensar num jogo de cada vez. "Importante pensar na Copa do Brasil agora e depois nos outros jogos. Estamos envolvidos em grandes competições e temos coisas boas a fazer. Nós podemos falar de Copa do Brasil e Libertadores. É um bom sinal, de que estamos envolvidos em grandes momentos", afirmou. O comandante do Atlético-PR terá dores de cabeça com a parte física de alguns jogadores ao longo dessas duas semanas.
 
A equipe já não teve a sua zaga titular na decisão do campeonato estadual e o atacante Pablo foi vetado ainda no vestiário. "O Thiago Heleno está tendo alguns problemas de dores no joelho e era preciso tirá-lo, porque teremos jogos importantes. O Paulo André seria o quarto jogo seguido dele e entendemos que era importante poupá-lo. O Nikão está com um problema sério no ombro e não teria a mínima chance de jogar. Coutinho também sentiu uma lesão, mas está recuperando", disse.

Bahia

08 de Mai // | Bahia
A sequência de clássicos entre Bahia e Vitória foi marcada pela intensidade e pela provocação entre os rivais. Não foi diferente no último domingo (7), após o rubro-negro conquistar o título baiano sobre o tricolor após um empate em 0 a 0 no Barradão.  Após a partida, o goleiro Caíque simulou uma pescaria com uma sardinha. E não parou por aí.
 
Jean, do Bahia, indicou que o arqueiro rubro-negro dançou na frente dele para provocar ao fim da partida. Em suas palavras, o jogador tricolor citou a perda do avô, falecido na última semana.  "O goleiro Caíque do Vitória é um moleque. O André Rizek [apresentador do Sportv] já tinha dado a palavra quando ele saiu do jogo da Seleção e xingou os repórteres. Eu perdi meu avô tem três dias".
 
"Eu estava em campo com o nome dele, joguei com o nome dele nas costas. Quando eu saí, eu estava abalado né, chorando, porque meu avô torcia pelo time do Vitória. Eu prometi para ele, quando ele estava no hospital, que domingo ia levar a medalha para ele hoje. Na saída, ele (Caíque) ficou dançando na minha frente. Ele tem que ter respeito, ele é um moleque. O André Rizek já falou, mas não adiantou. Ele é um moleque", declarou, em entrevista ao site globoesporte.com.

Bahia

05 de Mai // | Bahia
Com pouco tempo para descansar, os jogadores já começam a sentir o desgaste com a maratona de clássicos entre Bahia e Vitória. No último Ba-Vi, por exemplo, o volante Renê Júnior e o meia Régis sentiram dores musculares e se tornaram dúvidas para a decisão do Campeonato Baiano no próximo domingo (7), no Barradão. 
 
O alto empenho físico nas partidas foi um fator apontado pelo zagueiro Tiago, que reconhece o cansaço dos atletas em virtude da sequência. "Espero que não seja nada com eles [Régis e Renê Júnior]. Essa sequência de clássicos pesou. Eu senti e todos sentiram. Agora temos que nos recuperar para buscar o título", declarou.
 
Questionado sobre a próxima partida, o defensor destacou o clima ameno em relação aos dois primeiros jogos e demonstrou confiança em um triunfo diante do rubro-negro. "Os ânimos já acalmaram. Os dois primeiros jogos foram de muito nervosismo e nesse jogo foi melhor. Conhecemos bem a equipe deles, são conhecidos nossos. Fomos muito superiores e temos condições de ganhar o jogo", indicou. O Bahia segue a preparação para o clássico na tarde desta sexta-feira (5), no Fazendão.

Bahia

04 de Mai // | Bahia
Nem bem acabou o Ba-Vi da última quarta-feira e já começaram as provocações para o último e decisivo clássico do Campeonato Baiano. Depois de alcançar um empate no jogo de ida, contra o Bahia, na Arena Fonte Nova, o Vitória fortaleceu a convocação do seu torcedor para a partida final no Barradão, quando tem a vantagem de jogar por outro empate para ficar com o título.
 
