Esportes

Nos pênaltis, Inglaterra bate Colômbia e avança para enfrentar a Suécia nas quartas

Com jogo decidido apenas nas cobranças de pênaltis, a Inglaterra venceu a Colômbia por 4 a 3 nesta terça-feira (3), em Moscou, na Rússia, após empate em 1 a 1 no tempo normal e na prorrogação. Nas quartas de final, os colombianos encaram a Suécia. As duas equipes se enfrentam no sábado (7), às 11h, na Arena Samara, em Samara.

 

A Colômbia veio desfalcada do seu camisa 10. James Rodriguez não se recuperou de um edema menor, sem ruptura fibrilar no músculo da perna direita. A primeira chance da partida foi dos ingleses. Aos 16, Trippier avançou pela direita e cruzou na segunda trave para Harry Kane, mas o artilheiro da Copa cabeceou por cima.

 

A ausência do meia colombiano foi muito sentida pelo time. A seleção sul-americana não levou perigo ao gol de Pickford durante a primeira etapa. O goleador do time, Falcão García, não foi acionado em nenhum momento. Em jogo muito truncado, sem chances para nenhuma das duas equipes, o clima esquentou aos 40 minutos. Antes de cobrança de falta perigosa para os ingleses, o volante Barrios deu uma cabeçada no jogador Henderson.

 

O jogador acabou levando o cartão amarelo. Em seguida, a cobrança de Trippier acabou indo para fora. A Colômbia só chegou aos 46. Quintero recebeu na entrada da área, mas finalizou nas mãos do goleiro Pickford. No contra-ataque inglês, Lingard pegou o rebote do cruzamento, mas acabou isolando. A segunda etapa continuou no mesmo ritmo do primeiro tempo.

 

O jogo muito truncado, a Inglaterra martelando sem chegar com perigo, e a Colômbia errando as tentativas de contra-ataque. Só aos 8 minutos, Harry Kane foi agarrado pelo volante Carlos Sánchez dentro da área, e o juiz assinalou pênalti para os ingleses. O camisa 9 bateu firme para abrir o placar. Foi o sexto gol do artilheiro isolado do Mundial.

 

A Inglaterra quase ampliou aos 18. Após cruzamento de Young, Dele Alli apareceu livre na segunda trave, e cabeceou com perigo por cima do gol de Ospina. A grande chance colombiana no jogo foi só aos 35. Bacca roubou a bola de Walker no meio e avançou. O atacante abriu na direita para Cuadrado, que sem marcação chutou por cima.

 

Na base do abafa, Mojica cruzou da esquerda, Falcão García ganhou no alto de Henderson, mas mais uma vez a bola subiu demais. Aos 47, Uribe chutou de longe no ângulo, mas Pickford fez uma defesaça. Na cobrança de escanteio, o zagueiro Mina subiu e cabeceou bonito para empatar a partida. Animados pelo empate no último lance, os colombianos buscaram o gol no início da prorrogação.

 

Bacca até balançou as redes aos 7, mas o jogo já havia sido parado por conter duas bolas no gramado. Aos 10, Cuadrado cruzou da direita e Sánchez cabeceou por cima. Três minutos depois, Falcão recebeu belo cruzamento de Mojica, mas errou o alvo. A Inglaterra cresceu na segunda etapa. Logo no 1º minuto, Vardy chutou de esquerda para boa defesa de Ospina.

 

O atacante inglês estava em posição irregular. Em seguida, foi a vez de Rose receber na esquerda e chutar cruzado, a bola passou raspando a trave colombiana. Aos 9, Rashford cobrou escanteio na cabeça de Dier, o volante cabeceou mal e a bola subiu. A Inglaterra foi melhor e venceu nas penalidades por 4 a 3. Kane, Rashford, Trippier e Dier converteram. Uribe e Bacca erraram para os colombianos.


Categorias

Copa do Mundo




Classificados


Enquete



Mais Lidas