Esportes

Willian Farias admite proposta do Inter, elogia Mancini e nega problemas com Pet

Há cerca de dez dias, uma notícia pegou os torcedores do Vitória de surpresa. A possibilidade de o clube perder Willian Farias.
 
Uma proposta do Internacional agradou o volante, que está em fase final de recuperação de uma lesão no joelho direito. O Colorado e a diretoria Rubro-Negra chegaram a conversar, mas, até o momento, não houve entendimento.
 
Nesta sexta-feira (4), em entrevista exclusiva ao repórter do Galáticos Online, Anderson Matos, na Itapoan FM, o jogador admitiu a proposta, mas garantiu que não tem nada definido.  "Recebi uma ligação do Internacional. Logo em seguida, o próprio Inter conversou com o Vitória. O Vitória pediu para conversar comigo. Estive em uma reunião com o Paulo Catharino (Presidente do Conselho Deliberativo) e o atual presidente (Agenor Gordilho). Eles escutaram o Internacional, mas não tive nenhuma resposta, nem do Vitória nem do Inter", disse.
 
O atleta também falou abertamente sobre um assunto polêmico que envolveu seu nome nos bastidores do Rubro-negro, uma possível desavença com o ex-técnico e diretor de futebol Petkovic. "Vou dizer uma coisa que nunca disse em lugar nenhum, e é até bombástico. Quando ele chegou como diretor, eu falei para o Sinval (Vieira), à época, que tinha sido uma das melhores contratações, pois dividiria essa responsabilidade, inclusive comigo, sobre o elenco. Mas, ficou meio estranho o relacionamento quando ele se tornou treinador. Não sabíamos se estávamos falando com o diretor ou o técnico. Ficou meio complicado. Mas, problemas (de relacionamento) com ele não teve nenhum", afirmou.
 Capitão do time até se lesionar, ele também comentou sobre a chegada de Vagner Mancini e não poupou elogios ao clube, pela contratação, e ao técnico. "(O Vitória) Mudou para melhor. O Mancini, para esse momento, foi a pessoa certa. Por já conhecer o clube, ter sido o treinador que mais dirigiu o clube. Dou os parabéns para a diretoria, pois foi a contratação acertada. O Mancini conhece o clube e alguns jogadores mais do que ninguém. O empate (com o Cruzeiro) e essa vitória contra a Ponte deve-se muito a ele".
 
Farias ainda admitiu a ansiedade para retornar à equipe e classificou esse período afastado dos gramados como o pior desde a sua chegada ao Leão. "É difícil. Ficar de fora é difícil. O clube passando por esse momento difícil e a gente só olhando de longe, sem poder ajudar. talvez, esse mês seja o mais difícil desse um ano e meio que estou no Vitória", completou. Bocão

Categorias

Futebol




Classificados


Enquete



Mais Lidas