Esportes

Bahia perde para o Grêmio na Arena Fonte Nova e segue na zona de rebaixamento

Mais uma derrota na conta do Bahia. Dessa vez, onde o Esquadrão de Aço sempre se mostrou forte: na Arena Fonte Nova. A equipe foi derrotada pelo Grêmio na tarde deste domingo (3) por 2 a 0, em duelo válido pela nona rodada do Campeonato Brasileiro. Os gols foram marcados por Maicon e Thaciano.

 

O revés mantém o Tricolor com oito pontos e na 18ª posição do certame nacional. A equipe volta a jogar na próxima quinta-feira (7), contra o Paraná, no estádio Durival de Britto, em Curitiba. O Grêmio não quis saber da invencibilidade do Bahia como mandante e começou o jogo dando sustos.

 

Aos cinco minutos, Everton recebeu passe por elevação de Jailson e tocou pra fora na saída do goleiro Douglas. Antes, o lance havia sido anulado por impedimento. Aos sete minutos, Everton cruzou rasteiro e Ramiro acabou derrunado por Lucas Fonseca. A arbitragem acusou pênalti. Na cobrança, Maicon bateu e Douglas rebateu. Na sobra, o volante não teve dificuldades para colocar a bola na rede. Em desvantagem, o Bahia saiu em busca do empate.

 

Após jogada com Nino Paraíba na direita, Zé Rafael chutou com a esquerda e a bola desviou na defesa aos 13 minutos. Aos 24, o Esquadrão de Aço pediu pênalti após um toque com a mão do zagueiro Bressan na grande área. A arbitragem não considerou uma infração. No fim da primeira etapa, o Grêmio somou oportunidades para ampliar.

 

Aos 45, Cortez fez o cruzamento e a bola sobrou limpa com Ramiro, que chutou por cima. Dois minutos depois, Thonny Anderson bateu colocado de fora da área e Douglas espalmou. O Bahia começou a segunda etapa pressionando para buscar o empate. Aos seis minutos, Zé Rafael cobrou falta na barreira e, na sobra, Nino Paraíba finalizou em cima de Kannemann.

 

Na sequência, aos oito, Régis recebeu passe de Allione, bateu colocado, mas a bola desviou na defesa gremista. Depois foi a vez de Zé Rafael tentar de fora, mas a finalização não teve a direção da meta. Enquanto o Grêmio tentava manter a posse de bola e aproveitar os contragolpes, o Esquadrão seguia em cima para conseguir o seu gol.

 

Aos 21 minutos, Régis recebeu na direita e chutou com força, mas a bola passou por cima do gol. Três minutos depois, Régis tocou para Nino Paraíba, que bateu mascado e a bola sobrou com Vinícius, que bateu mal na bola e desperdiçou a chance do empate. Aos 35 minutos, Vinícius trocou passes com Fernandinho. De frente para Marcelo Grohe, o meia tocou sem força no meio do gol e facilitou a vida do arqueiro.

 

O Bahia começou a segunda etapa pressionando para buscar o empate. Aos seis minutos, Zé Rafael cobrou falta na barreira e, na sobra, Nino Paraíba finalizou em cima de Kannemann. Na sequência, aos oito, Régis recebeu passe de Allione, bateu colocado, mas a bola desviou na defesa gremista.

 

Depois foi a vez de Zé Rafael tentar de fora, mas a finalização não teve a direção da meta. Enquanto o Grêmio tentava manter a posse de bola e aproveitar os contragolpes, o Esquadrão seguia em cima para conseguir o seu gol. Aos 21 minutos, Régis recebeu na direita e chutou com força, mas a bola passou por cima do gol.

 

Três minutos depois, Régis tocou para Nino Paraíba, que bateu mascado e a bola sobrou com Vinícius, que bateu mal na bola e desperdiçou a chance do empateAos 35 minutos, Vinícius trocou passes com Fernandinho. De frente para Marcelo Grohe, o meia tocou sem força no meio do gol e facilitou a vida do arqueiro.

 

Na base do contra-ataque, o Grêmio chegou forte e quase marcou. Lima avançou em velocidade, tentou cruzar para os colegas livres e Nino Paraíba cortou. No fim do jogo, o Grêmio ainda marcou o segundo. Everton arrancou em velocidade pela esquerda, cruzou e a bola sobrou livre para Thaciano. Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia


Categorias

Bahia




Classificados


Enquete



Mais Lidas