Esportes

Tem plateia: Com plateia de "secadores", Kaynan fala sobre "oportunidade da vida"

A sala de imprensa do Fazendão virou uma verdadeira farra na tarde desta sexta-feira. O motivo? A entrevista coletiva do jovem Kaynan, que vem ganhando espaço com o técnico Guto Ferreira e tem boas chances de entrar em campo neste domingo, quando o Bahia encara o Juazeirense, pelo Campeonato Baiano.
 
Na última quinta, ele entrou no segundo tempo do duelo contra o Sergipe e ajudou o Tricolor a conquistar a classificação na Copa do Brasil. Mas por que a farra? Simples: alguns dos companheiros de Kaynan da época em que ele ainda atuava nas equipes de base invadiram a coletiva para acompanhar o atacante. O meia Marco Antônio, o zagueiro Bolívia e o lateral Juninho Capixaba estavam na plateia.  
 
Assim que a coletiva começou, Kaynan revelou que a intenção dos “amigos secadores” era nada mais do que atrapalhar.  - São os amigos secadores que vieram me zoar, me atrapalhar. Não vão conseguir me atrapalhar, não – afirmou.  Ele completou.  - [Na coletiva deles] Vai ser igual. Vou estar do outro lado também zoando – brincou o atacante. 
 
Para um jovem atleta, Kaynan mostrou total desenvoltura diante das câmeras. Falou sobre o adversário de domingo, o Juazeirense, o trabalho de base do Bahia e também sobre o esquema de rodízio adotado por Guto. Se, por um lado, alguns atletas podem até reclamar da constante rotação, o jovem atacante vê nela a “oportunidade da vida”. 
 
- “Plano B” é a oportunidade da minha vida. Foi muito boa essa alternância de jogadores, porque todo mundo vai ter essa oportunidade. É muito bom para a gente. Acho que todo mundo que subiu já teve sua oportunidade. Pude entrar em quatro jogos, se não me engano. É muito bom isso – comemora.  Kaynan seguiu falando sobre a base. No ano passado, ele integrou a equipe que foi vice-campeã da Copa do Brasil sub-20. 
 
- O Bahia faz um trabalho bom de base. No ano passado, fomos felizes na Copa do Brasil. Infelizmente não conseguimos ficar com o título. Muitos jogadores que subiram estão aproveitando a oportunidade, e a gente tenta aproveitar o máximo para dar muitas alegrias para a torcida tricolor.  Ao fim da coletiva, o zagueiro Bolívia foi convocado a opinar sobre o desempenho de Kaynan na entrevista. Arranhando no português, ele decretou:  - Mais ou menos – pontuou. 

Categorias

Bahia




Classificados


Enquete



Mais Lidas