Notícias

Política

11 de Dez // Brasil247 | Política

Apontado pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras como responsável pela movimentação atípica de R$ 1,2 milhão apenas no ano de 2016, o policial Fabrício José Carlos de Queiroz, ex-assessor do deputado estadual Flávio Bolsonaro (PSL), filho do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL), mora em uma casa simples, pobre, na zona oeste do Rio. Se fosse dono do dinheiro, Fabrício Queiroz seria um milionário.

 

O "faz tudo" do clã Bolsonaro está sumido. De acordo com informações do jornal O Globo, José Carlos de Queiroz reside em uma casa sem pintura externa, localizada em uma viela no bairro da Taquara. A residência, que fica em uma espécie de conjunto habitacional com cerca de 70 unidades, é colada com os demais imóveis e os fios e canos são expostos.

 

Na casa do ex-assessor, a única lembrança da campanha eleitoral de outubro é um adesivo rasgado com as fotos de Bolsonaro ao lado do filho. De acordo com o Conselho de Controle de Atividades Financeiras, Queiroz teria recebido repasses de oito funcionários e ex-funcionários do gabinete de Flávio Bolsonaro. O documento foi anexado à Operação Furna da Onça, que prendeu deputados estaduais do Rio sob a suspeita de corrupção.

Política

11 de Dez // Foto: Adenilson Nunes/BNews | Política

Para o prefeito ACM Neto, que preside nacionalmente o DEM, não importa se o senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL) é presidente de partido ou não: “todos têm que ser investigados”. Flávio é filho do presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL) e presidente nacional da sigla segundo informações do Bocão News. Neto se refere ao relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), divulgado pela imprensa nesta semana.

 

O relatório informou que o ex-assessor de Flávio, o PM Fabrício de Queiroz teria movimentado R$ 1,2 milhão entre janeiro de 2016 e janeiro de 2017. Uma das transações seria um cheque de R$ 24 mil destinado à futura primeira-dama, Michelle Bolsonaro. O fato, inclusive, movimentou as bancadas do PT, PCdoB e PSOL que querem criar uma CPI na Câmara.

 

“Todos tem que ser investigados, todos tem que esclarecer. Eu não tenho conhecimento detalhado sobre o caso, mas as explicações precisam ser dadas”, conclamou, durante o anúncio do Festival da Virada. Já sobre a declaração do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL) de que não apoia a reeleição do democrata Rodrigo Maia para Câmara, o prefeito disse que a bancada do partido ainda não se pronunciou sobre o assunto.

Bahia

11 de Dez // G1 | Bahia

Em protesto contra a reforma adminitrativa proposta pelo governador Rui Costa, servidores estaduais quebraram a porta de vidro da Assembleia Legislativa da Bahia e invadiram o plenário, na tarde desta terça  (11). O clima ficou tenso no local, que fica no CAB. O objetivo dos manifestantes era fazer com que a pauta fosse retirada da sessão desta segunda, que foi suspensa após a entrada dos manifestantes no plenário.

 

Sem um acordo com oposição e servidores, o presidente da Alba, Ângelo Coronel (PSD), chegou a anunciar que faria a votação em outro local da casa, já que o plenário estava ocupado. No entanto, por volta das 17h10, ele anunciou que a sessão estava encerrada e que as pautas, inclusive a votação da reforma administrativa, serão retomadas na quarta-feira (12).

 

Dos 63 parlamentares, 49 estavam presentes no plenário nesta terça. Outros 14 não compareceram. Participam da manifestação, integrantes do Sindicato dos Policiais Civis da Bahia (Sindpoc), do Sindicato dos Médicos da Bahia ( Sindimed/BA) e do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado da Bahia (APLB). Com faixas e cartazes, parte do grupo se concentra em frente à Alba, enquanto algumas pessoas entraram no plenário segundo o G1.

Notícias

11 de Dez // G1 | Notícias

A Polícia Civil confirmou na tarde desta terça-feira (11) que o atirador que matou quatro pessoas durante uma missa na Catedral Metropolitana de Campinas, no interior de São Paulo é Euler Fernando Grandolpho, de 49 anos, que tem Carteira Nacional de Habilitação (CNH) registrada em Valinhos (SP) segundo o G1. Ele cometeu suicídio após o crime e outras quatro pessoas ficaram feridas após serem atingidas por disparos.

 

O delegado José Ventura afirmou que a profissão do atirador era analista de sistemas. "Não temos até o momento nenhuma informação sobre motivação". Além disso, segundo a Polícia Civil, o atirador não tinha antecedentes criminais e um delegado já foi até a casa onde ele morava para ver com quem morava e se no local são encontradas informações relevantes.

 

De acordo com Ventura, aparentemente não havia relações entre o atirador e as vítimas. Um perfil de Grandolpho em rede social diz que ele estudou na Unip e no Colégio Técnico da Unicamp. Os quatro mortos são homens e as identidades deles não foram confirmadas até a publicação. O delegado do 1º Distrito Policial, Hamilton Caviola, viu imagens do circuito de segurança dentro da igreja no momento da ação. Ele estima pelo menos 20 disparos.

Justiça

11 de Dez // Foto: Reprodução | Justiça

Em suas alegações finais, protocoladas nesta última segunda-feira (10), o MPF (Ministério Público Federal) reforçou o pedido de condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na ação penal que apura reformas feitas em um sítio de Atibaia, localizado no interior de São Paulo segundo informações do Uol. O órgão federal pede que o petista seja condenado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

 

O Ministério Público Federal também reforçou o pedido de condenação de outros 12 réus na ação penal, que está no âmbito da Operação Lava Jato, sendo que pediu o aumento de pena para Lula e a redução de pena de três delatores. Segundo o MPF, Lula foi beneficiado com parte dos R$ 155 milhões movimentados em propina pela Odebrecht, OAS e Schain.

 

No caso do petista, segundo a acusação, os recursos pagaram obras realizadas no sítio Santa Bárbara. A apresentação das alegações finais é a última parte do processo. Agora, a Petrobras e as defesas dos acusados também precisam protocolar as suas junto à ação penal. Depois disso, a Justiça Federal decide se condena ou absolve o ex-presidente. A decisão ocorrerá no ano que vem, mas não há prazo formal para que isso aconteça.

