Esportes

Vitória

Vitória

23 de Set // | Vitória

O Vitória tem a quarta melhor campanha como visitante no Campeonato Brasileiro. Em 11 jogos disputados, o Leão venceu cinco, empatou dois e perdeu quatro. Um aproveitamento de 51,52%. O zagueiro Kanu se apega neste retrospecto para encarar o Atlético-MG e conseguir um bom resultado.

 

“O Atlético Mineiro tem uma grande equipe e é sempre muito forte em casa. Precisamos fazer um jogo de muita intensidade para buscar pontos na casa deles. Vamos tentar repetir os bons jogos que fizemos fora de casa para sairmos de lá com um resultado positivo”, disse o jogador, em entrevista ao Bahia Notícias.

 

Apesar do bom retrospecto fora de casa, o Vitória tem um desempenho pífio dentro dos seus domínios. A equipe é a pior mandante do Campeonato Brasileiro com dois triunfos, três empates e oito derrotas. Com isso, o time Rubro-negro ocupa tem 26 pontos e ocupa a penúltima posição na tabela. Kanu não vê hora de deixar o Z-4 definitivamente e promete que não faltará empenho.

Vitória

21 de Set // | Vitória

O volante Darlan Bispo, que pertence ao Vitória e está por empréstimo no Náutico desde o início da temporada, pediu para sair do clube pernambucano e retornar ao rubro-negro. A delegação do time comandado por Roberto Fernandes viajou para Caruaru e treinou no Lacerdão, onde pega o Internacional no sábado.

 

Darlan ficou em Recife fazendo trabalhos físicos na academia. Ele atuou em 20 partidas nesta temporada com a camisa alvirrubra, sendo 19 como titular. Darlan Bispo Damasceno é natural de Irará-BA, tem 21 anos e nunca jogou uma partida oficial com a camisa rubro-negra. A informação foi publicada pelo GloboEsporte.com de Recife e confirmada pelo Galáticos Online.

 

Em 2014 foi emprestado ao Real Sociedad II, clube que disputa a Série B da Espanha, atuando em 26 partidas. No ano seguinte, vestiu a camisa do Getafe II, que também joga a Segunda Divisão do Campeonato Espanhol. Darlan retornou ao Vitória no final do ano passado e foi emprestado novamente, desta vez para o Náutico, onde atuou em 20 partidas, sendo 19 como titular. O jogador não pode atuar pelo Leão nesta temporada, pois o prazo de inscrição já expirou.

Vitória

21 de Set // | Vitória

Desde que Mancini chegou ao Vitória, Ramon tem jogado fora da sua posição original. Com o capitão Willian Farias fora de combate há mais de dois meses, ele, que é zagueiro de ofício, tem atuado como volante. Tomou conta da posição e já recebeu diversos elogios do comandante rubro-negro.

 

Neste fim de semana, o zagueiro pode ser improvisado novamente. Sem Caíque Sá, lesionado, e Patric, suspenso, Ramon é um dos candidatos a atuar na lateral direita contra o Atlético-MG. Como já atuou na posição na Série B de 2015, também com Vagner Mancini, Ramon se diz tranquilo com a possibilidade de substituir Caíque Sá.

 

- Estou bastante tranquilo. Em 2015, na Série B, com Mancini, ele me utilizou como lateral no segundo tempo de um jogo. Não sei o que ele está pensando, ele ainda não definiu o time. Mas estou aqui para ajudar o Vitória. Em qualquer posição, estou para ajudar o máximo. Não sei se serei eu ou outro [jogador], mas tenho certeza de que quem entrar na lateral vai ajudar bastante o Vitória, para que a gente saia vitorioso – afirmou segundo informações do Globoesporte.

Vitória

20 de Set // | Vitória

A polêmica envolvendo Kanu e Petros ainda é assunto na Toca do Leão. Antes do confronto entre as duas equipes, o defensor havia dito que iria “trabalhar durante a semana para atropelar o São Paulo”. Derrotado em casa pelo Tricolor, o zagueiro do Leão ouviu a reposta de Petros, que pediu para o jogador “respeitar a camisa do São Paulo”.

 

Na última segunda-feira (18), Kanu chegou a desativar seu perfil em uma rede social, decisão tomada após conversar com outros jogadores do Vitória. Escolhido para entrevista coletiva desta terça-feira, Uillian Correia revelou que o defensor do Leão reconheceu o erro ao ser aconselhado pelos companheiros segundo informações do Globoesporte.

 

- A gente conversou com ele, ele viu que falou besteira, que não devia ter falado. A gente não pode dar armas para os adversários. Claro que não foi por isso que perdemos. Nossa atitude em campo que determinou o placar do jogo. Mas a gente já conversou com ele e com o grupo todo, para não dar armas para ninguém – disse Correia. Com a derrota em casa, o Vitória foi ultrapassado pelo São Paulo e caiu para a penúltima posição da tabela. 

Vitória

20 de Set // | Vitória

O que tudo indica, o Campeonato Brasileiro passará a contar com árbitro de vídeo nas próximas rodadas. A decisão da CBF foi o principal assunto após o término da 24ª rodada, marcada por um gol irregular de Jô, atacante do Corinthias, sobre o Vasco. Questionado sobre a aplicação do recurso, Uillian Correia não teve papas na língua e criticou a decisão.

 

O volante justificou que não houve cuidado em passar as regras para os jogadores. - Vi uma entrevista do Cuca ontem e vou pelo que ele falou, mais uma lambança do futebol brasileiro. Colocam com o campeonato em andamento, ninguém falou em regra nem nada. Isso seria bom para o ano que vem, mas parece que vai ser mais uma coisa que vai dar o que falar até o final do ano.

 

Me preocupa, porque, quando tiver um erro, um lance duvidoso, quantos jogadores vão para cima do árbitro? Quanto tempo vai se perder? Quando vai poder usar o vídeo? Ninguém falou nada, futebol precisa ter as regras bem claras – explicou o jogador. Uillian Correia explicou que é a favor do uso do árbitro de vídeo, desde que haja o planejamento necessário para aplicar o recurso. Na opinião do volante, a próxima temporada seria o momento certo para iniciar a mudança.

