Esportes

Vitória

Vitória

22 de Jul // | Vitória

Nenhuma novidade para os rubro-negros. Como já tem virado rotina, o Vitória perdeu no Brasileirão. Desta vez, por 2x1, para a Chapecoense, no Barradão. Em péssima fase, o Leão segue na vice-lanterna, com apenas 12 pontos e situação cada vez mais delicada. Na arquibancada, pouco mais de 5 mil torcedores deram um voto de confiança ao time.

 

Esqueceram política, crise, jejum em casa, tudo. Esforço não correspondido. Flávio Tanajura, que assumiu o time interinamente no lugar do demitido Alexandre Gallo, até arriscou. Sacou Fernando Miguel do gol e deu chance a Caíque, e propôs uma equipe mais leve e rápida com Neilton no lugar de André Lima. Atitude ousada e que acabou custando caro.

 

Durante o primeiro tempo, o rubro-negro começou o jogo sob pressão, mas reverteu a situação e penetrou na defesa catarinense com boas jogadas, sobretudo de Uillian Correia, que mostrou qualidade no chute de fora da área. Aos 16, o time até chegou a balançar a rede. Após cobrança de escanteio de Carlos Eduardo, Yago chegou sozinho na entrada da área e mandou uma bomba, defendida pelo goleiro da Chape.

Vitória

22 de Jul // | Vitória

Neste sábado (22), a partir das 16h, não pode ter vaidade, política ou ego. No Barradão, só haverá espaço para torcedores e jogadores, e o assunto é um só: futebol. Na luta para se salvar da zona de rebaixamento, o Vitória enfrenta a Chapecoense. A crise existe e é inegável. Fora de campo, o presidente Ivã de Almeida pediu afastamento por 90 dias.

 

Seu vice, Agenor Gordilho, que cogitou deixar o clube por não concordar com o modelo de gestão de Ivã, agora assume interinamente. Além disso tudo, o técnico  Gallo foi demitido com menos de dois meses de trabalho. Mas nada disso pode chegar ao gramado. Sob o comando do auxiliar técnico Flávio Tanajura, o Leão tenta recuperar suas forças para voltar a rugir e impor respeito na sua Toca.

 

Atualmente na vice-lanterna do Campeonato Brasileiro, à frente apenas do Atlético-GO, o Vitória só conseguiu somar 12 dos 45 pontos disputados. O time é o pior mandante da competição, com apenas um triunfo em oito jogos diante do seu torcedor. A corda no pescoço está rente, apertada, mas ainda é possível se livrar dela. E o interino está confiante para o jogo.  Vitória e Chapecoense já se enfrentaram quatro vezes. O time Rubro-negro venceu duas, empatou uma e perdeu outra.

Vitória

21 de Jul // | Vitória

"É um momento de ação. A nossa torcida não está satisfeita com o que está acontecendo, por isso vamos trabalhar duro para tirar o time dessa situação. Essas foram as primeiras palavras de Agenor Gordilho como presidente em exercício do Vitória. O pronunciamento do novo mandatário rubro-negro aconteceu horas após a confirmação da demissão do treinador Alexandre Gallo.

 

O clima de mistério já rondava a Toca do Leão desde quinta. Antes do treino, diretoria, comissão técnica e jogadores tiverem uma conversa a portas fechadas. Mais tarde, Agenor Gordilho esteve com José Rocha, ex-presidente do Conselho Deliberativo do clube, para discutir soluções que possam reverter a crise que vive a equipe. Nesta sexta, o novo presidente do Leão falou como foram as primeiras horas no novo cargo.

 

- Nesse um dia e meio de trabalho, tive a oportunidade de fazer uma reunião com todos os funcionários do clube. Antes tive uma reunião com todo elenco, depois fui conversar com os funcionários do clube. Conversamos muito. Foi um dia que teve mais de 24 horas. Quando a gente se propõe a fazer um trabalho, a gente faz um trabalho com compromisso. Eu me doarei e me dedicarei integralmente ao clube. Medidas serão adotadas, estamos consultando outros profissionais para virem para o clube – explicou.

Vitória

21 de Jul // | Vitória

Nesta sexta (21), o Vitória demitiu Alexandre Gallo, após apenas 49 dias de trabalho. Com o treinador, o rubro-negro fez 11 jogos, venceu três, empatou dois e perdeu seis. O aproveitamento é de 33%. A decisão foi confirmada pelo clube e será detalhada em um pronunciamento convocado pelo presidente em exercício Agenor Gordilho à tarde, no Barradão.

 

Junto com Gallo, sai também o auxiliar Valdir Benedito. Alexandre Gallo assumiu o Vitória no dia 3 de junho e estreou contra o São Paulo cinco dias depois, no Morumbi, onde o Leão foi derrotado por 2x0. O rubro-negro é o vice-lanterna do Campeonato Brasileiro, com apenas 12 pontos somados em 45 disputados.

 

Sob o comando de Gallo, foram 14 gols feitos e 23 sofridos, o que dá uma média de 2,1 gols sofridos por jogo. O treinador se despede da Toca do Leão sem ter conseguido repetir a escalação do time uma vez sequer.  O Vitória vem de três derrotas seguidas no campeonato (Vasco, Palmeiras e Grêmio) e tem o pior aproveitamento como mandante entre os 20 clubes. Nos oito jogos em casa, só venceu um, empatou dois e perdeu cinco.

Vitória

21 de Jul // | Vitória

A quinta derrota do Leão como mandante neste Campeonato Brasileiro manteve o time com 12 pontos, na 19ª posição da tabela. A situação é ainda mais grave porque a equipe também vive um momento complicado fora do campo. Após o pedido de licença de Ivã de Almeida, o vice-presidente, Agenor Gordilho, assumiu o comando na Toca de Leão.

 

Na opinião de Caíque Sá, o time precisa se fechar para não deixar fatores extracampo atrapalharem o time. - Nós temos que fechar, esse negócio que vem de fora não pode entrar no nosso grupo. Isso afeta a gente, eu tenho certeza que sábado vamos fazer um bom jogo contra a Chapecoense para buscar essa vitória que é muito esperada – explicou Caíque Sá.

