Esportes

Bahia quer espantar má fase longe de Salvador contra o Flamengo no Maracanã

O torcedor do Bahia não comemorou em nenhuma das vezes que o time do coração jogou fora de Salvador neste Campeonato Brasileiro. A quarta tentativa de acabar com o jejum de triunfos será feita nesta quinta-feira (31), diante de um dos melhores times do campeonato. Às 16h, o tricolor enfrenta o Flamengo, no Maracanã na zona norte do Rio.

 

Os cariocas iniciaram a rodada na liderança, com 14 pontos em sete rodadas: quatro vitórias, dois empates e apenas uma derrota. As más apresentações fora de casa fazem com que o Esquadrão amargue o título de pior visitante da Série A. Bahia e Santos são as únicas equipes que ainda não pontuaram em território adversário.

 

A equipe paulista ao menos já balançou a rede uma vez, mas a baiana ainda não e tem saldo ainda mais negativo (-6 contra -7) como visitante. “Temos que dar uma situação de respeito e mobilização da melhor maneira possível para que a gente possa começar a reverter uma situação que, no Brasileiro, a gente não vem bem, que é jogar fora de casa. Temos que buscar fora de casa fazer o que a gente vem fazendo dentro”, afirma o técnico Guto Ferreira.

 

A primeira derrota fora de casa foi na estreia do Brasileirão, contra o Internacional, por 2x0, no Beira-Rio, em Porto Alegre. Depois o Bahia lamentou o mesmo placar contra o Sport, na Ilha do Retiro, no Recife. O último tropeço foi diante do Palmeiras: 3x0 no Allianz Parque, em São Paulo. Na avaliação de Guto, o time precisa ficar mais focado.

 

“O principal é a concentração e a atitude. Nos jogos fora de casa, a gente acaba saindo um pouco do foco de concentração. Mesmo que seja em momentos. Mais do que nunca, a gente tem que se manter no nível de concentração 90 minutos. É do primeiro ao último apito. O único tempo que pode dar uma relaxada é no intervalo, mas, assim mesmo, tem que estar focado no que tem que corrigir. Esse é o exercício nosso, mais do que qualquer outra coisa”, pontua o treinador.

 

Vencer o rubro-negro não só aumentará a moral do Bahia no campeonato como poderá deixar o time mais distante da zona de rebaixamento. O Esquadrão tirou o pescoço da forca no último domingo, após triunfo por 3x0 perante o Vasco, na Fonte Nova. Agora, o Esquadrão quer pontuar o máximo possível antes da parada para a Copa do Mundo, que começa dia 14 de junho. Depois do Fla, ainda pega Grêmio (casa), Paraná (fora), Botafogo (casa) e Corinthians (casa).

 

“Temos que nos impulsionar para subir. E só tem uma maneira: somando pontos. É isso que nós temos que buscar”, prega Guto. O provável time do Bahia tem Anderson, João Pedro, Tiago, Lucas Fonseca e Mena; Gregore, Elton, Élber, Vinícius e Zé Rafael; Júnior Brumado.

 

Equilíbrio
O histórico de confrontos entre Bahia e Flamengo é equilibrado. Pelo Brasileiro unificado (desde 1959), as equipes se enfrentaram 41 vezes. Foram 13 vitórias do Flamengo, 12 do Bahia e 16 empates. Os cariocas fizeram 52 gols e os baianos marcaram 40. Entre as derrotas, duas delas foram registradas no ano passado. Nos dois encontros de 2017, o tricolor perdeu em casa por 1x0 e fora por 4x1.

 

Como visitante, o Bahia só venceu o Flamengo três vezes. No Maracanã, em 1994, o gol de Zé Roberto garantiu o triunfo por 1x0. Em 1996, em São Januário, Edmundo foi o responsável pelo mesmo placar. Em 2011, com gols de Titi, Dodô e Souza, o tricolor venceu no Engenhão por 3x1.


Categorias

Bahia




Classificados


Enquete



Mais Lidas