Em suas páginas nas redes sociais, o Leão publicou informações sobre o preço dos ingressos e utilizou como hashtag a expressão "#DomingoÉdiaDePesca". Escolhido para conceder entrevista coletiva nesta sexta-feira, o latera-direito Eduardo comentou sobre as provocações realizadas pelo Vitória. O atleta vê as ações como jogadas de markenting que, dentro de campo, não fazem diferença.
 
- Na verdade, é mais jogada de marketing para os torcedores irem [para o estádio]. Vai adiantar de nada. Não acho que provocação ganhe jogo. Eles têm que mostrar para a gente que podem vencer. Temos total convicção de que vamos conseguir. Fizemos dois bons jogos contra eles. Por acidente de percurso, fizemos um gol contra e demos vantagem para eles. Mas um gol nos dá o título. Não está distante. Quem viu os dois últimos jogos viu quem realmente tem mais condições. O jogo é jogado. A gente vai para cima - garante Eduardo.

Bahia

04 de Mai // | Bahia

No quarto Ba-Vi da temporada, pela primeira vez deu empate. O resultado de 1 a 1 desta última quarta-feira (3), na Fonte Nova, possibilitou o Vitória a manutenção da sua vantagem em busca do título estadual. Técnico do Bahia, Guto Ferreira comentou sobre os últimos clássicos e lamentou a igualdade estabelecida na partida da Arena.  

 

“Paciência. Cada jogo é uma história. Cada Ba-Vi está sendo diferente. Tem mais um lá e vamos buscar o que precisamos. Futebol é assim. Há três resultados. Hoje deu o resultado do meio. Por que domingo não poderemos sair felizes? Iremos buscar”, disse, em entrevista coletiva.

 

Na visão do comandante tricolor, houve uma clara oscilação entre primeiro e segundo tempo no que se refere à atuação de sua equipe. “Ficou muito claro isso. Houve um decréscimo. A nossa equipe, no segundo tempo, não foi tão incisiva no último terço do campo, como estávamos sendo no primeiro. Perdeu aquela volúpia, aquela qualidade a mais, até pela qualidade dos jogadores".

Bahia

03 de Mai // | Bahia
Desfalque no clássico do último fim de semana, o atacante Gustavo está relacionado para o Ba-Vi desta quarta-feira, marcado para 21h45 (de Brasília), na Arena Fonte Nova, que inicia a decisão do título do Campeonato Baiano 2017. O atleta é uma das opções de Guto Ferreira para montar o sistema ofensivo.
 
O treinador pode montar a equipe com um centroavante de ofício, ou manter Edigar Junio como jogador mais avançado do ataque. Guto Ferreira convocou 23 jogadores para o clássico. Hernane se recupera de uma fratura na perna e desfalca a equipe. Wellington Silva, com dores no joelho, Yuri e João Paulo completam a lista de desfalques do Tricolor. Por determinação da CBF, que acatou recomendação do MP-BA, o clássico desta quarta-feira terá torcida única.
 
Até a tarde desta terça-feira, cerca de 20 mil ingressos haviam sido vendidos. Confira a lista de relacionados: Goleiros: Jean e Anderson; Laterais: Armero, Eduardo e Matheus Reis; Zagueiros: Tiago, Éder, Jackson, Lucas Fonseca e Rodrigo Becão; Volantes: Feijão, Matheus Sales, Edson, Juninho e Renê Junior;  Meias: Régis, Allione, Zé Rafael e Diego Rosa; Atacantes: Edigar Junio, Maikon Leite, Matheus Peixoto e Gustavo.

Bahia

02 de Mai // | Bahia
Em busca por um centroavante para substituir Hernane, que sofreu uma fratura e ficará três meses sem jogar, encontrou um alvo. Na tarde de segunda-feira, o empresário do atacante Alecsandro, do Palmeiras, confirmou o interesse do Bahia em contar com o atleta para a temporada 2017. O agente conta que houve um contato inicial, mas uma proposta oficial ainda não foi encaminhada pelo clube baiano. 
 
Alecsandro treinou finalizações enquanto os demais jogadores do Alviverde realizavam um coletivo. Ele só integrou a atividade quando Eduardo Baptista montou o trabalho tático entre reservas e atletas das divisões de base.  - Descobriram isso. Realmente tive um contato com a direção do Bahia. Mas acabei viajando para fora do país, estou voltando hoje para o Brasil. 
 
