Esportes

Zagueiro Alan Costa dedica gol à esposa e diz ter apetite para balançar a rede

Gols decisivos nos últimos dois jogos. Um manteve o Vitória vivo na briga para se classificar na Copa do Nordeste, outro cravou a vaga na quarta fase na Copa do Brasil. Alan Costa? Nunca criticamos. Na quinta-feira (16), o zagueiro artilheiro brilhou mais uma vez. No Barradão, despachou o Vasco com categoria e ainda teve discurso humilde no apito final do árbitro.
 
“Estou muito feliz e dedico à minha esposa, que fez uma cirurgia e não pôde vir. Peguei esse apetite por gol, mas eles são para o Vitória, não para mim. Muitos falaram que estávamos ganhando e com bons números porque não pegamos time grande. Eliminados um time de Série A”, disse Alan Costa.
 
Quem também estava feliz da vida era o atacante Paulinho. Jogador do Flamengo, ele ironizou o rival alvinegro. “Mostrei meu futebol. Eu respeitei, se eles entenderam que eu estava provocando, problema deles. Vencer o Vasco é muito especial. Acho que é um costume meu. Teve um gostinho muito bom”, avaliou. Já o volante José Welison, que meteu duas bolas na trave, fez questão de falar da grandeza do Leão.
 
“A equipe está crescendo. A gente disse que precisava de tempo. Hoje foi melhor e cada dia que passa estamos melhores. Foi um jogo maravilhoso. Sabia que ia ser difícil, até por ser Copa do Brasil, mesmo quando jogamos com time inferior, é difícil. Pegamos o Vasco, que tem qualidade, mas fomos superiores”, decretou. Agora, o Vitória aguarda sorteio da CBF, hoje, às 14h30, para conhecer adversário na quarta fase da Copa do Brasil.

Categorias

Vitória




Classificados


Enquete



Mais Lidas