 

Um dos estreantes da quarta-feira, ao lado do colombiano Santiago Tréllez, Caíque Sá fez sua primeira partida com a camisa do Vitória em um momento complicado para o clube. Ao final da partida, o resultado não ajudou a melhorar a situação do time. No entanto, após a derrota por 3 a 1 para o Grêmio, o lateral-direito foi um dos poucos jogadores poupados pela torcida, segundo informações do Globoesporte.

Vitória

20 de Jul // | Vitória

Alexandre Gallo chegou ao Vitória como o “salvador da pátria”, mas não conseguiu “fazer milagres”. Com a crise instalada no clube, pressão sobre a diretoria e o time sem um triunfo em quatro rodadas, o treinador decidiu assumir um barco à deriva no início de junho. O primeiro compromisso, que para Gallo era considerado "um presente", terminou em derrota no Morumbi diante do São Paulo.

 

Na sequencia o time conseguiu ficar três jogos sem perder (triunfos sobre Atlético-MG e Sport, além do empate com o Botafogo). Foi o máximo que o treinador conseguiu fazer em pouco mais de um mês sob comando de um barco sem direção.  Dos 33 pontos que disputou sob o comando de Alexandre Gallo, o Vitória conquistou apenas 11, um aproveitamento de 33,3% (em 11 partidas), média de um ponto por jogo.

 

Comparando com os números do Brasileirão 2016, o treinador possui campanha de clube rebaixado: o Internacional com 43 pontos, um aproveitamento de 39%, caiu para Série B. O próprio Vitória só conseguiu escapar da degola com 45 pontos, o que corresponde a 39% dos pontos disputados. Dessa forma, Gallo teria que superar todos os prognósticos para evitar o descenso. Mesmo assim, o afastamento do presidente Ivã de Almeida não resultou na saída do treinador nem de quem o trouxe.

Vitória

19 de Jul // | Vitória

Pior mandante do Campeonato Brasileiro, o Vitória não conseguiu mudar essa sina. Em duelo disputado nesta quarta-feira (19), no Barradão, o time Rubro-negro perdeu por 3 a 1 para o Grêmio e viu aumentar sua crise. A equipe ocupa a penúltima posição no certame nacional com apenas 12 pontos conquistados e ainda vive um momento político conturbado.

 

O próximo compromisso do Vitória é contra a Chapecoense, sábado (22), às 16h, novamente no Barradão. O Grêmio sofreu um desfalque de última hora. Durante o aquecimento, o zagueiro Pedro Geromel sentiu um desconforto e foi substituído por Rafael Thyere. Aos seis minutos, Fernandinho roubou a bola na intermediária e partiu em direção ao gol.

 

Ele foi derrubado na área e o árbitro assinalou falta. O próprio Fernandinho cobrou e abriu o placar no Barradão. Fernando Miguel se esticou todo, mas não conseguiu fazer a defesa. O Vitória tentou reverter a desvantagem. Porém, o time demonstrou nervosismo e arriscou de chutes de longa distância. Aos 11, Renê arrematou de fora da área e a bola saiu por cima da meta de Grohe. Aos 22, Cleiton Xavier também tentou, mas sem sucesso.

Vitória

19 de Jul // | Vitória

Quem sabe escalar o Vitória para o jogo de hoje? Tenho certeza que você, leitor, não soube responder com convicção os nomes dos 11 jogadores que encaram o Grêmio, nesta quarta-feira (19), às 19h30, no Barradão. Não é uma resposta fácil. Não tem nada a ver com conhecer o elenco, e sim com o jeitão “metamorfose ambulante” do treinador Alexandre Gallo.

 

São 10 jogos à frente do comando técnico do Leão e nada menos que 10 times diferentes em campo. O único que tem cadeira cativa é o goleiro Fernando Miguel, que atuou em todos eles. Para enfrentar o Grêmio, vem time novo por aí. Sem poder escalar os zagueiros Wallace e Fred, ambos vinculados ao tricolor gaúcho, o treinador vai apostar em Kanu e Alan Costa.

 

Não tem para onde correr, já que Ramon, machucado, também não joga. Outro setor que deve ter alteração é o meio-campo. Poupado diante do Palmeiras, justamente para não correr risco de lesão e poder encarar o Grêmio, Carlos Eduardo deve retornar à equipe. Só que Uillian Correia, que supriu a vaga dele, entrou bem na partida e deve ser mantido. Com isso, Yago ou Cleiton Xavier pode ficar no banco. Na frente, mais mistério. David ou Neilton? Velocidade ou agilidade? Nenhum dos dois.

Vitória

18 de Jul // | Vitória

O Vitória é o pior mandante do Campeonato Brasileiro. Em sete partidas disputadas, venceu apenas uma, empatou duas e perdeu quatro. Para tentar melhorar esse desempenho, o time Rubro-negro terá uma sequência de dois jogos no Barradão. O primeiro é nesta quarta (19), às 19h30, contra o Grêmio, e depois é a Chapecoense, sábado (22), às 16h.

 

O volante Uillian Correia espera duelos complicados, mas espera que sua equipe possa conseguir resultados positivos. “Vamos ter duas partidas complicadas pela frente na Série A. Não tem outro pensamento: queremos os seis pontos em nossa casa para iniciarmos um novo momento na competição. Enfrentaremos duas pedreiras, mas estamos preparados”, afirmou.

 

Uillian Correia ainda garantiu que o grupo está unido em deixar a zona de rebaixamento. “Todos aqui estão cientes da luta que teremos nas próximas semanas, mas temos que manter a união e o comprometimento para voltarmos ao caminho das vitórias na Série A. Não tem faltado entrega e luta do grupo para que isso seja possível. Tenho certeza que daremos a volta por cima no Brasileiro”, finalizou.

Vitória

18 de Jul // | Vitória

Agora é oficial! O Vitória anunciou nesta terça-feira (18) a contratação do meia-atacante Danilinho, de 30 anos. O jogador desembarcou na Toca do Leão na última sexta (14) para realizar exames médicos. Ele assinou contrato até o fim do ano e por produtividade. Danilinho estava sem clube desde que deixou o Fluminense em abril deste ano.

