Notícias

Polícia

Polícia

18 de Fev // Gildásio Cavalcante | Polícia

SÃO PAULO — Estados vizinhos ao Rio não escondem preocupação com a intervenção federal. Embora considerem necessária a medida, São Paulo, Minas Gerais e Espírito Santo já se articulam para estabelecer uma estratégia que tente evitar uma possível migração de criminosos do Rio para esses estados. Uma reunião deve acontecer na próxima semana com dirigentes da área de segurança pública. A ideia é traçar um plano estratégico para que o tráfico não ganhe ainda mais espaço em áreas já sob a ocupação do crime organizado nessas regiões.

 

O secretário de Segurança Pública do Espírito Santo, André Garcia, disse que pretende mobilizar forças policiais para a divisa.

— Precisamos nos precaver contra a migração de criminosos, antecipar qualquer cenário para não sermos surpreendidos e garantir a segurança dos capixabas — disse ele, em entrevista coletiva.

Se necessário, diz o secretário, um plano de contingência será estabelecido, com o reforço de tropas efetivas da Polícia Militar, inclusive com reações pontuais e reforço do patrulhamento aéreo.O governo de Minas Gerais divulgou nota ontem informando que já existe um planejamento de ações das forças de segurança para fazer um trabalho de inteligência em conjunto com outros estados.

 

“O governo do estado está atento e já em planejamento de ações para evitar qualquer resquício negativo oriundo da situação da segurança pública do estado vizinho do Rio de Janeiro”, informa o governo, lembrando que a Secretaria de Segurança Pública, as polícias Militar e Civil, o Corpo de Bombeiros e o sistema prisional já vêm realizando um trabalho com outros estados. O plano estratégico a ser adotado não foi divulgado por questões de segurança.

Polícia

18 de Fev // Gildásio Cavalcante | Polícia

Os quatro envolvidos no sequestro do ex-prefeito da cidade Valença foram transferidos para Salvador na tarde deste sábado (17). Uma aeronave do Grupamento Aéreo (Graer) da Polícia Militar foi utilizada para fazer o transporte de São Paulo até a capital baiana.

 

Márcio Reis dos Santos, conhecido como 'Bradock', Geraldo Alves de Carvalho Neto, Carlos Eduardo Rabello e André Luís Maciel Santos foram capturados pelo Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco) da Polícia Civil durante a última quarta-feira (14) na cidade paulista de Caçapava. "Eles prestarão novamente depoimentos e em seguidas serão encaminhados para o sistema prisional", relatou o delegado do Draco, Cleandro Pimenta.

Polícia

16 de Fev // | Polícia

O presidente da Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal, Edvandir Paiva, afirmou que há uma crise de desconfiança dentro da Polícia Federal e que isso não se resolve apenas com palavras. A afirmação ao se refere à reunião ocorrida na quarta entre o diretor da PF Fernando Segovia e representantes dos delegados, entre eles Paiva.

 

Segovia disse estar arrependido sobre sua fala a respeito do inquérito dos Portos e prometeu que não há nem nunca haverá interferência sobre o trabalho de delegados da corporação. O diretor da PF também afirmou que irá evitar conceder novas entrevistas e abordar temas relacionados a investigações em andamento.

 

A fala de Segovia foi interpretada como uma mea-culpa, mas ainda não serviu para acabar com a crise iniciada com a entrevista divulgada na última sexta-feira, 9. Em entrevista à agência Reuters, Segovia afirmou que provas contra o presidente Michel Temer na investigação sobre o decreto dos Portos são frágeis e indicou que o inquérito deveria ser arquivado. Para Paiva, o estrago pelas afirmação já foi feito segundo informações do Estadão.

Polícia

15 de Fev // | Polícia

Uma quantia de 451 mil dólares [R$ 1,452 milhão segundo cotação do dólar desta quinta-feira (15)], foi apreendida com o grupo que manteve o ex-prefeito de Valença, Baixo Sul baiano, Ramiro Campêlo, refém. Segundo a Secretaria da Segurança Pública (SSP-BA), o valor foi extorquido de parentes quando Campêlo estava sequestrado.

 

Na ação, feita em uma churrascaria na rodovia Presidente Dutra, no estado de São Paulo, os policiais prenderam quatro acusados pelo crime: os baianos Márcio Reis dos Santos, conhecido como Bradock, e Geraldo Alves de Carvalho Neto, além de o pernambucano Carlos Eduardo Rabello e o mineiro André Luís Maciel Santos.

 

Eles já estão presos na Delegacia Antissequestro da Polícia Civil de São Paulo. A operação também contou com informações da Superintendência de Inteligência da Secretaria da Segurança Pública. " Foi um trabalho conjunto que graças aos esforços de todos os setores chegamos aos autores do crime", reconheceu o delegado, que permanece em São Paulo dando seguimento às buscas por mais integrantes da quadrilha.

