Esportes

Santiago Tréllez é absolvido pelo STJD por suposta injúria racial contra Renê Júnior

Em julgamento realizado nesta sexta-feira (10), no Rio de Janeiro, pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), o atacante Santiago Tréllez, do Vitória, foi absolvido da acusação de injúria racial contra o volante Renê Júnior, do Bahia, no Ba-Vi disputado no dia 22 de outubro, na Arena Fonte Nova.

 

O colombiano foi denunciado pela Procuradoria do órgão e enquadrado no artigo 243-G do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD). A pena prevista caso ele fosse condenado era um gancho de cinco e dez jogos, além de multa que poderia chegar até R$ 100 mil.

 

Com isso, o atacante está livre para atuar no confronto contra o Grêmio, domingo (12), às 16h (horário de Salvador), no Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS), válido pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Entenda o caso: Renê Júnior acusou Tréllez de tê-lo chamado de “macaco” durante o Ba-Vi. O jogador Tricolor saiu de campo transtornado, mas não quis prestar queixa contra o colombiano.

 

Algumas horas depois, o centroavante postou um vídeo nas redes sociais em que pediu desculpas, mas negou ter cometido injúria racial.


Categorias

Futebol




Classificados


Enquete



Mais Lidas