 

Nesta temporada, o meia não atuou em nenhum jogo. O atleta acumula passagens pelo Chiapas (MEX), Querétaro (MEX), Tigres (MEX), Jaguares, Atlético-MG, Santos, América-SP e Mirassol-SP. Danilinho coleciona polêmicas e acusações graves ao longo de sua carreira. Em 2013, o jogador foi indiciado por suspeita de um estupro e ameaça de morte a uma menina de 18 anos no México.

 

No fim do ano passado, o atleta foi detido no CT do Fluminense pelo não pagamento de pensão alimentícia e passou algumas horas preso. Agora, Danilinho espera ter o seu nome publicado no Boletim Informativo Diário (BID) da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para poder ficar à disposição do técnico Alexandre Gallo. O duelo entre Vitória e Grêmio acontece nesta quarta-feira (19), às 19h30, no Barradão, válido pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Vitória

17 de Jul // | Vitória

Treinando na Toca do Leão desde o início do mês, o atacante colombiano Santiago Tréllez foi apresentado pelo Vitória nesta segunda (17). Teoricamente, o momento é ideal para que ele ganhe uma vaga no time: sem Kieza, ausente por três meses com uma luxação no ombro, o técnico Alexandre tem apenas André Lima para atuar como centroavante.

 

A facilidade acaba mesmo por aí. Estrangeiro, Tréllez chega ao Vitória num dos momentos mais conturbados da equipe na Série A, depois de perder duas partidas seguidas tomando quatro gols em cada: 4x1 para o Vasco na última quarta-feira (12) e 4x2 para o Palmeiras no domingo (16), segundo informações do Correio da Bahia.

 

“Acho que, nesse momento que vive o time, não posso demorar muito para me adaptar à equipe ou ao futebol brasileiro. Com estas duas semanas integrado ao time, mas sem poder jogar, pude conhecer melhor meus companheiros e o trabalho do corpo técnico. Venho treinando bem e já fiz pré-temporada na Colômbia. Se me escolherem para jogar na quarta-feira vou fazer de tudo para ajudar”, disse.

Vitória

17 de Jul // | Vitória

O treinador do Vitória acredita que o time fez um bom jogo, apesar de perder por 4x2 para o Palmeiras neste domingo (16), no Allianz Parque, em São Paulo. Para o técnico, a marcação do pênalti, que resultou no gol de empate do adversário ainda no primeiro tempo, e vacilos nas conclusões das jogadas foram determinantes para o resultado ruim.

 

“Duro falar isso, que tomamos de 4x2 e fizemos uma boa partida. É difícil falar isso. Mas infelizmente temos que falar. Tudo que propusemos para os atletas eles fizeram. Detalhes fizeram com que perdêssemos, principalmente a gente não fazer os gols. E depois sofrer com essa arbitragem. O pênalti foi uma coisa ridícula. O bandeira do lado de cá (oposto à jogada) me disse que não foi”, citou.

 

Sobre a possibilidade de perder o cargo, o treinador acha que esse tipo de situação tem que acabar no Brasil. “Nós não somos descartáveis. Há duas semanas fizemos um grande jogo contra o Bahia, para ganhar. Na semana passada ganhamos fora de casa do Atlético Goianiense. Fizemos um grande jogo hoje (ontem). A arbitragem deu aquele pênalti inexistente. Sabe como é você ter uma situação dessas contra o Palmeiras?”, indagou.

Vitória

16 de Jul // | Vitória

O Vitória bem que ofereceu algum desafio quando abriu o placar no Allianz Parque, mas sucumbiu diante do Palmeiras e acabou derrotado por 4 a 2, neste domingo (16). Com o resultado, o time comandado pelo técnico Alexandre Gallo continuou com 12 pontos, mas caiu para a penúltima posição no certame nacional.

 

O Leão volta a campo na quarta-feira (19), às 19h30, para pegar o Grêmio, no Barradão. O Palmeiras procurou impor o ritmo de jogo e pressionou no início da partida. Aos 16 segundos, Guerra recebeu bom passe de Dudu na direita, arriscou o chute, mas mandou na rede pelo lado de fora.

 

Os donos da casa exploravam jogadas pelas laterais, enquanto o Vitória se limitava a marcar. No entanto, quem saiu na frente foi o Vitória. Aos nove, Felipe Melo errou passe no meio, Uillian Correia tabelou com Neilton e soltou um foguete da intermediária. A bola bateu na trave e parou no fundo da rede. Aos 22, Patric recebeu dentro da área e cabeceou para o fundo da rede.  No entanto, o jogador estava em imposição de impedimento e o gol foi anulado.

Vitória

14 de Jul // | Vitória

Sem poder contar com Ramon, machucado, nem Kanu e Fred, suspensos, o técnico Alexandre Gallo terá uma zaga totalmente diferente da que perdeu do Vasco por 4x1 na quarta (12). Wallace, Alan Costa, Renê Santos e Bruno - que estava fora dos planos da comissão técnica para esta temporada, mas volta devido à necessidade - são as opções disponíveis.

 

O elenco ainda fará dois treinos na capital paulista, um hoje à tarde, quando Gallo deve definir o time titular, e outro no sábado pela manhã. A escalação depende da regularização de Wallace, que precisa ter o nome publicado no boletim informativo diário da CBF nesta sexta para poder jogar domingo. Se Wallace for regularizado, o que é provável, ele será titular.  

 

Pode ter a companhia de Alan Costa, já que Renê Santos ganhou a posição no meio-campo após a lesão de Willian Farias, que ficará cerca de três semanas em tratamento. Outra possibilidade é formar a dupla de zaga com Wallace e Renê e entrar no meio-campo com Fillipe Soutto, de volta após se recuperar de lesão. Com 12 pontos, o Vitória ocupa a 18ª posição, enquanto o Palmeiras tem 19 e aparece em sétimo.

Vitória

14 de Jul // | Vitória

Aposentado desde final de 2015, o ex-volante Neto Coruja acionou a Justiça para cobrar R$ 10 milhões do Vitória. O processo corre no Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região, em Salvador. Coruja quer três indenizações por conta de uma lesão no tendão patelar do joelho esquerdo sofrida em 2011.

