Esportes

Rodrigão aguarda resultado de exame, mas quer jogar contra o Avaí, domingo

Dois gols na estreia como titular. Ainda é cedo para analisar o desempenho de Rodrigão com a camisa do Bahia, mas, se a primeira impressão é a que fica, os torcedores tricolores já podem ficar esperançosos depois da bela atuação do centroavante no triunfo por 3x0 sobre a Ponte Preta, na última quarta-feira (12).

 

O resultado fez o Esquadrão subir para 13º na classificação e, de quebra, acabar com o jejum de vitórias que durava sete partidas no Campeonato Brasileiro. No próximo domingo (16), às 19h, o desafio do time do técnico Jorginho será contra o Avaí, no estádio de Pituaçu. A Arena Fonte Nova receberá um evento particular e não poderá ser utilizada nesta rodada.

 

Rodrigão, a princípio, deve estar em campo mais uma vez. O atacante levou um pisão do goleiro Aranha, da Ponte, no lance do segundo gol, e teve uma luxação no dedão do pé. Ele fez exames na noite desta última  quinta-feira (13) para confirmar se está tudo bem e só aguarda o resultado para saber se uma possível fratura está mesmo descartada.  O camisa 39, todavia, não quer ficar de fora, segundo informações do Correio da Bahia.

 

“Se eu pudesse, eu jogava todo dia, né? Foi uma coisa que aconteceu no meu dedo que eu não esperava. Depois que fui ver o lance de novo, Aranha pisa no bico da minha chuteira. No momento ali, eu fiquei tranquilo quando encaixou o dedo. Achei que tinha quebrado naquele momento, mas, graças a Deus, foi uma luxação. Vou fazer um exame para saber como está. [...] A fisioterapia vai ajudar. Se Deus quiser, quero estar em campo no domingo”, deu o recado.

 

Animado após o seu segundo jogo pelo Bahia, Rodrigão dá a receita para fazer sucesso com o torcedor e permanecer firme na equipe titular: não desperdiçar gols. “A gente treina isso. O objetivo do centroavante é ter uma bola só. Então, quando tem uma, tem que guardar”.

 

Por fim, o camisa 39 demonstrou alívio pelo time ter conquistado os três pontos. Ele também fez questão de agradecer aos companheiros. No primeiro gol, o passe foi de Régis. No segundo, Lucas Fonseca foi o garçom. “Contra a Ponte, eu fui feliz. Queria agradecer, primeiramente, a Deus, e à equipe, que se empenhou bastante na busca dos três pontos para poder se afastar daquela zona, que não estava legal”, finalizou.

 

Convocação

Autor do terceiro gol do Bahia diante da Macaca, o volante Renê Júnior, um dos melhores jogadores do elenco na temporada, convocou a torcida do tricolor para comparecer ao jogo contra o Avaí. Segundo ele, não dá mais para o time desperdiçar pontos no Brasileiro como mandante.

 

“Triunfo em casa agora será importantíssimo. Vamos jogar em Pituaço, estádio que a torcida gosta, a gente também gosta de jogar. Esperamos que a torcida compareça em massa. Estamos embalados pelo triunfo. Fizemos um grande jogo, esperamos repetir em casa, com triunfo e com gols”. Quem também pediu a presença dos torcedores foi o técnico Jorginho.

 

O comandante do time não acredita em jogo fácil contra o Avaí, que foi goleado em casa pelo Coritiba por 4x1 na noite de quinta-feira (13). “Quero convocar o torcedor, é um jogo extremamente difícil. O Avaí é um time perigoso, tem bons jogadores, caso do Júnior Dutra (atacante), jogador de muita velocidade, grande. A gente precisa demais do apoio do torcedor, e chamo realmente para que a gente possa se distanciar cada vez mais da zona de rebaixamento”, lembrou.

 

Para o duelo contra os catarinenses, Jorginho não contará com o zagueiro Tiago e o meia-atacante Zé Rafael, suspensos pelo terceiro cartão amarelo. Na defesa, Éder e Rodrigo Becão disputam espaço, já que Jackson ainda não está na melhor forma física depois de se recuperar de uma contusão no joelho. Na frente, Allione é o favorito para entrar. Ferrareis e Vinícius também podem aparecer.


Categorias

Bahia




Classificados


Enquete



Mais Lidas