Esportes

Técnico Guto Ferreira lamenta 'vacilo' e baixa produtividade do ataque do Bahia

Vacilo no setor defensivo e baixa produtividade no ataque. Assim o técnico Guto Ferreira resumiu a atuação do Bahia na derrota para o Internacional por 2x0, no Beira-Rio, na estreia tricolor na Série A. Para o treinador, a equipe esteve abaixo do que pode apresentar. Elenco do Bahia recebe folga e só se reapresenta na quarta-feira.

 

"A gente esperava um jogo difícil como foi. O Bahia ficou abaixo num fator que vem bem, que é o sistema ofensivo. Acho que a defesa do Inter foi muito bem. Num vacilo, cobrança rápida, eles acharam o espaço e foram competentes. O segundo foi um contra-ataque, nós erramos, e jogo nesse nível não se pode errar", analisou.

 

Com dois jogos seguidos na Fonte Nova pela frente, contra o Santos no próximo sábado (21), às 16h, e depois no dia 29, diante do Atlético-PR, no mesmo horário, Guto Ferreira preferiu não fazer projeções sobre a campanha que espera da equipe. "A meta é jogo a jogo. A gente não pode pensar no final se não correu ainda o campeonato. Ninguém chega no último degrau se não pensar no segundo, no terceiro... É jogo a jogo", frisou.


Categorias

Bahia




Classificados


Enquete



Mais Lidas