Política

11 de Dez // Folhapress | Política

O projeto Escola sem Partido não será mais votado neste ano na Câmara. O presidente da comissão, Marcos Rogério (DEM), disse que não irá mais convocar reuniões. Dessa forma, o tema só será debatido na próxima legislatura. A avaliação do presidente da comissão e do relator, deputado Flavinho (PSC), é de que não haveria mais tempo para votar neste ano. O apoio ao Escola sem Partido como lei tem diminuído.

 

Nomes como o presidente do DEM, ACM Neto, e Olavo de Carvalho, já declararam ser contra uma lei. Marcos Rogério se queixou durante reunião hoje (11), da ausência de parlamentares que apoiam a proposta. O projeto busca restringir o que o professor pode falar na sala de aula como forma de combate a uma suposta doutrinação por parte dos docentes.

 

Veta ainda abordagens de gênero educação e também prevê a afixação de um cartaz na sala com deveres dos professores. O projeto está em discussão desde julho. Após a eleição, os debates se intensificaram. Hoje, mais uma vez houve bate-boca entre apoiadores e críticos ao projeto. A sessão foi interrompida quando se iniciou a ordem do dia no Plenário. Ao fim, o presidente da comissão informou que não iria mais convocar reuniões.

Política

11 de Dez // Foto: Lucas Arraz / Bahia Notícias | Política

O deputado estadual Soldado Prisco (PSC) afirmou, durante a manifestação de servidores públicos na Assembleia Legislativa da Bahia, que os policiais militares estão dispostos a dialogar com o governo do estado, mas que a hipótese de greve não está descartada. Um grupo de servidores invadiu o plenário em protesto contra as medidas econômicas propostas pelo governo do estado e que estão em votação na Casa.

 

Os manifestantes quebraram a porta de vidro do salão verde. "Fizemos uma assembleia e convocamos os policiais para comparecerem a Casa Legislativa pra cobrar do governo e abrir discussão. As associações esperam esse diálogo, porque isso ainda não foi feito. A categoria está sem reajuste e ainda querem tirar dos servidores, isso é arbitrário", argumentou Prisco.

 

Associações ligadas ao efetivo da Polícia Militar se reuniram na quinta (6), com o deputado Zé Neto (PT), líder do governo na Assembleia Legislativa da Bahia, para protestarem contra o pacote econômico que o governador Rui Costa (PT) enviou ao Legislativo. As entidades entregaram uma carta ao deputado com reivindicações. O pacote enviado por Rui tem por objetivo armar financeiramente a gestão contra o rombo previdenciário estadual.

Bahia

11 de Dez // Foto: Divulgação | Bahia

O apoio da bancada de oposição da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) à candidatura de Nelson Leal (PP) para presidência da Casa para foi oficializado nesta terça-feira (11), segundo informações do Bahia Notícias. Os componentes se reuniram na sala da Liderança da Minoria, na Casa, e decidiram pelo apoio ao deputado do PP.na eleição que definirá os ocupantes da Mesa Diretora para o período de 2019-2021.

 

Participaram da reunião, parlamentares que compõem a atual Bancada e aqueles que devem compor o grupo a partir do dia 1 de fevereiro de 2019. Presente no encontro, Leal agradeceu a confiança e o apoio da Oposição. De acordo com o deputado Sandro Régis (DEM), Leal foi o nome que mais reuniu condições para ser o líder do Parlamento a partir de 2019.

 

Segundo o democrata, o grupo vai levantar as pautas que considera importantes para apresentar ao postulante. “O deputado Nelson Leal recebe o apoio oficial da Oposição com uma conversa muito firme relacionada a um novo formato de administrar a Casa e sobre a necessidade de aproximar mais a Casa da sociedade. Foi o candidato que mais demonstrou preocupação em reservar e proteger os espaços constitucionais da Oposição”, justificou.

Brasil

11 de Dez // Denny Cesare/código19/Estadão | Brasil

Um homem matou quatro pessoas e deixou quatro feridas durante uma missa na Catedral Metropolitana, no Centro de Campinas (SP), nesta terça-feira (11), segundo o Samu, Bombeiros e PM. O suspeito pelos disparos na igreja cometeu suicídio em seguida. De acordo com o Corpo de Bombeiros, o suspeito teria entrado na Catedral com uma pistola e um revólver calibre 38, e se matado em frente ao altar após os crimes.

 

A PM chegou a falar que o atirador havia matado cinco pessoas, mas depois corrigiu a informação. O delegado do 1º DP, Hamilton Caviola, viu imagens do circuito de segurança dentro da igreja no momento da ação. Ele estima pelo menos 20 disparos. "Ele sentou a uns dez metros para a frente da porta. Ele não entrou atirando, primeiro ele senta em um banco".

 

De acordo com o delegado, logo após a entrada do atirador, três pessoas sentaram no banco atrás dele e foram as primeiras a serem atingidas. Entre elas, uma morreu. O delegado José Henrique Ventura, do Departamento de Polícia Judiciária afirmou que o atirador usou dois dos quatro carregadores nos assassinatos e todos os mortos são homens segundo o G1. Os mortos não foram identificados e a polícia investiga a motivação do crime.

Recôncavo

11 de Dez // Redação | Recôncavo

Após tomar conhecimento de diversos assaltos na noite desta última segunda-feira (10), a Polícia Civil apreendeu na manhã desta terça-feira (11), em Santo Antônio de Jesus, no recôncavo baiano, um carro usado para roubos em diversos bairros do município. Segundo informações da Polícia, o veículo modelo Corsa Sedan branco, placa policial HGX-2114, foi encontrado na Rua Nova Brasília no Bairro do São Benedito.

O veículo estava na residência de um jovem identificado como Marcus Vinicius Santana Bonfim, conhecido como ‘Cara de Rato’. Além do carro, os policiais também encontraram munições intactas de revolver 38. De acordo com a Polícia, o veículo foi reconhecido por diversas pessoas que foram vítimas dos assaltos. O suspeito e o material apreendido foram conduzidos para os procedimentos cabíveis na 4ª Coordenadoria de Polícia do Interior (4ªCoorpin). A Polícia ainda realizou mais buscas para prender outros marginais.

Santo Antônio de Jesus

11 de Dez // Leonardo Sousa | Santo Antônio de Jesus

Faleceu nesta terça-feira (11), vítima de uma bala perdida, Elisiane Fonseca, 29 anos. A vítima foi atingida na cabeça durante um tiroteio que aconteceu na noite deste último domingo (9), no Bairro da Providência, em Santo Antônio de Jesus no recôncavo baiano. Ela estava internada no Hospital Regional, mas teve morte encefálica. Segundo informou os familiares, os aparelhos já foram desligados. Ainda de acordo com informações, um suspeito de participar do tiroteio também foi encaminhado ao hospital com um tiro na mão. A Polícia Civil segue investigando o caso.