Vitória

19 de Set // | Vitória

Departamento Médico do Vitória virou o centro das atenções da Toca do Leão neste início de semana. Durante a derrota para o São Paulo, o lateral-direito Caíque Sá se queixou de um problema muscular e deixou o campo do Barradão ainda no primeiro tempo. Na manhã desta terça-feira, ele passou por exames.

 

- Caíque Sá sentiu uma fisgada na coxa, na região adutora da coxa esquerda. Nós fizemos um exame de ressonância magnética, na última segunda-feira. O laudo ainda não está pronto, e vamos aguardar este resultado para definirmos qualquer prognóstico, se é uma lesão e o tempo de recuperação – disse o médico Marcelo Cortês.

 

Os médicos aguardam o resultado para definir o tipo de tratamento que será adotado e o prazo de recuperação do jogador. As laterais, por sinal, são motivos de dor de cabeça para Vagner Mancini. No domingo, o Vitória encara o Atlético-MG, no Independência, pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro. Caíque Sá, por enquanto, é dúvida, mas o técnico já sabe que não poderá contar com Patric, suspenso pelo terceiro amarelo, e Juninho, que se recupera de um estiramento no joelho.

Vitória

18 de Set // | Vitória

O meia Yago pode desfalcar o Vitória contra o Atlético-MG, domingo, pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro. Na segunda-feira o jogador foi julgado pela Primeira Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) e punido com dois jogos por “conduta contrária à disciplina” na partida contra o Coritiba.


Na ocasião, Yago foi expulso por segurar um jogador e impedir o contra-ataque do adversário. O meia foi citado no artigo 258 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva. Por meio de seu site oficial, o Vitória informou que entrou com recurso para tentar liberar o jogador para atuar contra o Atlético-MG.


Como já cumpriu a suspensão automática na 23ª rodada, contra o Fluminense, Yago tem apenas mais um jogo de suspensão pela frente. A partida entre Vitória e Galo está marcada para às 19h (horário de Brasília), no Independência, em Minas Gerais. Além de Yago, o Rubro-Negro não poderá contar com Cleiton Xavier e Patric, suspensos; e ainda Danilinho, Fred, José Welison, Juninho e Willian Farias, lesionados.

Vitória

18 de Set // | Vitória

O lateral-direito Caíque Sá, do Vitória, passará por exame de imagem nesta terça-feira (19) para saber a gravidade de sua lesão. O atleta sentiu um desconforto na coxa no duelo contra o São Paulo, no último domingo (17), no Barradão, e precisou ser substituído. O duelo terminou com triunfo do Tricolor paulista por 2 a 1.

 

“Caíque sentiu o adutor da coxa esquerda. Ele tentou voltar e não conseguiu. Já iniciamos o tratamento ontem mesmo e hoje ele dará prosseguimento. Vamos fazer um exame de imagem para saber a gravidade da lesão. Como a queixa inicial foi pequena, vamos torcer para que seja apenas um edema”, disse Luis Felipe Fernandes, médico do Vitória.

 

O atleta lamentou a situação, mas espera ficar à disposição contra o Atlético-MG, próximo adversário do time Rubro-negro. “Vou tratar hoje e fazer o exame na terça-feira. Infelizmente não pude continuar no jogo. Quero tratar e voltar o mais rápido possível. Está doendo um pouco, mas só o exame vai apontar o que realmente aconteceu”, declarou o lateral segundo informações do Bahia Notícias.

Vitória

17 de Set // | Vitória

Um novo jogo e o mesmo final. Pela oitava vez em 13 partidas, o Vitória foi derrotado em casa pela Série A. O time de Vagner Mancini voltou a decepcionar diante do São Paulo, que venceu por 2x1, com gols Éder Militão e Fillipe Souto, contra. O colombiano Tréllez descontou. O resultado deixa o Leão na zona de rebaixamento por mais uma rodada.

 

Agora o time é o vice-lanterna, com apenas 26 pontos. Desde o apito inicial, o São Paulo tomou a iniciativa da partida. O time de Dorival Júnior, além de ter maior posse de bola, conseguia criar boas oportunidades de gol, principalmente com Hernanes. Aos 11 minutos, o capitão tricolor fez linda jogada individual, costurando a defesa rubro-negra e foi derrubado na entrada da área.

 

Na cobrança da falta, mandou por cima do gol de Fernando Miguel. Em seguida, o "Profeta", como é chamado carinhosamente pela torcida, voltou a assustar após boa jogada de Éder Militão e ajeitada de Pratto, mas finalizou para fora. O Vitória não conseguia encaixar a marcação e nem mesmo os contra-ataques, principal característica da equipe de Vagner Mancini.

Vitória

17 de Set // | Vitória

Com a disputa acirrada na parte de baixo da tabela, o duelo entre Vitória e São Paulo, no Barradão, será fundamental para o Leão deixar o Z4 do Brasileirão e, de quebra, agravar ainda mais a crise no time paulista, atual vice-lanterna do campeonato. Para o técnico Vagner Mancini, o rubro-negro precisa fazer o papel de casa e levar os três pontos.

 

“É proibido perder todos os jogos, mas esses, especificamente, mais ainda. São seis pontos. Você somando uma vitória, faz com que o outro time fique estacionado, você se distancia mais dele. Então, é fundamental que, diante desses adversários, a gente tenha uma conduta que foi vista diante de Coritiba, de Flamengo, de Corinthians, para que a gente possa saltar na tabela”, explicou Mancini.

 

Um triunfo contra o São Paulo pode levar o Leão a dar um bom salto na tabela da Série A. Mas Vagner Mancini faz um alerta sobre a qualidade do adversário e pede o time ligado para não ser surpreendido em casa.  “O São Paulo é um adversário muito perigoso, que tem jogadores que podem decidir as partidas. Eu espero um jogo quente, brigado, de muita vibração, e quem souber ter o equilíbrio necessário na partida vai vencer”, analisou o treinador.

