Esportes

Passou o trator! Bahia domina, vence o Vasco e leva grande vantagem na Copa do Brasil

A má fase que o Bahia vivia foi superada em alto estilo na noite de quarta (9), na Fonte Nova. Em jogo válido pela primeira partida das oitavas de final da Copa do Brasil, o Esquadrão de Aço mostrou um grande futebol, dominou o jogo e aplicou 3 a 0 no Vasco. Zé Rafael, Edigar Junio e Vinícius acabaram com uma seca de três jogos.

 

O jogo da volta entre as duas equipes será no dia 16 de julho, em São Januário. Neste próximo domingo (13), o Bahia volta a jogar na Arena Fonte Nova, em Salvador, contra o São Paulo, pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro. Visitante, o Vasco quis mostrar logo no início que não estava para brincadeira.

 

Aos 30 segundos, após boa troca de passes, Andrés Rios chutou de fora da área, mas a bola não ganhou a direção da meta defendida por Douglas. Na sequência, o Bahia começou a pressionar e teve uma boa chance aos cinco minutos. Depois de aproveitar falha dos vascaínos, Elton recebeu na entrada da área, mas finalizou mal e a bola passou longe. Aos 13 minutos, a torcida ficou com o grito de gol preso na garganta segundo o Correio.

 

João Pedro recebeu na direita do ataque, avançou e tocou rasteiro para a pequena área. Vinícius acabou passando da bola e não conseguiu empurrar para a rede. Dois minutos depois, a vez foi do Vasco. Após cobrança de falta rebatida pela barreira, Bruno Cosendey chutou de fora e Douglas defendeu. Zé Rafael termina com a seca do Bahia e abre o placar:

 

Depois de várias tentativas e uma seca imensa, enfim o Bahia voltou a marcar. Aos 18 minutos, João Pedro avançou pela direita, foi em direção a meia-lua da grande área, chutou e a bola ficou na defesa. Na sobra, Zé Rafael bateu colocado e acertou o ângulo. Um golaço. Edigar Junio marca o segundo:

 

O Bahia continuou em cima e foi premiado com o segundo gol. Vinícius cobrou falta na área e Edigar cabeceou no canto esquerdo do goleiro Martín Silva, que ainda tocou na bola, mas não evitou que ela beijasse as redes tricolores da Arena Fonte Nova. A pressão seguiu muito forte. Com 26, Élber recebeu no lado direito do ataque, chutou rasteiro e Paulão teve que se esticar para evitar o terceiro gol.

 

Três minutos depois, Élber chutou de fora da área, a bola bateu na defesa e Elton chutou fraco para fácil defesa de Martín Silva. Com 34 minutos, Edigar Junio recebeu na grande área, venceu a defesa adversária e deu um toque por cima de Martín Silva. A bola tocou em Paulão e foi na direção do gol, mas o goleiro vascaíno conseguiu a defesa. Segundo tempo:

 

O Esquadrão começou a segunda etapa colocando pressão. No primeiro minuto, João Pedro avançou pela direita e tocou para Élber. Com libertade, o atacante bateu com o pé direito e o goleiro Martín Silva fez uma grande defesa. Com categoria, Vinícius marca o terceiro: O meia vinícius voltou a mostrar porque foi um dos grandes destaques do Tricolor no estadual.

 

Aos quatro minutos, Zé Rafael ganhou a bola de Desábato, avançou e tocou para Vinícius, que bateu colocado na entrada da área e acertou o gol. Dessa vez, Martín Silva só olhou. O Bahia seguiu tentando mais gols, mas sem sucesso. Aos 22 minutos, João Pedro avançou pela direita, cortou para a perna esquerda e bateu ao lado da meta. Com 28, Gregore tentou de fora da área, mas a bola foi por cima, longe da meta.

 

Aos 30, quase veio o quarto gol. Vinícius passou para João Pedro, que chutou para rebatida de Martín Silva. Na sobra, Edigar Junio tentou driblar e bateu para fora. Segundo tempo: O Esquadrão começou a segunda etapa colocando pressão. No primeiro minuto, João Pedro avançou pela direita e tocou para Élber. Com libertade, o atacante bateu com o pé direito e o goleiro Martín Silva fez uma grande defesa.

 

Com categoria, Vinícius marca o terceiro: O meia vinícius voltou a mostrar porque foi um dos grandes destaques do Tricolor no estadual. Aos quatro minutos, Zé Rafael ganhou a bola de Desábato, avançou e tocou para Vinícius, que bateu colocado na entrada da área e acertou o gol. Dessa vez, Martín Silva só olhou.

 

O Bahia seguiu tentando mais gols, mas sem sucesso. Aos 22 minutos, João Pedro avançou pela direita, cortou para a perna esquerda e bateu ao lado da meta. Com 28, Gregore tentou de fora da área, mas a bola foi por cima, longe da meta.

 

Aos 30, quase veio o quarto gol. Vinícius passou para João Pedro, que chutou para rebatida de Martín Silva. Na sobra, Edigar Junio tentou driblar e bateu para fora. O Vasco, que pouco chegou no ataque durante o jogo, quase marcou com Kelvin aos 43. O meia acertou o travessão após a bola sobrar na grande área.


Categorias

Bahia




Classificados


Enquete



Mais Lidas