 

Ele alega que especialistas recomendaram uma cirurgia, mas o departamento médico do Rubro-negro optou por um tratamento conservador. Com isso, o ex-atleta alega que a lesão se agravou e limitou os seus movimentos. Segundo Filipe Rino, advogado de ex-jogador, a primeira indenização é por conta do não pagamento de um seguro obrigatório em caso de lesões.

 

“Toda vez que um jogador tiver uma grave lesão, ele acionaria esse seguro e o seguro faria pagamento da indenização para o atleta. Mas os clubes, na sua grande maioria, não contratam ou, quando contratam, fazem de maneira diversa do que a lei determina. Até hoje nunca foi apresentado ao Neto a apólice do seguro. O valor [da indenização] é 13 vezes o salário do atleta, que seria R$ 650 mil. Como sofreu acidente de trabalho em 2012, 2013 e 2014, seria esse valor para cada ano”, disse o causídico.

Vitória

13 de Jul // | Vitória

Cerca de 15 dias depois de ser anunciado como reforço do Vitória para o Campeonato Brasileiro, Wallace foi apresentado na Toca do Leão nesta quinta-feira e recebeu a camisa 3 das mãos de Petkovic, diretor de futebol. Depois de sete anos, o zagueiro retorna ao clube que o revelou, com a missão ajudar a tirar a equipe da zona de rebaixamento.

 

Ele foi emprestado pelo Grêmio. Sem poder contar com Fred e Kanu, suspensos pelo terceiro amarelo, e Ramon, lesionado, Alexandre Gallo deve promover a estreia de Wallace já no próximo domingo, contra o Palmeiras. E quem pensa que a estreia diante de um adversário de maior poder de investimento, com o Vitória no Z-4, preocupa... Se enganou.

 

Wallace revela que a partida não chega a tirar seu sono. - Futebol é feito de oportunidades. A chance chegou, e a gente não tem o que escolher. Jogador de futebol é pago para aguentar a pressão, não para jogar bem. O cenário é esse, a gente tem que se virar com o que tem. Acho que já sou maduro o suficiente, já passei por situações bem divergentes. Jogar contra o Palmeiras não é tão difícil assim, não. Ter um filho com 17 anos é mais difícil que jogar contra o Palmeiras – disse o defensor.

Vitória

13 de Jul // | Vitória

Além de perder mais uma no Campeonato Brasileiro, já que foi goleado na quarta (13) pelo Vasco, por 4x1, o Leão tem mais problemas à vista. Os zagueiros Fred e Kanu receberam o terceiro cartão amarelo e estão suspensos para o próximo jogo, contra o Palmeiras, domingo (16), às 11h, no Allianz Parque, em São Paulo.

 

O técnico Alexandre Gallo vai ter trabalho. Para formar a dupla de zaga, ele teoricamente teria Ramon, Renê Santos e Alan Costa. Só que Ramon deixou o duelo contra os vascaínos logo no começo do jogo, se queixando de forte dor na coxa, e é dúvida, enquanto René foi substituído após se queixar de dor no tornozelo e também preocupa.

 

Ele substituiu o volante Willian Farias no jogo, que distendeu o ligamento do joelho e ficará três semanas afastado. Não acabou. Outro atleta para a posição, Wallace teve problemas com sua documentação e ainda não conseguiu ser regularizado. A situação está sob o comando da Fifa e não há nada que o Vitória possa fazer para adiantar a liberação da papelada, segundo informações do Correio da Bahia.

Vitória

12 de Jul // | Vitória

O Vitória perdeu por 4 a 1 para o Vasco nesta quarta-feira (12), no Barradão, em confronto válido pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro. O resultado não poderia ser pior. A equipe comandada pelo técnico Alexandre Gallo continuou na zona de rebaixamento com apenas 12 pontos e na 18ª posição.

 

O próximo compromisso do Leão é contra o Palmeiras, domingo (16), às 11h, no Allianz Parque. A partida começou truncada, com muitos erros de passes das duas equipes. O Vasco criou a primeira grande chance da partida. Aos sete, Escudero bateu escanteio fechado na primeira trave, e Rafael Marques cabeceou e acertou o travessão.

 

O Vitória respondeu na sequência. Cleiton Xavier fez boa jogada pela direita, invadiu a área e bateu para a defesa de Martín Silva. Aos dez, o técnico Alexandre Gallo precisou fazer uma substituição forçada. O zagueiro Ramon sentiu um desconforto no músculo posterior da coxa e deu lugar para Fred. Em uma falha individual de Kanu, o Vasco abriu o placar aos 13 minutos. Após cobrança de escanteio efetuada por Wagner, a bola passou por toda área e sobrou para Escudero.

Vitória

12 de Jul // | Vitória

De uma coisa o torcedor do Vitória pode ter certeza: se o rubro-negro passou nove das 12 rodadas do Brasileirão na zona de rebaixamento, muito se deve ao rendimento da equipe em casa. O Leão é o pior mandante da Série A, com cinco pontos em 18 disputados – um aproveitamento de apenas 27%.

 

Foram dois jogos na Fonte Nova, com derrotas para Corinthians e Coritiba (ambas por 1x0), e quatro no Barradão, onde venceu o Atlético-MG (2x0), empatou com Botafogo (2x2) e Bahia (0x0) e perdeu do Santos (2x0). Se tem sido frágil demais em sua casa, o Vitória, por outro lado, está entre os dez melhores visitantes da competição.

 

Foram sete pontos em 18 disputados – ou um aproveitamento de 38%. O rendimento fora de casa do rubro-negro também não é alto, é verdade, mas isso só mostra como o Leão tem ido contra a corrente geral deste Brasileiro. A maioria dos times tem marcado território quando joga em seus domínios. Um bom exemplo é o adversário desta quarta-feira (12), às 21h45, no Barradão.  O Vasco vive uma situação radicalmente oposta à do Leão: é o segundo melhor mandante da competição.

Vitória

11 de Jul // | Vitória

O Vitória já está pronto para encarar o Vasco. Na tarde desta terça-feira (11), em treino realizado no Barradão, os jogadores do Leão participaram, sob o comando de Alexandre Gallo, de um treino tático com foco no posicionamento. Na segunda etapa dos trabalhos, Gallo focou na bola parada ofensiva e defensiva, bem como cobranças de faltas.