Vitória

17 de Set // | Vitória

Um não consegue dar alegrias quando está diante do seu torcedor. Outro, perde toda sua força quando está longe de casa. Graças a isso, os dois estão na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro da Série A. Hoje, Vitória e São Paulo tentam mudar esse cenário, às 16h, no Barradão.

 

Pior mandante do Brasileirão até o momento, o Vitória precisa modificar esse histórico com urgência, para conseguir deixar de vez as últimas posições da tabela. Diante do seu torcedor, o Leão tem um retrospecto ruim. Até aqui, o time conquistou apenas nove pontos em casa, de 36 disputados. O aproveitamento é baixíssimo: só 25%. Foram 12 gols feitos e 19 sofridos.

 

Dos 12 jogos em casa - dois na Fonte Nova e 10 no Barradão - o rubro-negro só conseguiu vencer dois: Atlético-MG, por 2x0, e Ponte Preta, por 3x1. A última vez que ganhou foi no dia 2 de agosto. Como mandante, o time ainda empatou três vezes (Botafogo, Bahia e Fluminense) e perdeu sete (Corinthians, Coritiba, Santos, Vasco, Grêmio, Chapecoense e Avaí). O resultado disso pode ser visto na tabela. Hoje, o Vitória é o 17º colocado, com 26 pontos, dois a mais que o São Paulo, que é o 19º.

Vitória

16 de Set // | Vitória

O técnico Vagner Mancini, do Vitória, não é muito de fazer mistério. Porém, para o jogo contra o São Paulo, domingo (17), às 16h, no Barradão, o comandante Rubro-negro, revelou ter dúvidas. A primeira é na lateral esquerda e a outra é entre David e Kieza no ataque. Já Santiago Tréllez, que sofreu um trauma no pé, treinou normalmente e deve ir para o jogo.

 

“Você quer que eu confirme, mas não posso. Tenho algumas dúvidas, é um jogo muito importante para a gente. Mais uma vez dentro do Barradão, mas liberar o time sendo que eu tenho Dorival Junior do outro lado, aí eu não posso. Tenho dúvida na lateral esquerda e tenho dúvida também se começo com o Kieza ou com David”, disse o treinador.

 

Mancini revelou alívio pelo fato de Tréllez ter treinado bem. “Então, o Tréllez se comportou bem no treino, então eu não coloquei ele nas minhas dúvidas. Não sei como vai ser até domingo, mas o fato dele ter treinado bem hoje, me deixou mais tranquilo”, destacou. Para a lateral, o técnico testou três jogadores de outras posições: o volante Fillipe Soutto, o lateral-direito Patric e o zagueiro Bruno Bispo.

Vitória

15 de Set // | Vitória

A partida entre Vitória e São Paulo, marcada para o próximo domingo (17), pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro, marca o reencontro de Neilton com seu ex-clube. O agora camisa 10 do Rubro-Negro chegou à Toca do Leão no fim de maio deste ano, após uma passagem rápida e apagada pelo Tricolor Paulista.

 

Neilton pode ajudar o time comandado por Mancini dentro e fora de campo. O camisa 10 do Leão se colocou à disposição do treinador para passar seus conhecimentos sobre o São Paulo. Neilton ainda pediu foco para que o Vitória não perca pontos contra um adversário direto na tabela. Apenas dois pontos separam o Tricolor Paulista da equipe baiana.

 

- Eu conheço praticamente o elenco todo lá, então vou procurar ajudar o Mancini. O São Paulo tem jogadores perigosos, então temos que tomar cuidado. Eles vêm para ganhar o jogo, e temos que nos preparar para isso. (...) É um motivo a mais para se preocupar. Sabemos do potencial de cada atleta que tem lá, então temos que entrar focados. É um jogo de confronto direto, então sair com a vitória vai nos ajudar muito no campeonato – disse o atacante.

Vitória

14 de Set // | Vitória

Voltando a ser decisivo no Vitória, que tenta fugir do rebaixamento no Brasileirão, o atacante Neílton revelou que teve problemas com o ex-treinador do Leão, Alexandre Gallo. O comandante anterior, que também foi criticado abertamente por Uillian Correia, pouco utilizou o camisa 10, que aproveitou uma entrevista coletiva nesta quinta para rasgar elogios a Vágner Mancini.

 

“A chegada de Mancini foi o principal para que eu voltasse a atuar. Com Gallo aqui, acho que não estava me favorecendo muito. Então o Mancini foi o principal para que não só eu, mas o grupo todo pudesse jogar em alto nível. Eu nunca desanimei, sempre procurei trabalhar, então isso é um dos motivos também”, avaliou Neílton.

 

O jogador prometeu passar o máximo possível de informações sobre o São Paulo, próximo adversário do rubro-negro. “Conheço praticamente o elenco todo de lá, passei seis meses, então vou procurar ajudar o Mancini com algumas informações. O São Paulo tem jogadores perigosos, então temos que tomar muito cuidado. Eles querem ganhar o jogo e temos que nos preparar”, avisou. Vitória e São Paulo se enfrentam às 16h de domingo (17), pela 24ª rodada da Série A.

Vitória

14 de Set // | Vitória

Sem Juninho, lesionado, Vagner Mancini deu mostras de que não utilizará Geferson e Thallyson, laterais esquerdos de origem, no duelo do Vitória contra o São Paulo, no próximo domingo (17). Nesta última quarta-feira (13), o técnico testou três jogadores improvisados na posição, durante o treinamento na Toca do Leão.

 

"Experiência que não é novidade, mas não é a minha posição de origem. Encaro com naturalidade porque não sou mais um menino. Já tive a missão de jogar ali algumas vezes, até mesmo contra o Coritiba, que Juninho sentiu, e eu terminei na lateral. Se for essa opção, estou preparado para assumir mais uma vez essa responsabilidade", disse.

