Esportes

'Vagner Mancini não pode entrar em campo', defende Volante Uillian Correia

A derrota em casa para o Fluminense neste último domingo (6), a terceira do Vitória em quatro rodadas do Campeonato Brasileiro, aumentou a preocupação com o rendimento rubro-negro. E nesta última segunda-feira (7), após o elenco se reapresentar na Toca do Leão, o volante Uillian Correia saiu em defesa do técnico Vagner Mancini.

 

Correia se antecipou a um eventual pensamento de troca do treinador, que é cultural no futebol brasileiro. “Tem que ter cobrança de jogadores para jogadores. Não adianta a gente falar que Mancini tem que fazer isso. Ele dirige o time, só que não pode entrar em campo. Somos nós jogadores que executamos”.

 

“Não adianta apontar canhões para Mancini, não adianta a diretoria ficar pensando daqui a pouco em trocar treinador porque não vai adiantar”, argumentou. O camisa 7 citou o exemplo do segundo gol do Fluminense, em que o lateral Gilberto subiu para cabecear sem marcação após uma cobrança de escanteio segundo o Correio. “Uma bola parada que a gente treina muito. A gente não pode tomar gols onde a gente treina. É complicado”.

 

“Hoje em dia se tem um gol que te deixa desequilibrado dentro do campo é um gol de bola parada”, contou. O próximo compromisso do Vitória será quinta-feira (10), às 19h30, contra o Corinthians, no jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil, em São Paulo.

 

O Leão precisa vencer após o empate de 0x0 no Barradão, e qualquer empate leva a decisão para os pênaltis. O time volta a jogar pela Série A domingo (13), contra o Vasco, no Rio de Janeiro. Correia sintetiza o momento: “A gente tem que falar o mínimo possível e trabalhar mais. É o que vai tirar a gente dessa situação”.


Categorias

Vitória




Classificados


Enquete



Mais Lidas