Esportes

Futebol: Jaques Wagner critica eventual disputa partidária na eleição do Bahia

O ex-governador e atual Secretário de Desenvolvimento Econômico da Bahia, Jaques Wagner, criticou eventuais disputas partidárias na eleição presidencial do Bahia, através da sua conta oficial no Facebook, na noite da última segunda-feira (6). Ele alfinetou o ex-secretário de Desenvolvimento Urbano de Salvador, Guilherme Bellintani.

 

Guilherme oficializou candidatura ao pleito na semana passada, com a chapa fruto da aliança entre o Simplesmente Bahia e a Revolução Tricolor. "Não são os partidos que dão o tom na vida do Clube. São seus sócios, conselheiros e torcedores que se articulam e constroem um Bahia cada vez mais transparente, com melhor gestão e maiores resultados", defendeu.

 

"Mas não adianta fazer fakenews. Política partidária fica fora do Esporte Clube Bahia", afirmou. Na eleição para presidente do clube em 2013, após intervenção judicial, Wagner apoiou a candidatura de Fernando Schmidt, seu secretário de Relações Internacionais na época. Schmidt foi eleito com a chapa "Diga sim a um novo Bahia” e comandou o clube até o final de 2014. O pleito deste ano está marcado para o dia 9 de dezembro.

 

Além de Bellintani, a disputa terá outros quatro candidatos. São eles: o engenheiro Fernando Jorge, do Grupo Voz do Campeão, o advogado Abílio Freire, Mais um, Baêa! (MUB), e o torcedor-símbolo Flavio Alexandre, mais conhecido como Binha de São Caetano.


Categorias

Bahia




Classificados


Enquete



Mais Lidas