 

O atleta também comentou sobre os concorrentes à vaga. "O fato de o Patric não ser canhoto, faz com que seja necessário um apoio melhor do lado dele, talvez o David, não sei quem vai jogar na linha ofensiva, para evitar que se faça dois contra um do lado dele, para ter um apoio na perna não dominante dele. A questão ofensiva dele é muito boa. Vai precisar de um apoio, assim como eu ou Bruno".

Vitória

13 de Set // | Vitória

A lateral esquerda será a grande dúvida de Mancini para a partida contra o São Paulo, no domingo, no Barradão. Pelo menos foi essa a impressão que ficou ao longo do treino desta quarta-feira, na Toca do Leão. Sem Juninho, que se machucou na partida contra o Fluminense, o treinador rubro-negro testou três atletas por ali:

 

Fillipe Soutto, Patric e Bruno Bispo. Nenhum dos três, por sinal, é lateral-esquerdo de origem. Fillipe Soutto, o primeiro a ser testado, é volante. Patric, o segundo, é lateral-direito, mas também atua como meia pelo lado direito. Bruno Bispo, o último a trabalhar com a linha de defesa titular, é zagueiro.

 

A defesa foi formada com Caíque Sá, Kanu, Wallace e Fillipe Soutto (Patric e Bruno); Ramon e Uillian Correia. O curioso é que os dois laterais da posição que o Vitória tem no elenco treinaram normalmente: Thallyson, que cometeu uma penalidade boba contra o Flu, e Geferson, muito contestado desde o início da temporada. Setores defensivo e ofensivo do Vitória trabalharam separados segundo informações do G1.

Vitória

12 de Set // | Vitória

Kanu é o vice-artilheiro do Vitória no Campeonato Brasileiro com quatro gols marcados. Ele está atrás apenas de Neilton, que balançou as redes cinco vezes. O jogador minimizou a fase artilheira, mas lembrou do seu apelido nos rachões: Emmanuel Adebayor, atacante togolês que se destacou no Arsenal entre 2006 e 2009.

 

“A galera me chama de Adebayor nos treinamentos. Fico feliz come essa brincadeira da rapaziada, mas minha função é defender e dar porrada lá atrás”, afirmou o jogador. Porém, ele não se considera um jogador agressivo e disse em tom de brincadeira que suas “porradas são fraquinhas”.

 

“Minhas porradas são fraquinhas que não se nota muito. Sou um jogador alto e negão. E quando você chega com agressividade, o juiz fica mais ligado. Então tenho que dar aquela porradinha de leve para não chamar a atenção do árbitro”, emendou. Porém, ele falou que os gols marcados são frutos de muito trabalho durante os treinamentos. O próximo duelo do Vitória é contra o São Paulo, domingo (17), às 16h, no Barradão, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Vitória

12 de Set // | Vitória

Jogo no Barradão, pelo menos nesta edição do Campeonato Brasileiro, é sinônimo de preocupação, dor de cabeça e pontos perdidos. Com o Vitória embalado, o torcedor pensou que seria diferente contra o Fluminense, neste último domingo (10). O problema é que o rubro-negro tem empacado diante do seu torcedor com frequência.

 

Um tropeço diante do Fluminense não seria nada anormal, ainda mais da forma que foi, com gostinho de alívio, já que Kanu conseguiu o empate em 2x2 no último minuto. Para entender o que está acontecendo com o Leão, é preciso entender o contexto e voltar para as primeiras 16 rodadas.

 

A Série A do Vitória começou conturbada, com Petkovic dividindo cargo de diretor de futebol e técnico. Ele comandou a equipes nos quatro primeiro jogos - empatou na estreia contra o Avaí, fora de casa, perdeu as duas seguidas em casa, para Corinthians e Coritiba, em jogos realizados na Fonte Nova, e se despediu com uma derrota para o Fluminense, fora de casa. Na 5ª rodada, Alexandre Gallo fez a sua estreia como técnico rubro-negro.

Vitória

11 de Set // | Vitória

O atacante Neilton, do Vitória, reconheceu que sua equipe vacilou no segundo tempo do duelo diante do Fluminense, que terminou empatado em 2 a 2, disputado no último domingo (10), no Barradão. O jogador foi autor do primeiro gol da partida. “A gente deu mole no segundo tempo. Poderia ter saído com a vitória. Mas não saímos”, afirmou o jogador, em entrevista ao Canal Premiere.

 

O jogador garante que o time trabalhará forte ao longo da semana para ajustar os erros. O próximo duelo é contra o São Paulo, domingo (17), às 16h, novamente no Estádio Manoel Barradas. “Vamos trabalhar forte durante a semana, porque temos um jogo difícil, confronto direto, contra o São Paulo no fim de semana”, emendou.

 

Com 26 pontos, o Vitória ocupa a 17ª colocação no Campeonato Brasileiro.  Após o empate em 2 a 2 com o Fluminense, o time do Vitória recebeu folga e só se reapresenta na manhã desta terça-feira (12), a partir das 9h, na Toca do Leão, de olho no duelo contra o São Paulo. Apenas os jogadores que estão em tratamento no departamento médico ou na fase de transição comparecerão no CT segundo informações do Bahia Notícias.

Vitória

10 de Set // bahia.ba | Vitória

O Vitória está de volta para a zona de rebaixamento. Em duelo disputado neste domingo (10), no Barradão, o time Rubro-negro chegou a sair na frente, mas ficou no empate em 2 a 2 com o Fluminense. 

 

O próximo duelo do Vitória é contra o São Paulo, domingo (17), às 16h, novamente no Barradão, válido pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Vitória

09 de Set // Gildásio Cavalcante | Vitória

Desde que Vagner Mancini assumiu o comando do Vitória, o desempenho do Leão mudou da água para o vinho. Em seis partidas no Campeonato Brasileiro, o rubro-negro empatou uma, perdeu outra e conquistou quatro triunfos, dois deles nas duas últimas rodadas, ambas fora de casa.

 

Embalado, o Vitória tem agora uma sequência de dois jogos em casa, o primeiro no domingo (10), às 16h, contra o Fluminense. Com desempenho melhor atuando fora do que em casa, uma dúvida persiste: como o Leão deve atuar em seus domínios?