Na noite de domingo, Elisiane estava em uma festa familiar quando todos foram surpreendidos pelos disparos que começou por volta das 21h. Foram momentos de terror, é o que afirmaram algumas pessoas que passaram pelo local. Algumas residências da localidade foram atingidas pelos tiros. Elisiane deixa duas filhas, uma delas é uma recém-nascida. A avó de uma das filhas de Elisiane teve que ser internada depois de passar mal ao saber da notícia. O fato do último domingo foi confirmado pelos moradores do bairro que está temerosa e cobram mais segurança na localidade. O bairro já passou por situações semelhantes como a de domingo.

Recôncavo

11 de Dez // Foto: Camila Oliveira / TV Bahia | Recôncavo

Um protesto na manhã desta terça-feira (11) reuniu parentes de vítimas e sobreviventes de uma explosão em uma fábrica clandestina em Santo Antônio de Jesus, no Recôncavo. O caso ocorreu no dia 11 de dezembro de 1998 e matou 64 pessoas. Segundo o G1, a manifestação cobra punição aos responsáveis pela fábrica. Em um júri popular em 2010, cinco pessoas foram condenadas. No entanto, ninguém foi preso. O protesto ocorre na frente do Ministério Público da Bahia (MP-BA) em Salvador.

Munidos de cartazes, os manifestantes também gritaram palavras de ordem. Em 1999, o Ministério Público da Bahia entrou com medida cautelar para bloquear os bens dos responsáveis pela fábrica clandestina segundo informações do Bahia Notícias. Já em 2013, um acordo estabeleceu indenizações às famílias das vítimas, mas o acerto foi descumprido. Segundo a promotora Aline Coutrim, um novo acordo foi feito em 2016, mas as indenizações foram pagas parcialmente.

Justiça

11 de Dez // Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil | Justiça

A procuradora Geral da República, Raquel Dodge, afirmou em documento de 40 páginas enviado ao Supremo Tribunal Federal (STF) que as investigações da Polícia Federal a partir das delações da J&F indicam “com muita seriedade a existência de uma relação espúria e duradoura” entre o senador Aécio Neves (PSDB-MG) e o grupo empresarial. A Polícia Federal realizou buscas e apreensões na manhã desta terça (11).

 

A Polícia Federal e o Ministério Público Federal cumpriram mandados de busca e apreensão nos imóveis de Aécio Neves (PSDB-MG) e da irmã dele, a jornalista Andrea Neves, no Rio de Janeiro e em Minas Gerais segundo o G1. A operação, batizada de Ross, surgiu a partir de delação de executivos da J&F e apura denúncias de compra de apoio político.

 

"O vasto acervo, formado por depoimentos e provas documentais, indica a existência de uma associação criminosa voltada a corrupções de valores monumentais, da ordem de mais de cem milhões de reais. Milhões de reais foram repassados e boa parte deles, ao que apontam os indícios, por mecanismo clássico de lavagem de dinheiro”, diz Dodge, completando que há suspeitas de repasse de R$ 128 milhões em vantagens indevidas.

Brasil

11 de Dez // Foto: Johnny Inselsperger / EPTV | Brasil

Um homem matou quatro pessoas e deixou quatro feridas após invadir uma missa na Catedral Metropolitana, no centro de Campinas em São Paulo, na tarde desta terça-feira (11), segundo informou o Samu. O suspeito pelos disparos na igreja, de acordo com a corporação, cometeu suicídio em seguida. De acordo com o Corpo de Bombeiros, o suspeito teria entrado na Catedral com uma pistola e um revólver calibre 38.

 

O atirador se matou em frente ao altar após os crimes. As vítimas fatais não foram identificadas e a polícia investiga a motivação do crime. A princípio, a informação recebida pela EPTV é de que houve um assalto antes, mas autoridades negaram. Equipes do Samu e do Corpo de Bombeiros foram enviadas ao local, por volta das 13h20 segundo informações do G1.

 

"Nove vítimas no total, cinco óbitos aqui e quatro vítimas socorridas pelas viaturas. As vítimas não foram identificadas ainda. Socorremos quem poderia ser socorrido e investimentos em quem nós achamos que poderia retornar do quadro grave [...] O que chegou para a gente é que as pessoas estão estáveis nos hospitais. Não temos informação sobre motivação e sobre quem são as vítimas", destaca o bombeiros", explica Alexandre.

Bahia

11 de Dez // Foto: Reprodução/TV Oeste | Bahia

Um homem mordeu e arrancou pedaço do dedo de uma vizinha, e agrediu outras pessoas durante uma festa de confraternização realizada no domingo (9), em Luís Eduardo Magalhães, oeste da Bahia. De acordo com a polícia, alguns vizinhos estavam na festa, quando Reinaldo Batista do Nascimento, de 23 anos, se envolveu em uma discussão, agrediu várias pessoas e arrancou o dedo de uma mulher com uma mordida.

 

Reinaldo foi preso. Com a mordida, parte do dedo indicador esquerdo da mulher foi arrancada. Ela foi socorrida por vizinhos e levada para a Unidade de Pronto Atendimento da cidade (Upa). Segundo a administração da Upa, a mulher foi atendida e liberada, mas terá que retornar para uma cirurgia, com a finalidade de evitar que a vítima perca o restante do dedo.

 

“Ele, após discutir com o pessoal lá, começou a querer entrar nas casas com uma motocicleta. Essa senhora repreendeu, ele jogou a motocicleta em cima dela, e aí começou. Uma moça que era conhecida dele veio para ajudar, e aí começou a apanhar também. Ele bateu em várias pessoas. E aí, com muito custo, depois dele morder o dedo da senhora e mutilar, ele foi imobilizado por populares”, contou o delegado Joaquim Rodrigues.

Brasil

11 de Dez // Foto: Reprodução | Brasil

A Ancine (Agência Nacional do Cinema) autorizou na última quarta-feira (5), a captação de R$ 4.000.000 para a produção da cinebiografia do médium João Teixeira de Faria, o João de Deus. A autorização foi publicada 2 dias antes de o programa “Conversa com Bial”, da TV Globo, mostrar 10 mulheres acusando o líder religioso de abusos sexuais, que teriam sido cometidos quando elas procuravam cura espiritual.

