Esportes

Guto Ferreira fala de reforços e conselhos para Jean não virar “goleiro presepeiro”

O técnico Guto Ferreira não concedeu entrevista coletiva após o empate em 0 a 0 no Ba-Vi do último domingo, resultado que fez com que o título estadual ficasse com o Vitória. O silêncio, no entanto, não durou muito. No início da noite desta segunda-feira, o treinador falou ao Programa do Esquadrão, programa de rádio oficial do clube.
 
Ele falou sobre a contratação de reforços para o Brasileiro e o revezamento de atletas, que proporcionou a utilização de peças com pouca experiência nas primeiras competições da temporada. Guto Ferreira também demonstrou satisfação com o que foi apresentado pela equipe durante o Campeonato Baiano e a Copa do Nordeste.
 
- A gente vem trabalhando de forma incisiva. O departamento de futebol tem a sua leitura a respeito da qualificação do plantel. Esse tipo de procedimento serviu para amadurecer os meninos, dar ritmo de jogo. Revezamos a nossa defesa e ela é a menos vazada do país entre times da Série A. No Baiano foi a menos vazada e na Copa do Nordeste é a menos vazada. Tivemos três laterais esquerdos diferentes, três direitos diferentes, dois goleiros diferentes e cinco volantes.
 
Com tudo isso, permanecemos com o desempenho altíssimo e o ataque não foi prejudicado. Nosso ataque também teve números expressivos nas duas competições e isso nos deixa contente. Jogadores que esperávamos que nos dessem uma resposta qualificada infelizmente não deram. Mas o Bahia vai estar preparado para desenvolver essa maratona e em dezembro estar sorrindo não só com a permanência, mas com uma grande campanha
 
O técnico tricolor também revelou conselhos dados ao goleiro Jean. Nos últimos Ba-Vi's, o titular da meta tricolor se tornou alvo de provocações do Vitória e também da torcida rubro-negra. Guto Ferreira pediu para o jovem atleta de 21 anos manter a seriedade e evitar criar o rótulo de “goleiro presepeiro”.
 
- Jean é um menino que a cada dia amadurece. Tem a humildade de ouvir e é muito torcedor do Bahia. Ele tinha momentos que destoavam de um goleiro experiente. Anderson, Thiago Mehl e a gente tem mostrado que a linha do goleiro que faz carreira não é a linha do goleiro presepeiro. Goleiro tem que passar segurança e ele passa segurança com o seu jogo.
 
Ele tem que estar focado e um cara focado não fica trabalhando para fazer antijogo. A provocação é fazer grandes defesas, sair jogando e estar focado para as defesas difíceis. Ele se conscientizou disso. Saiu bastante emocionado porque prometeu o título ao avô e não conseguiu, mas ainda existe uma final e esse título vai chegar
 
O elenco do Bahia ganhou folga de dois dias no início desta semana. A reapresentação do grupo está marcada para quarta-feira, pela tarde. A estreia no Campeonato Brasileiro está marcada para domingo, às 16h (de Brasília), contra o Atlético-PR, na Arena Fonte Nova, em Salvador.

Categorias

Bahia




Classificados


Enquete



Mais Lidas