 

O time precisa partir para cima e sufocar o adversário desde os primeiros minutos ou manter a estratégia que vem dando certo e jogar explorando o contra-ataque? Como quem dita as regras é o técnico Vagner Mancini, ele garante que o torcedor não vai ver um time covarde contra o tricolor carioca e afirma que colocará em campo uma equipe equilibrada.

 

"Não é o momento de mudar. O que vem dando certo no futebol você tem que manter. O time conquistou pontos no campeonato jogando dessa forma e não há razões para mudar", afirmou Mancini, lembrando a postura do time em casa nos jogos sob o seu comando.

Vitória

08 de Set // | Vitória

O prazo final para o registro de jogadores no Campeonato Brasileiro se aproxima. A janela fecha às 23h59 desta sexta-feira (8). No entanto, o Vitória não irá buscar reforços para a sequência da competição. É o que garante Gordilho, presidente em exercício do clube. O dirigente adotou o discurso de valorizar o elenco.

 

“O grupo está testado. Nós confiamos no elenco e o técnico Vagner Mancini ganhará mais opções nos próximos dias. Kieza se recuperou [de uma cirurgia no ombro] e já deve ficar à disposição contra o Fluminense. Willian Farias [com um problema no joelho] está próximo de voltar também. Temos o zagueiro Bruno Bispo que é uma realidade”, disse.

 

Ainda continua: “A gente não pode contratar só por contratar. Estamos com o plantel bom para a gente conseguir o nosso primeiro objetivo que é permanência na Série A”, disse o dirigente, em entrevista ao Bahia Notícias. Com 25 pontos, o time Rubro-negro ocupa a 16ª posição. O próximo duelo é contra o Fluminense, domingo (10), às 16h, no Barradão. O Vitória volta aos trabalhos na tarde desta sexta (8).

Vitória

07 de Set // | Vitória

A quinta-feira do elenco do Vitória envolveu corpo e espírito. No início da manhã, os jogadores e o técnico Vagner Mancini subiram a Colina Sagrada e assistiram à missa celebrada pelo padre Antônio Xavier na Igreja do Bonfim. Durante a cerimônia, o grupo foi convidado ao altar e recebeu uma benção.

 

- Nosso Senhor do Bonfim não tem um time, mas pode ter a certeza que ele abençoa a todos. Que o Bom Jesus ilumine o caminho do Esporte Clube Vitória nesta sua trajetória de muita luz. Tenho a certeza que o caminho está traçado para a glória. Viva o Vitória! – disse o padre.

 

Após a missa, os jogadores atenderam a pedidos de torcedores por fotos e autógrafos e seguiram para a Toca do Leão. No Centro de treinamento, eles participaram de um trabalho de finalizações. O volante Willian Farias e o meia Carlos Eduardo, em recuperação de lesões, não participaram do treino com bola. O grupo rubro-negro volta a treinar na sexta-feira pela tarde e encerra a preparação no sábado. No domingo, às 16h, o Vitória encara o Fluminense no Barradão, pela 23ª rodada do Brasileirão.

Vitória

06 de Set // | Vitória

O técnico Vagner Mancini utilizou o treino desta quarta-feira para esboçar a equipe titular para a partida contra o Fluminense, marcada para domingo, às 16h (de Brasília), no Barradão, pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro. O elenco rubro-negro volta a trabalhar na quinta-feira, pela manhã, com portões fechados.

 

Em um trabalho tático, o treinador montou o time com Fernando Miguel; Caíque Sá, Kanu, Wallace e Juninho, Fellipe Soutto, Uillian Correia e Patric; Neilton, David e Trellez. Durante a atividade, Mancini pediu atenção aos contra-ataques. Os jogadores também trabalharam a marcação sob pressão. Em diversos momentos, Fernando Miguel pediu atenção com o posicionamento.

 

- Não passa da linha da bola - bradou o goleiro. Suspensos para a partida de domingo, Yago e Ramon participaram de um treino técnico com jogadores pouco aproveitados. O atacante Kieza, recuperado de lesão no ombro, treinou entre os reservas da atividade tática. Carlos Eduardo e Willian Farias correram ao redor do gramado de um dos campos da Toca do Leão em salvador. André Lima realizou tratamento de uma inflamação no joelho segundo o Globoesporte. 

Vitória

06 de Set // | Vitória

Ao final da pausa no Campeonato Brasileiro, o técnico Vagner Mancini terá tido 12 dias livres para treinar, ajustar a equipe, escolher os substitutos para os suspensos e deixar o time prontinho para encarar o Fluminense, domingo (10), no Barradão, e dar sequência à missão na Série A, que agora é permanecer bem longe da zona de rebaixamento.

 

Depois da rodada passada, quando o rubro-negro venceu o Coritiba, por 1x0, no Couto Pereira, Mancini já sabia que teria dois problemas para resolver: quem vai substituir Ramon, que levou o terceiro cartão amarelo e está suspenso, e quem entra na vaga de Yago, expulso? As respostas ainda não foram divulgadas abertamente pelo treinador, que ainda não fez nenhum treino coletivo até o momento.

 

Porém, já é possível ter uma noção das peças desse quebra-cabeça. O gol e a linha defensiva não sofrerão alterações: Fernando Miguel, Caíque Sá, Kanu, Wallace e Juninho. A mudança começa quando o assunto é a formação do meio de campo. Sem Ramon, Vagner Mancini esperava contar com Willian Farias para reassumir a titularidade, mas o capitão do Leão rompeu parcialmente o ligamento colateral medial do joelho e está fora de combate por tempo indeterminado.

Vitória

05 de Set // | Vitória

O Vitória mudou radicalmente sua postura desde que Vagner Mancini assumiu o time em julho. Antes do treinador ser contratado, o Rubro-negro tinha apenas 12 pontos em 16 partidas no Campeonato Brasileiro. Com Mancini, a equipe conquistou 13 pontos dos 18 que disputou. O comandante explicou esse aumento significativo de desempenho do Leão.

