Esportes

Choradeira: ‘Ele é um moleque’, diz Jean sobre Caíque do Vitória

O goleiro Jean, que perdeu o avô durante a semana, homenageou o parente ao usar seu nome no uniforme durante a partida decisiva do Baianão deste domingo (7), no Barradão. Logo após a partida que consagrou o Vitória como campeão baiano, o arqueiro tricolor criticou o goleiro reserva rubro-negro, Caíque, ao dançar em sua frente como forma de provocação.

 

De acordo com Jean, em entrevista ao Globo Esporte, Caíque foi insensível com o luto do jogador do Bahia.

 

“O goleiro Caíque do Vitória é um moleque. O André Rizek já tinha dado a palavra quando ele saiu do jogo da Seleção e xingou os repórteres. Eu perdi meu avô tem três dias.

 

Eu estava em campo com o nome dele, joguei com o nome dele nas costas. Quando eu saí eu estava abalado né, chorando, porque meu avô torcia para o time do Vitória.

Eu prometi para ele, quando ele estava no hospital, que domingo ia levar a medalha para ele. Na saída ele [Caíque] ficou dançando na minha frente. Ele tem que ter respeito, ele é um moleque. O André Rizek já falou, mas não adiantou. Ele é um moleque”, disse durante a conversa. Bahia.ba


Categorias

Futebol




Classificados


Enquete



Mais Lidas