Esportes

Bahia volta a perder gols, empata com o Botafogo-PB, mas avança no Nordestão

As finalizações voltaram a ser uma pedra nas chuteiras dos jogadores do Bahia. Diante do Botafogo-PB na noite desta última quinta-feira (3), pela segunda partida das quartas de final da Copa do Nordeste, a equipe mais uma vez perdeu chances, incomodou o torcedor e empatou em 0 a 0 no estádio de Pituaçu em Salvador.

 

O único alento ao Tricolor foi a passagem para a semifinal da competição. Na próxima fase, o Esquadrão de Aço enfrenta o Ceará ou o CRB. O próximo jogo do time será no próximo domingo (6), contra o Sport, no Recife. Com um time alternativo em Pituaçu, o Bahia começou em cima do adversário.

 

Aos três minutos, Zé Rafael cobrou falta em cima da barreira, a bola sobrou e ele chutou novamente em cima dos defensores. Na sequência, o entrosamento pesou e a equipe demorou a acertar jogadas no comando do ataque. Élber acerta a trave e zagueiro salva na linha. Aos 13 minutos, uma grande chance para o Esquadrão de Aço abrir o placar. De fora da área, Élber mandou uma bola rasteira na trave segundo informações do Bahia Notícias.

 

Na sobra, Zé Rafael tocou com a perna esquerda e o zagueiro Walber se esticou todo para salvar em cima da linha. A bola ainda ficou com o camisa 10, que tentou o passe para Júnior Brumado, sem êxito. Aos 22 minutos, Flávio cruzou na medida para Júnior Brumado, que dominou e deixou a bola para Régis, que mandou uma bomba e o goleiro Saulo rebateu.

 

Na sequência da jogada, Zé Rafael, que estava na pequena área, recebeu cruzamento rasteiro e chutou por cima do gol, deixando os presentes espantados. Com 31, Brumado recebeu cruzamento de João Pedro e cabeceou para a rede, mas a arbitragem acusou impedimento.

 

Aos 38 minutos, o Belo deu uma das suas poucas investidas no primeiro tempo e assustou. Dico avançou pelo lado esquerdo, chutou cruzado e o goleiro Douglas defendeu em dois tempos. Segundo tempo: No começo da segunda etapa, o Botafogo-PB deu um susto no Tricolor. Aos dois minutos, Marcos Aurélio bateu uma falta venenosa e o goleiro Douglas precisou se esforçar para mandar a bola pra escanteio.

 

Aos 14 minutos, após uma triangulação entre Zé Rafael, Régis e Allione, o argentino bateu na entrada da área e acertou a trave defendida pelo goleiro Saulo. Dez minutos depois, a vez foi de Flávio bater de fora da área e quase acertar o gol. Com o placar intacto, o Botafogo-PB ainda sonhava com o resultado para avançar, mas vacilou na hora de concluir.

 

Quando o relógio marcava 27 minutos, Daniel ficou com a bola após Marcos Aurélio perder a posse, chutou e a bola passou muito distante. Aos 29, Régis cobrou falta na área, Edson desviou de cabeça e Kayke, que tinha acabado de entrar, chutou por cima do gol. Cinco minutos depois, Kayke recebeu na área, girou e tocou pra Régis, que bateu por cima. Com 40 minutos, a vez foi do Belo. De fora da área, Dico finalizou, mas a bola passou por cima.


Categorias

Bahia




Classificados


Enquete



Mais Lidas