 

“Foi um misto de coisas. Eu não posso dizer que foi especificamente uma coisa. Organizamos a equipe dentro de campo. Escolhemos o esquema tático e as peças que poderiam executar isso e foi mudado o departamento de futebol”, afirmou. O treinador falou do estilo de jogo que implantou no time.

 

“Vou te falar que o Vitória é ofensivo. Existem várias maneiras de você analisar um time. Onde você faz sua marcação, onde você começa a fazer a sua marcação, é visto por quem comenta futebol como se seu time fosse ofensivo ou defensivo. Então como o Vitória passa da linha da bola e marca em seu campo e joga no contra-ataque, todo mundo acha que o Vitória é um time defensivo. Mas na verdade o futebol moderno exige isso. Nosso time é ofensivo”, destacou.

Vitória

05 de Set // | Vitória

Desde a sua inauguração o estádio Manoel Barradas se tornou um grande trunfo para o Vitória, que fez dele o seu santuário. O ambiente hostil para os adversários unido a uma atitude aguerrida e agressiva dos atletas em campo sempre foram marcas do Leão atuando em seus domínios. Porém, no atual Campeonato Brasileiro a situação é bem diferente disso.

 

Se atualmente o rubro-negro é o 4º melhor visitante, também tem a pior campanha como mandante na Série A de 2017. Em 11 jogos em Salvador, o time venceu duas, empatou outras duas e perdeu sete. Mas de acordo com o atacante Santiago Tréllez, as duas próximas partidas servirão para mudar esse panorama.

 

“Eu acho que vai ser bom ter dois jogos dentro de casa depois de ter um bom desempenho fora. A gente sabe que, se queremos ficar fora da zona de rebaixamento, não podemos deixar passar a possibilidade de fazer os pontos dentro de casa. Perdemos muitos pontos aqui no Barradão e isso não pode acontecer mais”, afirmou o colombiano segundo informações do galaticosonline.

Vitória

04 de Set // | Vitória

Há exatos 15 dias o Vitória calou o Brasil ao quebrar um tabu considerado como impossível por muitos: vencer o Corinthians, líder do Brasileirão, que estava invicto há 34 partidas no ano. Parecia uma meta muito ousada, mas o Leão, que estava na zona de rebaixamento, foi lá no Itaquerão e, sem cerimônia, venceu por 1x0.

 

Agora, chegou a hora de quebrar um tabu pessoal. Nessa edição da Série A, o rubro-negro ainda não conseguiu emplacar três vitórias seguidas. Chegou a hora. Depois de bater Corinthians e Coritiba, ambos fora de casa, por 1x0, o Vitória tem como alvo o Fluminense, próximo adversário pelo Brasileirão.

 

O jogo será no dia 10 de setembro, às 16h, no Barradão. A maior sequência do time sem perder, nessa edição do Brasileiro, foi de três jogos. O feito aconteceu entre a 6ª e a 8ª rodada, quando a equipe venceu o Atlético-MG, empatou com o Botafogo e aplicou 3x1 no Sport, nessa ordem. Ao fim da rodada, o Leão saiu da zona de rebaixamento. O episódio se repetiu da 17ª, quando o técnico Vagner Mancini estreou pelo Vitória, até a 19ª rodada.

Vitória

03 de Set // | Vitória

O volante José Welison, do Vitória, sofreu uma lesão de LCA no joelho direito em abril e precisou passar por cirurgia. O jogador já treina com o grupo, mas sua participação ainda é restrita para evitar alguns movimentos. A previsão do departamento médico é que ele fique à disposição do técnico Vagner Mancini em outubro,

 

Mas o atleta não vê a hora de voltar aos gramados. “Venho trabalhando forte nas últimas semanas para estar pronto o quanto antes. O mais importante agora é manter o foco para estar à disposição da comissão técnica em breve”, disse o jogador, José Welison ainda comentou o bom momento que o Vitória vive.

 

O time vem de dois triunfos consecutivos e deixou o Z-4. A equipe ocupa a 16ª posição com 25 pontos. “Nossa equipe vem se recuperando bem na Série A. Fizemos ótimas partidas nas últimas rodadas da competição e estamos no caminho certo. Tenho certeza que vamos nos afastar ainda mais do Z-4 nas próximas partidas”, finalizou. Sem José Welison, o Vitória encara o Fluminense no próximo domingo (10), às 16h, no Barradão, pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Vitória

01 de Set // | Vitória

Enquanto boa parte do elenco do Vitória comemorava que teria uma folguinha no meio da semana, a celebração de Fillipe Soutto era outra. O volante festejou porque, finalmente se formou em administração. Por causa dos treinos, ele não pôde ir a Belo Horizonte para formatura, mas abdicação foi uma palavra constante na trajetória durante a faculdade.

 

“Foi difícil. Abri mão de folgas, cinema, restaurante para estudar. Não me arrependo. Hoje sei que foi uma boa escolha, mas requer dedicação”, disse ele, que carregava em mãos o livro de ficção "Eu sei onde você está", da autora americana Claire Kendal. Aos 26 anos, Fillipe revela que os pais só permitiam que ele jogasse futebol caso fosse um dos melhores alunos na escola.

 

"Meus pais só permitiam que eu continuasse jogando se tirasse notas altas. Eu era um dos melhores alunos da escola. Fui estimulado a isso. Logo quando terminei o segundo grau, não pude fazer faculdade, por causa dessa rotina de viagens, mudança de time, de cidade. Aí, quando vi a oportunidade de retomar os estudos e fazer essa faculdade à distância, online, eu fiz", disse ele, que se formou na Universidade Estácio de Sá.

Vitória

31 de Ago // | Vitória

A campanha de recuperação do Vitória no Campeonato Brasileiro é um alento para os torcedores, que, antes da chegada de Vagner Mancini, viam a equipe caminhar a passos largos rumo ao rebaixamento. O triunfo fora de casa sobre o Coritiba, no último fim de semana, alçou o Rubro-Negro para fora do Z-4, coisa que não acontecia há 13 rodadas.