 

Por fim, ele liberou os jogadores para um rachão. Para o confronto, o técnico Alexandre Gallo não poderá contar com Willian Farias, vetado pelo departamento médico por conta de uma distensão no ligamento colateral do joelho direito. Quem volta a ser opção é Bruno Ramires, que se recuperou de uma cirurgia na coxa.

 

A expectativa é que o Vitória entre em campo com: Fernando Miguel, Patric, Kanu,Ramon e Geferson; Uillian Correia, Cleiton Xavier, Yago e Carlos Eduardo; David e André Lima. As duas equipes se enfrentam nesta quarta-feira (12), às 21h45, no Barradão, em confronto válido pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com 12 pontos, o Vitória ocupa a 17ª posição no certame nacional, enquanto o Vasco tem 16 e aparece em 10º, segundo informações do Bahia Notícias.

Vitória

11 de Jul // | Vitória

Campanhas iguais, posições parecidas na tabela e torcedores cada vez mais impacientes. Rivalidade à parte, Bahia e Vitória estão de mãos dadas na parte de baixo da tabela e vivem situação desconfortável no Campeonato Brasileiro. Tricolores e rubro-negros fizeram, até a 12ª rodada, campanhas idênticas.

 

Dos 36 pontos disputados, cada time conquistou apenas 12, ambos com três triunfos, três empates e seis derrotas - as duas equipes têm aproveitamento de 33,3%, que pela média é de time rebaixado. O desempenho rende ao Bahia a 16ª posição, só uma acima do Vitória, que abre a zona de rebaixamento.

 

O Esquadrão leva vantagem por ter ataque e defesa um pouco mais eficientes em relação ao rival. O time comandado por Jorginho balançou as redes 14 vezes, enquanto a equipe de Alexandre Gallo comemorou 11 tentos. No quesito gols sofridos, são 15 do Bahia e 16 do Vitória. Saldo: negativo de um para o tricolor e negativo de cinco para o rubro-negro. Foram seis jogos em casa e seis fora.

Vitória

10 de Jul // | Vitória

O técnico Alexandre Gallo ganhou uma grande dor de cabeça. Nesta segunda-feira (10), o volante Willian Farias passou por exame e foi diagnosticado com uma distensão no ligamento colateral do joelho direito e, de acordo com o médico do clube, José Olímpio Azevedo, ficará pelo menos três semanas sem jogar.

 

O capitão rubro-negro se machucou em uma dividida, durante a partida contra o Atlético-GO, no sábado passado. Com o tempo que precisa para se recuperar, a tendência é que o atleta perca cerca de cinco jogos pelo Campeonato Brasileiro. Os próximos adversários do Vitória na competição são Vasco, Palmeiras, Grêmio, Chapecoense e Cruzeiro.

 

Com isso, o jogador só deve retornar aos gramados no jogo diante da Ponte Preta, no início de agosto, pela 18ª rodada. Gallo tem três atletas da posição para substituir Farias: Bruno Ramires, Uillian Correia e Fillipe Soutto, além do zagueiro René Santos, que também joga no meio. Contra os vascaínos, pela 13ª rodada, o Vitória volta a campo nesta quarta-feira (12), às 21h45, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Vitória

10 de Jul // | Vitória

Após saírem mais cedo do jogo contra o Atlético Goianiense que aconteceu no último sábado (8), Willian Farias e Yago realizam exames e serão reavaliados na tarde desta segunda para saberem se podem ir para o jogo contra o Vasco. O capitão rubro-negro levou a pior numa dividida com um jogador do Atlético e saiu sentindo o joelho direito.

 

O atleta chegou a postar uma foto em suas redes sociais tratando o local na sua própria residência com equipamentos do clube. Já o meia Yago, sentiu a coxa e também saberá a gravidade da lesão nesta segunda-feira (10) à tarde. Vitória e Vasco se enfrentam na próxima quarta-feira (12), às 21h45, no Barradão, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro.

 

Após cumprir suspensão e não atuar contra o Atlético-GO, o lateral-esquerdo Geferson está de volta. Substituído por Thallyson no triunfo sobre os goianos, ele deve retornar ao time titular nesta quarta-feira (12), no Barradão, contra o Vasco.  Com o empate do Bahia neste último domingo, o Vitória voltou à Zona de Rebaixamento. O Rubro-Negro ocupa a 17ª posição, com apenas 12 pontos em 36 disputados.

Vitória

09 de Jul // | Vitória

Voltar a vencer depois de três jogos melhorou o clima na Toca do Leão. E se depender do técnico Alexandre Gallo, o bom momento do Vitória vai continuar por muito tempo. Na pegada “paz e amor”, o comandante rubro-negro não quis nem entrar em polêmica diante da declaração de Uillian Correia, que reclamou da reserva no final da partida contra o Atlético-GO.

 

“Ele um ótimo jogador, uma ótima pessoa. Muito bom profissional. Gosto de trabalhar com atleta que quer ser titular. Atleta que não quer ser titular, não serve para a gente. Ele entrou e mostrou que é importante”, respondeu o técnico. Uillian Correia, inclusive, tem grandes chances de voltar a ser titular já na partida contra o Vasco, quarta-feira (12), às 21h45, no Barradão.

 

O seu xará Willian Farias e o também volante Yago saíram de campo do último jogo com dores no joelho e na coxa, respectivamente. Hoje serão reavaliados pelo departamento médico do clube. O atacante André Lima, que se sentiu mal na partida em Goiânia, não deve ser problema. Quem recebeu muitos elogios de Gallo após outra boa atuação foi o meia Carlos Eduardo, que vem enchendo os olhos do comandante e segue ganhando espaço no time titular.

Vitória

09 de Jul // Gildásio Cavalcante | Vitória
O meia Uillian Correia não está satisfeito com a reserva no Esporte Clube Vitória. Autor do gol que garantiu o triunfo por 2 a 1, sobre o Atlético-GO, o meia estava chateado após o término do jogo. Em entrevista ao Canal Premiere, o volante desabafou e partiu para cima do técnico Alexandre Gallo. 
 
“Todo mundo é importante, é um grupo. Uillian Correia das doze, jogou dez. Às vezes a gente não entende as escolhas do treinador. FIquei chateado sim. Mas procurei fazer o meu papel.
 
