Esportes

Meia Vinícius cobra 'jogos consistentes' do Bahia no Campeonato Brasileiro

Muito próximo da zona de rebaixamento para a Série B, o Bahia segue deixando a desejar nas partidas fora de casa. Na última segunda-feira (11), a equipe apenas empatou com o lanterna Atlético-GO e no próximo domingo (17) terá o Cruzeiro pela frente. Para evoluir na competição, o meia Vinícius pede uma equipe com atuações consistentes.

 

"Estamos nos cobrando bastante. Fazemos alguns jogos bons em casa e fora de casa deixamos a desejar. O Bahia é time grande! Independente de jogar em Salvador ou fora, temos que impor o nosso ritmo. Temos jogadores experientes e jovens querendo buscar espaço. Temos que fazer jogos consistentes para buscar a maior pontuação", declarou.

 

Com 27 pontos, o Bahia ocupa o 15º lugar da competição nacional. O elenco retoma os treinamentos na próxima quarta-feira (13), às 15h, no Fazendão. Com um primeiro tempo abaixo da média, a equipe mostrou evolução com as substituições e Vinícius foi um dos escolhidos por Preto Casagrande. O atleta valorizou o grupo, mas lamentou o fato de não ter conseguido o triunfo diante do rubro-negro goiano segundo informações do Bahia Notícias.

 

"Mostra a importância de todo o grupo. Sou um dos caras que sempre disse que quando entrar, vou ajudar o Bahia. A gente sabe que foi um pouco abaixo no primeiro tempo, o Preto nos alertou no intervalo e a gente pôde entrar com outra dinâmica, fazendo o nosso o jogo e buscando os três pontos. Infelizmente não conseguimos, mas conseguimos um ponto que vai dar moral para jogar contra o Cruzeiro", indicou.

 

Questionado sobre a briga pela titularidade, Vinícius lembrou que Régis teve méritos durante o primeiro semestre e mostrou paciência para aguardar pela sua oportunidade. "Desde que cheguei aqui tenho consciência que o Régis foi o melhor jogador do Bahia no primeiro semestre, mas vim para somar. Tenho a minha bagagem, joguei em times grandes, vim para somar. Jogador quer sempre estar entre os titulares, mas com o tempo a gente cria maturidade. Sei que posso ajudar no banco. Se o Preto optar pela minha titularidade, espero estar pronto", pontuou.


Categorias

Bahia




Classificados


Enquete



Mais Lidas