Esportes

Volante do Vitória supera cotidiano e se forma em administração: ‘Um sonho realizado’

Enquanto boa parte do elenco do Vitória comemorava que teria uma folguinha no meio da semana, a celebração de Fillipe Soutto era outra. O volante festejou porque, finalmente se formou em administração. Por causa dos treinos, ele não pôde ir a Belo Horizonte para formatura, mas abdicação foi uma palavra constante na trajetória durante a faculdade.

 

“Foi difícil. Abri mão de folgas, cinema, restaurante para estudar. Não me arrependo. Hoje sei que foi uma boa escolha, mas requer dedicação”, disse ele, que carregava em mãos o livro de ficção "Eu sei onde você está", da autora americana Claire Kendal. Aos 26 anos, Fillipe revela que os pais só permitiam que ele jogasse futebol caso fosse um dos melhores alunos na escola.

 

"Meus pais só permitiam que eu continuasse jogando se tirasse notas altas. Eu era um dos melhores alunos da escola. Fui estimulado a isso. Logo quando terminei o segundo grau, não pude fazer faculdade, por causa dessa rotina de viagens, mudança de time, de cidade. Aí, quando vi a oportunidade de retomar os estudos e fazer essa faculdade à distância, online, eu fiz", disse ele, que se formou na Universidade Estácio de Sá.

 

Além da influência de ter mãe e esposa administradoras, o volante admite que escolheu o curso visando seu próprio futuro. “É um curso muito abrangente. Sei que a qualquer momento vou usar os conceitos da administração na minha vida. Para gerir meus bens, dinheiro, família, carreira. Além disso, é uma formação que pode me ajudar a buscar coisas fora do futebol futuramente”, avalia ele, que se diz empolgado para começar uma pós-graduação. “Pretendo fazer uma pós em gestão de pessoas. Lido com elas diariamente. Líderes, chefes, colegas, imprensa, torcida. Acho que vai ser bom pra mim”, finalizou.


Categorias

Vitória




Classificados


Enquete



Mais Lidas