Muitas pessoas acham que entendem muita coisa, mas é só olhar os números e ver nossa situação.Os números dizem tudo. Conseguimos o nosso objetivo contra um adversário.

Vitória

07 de Jul // | Vitória

O jogo de sábado (8), contra o Atlético Goianiense, pode “valer por três” para o Vitória. Não tem nada a ver com nível técnico ou atratividade do confronto, mas é a oportunidade que o rubro-negro tem de vencer fora de casa, sair da zona de rebaixamento do Brasileirão e, de quebra, deixar um tabu de 31 anos para trás.


Vencer é uma necessidade do time de Alexandre Gallo, já que o Vitória está na zona de rebaixamento, em 18º, com nove pontos, e venceu apenas dois jogos, contra Atlético Mineiro e Sport, empatou três e perdeu seis. Para dar uma injeção de ânimo, nada melhor que encarar o lanterna da competição.

 

O time goiano só somou sete pontos e ainda carrega o peso de, dos 20 times da Série A, ser o quarto pior mandante - venceu dois jogos, empatou um e perdeu três vezes em casa. Um triunfo no estádio Olímpico, em Goiânia, não garante que o Leão vai tirar a corda do pescoço. Nesse caso, os rubro-negros terão a missão de secar dois tricolores que jogam domingo: o Bahia, que recebe o Fluminense na Fonte Nova, e o São Paulo, que visita o Santos na Vila Belmiro.

Vitória

07 de Jul // | Vitória

O meia Gabriel Xavier não foi relacionado para a partida entre Vitória e Atlético-GO, e não foi à toa. O jogador recebeu uma boa proposta de um clube do Japão e aguarda a análise de Vitória e Cruzeiro sobre o assunto. A informação foi confirmada ao GloboEsporte.com pelo empresário do atleta, Júnior Pedroso.

 

- Existe, sim, uma proposta de um time japonês pelo Gabriel Xavier, e tanto o Vitória quanto o Cruzeiro estão avaliando. Estamos esperando para saber se vai avançar. A proposta é boa, mas está amarrada pelos trâmites de os clubes aceitarem a proposta. O nosso papel é apresentar a proposta, agora estamos aguardando o posicionamento – afirmou Pedroso.

 

Gabriel Xavier foi contratado pelo Vitória no início desta temporada, emprestado pelo Cruzeiro até o fim deste ano. Até agora, fez 18 partidas com a camisa rubro-negra e marcou dois gols. O meia tem 23 anos e passou pelas divisões de base do São Paulo antes de atuar como profissional pela Portuguesa. Da Lusa, foi transferido para o Cruzeiro em 2015. Sem espaço na Raposa, ele foi emprestado na temporada passada para o Sport.

Vitória

06 de Jul // | Vitória

A torcida do Vitória vai ter que esperar um pouco mais para ver os últimos reforços em ação com a camisa do clube. Contratados nos últimos dias, o zagueiro Wallace e o atacante colombiano Santiago Tréllez não estarão em campo contra o Atlético-GO, sábado (8), às 16h, no estádio Olímpico, em Goiânia.

 

A expectativa do Vitória é de que os dois atletas sejam regularizados na próxima semana e fiquem à disposição para os próximos compromissos. A situação mais complicada é de Wallace. O defensor depende da documentação do seu último clube, o Gaziantepspor, da Turquia.  Com nove pontos, o time comandado pelo técnico Alexandre Gallo ocupa a 18ª posição.

Vitória

06 de Jul // | Vitória

Pode parecer até brincadeira, mas o técnico Alexandre Gallo garante que evita ao máximo mexer na equipe titular do Vitória. Dos sete jogos que comandou, o treinador ainda não repetiu a escalação uma vez sequer. Sábado (8), o Vitória encara o Atlético-GO e dificilmente Gallo vai conseguir o feito de montar um time igual a qualquer um dos sete já utilizados.

 

Sem contar com Geferson, suspenso, ele deve colocar Thallyson na equipe. O problema é que, nos três jogos em que o lateral atuou, Gallo tinha o atacante Kieza, que hoje se recupera de uma cirurgia no ombro, em campo. Além disso, tinha também Alan Costa contra o São Paulo, Leandro Salino diante do Atlético-MG e Fillipe Soutto contra o Botafogo.

 

Sábado, nenhum deles vai atuar.  “Pretendo não mudar muito. Quero mudar o mínimo possível. Gostaria muito de repetir um time só, de ter sempre uma equipe só, mas no futebol não dá pra agir dessa maneira, até pelo momento que vivemos, que ainda é de bastante desconforto. Ainda estamos tentando achar o nosso melhor. Não tem mistério nenhum na escalação, só não queremos dar subsídio ao adversário, que é muito forte, ainda mais com tanta antecedência”, avalia.

Vitória

05 de Jul // | Vitória

Na tarde desta quarta-feira (05), o técnico Alexandre Gallo comandou o penúltimo treino antes da viagem para Goiânia, que acontece nesta quinta à tarde. O elenco rubro-negro participou de um treino físico-técnico no campo 3 do CT Manoel Pontes Tanajura. O treinador do Vitória tem feito esse tipo de trabalho sempre que o time tem todos os dias da semana para treinar.

 

Gallo não esboçou o time que iniciará a próxima partida do Leão e além deste, houve um trabalho de finalizações e posse de bola em campo reduzido também. Mais uma vez presente, o atacante Santiago Tréllez participou normalmente do treinamento, bem como o zagueiro Wallace, segundo informações do Galaticos Online.

 

Ambos aguardam seus documentos chegarem para serem regularizados e consequentemente ficarem a disposição da comissão técnica.  A documentação do colombiano tem previsão de chegar ainda nesta semana, mas ele ainda não viajará com o elenco para Goiânia. A situação do Wallace é mais complicada (Relembre aqui) e com certeza ele não viaja. O zagueiro Fred já se recuperou da lesão na coxa e trabalhou normalmente.

Vitória

05 de Jul // | Vitória

Capitão do Vitória, Willian Farias quer impor um ritmo forte contra o Atlético-GO, sábado (8), às 16h, no Olímpico, em confronto válido pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro. Ele afirma que a sua equipe está motivada pela postura em campo, apesar do empate em 0 a 0 com o Bahia no último domingo (2).