 

Outros casos também foram revelados pelo jornal O Globo. A autorização da Agência Nacional do Cinema foi publicada no Diário Oficial da União (íntegra). Com isso, a empresa Lynxfilm Produções Audiovisuais, autora do pedido, precisa encontrar patrocinadores que queriam contribuir com a realização do filme do médium em troca de incentivos fiscais.

 

O texto foi aprovado por meio da Lei do Audiovisual. Até o momento a obra não captou qualquer valor por meio da lei, mas pode fazê-lo até 31 de dezembro do ano de 2019. Segundo a sinopse publicada no site da (Agência do Cinema, o filme pretende “narrar a trajetória de João desde sua infância e as primeiras manifestações mediúnicas. Recria também muitos episódios de sua vida, peregrinação até se instalar na pequena cidade de Abadiânia”.

Bahia

11 de Dez // Foto: Reprodução / Verdinho Itabuna | Bahia

Cerca de 20 cidades baianas que sofrem com as chuvas podem ter os decretos de emergência reconhecidos pelo Estado. Em Nova Canaã, no Médio Sudoeste, cidade que postula o decreto, uma ponte cedeu nesta terça-feira (11). Neste período de chuvas que ocorrem no estado, o caso mais grave ocorreu em Coaraci, no sul baiano, onde três pessoas morreram após o carro onde estavam cair em um barranco.

 

Um homem também veio a óbito em Macarani, após ser sugado por um bueiro. Segundo o coordenador da Defesa Civil estadual, Paulo Sérgio Luz, o estado deve prestar apoio para ajudar desabrigados e na reconstrução de acessos a comunidades isoladas. “A gente está avaliando todos os municípios porque a chuva atingiu todo o estado”, disse ao Bahia Notícias.

 

“Aqueles municípios mais afetados que tiveram acessos comprometidos que impedem passagem de ambulância e transporte escolar, por exemplo, nós vamos priorizar”, pontuou o coordenador. Além de Coaraci, Macarani eNova Canaã, estão em vias de ter o decreto de emergência reconhecido pelo estado os municípios de Camacã [vendaval e muitas casas destelhadas]; Dário Meira [rio Gongogi transbordou e pessoas ficaram desalojadas].

Política

11 de Dez // Foto: Divulgação / PSDB | Política

Alvos de uma operação da Polícia Federal na manhã desta terça-feira (11), o deputado federal Benito Gama (PTB), que não conseguiu se reeleger, e o senador Aécio Neves (PSDB), que foi eleito para a Câmara dos Deputados, fizeram uma aliança no ano de 2014 após uma briga do baiano com as bancadas de partido. Na época, Benito era presidente nacional do PTB e decidiu apoiar Aécio na corrida presidencial.

 

À época, o então vice-líder do PTB na Câmara dos Deputados, Josué Bengtson (PA), criticou duramente a posição de Benito Gama de apoiar o tucano para presidência da República. “Ele caiu de paraquedas na presidência do partido e agora toma uma decisão dessas sem nos consultar? É hora de dialogar”, afirmou o deputado ao jornal Estado de São Paulo.

 

Também líder do PTB na Câmara no período, Jovair Arantes, condenou a atitude de Benito Gama. “Na política, o que vale é a palavra e havíamos falado em apoio a Dilma em almoço da Executiva. Não fomos consultados para mudar a posição e decidimos não ir à convenção nacional para não chancelar uma decisão que já havia sido tomada sem nos ouvirem”, declarou. Aécio Neves comemorou o apoio que recebeu segundo o Bahia Notícias.

Justiça

11 de Dez // Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil | Justiça

O corregedor do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), ministro Humberto Martins, arquivou nesta última segunda-feira (10), o processo que apurava o impasse judicial sobre um pedido de liberdade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Para o ministro Humberto Martins, não há indícios de que tenha havido desvio de conduta por parte dos magistrados investigados no caso. Lula está preso desde abril deste ano.

 

Ele foi condenado em segunda instância em um processo relacionado à Operação Lava Jato. Em julho, o desembargador Rogério Favreto, do TRF-4, mandou soltar Lula. Plantonista, Favreto concedeu o habeas corpus por entender que havia um fato novo no caso, o que o autorizava a conceder liberdade a Lula: a candidatura do petista à Presidência pelo PT.

 

De férias, o então juiz federal Sérgio Moro, responsável pela condenação do ex-presidente Lula em primeira instância e futuro ministro da Justiça do governo Jair Bolsonaro, proibiu a Polícia Federal de soltar o ex-presidente. Rogério Favreto, então, mandou novamente soltar Lula. Diante disso, o relator da Lava Jato no Tribunal Regional Federal, João Pedro Gebran Neto, determinou à Polícia Federal, assim como Moro, que não soltasse Lula.

Justiça

11 de Dez // G1 | Justiça

O ministro Luiz Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), afirmou nesta última segunda-feira (10), ao GloboNews que, sem as delações premiadas, os resultados da operação seriam "bem menores" do que os já vistos. De acordo com o relator da Lava Jato, a partir dos acordos de delação foi possível instaurar mais de 500 procedimentos de natureza investigativa pelo Brasil inteiro.

 

Fachin concedeu entrevista exclusiva ao Jornal das Dez. "[Sem as delações] seguramente os resultados seriam bem menores, quer do ponto de vista quantitativo, quer também do ponto de vista qualitativo. Esses procedimentos permitiram coletar informações, verificar os termos fáticos das colaborações, fazer essas investigações", declarou o ministro.

 

Por meio do acordo de colaboração premiada, o criminoso indica à Justiça e ao Ministério Público quem mais participou do crime, a hierarquia da organização criminosa e como encontrar eventuais vítimas, por exemplo. Em troca, o delator pode ter a pena reduzida e obter ainda a progressão de regime. Pela Lei 12.850, o delator só deve obter benefícios se os depoimentos forem eficazes para a investigação dos fatos segundo informações do G1.

Polícia

11 de Dez // Foto: Alex Ferreira / Câmara | Polícia

O presidente nacional do partido Solidariedade, Paulo Pereira da Silva, conhecido como Paulinho da Força, é alvo de uma operação da Polícia Federal que apura crimes de corrução cometidas pelo senador Aécio Neves na manhã desta terça-feira (11). Policiais cumprem mandado de busca e apreensão no apartamento de Paulinho da Força e no prédio da Força Sindical, na Liberdade, no Centro de São Paulo.

