Esportes

Técnico Enderson Moreira comemora classificação tricolor e explica ausências no time

O Bahia não enfrentou o Botafogo com força máxima, mas conseguiu eliminar a equipe carioca e avançar às quartas de final da Copa Sul-Americana segundo o Correio da Bahia. Na noite desta última quarta-feira (3), o tricolor perdeu no tempo regulamentar por 2x1, superou o adversário na disputa de pênaltis e festejou a classificação inédita.

 

"O confronto foi muito equilibrado. A gente teve um crescimento muito forte no segundo tempo. Qualquer um que passasse seria merecido. Ainda bem que foi o Bahia", avaliou o técnico Enderson Moreira após a partida. O tricolor havia vencido o jogo de ida, na Fonte Nova, pelo mesmo placar, no dia 20 de setembro.

 

O Bahia vive situação delicada na Série A do Brasileirão. O tricolor está em 14º lugar, com 30 pontos. O próximo compromisso no torneio nacional é no sábado (6), às 21h, contra o Grêmio, em Porto Alegre. O Bahia enfrentou o Botafogo no Engenhão com um time misto. O zagueiro Lucas Fonseca, o volante Gregore e o meia Ramires nem viajaram para o Rio de Janeiro. O atacante Élber chegou a ser relacionado e foi cortado já na capital carioca.

 

De acordo com o clube, nenhum deles estava em condições de atuar por 90 minutos. "Trouxe os jogadores que estavam em condições de participar de uma decisão como essa. Os atletas que não participaram não reuniram condições de iniciar uma partida. O Bahia completa 62 jogos (no ano), enfrentamos o Botafogo que fez dez jogos a menos. Estamos sempre confrontando com equipes que fizeram menos jogos. Não foi escolha. A gente respeita a Copa Sul-Americana e tem que entrar com o melhor time possível", disse Enderson Moreira.

 

O treinador revelou que alguns jogadores o procuraram após o empate em 0x0 com o Flamengo, no último sábado (29), pelo Campeonato Brasileiro, e disseram que não estavam aptos para o confronto da Copa Sul-Americana. "Quando acabou o jogo contra o Flamengo, quatro jogadores me disseram: 'Professor, não tenho condição de participar do jogo de quarta. Não estou conseguindo fazer o que sei'. A gente tem que tomar decisões. Tem que ser tomada essa decisão", pontuou.

 

O adversário da Copa Sul-Americana será o Atlético Paranaense. As datas dos jogos ainda serão definidos. O tricolor nunca foi tão longe na competição internacional e o técnico Enderson Moreira não esconde a empolgação por ter a chance de escrever um capítulo inédito na história do Bahia.

 

"Fico feliz, mas é uma página em branco ainda. A gente pode escrever. A página está escrita até determinado ponto. Espero que a gente possa ser muito capaz. Um grande adversário pela frente. Espero que a gente possa continuar escrevendo essa página na Copa Sul-Americana, que a gente possa, quem sabe, entregar para o nosso torcedor uma grande conquista nesta temporada", projetou o treinador.


Categorias

Bahia




Classificados


Enquete



Mais Lidas