Esportes

Jorginho assume a responsabilidade pela derrota contra o Sport na Fonte Nova

Nessa brincadeira, já se vão cinco partidas sem vencer em casa. A última vez foi no segundo jogo do time sob o comando de Jorginho e já tem um certo tempo. No dia 8 de junho, o tricolor bateu o Cruzeiro por 1x0, pela 5ª rodada do Brasileirão. O jejum de triunfos na Fonte Nova é longo e ampliou com a derrota para o Sport neste domingo (30), por 3x1, em uma partida do Bahia abaixo da média.

 

O técnico Jorginho não hesitou e assumiu a responsabilidade pela má atuação do time e a escolha de jogadores. “Quero falar que a responsabilidade é minha. O Régis (Souza) começou fazendo uma boa partida. Ele errou dois lances e a torcida começou a vaiá-lo. Não é bom, não ajuda. Pode me vaiar e me xingar, mas apoiem os jogadores. A torcida precisa estar junto. É como sempre falo: a responsabilidade é minha”, afirmou o treinador.

 

O comandante também foi enfático em dar os méritos ao adversário pelo triunfo, e demonstrou desconforto sobre comparações com seu antecessor, Guto Ferreira. “A gente não fez um bom jogo e o Sport foi melhor do que nós. Eles entraram com jogadores jovens, rápidos e foram melhores. Eu não sou igual ao Guto, sou diferente. É preciso lembrar que estamos em outro nível de competição. Não é Baiano, não é Copa do Nordeste e nem Série B. É Série A do Campeonato Brasileiro e Guto não está mais aqui”, finalizou.


Categorias

Bahia




Classificados


Enquete



Mais Lidas