 

Ele foi intimado para prestar depoimento na PF, mas não havia sido localizado até por volta das 9h. Paulinho é um dos fundadores da Força Sindical. Segundo a PF, o senador Aécio Neves comprou apoio político do Solidariedade por R$ 15 milhões. O G1 entrou em contato com Paulinho da Força por telefone, mas ele desligou após a reportagem se identificar.

 

Essa não é a primeira vez que Paulinho da Força é investigado. Segundo a PF, em setembro deste ano, ele teria participado em suposto esquema de fraude em um processo de contribuições sindicais. A operação em São Paulo cumpre nove mandados de busca e apreensão contra empresários que emitiram notas fiscais frias para Aécio Neves entre 2014 e 2017. Os mandados são cumpridos na cidade de São Paulo e também interior do estado.

Política

11 de Dez // Foto: Reprodução | Política

Os maiores saques feitos em 2016 pelo PM Fabrício Queiroz, ex-assessor do senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL), foram precedidos, geralmente na véspera, de depósito de valores de mesmo patamar. De acordo com a Folha, essa movimentação é característica de uma conta de passagem, na qual o real destinatário do valor creditado não é o seu titular. O uso de dinheiro em espécie nas duas pontas da operação reforça esse indício.

 

Ainda segundo a publicação, Queiroz foi citado num relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras como tendo apresentado uma movimentação financeira atípica de R$ 1,2 milhão em 2016. O alerta se deve tanto ao volume como à forma com que as transações foram feitas. O documento, contudo, não é o suficiente para apontar algum ato ilegal.

 

O MP do Rio de Janeiro instaurou uma investigação criminal sigilosa com base no relatório, que cita membros do gabinete de 22 deputados estaduais --entre eles Flávio Bolsonaro. Do total movimentado, R$ 324,8 mil se referem a saques e R$ 216,5 mil a depósitos em espécie --os demais valores são transferências identificadas, entre outras operações. Dos 176 saques realizados pelo policial militar naquele ano, 50 foram de valores acima de R$ 2.000.

Emprego

11 de Dez // Foto: Agência Brasil | Emprego

Delatores da Lava Jato que tiveram acordos homologados pelo Supremo Tribunal Federal atrasaram o pagamento de um terço do valor das multas. De R$ 1,3 bilhão de multas previstas nos acordos, R$ 422,9 milhões já venceram e não foram pagas. Há ainda R$ 277,6 milhões a serem quitados, mas que estão dentro do prazo de vencimento. O valor dessa multa é calculado com base nos crimes assumidos pelos delatores.

 

De acordo com a publicação do Estadão Conteúdo, quem fecha um acordo de delação tem o compromisso de relatar o que conhece de esquemas criminosos, bem como apresentar provas ou indicar outros testemunhos que possam corroborar suas afirmações. Isso não o livra de punição, que pode ser prisão ou pagamento de multa – ou os dois juntos. 

 

No total, a Procuradoria Geral da República fechou acordo com 170 delatores no âmbito da Operação Lava Jato, mas a instituição não informou até a conclusão desta edição o total de inadimplentes, nem quais providências estão em estudo para esses casos. Em tese, a PGR pode pedir bloqueio ou sequestro de bens, a regressão de regime e até mesmo cassar benefício dos delatores inadimplentes segundo informações Estadão Conteúdo.

Saúde

11 de Dez // Foto: Agência RBS | Saúde

Faltando quatro dias para o fim do prazo de apresentação, apenas 53% dos profissionais inscritos no Mais Médicos haviam comparecido aos postos de trabalho até esta segunda-feira (10). Dos 8.411 profissionais selecionados, 4.507 haviam se apresentado nas cidades escolhidas para atuar. O prazo final é na sexta (14). O início da data em que cada médico começará a trabalhar deve ser definido pelos gestores locais.

 

"No dia 17 de dezembro será feito um balanço das vagas disponíveis, o que soma as desistências e as aquelas que não tiveram procura. Então, os profissionais com registro no país (CRM) terão nova chance para se inscrever no programa e escolher os municípios do páis disponíveis nos próximos dias 18 e 19 de dezembro", diz o Ministério da Saúde em nota.

 

O levantamento ainda aponta que 106 vagas em 29 localidades ainda não foram preenchidas no programa. Por isso, as inscrições continuam abertas. A pasta afirma que "os participantes possuem autonomia em assumir ou não a vaga selecionada" e diz que vai continuar recrutando interessados até que todas as posições sejam preenchidas. Inicia-se amanhã a etapa de inscrição de profissionais brasileiros e estrangeiros formados no exterior.

Política

11 de Dez // Foto: Valter Campanato/ Agência Brasil | Política

A diplomação de Jair Bolsonaro como presidente da República ser justamente no Dia Internacional dos Direitos Humanos foi uma coincidência. Como ressaltou nas entrelinhas a presidente do TSE, ministra Rosa Weber, é uma data simbólica para que um novo presidente seja devidamente reconhecido como eleito. Nesse ponto, o próximo governo precisa refletir sobre o papel enquanto garantidor desses direitos.

 

Jair Bolsonaro tem um histórico de discursos que atacam minorias. Durante o processo eleitoral deste ano, o então candidato do PSL até minimizou ligeiramente o tom, mas ainda assim reforçou preconceitos e levantou dúvidas quanto ao próprio posicionamento enquanto presidente “para todos os brasileiros”, não apenas para aqueles que votaram nele.

 

Desde o segundo turno, manteve a posição e adotou uma postura mais estadista e menos panfletária. Ainda assim, não há garantias reais de que respeitará grupos considerados à margem de direitos sociais e humanos. A próxima Esplanada dos Ministérios mostra que a diversidade não será necessariamente uma preocupação do governo que se inicia em 1º de janeiro. Este texto integra o comentário desta terça-feira (11), para a RBN Digital.

Bahia

11 de Dez // Foto: Lucas Arraz / Bahia Notícias | Bahia

Mesmo com a reivindicação e ameaças de paralização de associações ligadas ao efetivo da Polícia Militar, a Alba dará continuidade, nesta terça-feira (11), a votação do pacote de medidas econômicas enviado pelo governador Rui Costa (PT). Na quinta (6), representantes da PM se reuniram com o deputado Zé Neto (PT), contra a votação do projeto que reajusta a alíquota da previdência estadual de 12% para 14%.