Não tive mais contato com mais ninguém. (...) Tem possibilidade. Houve uma sondagem um pouco mais avançada. Os dirigentes já conhecem o jogador. (...) O contato foi por um contrato em definitivo. O Alecsandro tem contrato com o Palmeiras até o fim deste ano – disse Oldegard Filho ao GloboEsporte.com. Alecsandro foi formado nas divisões de base do Vitória e acumula passagens por Sport, Ponte Preta, Cruzeiro, Internacional, Vasco, Atlético-MG, Flamengo e Palmeiras. 

Bahia

02 de Mai // | Bahia
Baianos e pernambucanos decidem a Copa do Nordeste 2017. O Bahia espera agora o vencedor do clássico entre Santa Cruz e Sport para saber quem será seu adversário na finalíssima desta edição do torneio regional. O encontro deste ano será o desempate entre as duas federações.
 
Em sua 14ª edição, sem considerarmos o Torneio José Américo de Almeida Filho, realizado em 1975 e 1976, será apenas a terceira vez que os dois estados decidem a principal competição nordestina. Nas outras duas oportunidade, cada um levou.
 
No primeiro embate, em 2000, o Vitória perdeu o título para o Sport, ao empatar duas vezes por 2 a 2 – o time pernambucano tinha a vantagem dos dois resultados iguais pela melhor campanha na primeira fase. No ano seguinte, em 2001, o Sport tinha a chance de aumentar a vantagem pernambucana, desta vez contra o Bahia. O Tricolor empatou a sequência, ao vencer o Rubro-negro da Ilha por 3 a 1m, num jogo único na Fonte Nova – Preto Casagrande Nonato, duas vezes, decretaram o título do Esquadrão.

Bahia

01 de Mai // | Bahia
O argentino Allione foi um dos principais nomes da classificação do Bahia à final da Copa do Nordeste. Ele foi o responsável por abrir o placar na Arena Fonte Nova em um gol que já daria aos tricolores a vaga na última etapa do torneio. Após a partida, Allione mostrou que o foco da equipe já está na final do Campeonato Baiano, que começa na próxima quarta (3).
 
"O que a gente espera do nosso time é a mesma entrega de hoje, continuar nessa pegada. Se a gente fizer o que mostrou hoje em campo acho que vai conseguir um belo resultado", afirmou. Segundo ele, o contratempo de ter o ônibus quebrado na ladeira da Fonte das Pedras, que fez com que os atletas tivessem que passar pelo meio dos torcedores, incentivou ainda mais o grupo.
 
"No Palmeiras a gente foi campeão lá e foi uma situação parecida, só que hoje a gente desceu um pouco antes, caminhou junto com o torcedor e deu para sentir o apoio deles, a vibração deles e na hora do jogo isso favoreceu a gente", contou. Autor de um gol importante no duelo deste domingo, Allione sonha em repetir o feito no próximo clássico, válido pelo estadual.

Bahia

29 de Abr // BahiaNoticias | Bahia

Os sócios do Bahia aprovaram, neste sábado (29), as contas referentes ao exercício 2016 do clube. Foram 260 votos a favor, 55 contra e 14 abstenções no evento realizado na Arena Fonte Nova. De acordo com a conta do clube no Twitter, os sócios tiveram, também, a oportunidade de fazer perguntas ao técnico Marcelo Sant'Ana e encerraram a Assembleia ao som do hino tricolor.

 

O Bahia entra em campo neste domingo (30) contra o Vitória, em partida válida pela Copa do Nordeste. Os tricolores precisam de um triunfo simples para se classificar; caso o Vitória marque, o Bahia precisará de dois gols de diferença para garantir a vaga na final do torneio.

 

Bahia

28 de Abr // | Bahia
Após cumprir suspensão, o lateral-direito Eduardo será uma opção para o técnico Guto Ferreira no segundo jogo das semifinais da Copa do Nordeste contra o Vitória, no próximo domingo (30), na Arena Fonte Nova. Confiante em um resultado que classifique o Esquadrão para a decisão do certame, o atleta tricolor espera um jogo equilibrado.
 
