Esportes

Goleiro Fernando Miguel avalia evolução defensiva: "É um mérito de todos"

Alvo de críticas no início da temporada, a defesa do Vitória conseguiu subir de produção. Nos últimos cinco jogos, apenas um gol foi marcado contra a retaguarda rubro-negra – no empate em 1 a 1 com o Vasco. Um dos responsáveis pela solidez da equipe é o goleiro Fernando Miguel. No domingo, ele foi titular no triunfo por 1 a 0 sobre o Botafogo-PB, no Barradão.
 
Até o momento, o Vitória disputou 14 jogos na temporada e sofreu 11 gols, média inferior a um por partida. O bom momento contrasta com os questionamentos feitos ao técnico Argel Fucks nas primeiras semanas de 2017, quando o Rubro-Negro chegou a ter mais gols sofridos do que números de jogos no ano. Fernando Miguel comemora a evolução do setor e compartilha o crescimento com a equipe. 
 
- Acho que essa evolução da defesa não é só mérito de quem está lá atrás. É de toda equipe, do trabalho do Argel. O Argel pede que os atacantes acompanhem os laterais e já comecem a pressão. Acaba tirando um pouco da pressão de lá de trás e gerando um pouco mais de facilidade para controlar as ações. Ofensivamente está indo bem, defensivamente também. A gente espera seguir nessa evolução, melhorar, para ter um ano seguro e conquistar grandes coisas pelo Vitória.  
 
No domingo, Fernando Miguel quase não precisou trabalhar na partida contra o Botafogo-PB. A estratégia de atuar no contra-ataque não surtiu efeito, e a equipe paraibana pouco ameaçou a meta rubro-negra. Mesmo pouco exigido, o goleiro conta que é preciso manter a concentração elevada para evitar surpresas desagradáveis. 
 
- Faz parte. Não tem uma grande defesa, uma melhor defesa. Todas as defesas são importantes, todas as movimentações do goleiro são importantes, independente se a equipe vier mais ou menos ofensiva. Se não estiver concentrado para fazer o simples, acaba se complicando nas coisas fáceis. É um mérito de todos, evolução da equipe toda. A gente espera continuar vencendo. 
 
Na quinta-feira, a defesa do Vitória será colocada à prova na partida contra o Vasco, no Barradão, pela terceira fase da Copa do Brasil. E não levar gols será de grande importância. Como o primeiro embate entre os dois times terminou empatado em 1 a 1, o Rubro-Negro baiano garante classificação com um empate em 0 a 0 ou triunfo por qualquer resultado. Um novo placar de 1 a 1 leva a decisão para os pênaltis.

Categorias

Vitória




Classificados


Enquete



Mais Lidas