 

Os policiais cobravam do governo uma resposta até segunda (10), e não descartaram uma nova greve caso não fossem atendidos. Diante do cenário, Zé Neto mantém conversa com o secretário de Segurança Pública, Maurício Barbosa, sobre o assunto. O governo deve esperar a aprovação das medidas na Casa Legislativa para negociar compensações com os PMs.

 

“Conversarei com eles [policiais militares] pela manhã, mas essas serão reivindicações que serão discutidas depois que acalmar a poeira”, falou o líder do governo. “Vamos conversar, mas não nesse ambiente, depois da reforma”, completou. O pacote econômico de Rui, considerado “amargo” pela base aliada, tem como objetivo combater o rombo previdenciário estadual previsto para chegar aos R$ 4,08 bilhões de reais até o fim do ano.

Bahia

11 de Dez // Foto: Reprodução / TV Bahia | Bahia

Monitores de ressocialização, que atuam em presídios concessionados na Bahia, podem entrar em greve na próxima semana. O não pagamento de uma convenção salarial assinada em agosto deste ano pela Socializa, empresa que administra presídios no estado, deve ser a força motriz do movimento grevista. Caso o indicativo seja aprovado em assembleia, a categoria ainda terá que aguardar 72 horas para declarar greve.

 

De acordo com o diretor financeiro do Sindicato de Ressocialização Prisional e Socioeducador da Bahia (Sindap-BA), Antônio Reis, os monitores tiveram no estado cortes de até R$ 600 reais no salário de R$ 1480 de dezembro. O valor chegou a esse patamar só convenção assinada com a categoria segundo informações do Bahia Notícias.

 

“Os trabalhadores foram pegos de surpresa com o desconto. A gente passou três anos sem reajuste até garantir esse realinhamento”, comentou o diretor. Segundo Reis, a Socializa culpa a falta de repasses do governo do estado pela falta de condições de realizar o pagamento completo de dezembro. “A empresa alega falta de caixa, diz que está com dificuldades financeiras e que teve pedido de reequilíbrio de contrato negado pelo estado”, falou.

Justiça

11 de Dez // Foto: Marcello Casal Jr. / Agência Brasil | Justiça

Uma decisão liminar do Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região suspendeu os efeitos do leilão da Amazonas Energia, que acaba de ser vendida ao consórcio Oliveira/Atem, na segunda-feira (10). O BNDES diz que ainda não foi notificado. "O leilão foi realizado com a grata vitória do proponente. Está realizado o processo", afirmou Rodolfo Torres, superintendente da área de desestatização do banco de fomento.

 

Ricardo Brandão, consultor jurídico da Eletrobras, também diz que a estatal não foi notificada da liminar. Ele afirma que a empresa já foi alvo de outras 50 ações contra a venda das distribuidoras e que sempre foram enfrentadas "com muita tranquilidade". "Outras decisões [da Justiça do Trabalho] foram sempre suspensas", segundo informações do Folhapress.

 

Segundo ele, a ação não se aplicaria apenas à venda da distribuidora amazonense, mas de todas as demais distribuidoras colocadas à venda pela estatal. O desembargador do Trabalho responsável pela liminar atendeu um pedido de sindicatos de funcionários da Eletrobras, que pediam estudos do impacto trabalhista na venda das empresas. A decisão foi publicada minutos após os vencedores baterem o martelo de venda da empresa.

Economia

11 de Dez // G1 | Economia

A Receita Federal abriu ontem (10) as consultas ao sétimo e último lote do Imposto de Renda de Pessoas Físicas de 2018. Este lote também inclui restituições residuais de 2008 a 2017. As consultas podem ser feitas pelo site da Receita Federal. Também é possível fazer a consulta por meio do aplicativo para tablets e smartphones. Quem não aparecer em um dos sete lotes regulares do IR está automaticamente na malha fina do Leão.

 

Ao todo, serão pagos mais de R$ 319 milhões de reais a 151.248 contribuintes no próximo dia 17 de dezembro. Desse total, R$ 193 milhões referem-se ao sétimo lote do IR de 2018, que contemplará 100.690 contribuintes. Do valor total de restituições, a Receita Federal informou que R$ 127 milhões referem-se aos contribuintes idosos, com mais de 60 anos.

 

Ou também com alguma deficiência física, mental ou moléstia grave, além daqueles cuja maior de renda seja o magistério. Depois dos idosos, contribuintes com deficiência física, mental, moléstia grave ou cuja principal fonte de renda seja o magistério, que têm prioridade no recebimento das restituições, recebem os contribuintes que enviaram a declaração no início do prazo, sem erros, omissões ou inconsistências, se tiverem direito a ela.

Salvador

11 de Dez // Foto: Alan Oliveira/ G1 | Salvador

Servidores e pacientes de uma Unidade Básica de Saúde localizado em Santa Cruz, que fica no complexo de bairros do Nordeste de Amaralina, em Salvador, foram feitos reféns na tarde desta última segunda-feira (10). Dezesseis pessoas ficaram em poder de quatro bandidos por mais de três horas. Os homens se renderam por volta das 19h20, após negociação com a polícia. Uma arma foi apreendida com eles.

 

Dezenas de moradores da região acompanharam toda a situação na rua em frente a Unidade de Saúde do bairro. Conforme a polícia, os suspeitos exigiram que familiares deles e a imprensa fossem para o local para acompanhar a negociação. Três deles estavam em uma sala com 15 reféns, sem armas, mas fingido estarem armados segundo informações do G1.

 

Um terceiro homem estava armado em outra área do posto de saúde, com mais uma refém. Após se entregarem, os suspeitos foram levados pela PM para a Central de Fralgantes da Polícia Civil. Segundo o coronel Humberto Sturaro, comandante da Unidade de Policiamento Especializado da PM, eles devem responder por cárcere privado, porte de arma e tráfico. Os reféns começaram a deixar a unidade de saúde por volta das 19h35.

Polícia

11 de Dez // Foto: divulgação | Polícia

A Polícia Federal e do Ministério Público Federal cumpriram, nesta terça (11), mandados de busca e apreensão em imóveis do senador Aécio Neves (PSDB) e da irmã dele, Andréa Neves, no Rio e em Minas.  Outros alvos desta operação são Paulo Pereira da Silva, Paulinho da Força, deputado federal e presidente nacional do partido Solidariedade, e empresários que, afirmam promotores, emitiram notas fiscais frias para Aécio.