“Tenho certeza que será um jogo bastante equilibrado e decidido nos detalhes. Vamos ter paciência e muita atenção para conquistar o triunfo e garantir nossa vaga para a decisão da Copa do Nordeste. Vamos trabalhar para isso e confiamos muito na conquista deste objetivo”, disse. Lateral foi expulso por falta aos 18 minutos do segundo tempo em jogo contra o Sergipe.
 
Segundo Eduardo, o apoio da torcida tricolor será fundamental para vencer o maior rival. “O apoio do nosso torcedor vai ser fundamental para nossa equipe durante os noventa minutos. Essa parceria sempre deu certo e agora não será diferente. Contamos com força máxima da nossa torcida para nos empurrar rumo à classificação para a final da competição”, completou.

Bahia

28 de Abr // | Bahia
Uma expulsão no futebol é sempre um fator complicador para um time. A inferioridade numérica faz com que a equipe mude a sua estrutura tática e inclusive as peças dentro do campo. Foi assim com o meia Régis no Ba-Vi da última quinta-feira (27), pelo primeiro jogo da semifinal da Copa do Nordeste. Após o cartão vermelho para o atacante Gustavo, ele foi substituido pelo meia Zé Rafael.
 
Após o confronto, vencido por 2 a 1 pelo Vitória, o técnico Guto Ferreira explicou a alteração e destacou a atuação do reserva. "A busca na saída de Régis foi não colocar ele na beirada, justamente porque tinha o Patric e ele não é um exímio marcador. Precisava colocar o Edigar que tem características de referência. Abri mão de Régis para colocar o Zé Rafael, que fez jogadas boas. Na totalidade, saímos com um resultado importante", afirmou Guto.
 
O técnico se mostrou satisfeito com o segundo tempo da sua equipe. "O segundo tempo, até por toda a luta, foi muito bom. A equipe foi briosa, competitiva...", acrescentou. Para avançar à final do regional, não há outro camnho. O Esquadrão precisa de um triunfo sobre o arquirrival. Questionado sobre a partida do próximo domingo (30), às 16h, na Arena FOnte Nova, o comandante mostrou confiança.

Bahia

27 de Abr // | Bahia
Bahia e Vitória começam nesta quinta-feira (27) uma sequência de clássicos decisivos pela Copa do Nordeste e pelo Campeonato Baiano. Os dois primeiros, válidos pela semifinal do regional, têm grande importância para o Esquadrão, que mira o título do certame. Com o objetivo de garantir a classificação, o técnico Guto Ferreira espera o Bahia propondo o jogo para vencer o maior rival.
 
"Eu nunca monto time para jogar por zero a zero. Raramente monto equipe para jogar por uma bola. Nossa equipe tenta propor o jogo, tenta ser agressiva, as vezes não consegue. Eu espero que nessas partidas todas que temos por jogar, a gente possa ter essa competência de nos sobressair sobre o adversário. A gente sabe que não vai ser fácil, mas temos tentado fechar o certo para ter boas atuações e na somatória das partidas conquistar os objetivos", declarou.
 
O primeiro Ba-Vi da temporada de 2017 aconteceu no último dia 9 de março e foi vencido pelo rubro-negro por 2 a 1. Sobre esse jogo, o treinador destacou que a equipe precisa evoluir em alguns fatores e destacou a importância de ter à disposição todos os onze atletas, já que naquela ocasião o zagueiro Tiago acabou expulso.

Bahia

26 de Abr // | Bahia
Após ter sido derrotado no primeiro Ba-Vi da temporada de 2017, o Bahia tem uma sequência de jogos decisivos contra o Vitória entre a Copa do Nordeste e o Campeonato Baiano. Nesta quinta (27), o confronto será pela semifinal regional. O zagueiro Éder admite que o rival está "entalado na garganta" e mira um triunfo no Barradão.
 
"Com certeza, ninguém gosta de perder. Assim como o Vitória está, o Paraná também está entalado. Quem vence a gente vai ficar entalado. Da mesma forma que eles ganharam na nossa casa, a gente vai chegar para ganhar na casa deles", declarou. Cria do clube, Éder está acostumado a jogar os clássicos.
 