 

“O desempenho que a equipe teve no clássico deixou o grupo muito motivado e confiante para a sequência da Série A. Teremos outro desafio agora, contra um adversário que está nessa briga, também, para deixar o Z4. Vai ser uma partida equilibrada, mas temos que impor nosso ritmo e buscar os três pontos”, afirmou.

 

Farias ainda garante que o time está focado para reagir no Campeonato Brasileiro. A equipe ocupa a 18ª posição com apenas nove pontos conquistados em 11 jogos. “O elenco está focado nesta reação na Série A, que será importante para todos. Nosso grupo tem trabalhado para melhorar o rendimento nas partidas e para fazer uma boa sequência nas próximas rodadas da competição. Temos que manter o foco total agora para conquistar esse objetivo”, finalizou.

Vitória

05 de Jul // | Vitória

Em um cenário em que o artilheiro do time está machucado e o ataque tem deixado a desejar no número de gols, qualquer tentativa de dar uma sacudida no time é válida. O nome é desconhecido, mas o Vitória contratou mais um atacante: Santiago Tréllez. Colombiano, de 27 anos, o jogador chegou essa semana na Toca do Leão, já fez exames médicos e foi aprovado.

 

Nesta última terça-feira (4), ele treinou com o restante do elenco. Ele é o 24º reforço da equipe para a temporada, mas ainda não foi anunciado oficialmente. Antes de fechar com o rubro-negro, o atleta estava no Deportivo Pasto, time da primeira divisão da Colômbia. Ele fez 17 jogos pela sua equipe anterior e marcou nove gols. O Pasto chegou às quartas de final, mas foi eliminado pelo América de Cali.

 

Tréllez, que fez seu último jogo no dia 4 de junho, já atuou no Brasil, quando passou pelas categorias de base do Flamengo. O atacante passou também pelo futebol argentino, paraguaio e mexicano. Com a chegada de Santiago Tréllez, o rubro-negro passa a ter oito atacantes no elenco. Além dele, o técnico Alexandre Gallo tem à disposição Kieza, André Lima, Neilton, David, Paulinho, Rafaelson e Júnior que, antes, era chamado de Todinho.

Vitória

04 de Jul // | Vitória

Ramon retornou à Toca do Leão há pouco mais de um mês, mas só voltou a atuar no dia 25 de junho, após a janela de transferência internacional abrir e ele finalmente reativar seu contrato com o Vitória. Em janeiro, o zagueiro foi emprestado para o Maccabi Tel Aviv, de Israel. A experiência no exterior foi breve, de apenas quatro meses.

 

"Minha visão de jogo é totalmente diferente do Ramon de 2015, 2016. Eu mudei bastante. No exterior o futebol é diferente. Não se compara com Brasil, que precisa muito evoluir ainda. Mas claro, isso é aos poucos. Ganhei muita experiência por ter trabalhado com outro tipo de treinador e, no meu futebol, isso acrescentou muito na minha volta. Evoluí bastante e espero continuar numa crescente", avalia o jogador.


Ramon disputou apenas dois jogos no atual Campeonato Brasileiro. No primeiro, substituiu Fred, machucado, no segundo tempo da goleada sofrida para o Atlético-PR, por 4x1. No Ba-Vi, domingo passado, começou como titular e teve boa atuação no empate em 0x0. Apesar de ter irritado parte da torcida rubro-negra, o placar deixou Ramon feliz - pelo menos parcialmente, segundo informações do Globoesporte.

Vitória

04 de Jul // | Vitória

Quando um time tira o torcedor do sério com a grande quantidade de gols perdidos, é sinal que a pontaria não anda em dia. No clássico Ba-Vi, que terminou empatado por 0x0, domingo, essa deficiência no elenco rubro-negro ficou ainda mais evidente. O Vitória tem o terceiro pior ataque do Campeonato Brasileiro, com apenas nove gols marcados.

 

O time do técnico Alexandre Gallo só consegue ser melhor que o vice-lanterna, Atlético Goianiense, que fez oito gols, e o lanterninha Avaí, que balançou as redes cinco vezes. Um agravante: o artilheiro do Leão é o atacante Kieza, com três gols. O problema é que o jogador se machucou no Ba-Vi, após cair sobre o ombro.

 

Diagnosticado com uma luxação, ele foi submetido a uma cirurgia na segunda-feira (3) e ficará de três a quatro meses sem entrar em campo. O camisa 9 é também o artilheiro do Vitória na temporada, com 12 gols. Com a ausência de K9, a esperança de gols recai em André Lima, vice-artilheiro da equipe, com 11 gols. No Brasileirão, no entanto, ele tem apenas um gol, já que era reserva e só atuou em quatro das 11 partidas.

Vitória

03 de Jul // | Vitória

Depois de se machucar no Ba-Vi do último domingo, no Barradão, o atacante Kieza passou por cirurgia na manhã desta segunda-feira, em Salvador. Kieza sofreu uma luxação no ombro em disputa de bola com o lateral-direito Eduardo, aos 23 minutos do primeiro tempo. O problema vai gerar um longo tempo recuperação para jogador, que pode ficar até 120 dias fora dos gramados.

 

Wilson Vasconcelos, médico do Vitória, explica que Kieza sofreu uma luxação acromioclavicular. Esse tipo de luxação atinge os ligamentos entre a clavícula e o acrômio, no ombro, resultado na perda de contato entre os ossos. Como no caso de Kieza, ela acontece quando o paciente cai por cima do ombro e é mais comum em esportes como o futebol, judô e ciclismo.

 

São cinco tipos de luxação. Os dois primeiros, mais leves, têm tratamento não cirúrgico. O terceiro nível, um pouco mais grave, tem tratamento discutido entre os especialistas. Já os níveis 4 e 5, como no caso de Kieza, são tratados cirurgicamente, como explicado por Wilson Vasconcelos. - O ombro pode ter duas articulações que podem luxar. A que luxou, no caso, foi a acromioclavicular.