 

Sob o comando do novo treinador, foram quatro triunfos (três fora de casa), um empate e uma derrota, aproveitamento de 72,22%. O barco rubro-negro agora navega em águas mais tranquilas, mas isso não significa que o trabalho não possa ser melhorado. Mancini tem ajustes para fazer na equipe, e o período de duas semanas sem jogos pelo Brasileirão é ideal para isso.

 

O Vitória só volta a campo no dia 10 de setembro, um domingo, para enfrentar o Fluminense, no Barradão. Quando decidiu assumir o Vitória, no final de julho, Mancini recebeu a equipe de pior defesa da Série A, ao lado da Chapecoense. Era óbvio que o treinador precisava dedicar atenção especial ao setor, e isso foi feito, tanto que, sete jogos após a sua chegada, foram apenas dois gols sofridos – ambos dentro de casa, um contra a Ponte Preta e outro contra Avaí.

Vitória

31 de Ago // | Vitória

Que o Vitória queimou a língua de muita gente, é fato. Dado como praticamente rebaixado por parte da torcida e da imprensa, quando ainda disputava o primeiro turno do Brasileirão, o Leão sofreu com as críticas segundo informações do Correio da Bahia. Agora, tem conseguido dar a volta por cima e calou a boca de muita gente.

 

Com sua habitual sinceridade, Uillian Correia lembrou de coisas que ouviu na fase inicial do Brasileirão, quando o time foi frequentador assíduo da zona de rebaixamento. “Todo mundo falava que o Vitória já estava rebaixado. Agora é fácil falar que vai brigar por isso ou aquilo. Continuo falando, vamos buscar os 45 pontos para seguir na Série A. Depois disso, se ainda tiver campeonato, vamos ver o que é possível alcançar”, disse.

 

Hoje, o rubro-negro ocupa a 16ª posição na tabela, com 25 pontos. O time do técnico Vagner Mancini ainda fará 16 partidas no Brasileirão. Ao todo, 48 pontos estão em disputa. Para alcançar o que o volante do Leão almeja, é necessário que 20 pontos sejam conquistados. O próximo compromisso para seguir na saga pelos 45 pontos será apenas daqui a 11 dias, no dia 10 de setembro, contra o Fluminense, no Barradão.

Vitória

30 de Ago // | Vitória

O volante Willian Farias está fora de combate desde o começo de julho por conta de um problema no joelho. Segundo o departamento médico do clube, existe chance do atleta possa ficar à disposição do técnico Vagner Mancini no duelo contra o Fluminense, no dia 10 de setembro, no Barradão, pela próxima rodada do Campeonato Brasileiro.

 

“Willian [Farias] vem evoluindo bem e possibilidades de ele jogar dia 10 são reais. Vamos observar a reação do jogador a cada treino”, disse Marcelo Cortes, médico do clube, em entrevista ao site oficial da agremiação. Outro jogador que está próximo de voltar é Kieza. Porém, ele só deve ficar à disposição em duas semanas.

 

“Kieza foi submetido a uma cirurgia de uma luxação acromioclavicular e é necessário uma total cicatrização ligamentar. Ele vai precisar mais em torno de 15 dias para poder estar sendo liberado, porque é o tempo mínimo que a gente espera. Apesar de, fisicamente, ele estar muito evoluído e treinando com o grupo, até completar esse período, tem que ser evitado o contato físico”, afirmou Wilson Vasconcelos, coordenador médico do clube.

Vitória

29 de Ago // | Vitória

O time não é o dos sonhos do técnico Vagner Mancini, mas tem surtido o efeito esperado por ele segundo informações do Correio da Bahia. Desde que assumiu o comando da equipe, na 16ª rodada, o treinador tem mandado a campo uma equipe mais compacta e que aposta quase todas as suas fichas em jogadas de contra-ataque.

 

Adepto de um jogo mais ofensivo, Mancini admite que vestiu a fantasia de retranqueiro por uma boa causa. “Não tomar gols é um ponto fundamental. Partir para vitória não tomando gol, fica mais fácil. Os números do Vitória indicavam para que fechássemos a equipe, jogássemos de uma forma diferente”.

 

“Eu não sou um cara retranqueiro, mas a situação pedia que tivéssemos um time que marcasse com linhas baixas, que saísse no contra-ataque. Isso acabou dando liga. É importante quando vê que o trabalho surte resultado”, comemorou o treinador. A pouca exposição e o insistente pedido de uma rápido recomposição aparecem refletidos nos números. Em seis partidas com Mancini no comando, o Vitória venceu quatro, empatou uma e perdeu apenas uma.

Vitória

29 de Ago // | Vitória

Quando Vagner Mancini chegou ao Vitória em 25 de julho, há pouco mais de um mês, o time tinha 12 pontos em 16 jogos e era o vice-lanterna do Brasileiro. Em seis partidas sob o comando dele, o Leão já somou mais do que isso: são 13 pontos conquistados e 72% de aproveitamento. E muito mais importante do que esse número, o rubro-negro está fora da zona maldita.

 

O comandante participou do programa Bem, Amigos, e explicou como conseguiu tamanha reação em tão pouco tempo: “Acima de tudo, quando se pega a equipe numa situação dessas, você tem que dar uma reorganizada geral. Escolher peças e dar uma oxigenada no elenco para que atletas que não vinham atuando possam entrar e ajudar”, disse.

 

“Mas, acima de tudo, a nossa principal transformação foi na parte mental e emocional. Sabemos o quanto isso é fundamental nas partidas, de recuperar a autoestima não só dos atletas que entram em campo, mas de todos que fazem parte do departamento de futebol. Acho que esse foi o ponto fundamental, atacar a autoestima do grupo. Não é só Mancini, todos que estão aqui querem mudar essa situação do Vitória”, completou.