No entanto, essa será a primeira vez que o polivalente estará presente em uma sequência de quatro partidas contra o Vitória. "Na base o máximo que tive foi dois Ba-Vis em quatro dias. Quatro em dez dias é bem diferente. Vai ser só pensar no rival, é incrível, não tem isso de mudar a chave, vai ser só o vitótira. Todo o trabalho vai ser feito para vencer o Vitória", projetou. O elenco do Bahia finaliza a preparação para o jogo nesta quarta-feira (26), no Fazendão.

Bahia

25 de Abr // | Bahia
Éder passou por várias transformações em sua passagem pelo Bahia. Na base tricolor, o atleta era volante e quando foi promovido ao time ao profissional sob o comando de Sérgio Soares, atuou como lateral. Treinado por Doriva em 2016, o jovem atleta se tornou zagueiro e adotou a posição. Com Guto Ferreira, Éder transita entre a defesa e a lateral no ano de 2017. 
 
O polivalente será o dono do flanco direito na próxima quinta-feira (27), quando o Esquadrão enfrenta o Vitória no primeiro jogo das semifinais da Copa do Nordeste. Ele não vê dificuldade em atar na posição. O Bahia segue a sua preparação para o clássico na tarde desta terça, no Fazendão.
 
"É até difícil responder, eu venho me adaptando o mais rápido possível. Claro que é uma improvisação, porque eu sou zagueiro, mas não há uma dificuldade. Tem a oportunidade de atacar, é uma improvisação boa, qualquer jogador quer estar perto do gol", declarou, em entrevista coletiva realizada nesta terça-feira (25). Éder valorizou a entrada no início da partida e apontou a missão de conseguir bons resultados contra o arquirrival.

Bahia

24 de Abr // | Bahia
O meia Régis falou nesta segunda (24) sobre as decisões contra o Vitória que o Bahia vai enfrentar na próxima semana. De olho no primeiro confronto, que acontece no Barradão na próxima quinta (27), pela semifinal da Copa do Nordeste, o maestro do Esquadrão admitiu que o time comandado por Guto não terá jogo fácil no clássico.
 
Régis ainda avisou que a equipe quer vencer mesmo fora de casa. “Chegamos até aqui jogando com determinação. A gente tem que fazer o que professor tem para orientar. Vai ser um jogo difícil dentro da casa deles e tenho certeza que vamos chegar forte para conseguir esse triunfo”, declarou Régis, que destacou a importância que o time vem dando ao regional. 
 
“Nosso foco é a Copa do Nordeste. Primeiro o jogo na casa deles, e claro que o segundo vai favorecer a gente. Espero que a gente possa conseguir fazer dois grandes jogos”, avisou. Os torcedores poderão adquirir, a partir desta segunda-feira, ingressos para o segundo Ba-Vi das semifinais da Copa do Nordeste. O duelo está marcado para domingo, na Arena Fonte Nova, às 16h (horário de Brasília).

Bahia

24 de Abr // Bahia Notícias | Bahia
O primeiro encontro entre Bahia e Vitória na temporada de 2017 foi marcado por um triunfo rubro-negro na Arena Fonte Nova. O placar de 2 a 1 no último dia 9 de março encerrou uma sequência positiva de 17 triunfos tricolores em Salvador. Na próxima quinta-feira (27), as duas equipes voltam a se encontrar pela primeira partida das semifinais da Copa do Nordeste. 
 
Questionado sobre um possível clima de revanche para a partida, o zagueiro Tiago indicou uma equipe "mordida", mas pediu prudência e tranquilidade para conseguir um bom resultado diante do rival.  "O primeiro jogo serviu de teste para as equipes. A gente está mordido, até porque eram 17 jogos sem perder ou empatar. É claro que estamos mordidos, mas a rivalidade não pode subir pra cabeça. Estamos tranquilos para fazer um grande jogo", declarou.
 