Vitória

03 de Jul // Bahia Notícias | Vitória

O atacante David, do Vitória, não ficou nada satisfeito com empate em 0 a 0 com o Bahia, no domingo (2), no Barradão. O atleta considera que sua equipe merecia ter conquistado os três pontos. “A gente teve várias oportunidades. No meu ponto de vista, fizemos um belo jogo, criamos bastante contra uma equipe bastante qualificada. Dava para sair com a vitória. Mas infelizmente a bola não entrou”, disse o jogador.

 

David ainda acredita que sua equipe vai crescer de desempenho e assim melhorar na tabela. Atualmente, o time Rubro-negro ocupa a 18ª posição com nove pontos conquistados. “A dedicação continua, a entrega, porque a gente vai melhorar na tabela”, projetou. O próximo duelo do Vitória é contra o Atlético-GO, sábado (8), às 16h, em Goiânia, válido pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro.

 

O técnico Alexandre Gallo, do Vitória, deu folga aos titulares após o empate em 0 a 0 com o Bahia, no último domingo (2), no Barradão. O grupo só se reapresenta na terça-feira (3). Nesta segunda (2), somente os jogadores reservas irão ao batente. Apesar de ser reserva, o atacante David, que entrou na partida aos 20 minutos do primeiro tempo, também recebeu folga, por ter atuado por mais de 45 minutos.

Vitória

30 de Jun // | Vitória

O momento do Vitória não é dos melhores, mas o time Rubro-negro quer usar o clássico deste próximo domingo (2), no Barradão, contra o arquirrival Bahia, para iniciar uma reação no Campeonato Brasileiro. O Leão vem de duas derrotas consecutivas e ocupa a 18ª posição com oito pontos, dois a menos que o Tricolor, 17º colocado.

 

Capitão da equipe, Willian Farias pediu intensidade durante os 90 minutos para conseguir o resultado positivo. “Clássico é sempre muito disputado e acredito que esse não será diferente. É um jogo entre duas grandes equipes que estão buscando uma evolução na Série A. Temos que procurar fazer uma partida de muita intensidade para vencer e iniciar uma reação na competição”, disse Farias.



O camisa 5 do Vitória garantiu que o time está empenhado em melhorar o desempenho nas partidas. “Claro que estamos cientes de que o nosso início de campeonato não é como gostaríamos, mas vamos mudar esse quadro. Não tem faltado trabalho e dedicação de todos aqui para que isso aconteça”, finalizou. Com oito pontos, o Vitória ocupa a 18ª posição no Campeonato Brasileiro, enquanto o Bahia tem dez e aparece em 17º, segundo informações do Bahia Notícias.

Vitória

30 de Jun // | Vitória

O técnico Alexandre Gallo não quis saber da presença da imprensa no Estádio Manoel Barradas na quinta (29). Com a justificativa de ter mais privacidade, ele fechou os portões e comandou um treino secreto de olho no clássico contra o Bahia. Segundo a assessoria de imprensa do Vitória, os jogadores participaram de um trabalho técnico e tático.

 

Na primeira etapa das atividades, os atletas realizaram posse de bola em espaço reduzido, orientado por Léo Cupertino, preparador físico da equipe, auxiliado pelo assistente Ângelo Alves. Em seguida, Gallo organizou uma atividade de confrontos de dois atletas contra dois e depois três contra dois.

 

Ele ainda focou em cruzamentos ofensivos e defensivos, bem como finalizações. Por fim, o comandante Rubro-negro orientou um treino tático, que teve a participação do meio-campista Carlos Eduardo. O zagueiro Fred, que sofreu uma lesão grau 1, e que está fora do Ba-Vi, deu voltas ao redor do campo, acompanhado de Fillipe Soutto, que se recupera de um problema muscular. Wallace, que já treina com o grupo, mas ainda não foi oficializado, participou normalmente dos trabalhos.

Vitória

29 de Jun // | Vitória

Se mistério ganhasse jogo, o Vitória já poderia se considerar vencedor do clássico Ba-Vi de domingo (2), às 16h, no Barradão. Até o dia da partida, a imprensa não terá mais acesso a nenhum treino do clube, a começar pelo da tarde desta quinta (29). Serão três sessões de treino, uma por dia até a véspera do clássico. Apenas na sexta-feira a imprensa terá direito a assistir aos 15 minutos iniciais.

 

Hoje e sábado, mistério absoluto: nem imagens, nem entrevistas com jogadores. O único treino aberto foi o de quarta-feira, já que o elenco ganhou folga segunda e terça. Os treinos fechados são rotineiros no trabalho do técnico Alexandre Gallo e ganharam impulso com a proximidade do Ba-Vi.  Apesar do segredo, uma mudança é certa no time: o zagueiro Fred, machucado na coxa, está vetado.

 

Ramon é o provável substituto. O meia Carlos Eduardo, recém-contratado e já regularizado, é uma nova opção para o treinador. Já o zagueiro Wallace iniciou os treinos físicos na quarta-feira e, mesmo que seja regularizado a tempo, só deve ficar disponível contra o Atlético Goianiense, no dia 8 de julho. O Leão é 18º colocado no Campeonato Brasileiro, com oito pontos. O Bahia, com dez, é o 17º. O Ba-Vi vale pela 11ª rodada.

Vitória

29 de Jun // | Vitória

Um dia depois da polêmica sobre o áudio vazado em que o diretor médico do Vitória aponta um risco de lesão de Carlos Eduardo, o Rubro-Negro apresentou o meia como novo reforço do clube. Em Salvador desde a semana passada, o jogador já treinava com o elenco e teve a contratação anunciada na noite de terça-feira.

 

Nesta quarta, Cadu vestiu a camisa do Leão e conversou com a imprensa. Como já era esperado, Carlos Eduardo falou sobre o áudio em que o diretor médico do Vitória, Gilson Meireles, afirma que não o contrataria, porque o jogador corre o risco de “estourar o joelho”.

 

O meia, que já havia se pronunciado, preferiu minimizar o assunto e fugiu de polêmica com departamento médico do Leão. - Na verdade, eu nem sabia desse áudio, um amigo me passou isso. Só posso dizer que estou bem, quase cinco anos que não tive problemas com o joelho. A confiança com os médicos do Vitória é 100%, e eu estou muito bem – respondeu o atleta, que assinou contrato válido até o fim da temporada.





Classificados


Enquete



Mais Lidas