Esportes

Zinho critica jogadores do Bahia, e Hernane rebate: “Jogador não derruba treinador”

Quase um mês após a demissão de Jorginho no Bahia, o nome do treinador ainda é assunto no Fazendão. Escolhido para entrevista após o treino desta sexta-feira, Hernane rebateu as declarações do ex-jogador Zinho, que criticou a postura do atacante após o desligamento de Jorginho segundo o Globoesporte.

 

Comentarista em um programa do canal Fox Sports, Zinho acusou o meia Régis de ser responsável pela saída de Jorginho. O ex-jogador também criticou a postura do Brocador, que no mesmo dia da demissão do técnico, postou a imagem de um emoticon de sorriso no Twitter. A publicação foi apagada da conta do jogador.

 

- Um treinador que não tem um relacionamento legal, isso influencia. Não é que o jogador se une e fala: “Vamos derrubar o cara”. Pode um cara até ficar feliz quando o treinador cai, e eu já vi isso aí. Acho triste o jogador fazer isso. Vai para as mídias para botar lá, ironizar. Estou falando da situação do Jorginho no Bahia. Dois jogadores lá fizeram isso. Traíra. Botou sorrisinho... O Régis meia, fez isso, e o Hernane Brocador. Fizeram isso. Botaram gracinha. Insinuou.

 

Não foi explícito, mas insinuou. E o Jorginho saiu do Bahia por causa do Régis. Pressão da diretoria. Jorginho tirou do time, não estava jogando nada, aí empresário com presidente e tudo, derrubaram o cara - disse Zinho no Fox Sports Radio. Lesionado desde abril, Hernane não chegou a estar à disposição de Jorginho no período em que ele trinou o Tricolor.

 

O atacante aproveitou a coletiva desta sexta-feira para falar sobre a relação com o ex-técnico do Bahia, e também com Zinho, com quem trabalhou no Flamengo. Na opinião do atacante, a saída de Jorginho não teve influência dos jogadores do Bahia. - Ver eu não vi, mas recebi algumas mensagens. Conhecendo o Zinho, me surpreendi, porque tenho boa relação com ele. Fiquei muito surpreso. Quando o Jorginho estava aqui, não desci em momento algum. Estava no DM. Não sei por quê o Zinho falou isso. Tive boa relação com Jorginho, na saída dele, conversei. Conhecendo o Régis, não teve essa trairagem.

 

Acho que ele ficou chateado com a oscilação, de não estar bem e ter que sair. Respeitou a opinião do Jorginho. Queria saber do Zinho quem passou essa informação que jogador derruba treinador. Jogador não derruba treinador. Infelizmente, Jorginho não teve uma boa passagem no Bahia. Quando ele saiu, conversei bastante, falei que o Régis, voltando de lesão, foi mais ou menos, e ele optou por colocar o Vinícius.

 

Conversei com o Régis, é opinião do treinador, você tem que respeitar. Ele ficou bem tranquilo. Somos funcionários do clube, então temos que respeitar. O Zinho, não sei de onde ele tirou essa informação. Desde que Jorginho chegou, conversei com ele, disse que poderia contar comigo. Não sei o porquê disso.


Como sábado e domingo serão de folga para o elenco do Bahia, Hernane volta a treinar apenas na segunda-feira. O atacante segue a preparação para a partida contra o Atlético-GO, dia 11 de setembro, às 20h (horário de Brasília), no Estádio Olímpico, em Goiânia. A partida, que é válida pela 23ª rodada da Série A, pode marcar o retorno do jogador aos gramados.


Categorias

Bahia




Classificados


Enquete



Mais Lidas