Esportes

Em clima de mistério, Vitória esconde time que enfrentará o Vasco hoje, pela Copa do Brasil

Reencontro com um antigo xodó, jogo com cara de decisão e um sonho em jogo. A partida desta quinta-feira (9) promete. Às 19h15, Vitória e Vasco se enfrentam no jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil, em São Januário, no Rio de Janeiro. Diferente das duas primeiras fases, disputadas em jogo único, nesta etapa haverá jogos de ida e volta, e gol fora de casa é critério de desempate.
 
O confronto de volta acontecerá no dia 16, no Barradão. Além de ser uma competição em que não há espaço para vacilo, a Copa do Brasil é prioridade para diretoria, jogadores e torcedores do Vitória. A escalação do time, no entanto, é mistério. Argel não fez nenhum coletivo aberto à imprensa e, fugindo da sua rotina, não revelou quem serão os titulares.
 
Possíveis alterações são as entradas de Patric na vaga de José Welison e David no lugar de André Lima. Com isso, o provável time que irá a campo será formado por Fernando Miguel, Patric (José Welison), Kanu, Alan Costa e Euller; Willian Farias, Uillian Correia e Cleiton Xavier; Gabriel Xavier, Kieza e  David (André Lima).
 
Estão vetados do jogo o meia Dátolo, que sofreu uma lesão na coxa e ficará de 10 a 15 dias em tratamento, o zagueiro Fred, que se recupera de uma pancada no joelho, e o meia Pisculichi, com lesão na coxa.
 
"A Copa do Brasil é um dos nossos sonhos para 2017. Não estou aqui há tanto tempo, mas procuro ficar por dentro de tudo que tem a ver com o Vitória, e o calor da torcida diz muito. Esse é o segundo torneio mais importante para os brasileiros, tem muito valor. Contra o Bragantino, percebi que o clima do jogo é outro. Agora, contra o Vasco, será uma batalha ainda maior. Seria aquela vitória para dar moral para o grupo também nas demais competições. Estamos caminhando bem no Campeonato Baiano e na Copa do Nordeste, mas temos que seguir também na Copa do Brasil. O caminho começa em São Januário", analisou o atacante Pineda, uma das opções do técnico Argel Fucks.
 
Além do peso de ser decisivo, o confronto no Rio também marcará um encontro especial. Será a primeira vez que o meia Escudero, ídolo recente da história do Vitória, com passagem pelo clube de 2013 a 2015, enfrentará o Leão. Vitória e Vasco já se enfrentaram em três edições da Copa do Brasil - 1989, 2009 e 2010. Para os mais supersticiosos, uma boa notícia.
 
Das três disputas, o rubro-negro avançou em duas e caiu para o alvinegro apenas em 2009. Na competição, o equilíbrio impressiona. Foram seis jogos, com dois triunfos para o Vitória, dois para o Vasco e dois empates. Enquanto o time vermelho e preto balançou a rede seis vezes, os cariocas marcaram nove gols.

Categorias

Vitória




Classificados


Enquete



Mais Lidas