Vitória

28 de Ago // | Vitória

O Vitória conseguiu deixar a zona de rebaixamento. Nesta segunda-feira (28), o time Rubro-negro venceu o Coritiba por 1 a 0, no Couto Pereira, com gol marcado pelo zagueiro Kanu na etapa final. Um dos destaques da partida foi o goleiro Fernando Miguel, que defendeu um pênalti no primeiro tempo quando o jogo estava em 0 a 0.

 

Com o resultado, o time comandado pelo técnico Vagner Mancini chegou aos 25 pontos e agora ocupa a 16ª posição no Campeonato Brasileiro. O próximo compromisso do Vitória é contra o Fluminense, no dia 10 de setembro, um domingo, às 16h, no Barradão. O Coritiba criou a primeira jogada de perigo da partida.

 

Aos dois minutos, João Paulo recebeu pela direita, levantou a bola na área para Rafael Longuine. Sozinho, o meia cabeceou sem força e Fernando Miguel defendeu com tranquilidade. Aos 11, Rildo cortou para o meio e cruzou na área do Vitória. Alecsandro ajeitou de peito, mas Iago Dias furou a bola. Na confusão, Rafael Longuine marcou o gol, mas o árbitro assinalou impedimento e anulou o lance. A melhor oportunidade do Vitória só aconteceu aos 36.

Vitória

28 de Ago // | Vitória

O Vitória busca manter o embalo como visitante no Brasileirão nesta segunda-feira (28). Longe de Salvador, o Leão faz a sexta melhor campanha entre os 20 clubes, vem de dois triunfos seguidos e terá a chance de emendar o terceiro diante do Coritiba, às 20 horas, no Couto Pereira, em Curitiba. A partida é válida pela 22ª rodada.

 

A oportunidade acontece num momento em que o time comandado por Vagner Mancini está com a confiança em alta. Na rodada passada, o Leão bateu o líder Corinthians por 1x0, no Itaquerão, acabou com a invencibilidade da equipe paulista e venceu um dos quatro grandes de São Paulo fora de casa no Brasileirão pela primeira vez na história do clube.

 

Antes, já havia vencido o Flamengo por 2x0 no Rio de Janeiro - no intervalo entre as duas partidas, perdeu do Avaí por 1x0 no Barradão. Com as derrotas da Chapecoense para o Avaí e do São Paulo para o Palmeiras no domingo (27), o Vitória sairá da zona de rebaixamento se vencer o Coritiba. Isso porque a Chape, em 16º lugar, tem 25 pontos e saldo negativo de nove gols. É o mesmo saldo que o Leão tem, com 22 pontos.

Vitória

25 de Ago // | Vitória

Com portões fechados à imprensa, o Vitória continuou nesta sexta-feira (25) a preparação para o duelo contra o Coritiba, segunda (28), às 20h, no Couto Pereira, pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro. No trabalho realizado na Toca do Leão, o técnico Vagner Mancini comandou um treino tático e preparou estratégias na parte defensiva e ofensiva.

 

Na parte final, o treinador deu ênfase às finalizações dos volantes, meias e atacantes. Já os atletas da parte defensiva fizeram treinos específicos para o setor. O meia Cleiton Xavier se queixou mais uma vez do cansaço muscular na posterior da coxa direita e foi poupado das atividades segundo informações do Bahia Notícias.

 

André Lima e Willian Farias permanecem em tratamento no departamento médico, enquanto Geferson foi liberado para trabalhar normalmente. Mancini não fez mistério e já adiantou a formação. O time vai entrar com: Fernando Miguel; Caíque Sá, Kanu, Wallace e Juninho; Ramon, Uillian Correia e Yago; Neilton, David e Santiago Tréllez. O Vitória volta aos trabalhos na manhã deste sábado (26). O treino será fechado à imprensa.

Vitória

25 de Ago // | Vitória

Desde que o técnico Vagner Mancini assumiu o Vitória no mês passado, a equipe mudou a postura e tem conquistado resultados importantes. Dos 15 pontos disputados, o Rubro-negro baiano faturou 10. Um aproveitamento de 66,6%. O lateral-esquerdo destacou a evolução do time e elogiou o comandante.

 

“Em cinco jogos, a gente venceu três, empatou um e perdeu um. A gente está em uma crescente. A postura da equipe agora é outra. O Mancini vem fazendo um trabalho de qualidade, e a gente vem fazendo um trabalho muito forte. Nem sempre a gente vai conseguir vencer, mas a gente vai entrar todo jogo dando máximo para buscar os três pontos”, afirmou o jogador.

 

Ele espera um jogo difícil, mas não abre mão do triunfo. “A gente vai pegar uma equipe que está com 26 pontos. É muito difícil jogar lá. Conseguindo essa Vitória a gente pode sair da zona de rebaixamento, que é importante para gente. Vamos respeitando a equipe do Coritiba, mas espero fazer um bom resultado para dar sequencia, porque depois temos dois jogos dentro de casa”, declarou.

Vitória

24 de Ago // | Vitória

Não tem como analisar a campanha no Vitória no Campeonato Brasileiro sem pensar em dois períodos: antes e depois de Vagner Mancini. Desde que o treinador assumiu, na 17ª rodada, o rubro-negro não perdeu nem sofreu gols como visitante. Notícia boa já que, às 20h de segunda-feira (28), o Leão pega o Coritiba no Couto Pereira.

 

Os números são animadores. Antes de Mancini, o Vitória tinha 29 gols sofridos, sendo 14 fora de casa. Depois da chegada do técnico, a cozinha foi organizada e o time, que fez cinco jogos, venceu três, empatou um e perdeu um. O Leão tem a 6ª melhor campanha como visitante na Série A. 

 

Fora de casa foram três jogos: empatou com o Cruzeiro em 0x0 no Mineirão, venceu o Flamengo por 2x0 na Ilha do Urubu e tirou a invencibilidade do Corinthians ao vencer por 1x0, em pleno Itaquerão. Total de três gols feitos e nenhum sofrido. Responsável por aliviar uma carência na lateral esquerda do Vitória, Juninho admite que o time mudou segundo informações do Correio da Bahia.





Classificados


Enquete



Mais Lidas