Esportes

Bahia domina o Corinthians, marca no fim e volta a vencer após quatro jogos na Fonte Nova

Foi na emoção! O Bahia dominou o Corinthians na Arena Fonte Nova, mas voltou a pecar nas finalizações e só conseguiu o triunfo por 1 a 0 nos minutos finais da partida. Mena marcou o único gol, seu primeiro com a camisa do clube. O resultado aliviou a tensão no Fazendão. O time baiano não vencia há quatro jogos.

 

O Bahia foi superior durante todo o primeiro tempo e quase marcou aos nove minutos. Nino cruzou bola na área, Kayke desviou de cabeça e mandou perto do gol. Aos 12, Kayke assustou mais uma vez. O atacante cobrou falta venenosa e Walter salvou com a ponta do dedo. Sete minutos depois, o centroavante assustou mais uma vez.

 

Após novo cruzamento de Nino, Kayke tentou desviar, mas Pedro Henrique salvou. Aos 42 minutos, o Tricolor ainda teve mais uma oportunidade, desta vez com Zé Rafael. Após rebote de Henrique, Zé Rafael muito perto do gol. Logo no início do segundo tempo, o Bahia teve a melhor chance do jogo. Aos quatro minutos, Régis cruzou bola na área e Mena, sozinho, pegou mal na bola isolou. Aos 13 minutos, o chileno mais uma vez chegou perto de marcar.

 

Após lançamento de Nino, Mena desviou de cabeça e acertou a trave. O Corinthians só chegou com perigo aos 27 minutos. Roger deixou Maycon livre na área, o volante tentou o chute, mas Nino, com um toque salvador, evitou. Um minuto depois, em cobrança de escanteio, Henrique, sozinho no segundo pau, errou o cabeceio e desperdiçou.

 

Na jogada, o goleio Douglas caiu sobre o braço e deixou o campo com muitas dores para a entrada de Anderson. Aos 40 minutos, o Bahia quase marcou um golaço. E contra-ataque, Zé Rafael saiu fazendo fila invadiu a área e chutou no canto. Walter fez grande defesa. Na cobrança do escanteio, Lucas Fonseca desviou de cabeça e o goleiro operou outro milagre.

 

A resposta do Timão veio dois minutos depois. Sheik recebeu bola na esquerda e chutou no canto. A bola desviou na trave e passou por dois jogadores do time paulista que aguardavam rebote. Mas, de tanto tentar, o Bahia chegou ao gol aos 45. Régis arrancou em contra-ataque e rolou para Mena, na área, chutar forte no ângulo, dessa vez sem chances para Walter.


Categorias

Bahia




Classificados


Enquete



Mais Lidas