 

No Rio, equipe também está em casa da deputada federal Cristiane Brasil (PTB). Agentes da Polícia Federal estão em prédio de luxo na Avenida Vieira Souto, em Ipanema, Zona Sul do Rio de Janeiro, onde o senador e deputado federal eleito tem residência. Equipe também está em um imóvel em Copacabana, também na Zona Sul carioca, de Andréa.

 

A procura de documentos faz parte de operação baseada em delações de Joesley Batista e Ricardo Saud. Os executivos do grupo J&F relataram repasse de propina de quase R$ 110 milhões ao senador Aécio Neves. A operação no Rioocorre simultaneamente em São Paulo (capital e interior, com nove mandados), Brasília, Bahia e Rio Grande do Norte. Decorre do inquérito 4519, que tem como relator, no STF, o ministro Marco Aurélio.

Política

11 de Dez // Foto: Valter Campanato/Agência Brasil | Política

O governador Rui Costa (PT) participa, junto com os governadores eleitos, de um encontro com o futuro ministro da Justiça, Sergio Moro. O evento, que acontece nesta quarta-feira (12), vai reunir também o presidente do Superior Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, o presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro João Otávio de Noronha, e o ministro extraordinário da Segurança Pública, Raul Jungmann.

 

O tema da reunião será Segurança. Os governadores eleitos estarão reunidos em Brasília pela segunda vez. O encontro ocorrerá na sede do Conselho Federal da OAB. Em novembro, o presidente eleito Jair Bolsonaro esteve presente, assim como o futuro ministro da Economia, Paulo Guedes. Dessa vez, Moro deverá ser a principal autoridade a participar dos debates.

 

Moro tem procurado dar como principal enfoque para sua gestão na área de segurança pública o combate ao crime. Ele escolheu já o seu principal assessor para a área. O general da reserva Guilherme Theófilo, que foi candidato derrotado ao governo do Ceará pelo PSDB, será o secretário nacional de segurança pública. Moro justificou a escolha por considerar positiva a esperança dos militares na intervenção na segurança pública do Rio.

Política

11 de Dez // Foto: Arquivo Pessoal | Política

Já dizia Machado de Assis que o acaso é um Deus e um diabo ao mesmo tempo. Nada se encaixa melhor para o dito do que a forma como o senador capixaba Magno Malta (PR) fecha 2018. Evangélico, ex-pastor, eleito deputado no ano de 1998, logo na eleição seguinte embarcou para Brasília como senador, reeleito no ano de 2010 bradando que ‘Lula foi o melhor governador que o o estado do Espírito Santo já teve’.

 

Em 2010 Lauriete Rodrigues, cantora gospel casada com um pastor se elegeu deputada. Ela se separou do marido e reapareceu de mãos dadas com Malta, com quem casou, motivo de muito ti-ti-ti entre evangélicos. Magno também levou para à CPI da Pedofilia o caso do cobrador Luiz Alves, acusado de ter abusado de uma filha de dois anos e a mãe de conivência.

 

O acusado foi preso por nove meses, torturado até quase ser morto. E a justiça o declarou inocente. Ou seja, Magno Malta montou uma fake, causou estragos principalmente nele próprio. Em meados deste ano foi convidado pelo deputaso federal Jair Bolsonaro, de quem tornou-se apoiador de primeira hora, a ser o vice-presidente. Declinou. Ou melhor, não acreditou (na vitória de Bolsonaro). Preferiu a reeleição para o Senado, se estrepou.

Política

11 de Dez // Foto: José Cruz / Agência Brasil | Política

A deputada federal eleita Joice Hasselmann (PSL) afirmou ontem (10), que a presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ministra Rosa Weber, fez um discurso “fora de tom e de propósito” em defesa dos direitos humanos durante a diplomação do presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), e do vice-presidente, Hamilton Mourão (PRTB). Nas redes sociais, Joice Hasselmann considerou o pronunciamento inadequado.

 

“Nosso presidente, agora diplomado, fez um discurso simples, de união e de agradecimentos. Já a ministra Rosa Weber nos submeteu a uma longa aula de direitos humanos fora de tom e de propósito. Desnecessário. Mas nada tirou o brilho do momento”, afirmou a deputa federal eleita de acordo com informações da reportagem publicada pela Agência Brasil.

 

Weber discursou após Bolsonaro e lembrou que são comemorados nesta segunda os 70 anos de aprovação da Declaração Universal dos Direitos Humanos pela ONU. Para a ministra, a declaração da ONU assegurou que todos devem ser tratados igualmente e que as minorias devem ser respeitadas. Weber encerrou seu discurso, considerado um recado para o presidente eleito, cumprimentando Bolsonaro e Mourão, eleito vice-presidente.

Acidente

10 de Dez // Foto: Ubiratan Passos/TV Bahia | Acidente

A segunda vítima do atropelamento ocorrido após a batida entre carro e ônibus no bairro do Campo Grande, em Salvador, foi enterrada nesta segunda-feira (10), no Cemitério Campo Santo, no bairro da Federação, também na capital baiana. Rita de Cássia Santana, de 56 anos, estava internada no Hospital Geral do Estado (HGE), desde o dia do acidente, na última terça-feira (4). Rita morreu na madrugada de domingo (9).

 

No mesmo acidente, a filha dela, Carla Beatriz Santana, de 37 anos, também foi atropelada e morreu no local. Ela foi sepultada na tarde de quinta-feira (6), no Cemitério do Campo Santo. O acidente ocorreu no ponto de ônibus em frente ao Teatro Castro Alves (TCA). Um carro invadiu o ponto e atingiu Rita de Cássia e a filha dela, Carla Beatriz.

 

De acordo com a versão do motorista do ônibus, Albertônio Souza Mota, o coletivo saiu da região do Canela, sentido Campo Grande, e a motorista do carro saiu do bairro do Garcia, no mesmo sentido. Conforme o condutor do coletivo, a motorista do carro invadiu a segunda pista em frente ao teatro, bateu no ônibus e, com o impacto da colisão, teve o carro lançado para a calçada, onde fica o ponto de ônibus segundo informações do G1.

Política

10 de Dez // Foto: Nelson Almeida/ AFP Photo | Política

A presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, afirmou nesta segunda (10), em São Paulo que o partido "teme muito pela segurança" do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva sob o governo de Jair Bolsonaro (PSL) na Presidência, que terá o ex-juiz Sergio Moro no Ministério da Justiça segundo informações do Uol. A petista se referiu ao fato de Lula estar sob a custódia do Estado, na carceragem da Polícia Federal em Curitiba.