O defensor titular da equipe comandada pelo técnico Guto Ferreira fez uma análise da equipe rubro-negra e pediu atenção com a marcação. "O Vitória tem uma equipe ofensiva e perigosa. Vimos alguns jogos deles e tivemos situações em que deixamos eles jogar. Aprendemos com os erros, temos uma tática bem pensada e vamos com tudo para buscar a classificação", indicou. O grupo tricolor inicia os treinamentos para a partida nesta segunda-feira, no Fazendão

Bahia

21 de Abr // | Bahia
Depois de derrotar o Fluminense de Feira por 3 a 0 no estádio Joia da Princesa, no jogo de ida da semifinal do Campeonato Baiano, no último fim de semana, o Bahia se prepara para o jogo de volta, na Fonte Nova, com uma larga vantagem a seu favor. O duelo está marcado para este sábado, às 16h (horário de Brasília).  
 
O foco dos jogadores do Bahia, é claro, está nesse jogo, porém não dá para negar que há grande expectativa pelo Ba-Vi. Os rivais baianos se enfrentam na próxima quinta, pela Copa do Nordeste, e ainda podem se encontrar nas finais do Campeonato Baiano. O zagueiro Tiago falou sobre a expectativa, sobretudo depois do primeiro clássico, vencido pelo Rubro-Negro por 2 a 1. 
 
- Cria expectativa. A gente teve um jogo que foi decidido nos detalhes. Se cria uma expectativa muito grande. A cidade inteira para esse clássico. Mas vamos pensar primeiro contra o Fluminense – afirmou.  Tiago, inclusive, revelou que assistiu à eliminação do Vitória na Copa do Brasil. O defensor elogiou a atuação do rival, que não passou de um empate sem gols. Globoesporte

Bahia

20 de Abr // | Bahia
Começar a temporada com uma média de dois gols marcados por partida não é nada ruim para um time. Nos 21 confrontos que já fez até agora em 2017, o Bahia conseguiu balançar as redes 42 vezes. Um número bem confortável, mas que não tem servido de alento no Fazendão. Apesar das estatísticas, o técnico Guto Ferreira tem recebido o estigma de retranqueiro.
 
Crítica que o tem acompanhado desde o início do ano. Boa parte das reclamações da torcida se dá pela postura do Tricolor em campo e, também, pelas modificações feitas pelo técnico durante as partidas. Com ou sem a fama, o certo é que, além dos 42 gols marcados, o Bahia só levou oito gols no ano. Na visão do volante Renê Junior, estes números são reflexo de todo o esquema em campo.
 
- Não acho que seja um treinador retranqueiro como falam. A gente faz muitos gols e leva poucos. É sinal que a marcação começa lá na frente. Começa no ataque. O Guto trabalha bastante, tem um trabalho tático muito bom. Creio que isso fortalece até nós, jogadores. Não creio que ele seja um treinador retranqueiro. Muitos treinadores jogam dessa forma. O Guto é um treinador inteligente, experiente, sabe amadurecer com as críticas, mesmo não sendo verdadeiras - avaliou o jogador em entrevista ao GloboEsporte.com.

Bahia

19 de Abr // | Bahia
Uma das apostas da diretoria do Bahia para esta temporada, Jean tem a garantia de mais dois anos no Fazendão. O Bahia e o jogador chegaram a um acordo de reajuste salarial e renovação do contrato. O vínculo, que ia até o final deste ano, agora terá seu fim em 2019. Jean é fruto das divisões de base do Bahia. Ele foi promovido para o profissional em 2015, quando o Tricolor era comandado por Sérgio Soares.
 
No domingo, contra o Flu de Feira, ele completou 31 jogos pelo Tricolor. Neste ano, foram 11 partidas disputadas e dois gols sofridos. - Muito feliz em renovar mais um ano aqui. Aqui eu me sinto em casa. É o clube que eu tive minha primeira oportunidade como profissional, onde trabalho desde pequeno. É um clube que eu me identifico muito - comemorou o jogador em entrevista no Fazendão, na manhã desta quarta-feira. 
 
Recentemente, Jean passou por um grande susto. No mês de março, ele foi diagnosticado com uma amigdalite e acabou vetado pelo departamento médico do clube. O problema, no entanto, foi mais grave do que uma simples inflamação na garganta. O jovem atleta de 21 anos passou uma semana internado em um hospital da capital baiana e perdeu cinco quilos.




Classificados


Enquete



Mais Lidas