Esportes

Copa do Brasil: No Itaquerão, Vitória decide vaga nas quartas de final contra o Corinthians

O Vitória está a um passo de chegar às quartas de final da Copa do Brasil. Nesta quita-feira (10), às 19h30, o Leão visita o Corinthians, no Itaquerão, em São Paulo, e precisa vencer para seguir adiante na competição. Em caso de empate, a disputa irá para os pênaltis, e derrota elimina o rubro-negro. O jogo de ida terminou 0x0, no Barradão.

 

Além de se manter vivo e ter a chance de colocar mais R$ 3 milhões na conta, o Vitória busca nesse jogo um alento para o time, que não vence há quatro jogos segundo informações do Correio da Bahia. A última vez foi contra o Internacional, quando o Leão ganhou por 1x0 e garantiu vaga nas oitavas de final.

 

De lá para cá, empatou com o Corinthians pela Copa do Brasil e perdeu para Atlético Mineiro, América Mineiro e Fluminense, todos pelo Campeonato Brasileiro, pelo mesmo placar de 2x1. O jejum do adversário é o mesmo. O Corinthians vem de quatro partidas sem vencer, com dois empates e duas derrotas. Não ganha desde 22 de abril, quando goleou o Paraná por 4x0, no Brasileirão. O confronto promete ser duríssimo, na avaliação de Mancini.

 

“Vai ser um jogo duríssimo, até porque o Corinthians, nesses últimos jogos, tem sofrido também. Então é uma bela oportunidade para que a gente mude o cenário e ganhe um oxigênio novo. Mas, do outro lado, tem uma equipe que está acostumada a grandes jogos, a decisões, que joga em casa, então não tenho dúvida de que vai ser um jogo muito difícil”, avaliou.

 

O otimismo está presente. “Acredito muito no Vitória. Não jogo o boné, não. Acho que temos muitas chances de chegar lá, fazer um bom jogo. O aspecto emocional vai jogar desde o início até o final, porque nós vamos enfrentar um ambiente muito contrário, com estádio lotado. Então é sempre bom quando você é testado dessa forma”, completou o treinador.

 

Pode confiar?
Para o torcedor que anda desconfiado com o Vitória, e com razão, por causa dos gols sofridos - 56 em 30 partidas no ano (média de 1,8 por jogo) -, é hora de voltar um pouquinho na competição e lembrar do poder de reação da equipe. Nesta edição da Copa do Brasil, o Vitória reverteu um placar desfavorável duas vezes.

 

O primeiro revés veio na terceira fase, quando perdeu o jogo de ida para o Bragantino, por 1x0, e conseguiu a classificação no Barradão, após aplicar 3x1. Na fase seguinte, perdeu do Internacional, em Porto Alegre, por 2x1. Em casa, avançou após fazer 1x0 e despachar os gaúchos nos pênaltis, com duas defesas do goleiro Caíque.

 

Agora a decisão é fora de casa, e o Leão perdeu todas como visitante na competição. Mas o Vitória está pronto, segundo o meia Yago. “É uma situação diferente que a gente vai encontrar nesse jogo. A gente, até então, decidiu em casa. Agora, vamos decidir fora. De qualquer forma, estamos preparados. A gente não conseguiu ganhar aqui, mas também não levamos gols, e isso conta bastante”, enaltece, citando o empate por 0x0 no jogo de ida.

 

Outro ponto destacado por Yago é a capacidade de surpreender. Prova disso foi dada no Brasileirão do ano passado, quando o rubro-negro, em má fase, tirou a invencibilidade de 34 jogos do Corinthians, em pleno Itaquerão. “Um ponto muito forte da nossa equipe é que, quando muitos não dão nada, a gente vai lá e consegue reverter uma situação complicada. A gente tem que se apegar àquilo que fizemos de bom. Temos que repetir e dar algo mais”.

 

Caso avance às quartas de final, o Vitória só conhecerá seu próximo adversário após novo sorteio realizado pela CBF. De garantia, apenas a bonificação de R$ 3 milhões. Até agora, o rubro-negro já soma R$ 7,43 milhões por avançar de fases no torneio.

 

Quem joga?
O time terá desfalques. O lateral-direito Jeferson e o atacante Wallyson já defenderam Ponte Preta e ABC pela Copa do Brasil e estão fora. O também atacante Lucas Fernandes, ex-Paraná, é desfalque pelo mesmo motivo. José Welison e Lucas são as opções para a lateral.

 

Como Willian Farias está de volta, após não enfrentar o Fluminense, ele é opção para a vaga de Wallyson, com Rhayner voltando à posição original. Luan, André Lima e Guilherme são outras alternativas. O provável time tem Caíque, José Welison, Kanu, Aderllan e Pedro Botelho; Willian Farias, Uillian Correia, Yago e Rhayner; Neilton e Denílson.


Categorias

Vitória




Classificados


Enquete



Mais Lidas