 

Ele cumpre, desde 7 de abril deste ano, condenação de 12 anos e um mês imposta no âmbito da operação Lava Jato no processo do tríplex do Guarujá (SP). “Tememos muito pela segurança do presidente Lula. Primeiro, pelas declarações do presidente eleito, dizendo que Lula tem que apodrecer na cadeia, ou que os petistas têm que ser exterminados”.

 

A afirmação é da senadora, referindo-se a declarações de Bolsonaro durante a companha presidencial contra Fernando Haddad (PT). “Ele [Bolsonaro] vai ser presidente, portanto, o responsável pelo sistema carcerário nacional. Com essa posição, o que nós podemos esperar?”, indagou a petista. Sobre a preocupação com o ex-presidente Lula em relação a Sérgio Moro, a quem chamou de “algoz de Lula”, Gleisi Hoffmann acrescentou.

Política

10 de Dez // Foto: Reprodução | Política

O futuro ministro da Justiça, Sérgio Moro, defendeu nesta segunda-feira (10), que sejam esclarecidos os fatos relacionados ao relatório do Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras) que aponta movimentação financeira atípica de um ex-assessor parlamentar do senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), filho do presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), segundo informações do Folhapress.

 

Questionado por repórteres sobre o tema, Moro afirmou que é inapropriado, em sua posição, fazer comentários sobre casos concretos. "Eu, na verdade, fui nomeado para ser ministro da Justiça. Não cabe a mim dar explicação sobre isso", disse. Na sexta-feira (7), o ex-magistrado se esquivou de comentar o assunto, ao fim de uma entrevista coletiva em Brasília.

 

Ao ser questionado, apenas acenou um adeus e continuou a andar para ir embora. O presidente eleito afirmou neste domingo (9), que Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro, deve explicações sobre as movimentações financeiras. O Coaf citou repasses entre Fabrício e outros assessores do senador eleito. Questionado se vê isso com naturalidade, Jair Bolsonaro então disse: "Ele tem que explicar, pode ser, pode não ser".

Bahia

10 de Dez // Foto: Reprodução/TV Bahia | Bahia

Os municípios de Santa Luzia, Arataca, Pau Brasil e Mascote, no sul da Bahia, completaram nesta segunda (10), três dias sem energia elétrica, por conta das chuvas que caem na região. Por causa das enxurradas, fios elétricos de diversas partes das cidades ficaram partidos. De acordo com a Coelba, a falta de energia é o resultado das fortes chuvas, associadas a ventos de maior intensidade e descargas atmosféricas.

 

Conforme a Coelba, outras cidades com registro de falta de energia foram Camacã, Ipiaú, Eunápolis, Ubaitaba, Jequié, Coaraci, Porto Seguro, Ilhéus, Itabuna, Barra da Estiva, Medeiros Neto, Ibicaraí e Ipirá. O serviços já foi restabelecido nessas cidades. Foram disponibilizadas 100 equipes para restabelecer o fornecimento nas cidades que ainda estão sem energia.

 

O gestor da Coelba, Paulo Roberto, informou que as equipes enfrentam dificuldades para trabalhar, porque as chuvas continuam e, além disso, porque muitas das regiões são de mata fechada. "Esses municípios do sul do estado têm como característica a mata fechada. É uma região de mata e por isso as equipes estão com dificuldades para concretizar o trabalho. Por enquanto, eles continuarão a trabalhar mesmo com a chuva", disse.

Salvador

10 de Dez // Foto: Reprodução/TV Bahia | Salvador

"A dor que está aqui é dura demais. Eu não desejo nem para o pior inimigo”, disse Maria das Graças, avó da adolescente Darilane Lívia de Almeida Cunha, de 13 anos, morta na noite de sábado (8), em Salvador, após ser atingida por tiro acidental disparado pela filha de um policial militar segundo informou o G1. A tia da menina, Cristiane Teles, descreveu a sobrinha como uma garota bem criada e aplicada nos estudos.

 

"Minha sobrinha só tinha 13 anos, era uma menina bem criada. A menina estava estudando, já estava passada de ano, gente. De repente acontece uma fatalidade dessa. Pelo amor de Deus", lamentou a tia. Segundo a família de Darilane Lívia, as meninas eram amigas, e a filha do Policial Militar estaria brincando com a arma, quando ela disparou e acertou Darilane.

 

Ainda de acordo com parentes da adolescente de 13 anos, o caso ocorreu na casa da outra menina. No enterro da menina, na tarde de domingo (9), Cristiane Teles fez um apelo para que as pessoas guardem armas em lugares seguros. "A família está sofrendo demais, gente. Por favor, quem tem suas armas, que guarde. Como é que pode deixar uma arma para uma criança ficar brincando com arma junto com a outra?", questionou Cristiane Teles.

Tempo

10 de Dez // Foto: Wagnéia Silva / G1 | Tempo

As chuvas que vêm caindo desde o fim de semana em Nova Viçosa, no extremo sul da Bahia, causou diversos problemas na cidade. De acordo com informações da prefeitura, diversas ruas ficaram alagadas e, além disso, as chuvas chegaram a derrubar uma árvore na cidade. Não houve registros de feridos.  A previsão é que o tempo chuvoso permaneça nesta segunda-feira (10), com temperatura variando entre 18ºC e 28ºC.

 

Nesta próxima terça-feira (11), a previsão continua a mesma, com temperaturas entre 28ºC e 29ºC segundo informou o G1. Segundo o meterologista Heráclio Alves, as chuvas que caem no extremo sul são típicas dessa época do ano, por conta de uma grande umidade que é lançada pelo oceano, ocasionando tempo coberto e carregado com muitas chuvas.

 

Em função disso, o meteorologista destaca que as chances dechuva para os próximos três dias chegam a 90%. Ainda segundo Heráclio, na quarta-feira (12) a mínima fica em 19ºC e a máxima varia entre 28ºC e 29ºC. Outras cidades também ficaram alagadas. A chuva que caiu em Jacobina, deixou casas e ruas alagadas. Segundo a Polícia Militar, uma casa desabou parcialmente, mas a família, que estava dentro do imóvel, foi resgatada.





Classificados


Enquete



Mais Lidas