Polícia

15 de Fev // | Polícia

O presidente Michel Temer discutiu em reunião nesta quarta-feira (14) no Palácio da Alvorada a criação do Ministério de Segurança Pública, que entre outras tarefas, seria responsável pela Polícia Federal. Segundo informações do Blog da Andréia Sadi, do portal G1, o encontro teve a participação dos ministros e de comandantes das três Forças Armadas.

 

Atualmente, a PF é atribuição do Ministério da Justiça, que pelo projeto pensado pelo governo, será esvaziado. Outras polícias, como a Rodoviária Federal, também serão abrigados no novo ministério. Dos órgãos importantes, o MJ ficará com o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) e a Fundação Nacional do Índio (Funai).

 

O presidente Michel Temer quer assinar ainda nesta semana a medida provisória que criará a nova pasta ainda nesta semana. Posteriomente, outro decreto fará a separação das atribuições. Atualmente, o atual ministro da Justiça já foi excluído das discussões principais envolvendo o ministério, como a escolha do diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segóvia empossado em novembro de 2017 segundo informações do Blog.

Polícia

15 de Fev // Redação | Polícia

Quatro criminosos suspeitos de participar do sequestro do ex-prefeito de Valença e empresário Ramiro José Campêlo de Queiroz, ocorrido no mês de janeiro foram presos nesta quarta-feira (14), em uma churrascaria no KM 19 da Rodovia Presidente Dutra, em Caçapava, interior de São Paulo. De acordo com a Polícia Civil, durante abordagem a Márcio Reis dos Santos, conhecido como Bradock, e Geraldo Alves de Carvalho Neto, o pernambucano Carlos Eduardo Rabello e o mineiro André Luis Maciel Santos foram encontradas quantias provenientes do pagamento realizado pela família para a libertação da vítima.

O valor será divulgado em breve, após conferido. De acordo com o delegado do Draco responsável pelas investigações, Cleandro Pimenta, embora a família não tenha aceitado a participação da polícia na negociação com a quadrilha, a Polícia Civil seguiu com as demais providências de polícia judiciária, chegando à identificação e prisão do grupo. Diligências continuam sendo realizadas em outros municípios paulistas com o objetivo de capturar o restante da quadrilha que participou do crime.

Polícia

14 de Fev // | Polícia

O secretário da SSP-BA, Maurício Barbosa, saiu em defesa da PM ao comentar as críticas aos excessos que teriam sido cometidos pela corporação durante o Carnaval. Segundo ele, as pessoas precisam, primeiro, respeitar as polícias que atuam no estado, mas a atuação das forças de segurança é proporcional à agressão e ao crime cometido.

 

Isso, no entanto, não quer dizer que excessos não serão investigados. "O que a gente não apóia é desacato à polícia, desrespeito, falta de reconhecimento que o artista tem para com a Polícia Militar e Civil. Não vamos deixar cenas como vimos de carnavais anteriores, de arrastão, de violência. Não vimos nesse Carnaval", bradou Barbosa.

 

O titular comemora o desempenho da pasta no período de folia. "Nesse ano, o índice de velocidade da polícia no atendimento foi extremamente reduzido, queremos reduzir ainda mais. Somos muito perfeccionistas com tudo isso. A questão da tecnologia também, que é dividor de águas... Nos últimos carnavais foram 240 câmeras. Já testamos com bastante eficácia câmeras portáteis nas fardas; fizemos prisões e apreensões de drones", contou.

Polícia

12 de Fev // | Polícia

Em três dias, durante o Carnaval, o Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco) já conduziu 800 pessoas para as unidades instaladas no circuito Dodô (Barra-Ondina) e Osmar (Campo Grande). Segundo a Polícia Civil, na noite de sexta (10) foram 300 pessoas, que consumiam ou portavam drogas na folia momesca. Elas assinaram um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) e foram liberadas. As pessoas são identificadas por equipes infiltradas, que percorrem os circuitos todos os dias em camarotes, blocos e pipoca.

Durante a ação, já foram apreendidas maconha, cocaína, crack e ecstasy. Duas pessoas já foram presas pelos investigadores, uma delas com mandado de prisão, por porte ilegal de arma, e outra foi flagrada com 14 porções de cocaína. Trânsito:  Até a noite de sábado de Carnaval, o Departamento Estadual de Trânsito da Bahia (Detran-BA) apreendeu 53 veículos e 43 carteiras de habilitação, num universo de 173 autuações. Dos 458 condutores que fizeram o teste do bafômetro, cinco estavam embriagados e 37 se recusaram a soprar o aparelho. No total, foram 1.481 abordagens em blitzes da Lei Seca, com o apoio da Polícia Militar.

Polícia

09 de Fev // | Polícia

O irmão do ex-ministro José Dirceu, Luiz Eduardo de Oliveira e Silva, foi preso na manhã desta sexta-feira (9), em Ribeirão Preto, após condenação na Lava Jato. A pena inicial, proferida em maio de 2016, estabelecia oito anos e nove meses de prisão inicialmente em regime fechado, mas a pena foi aumentada para 10 anos, seis meses e 23 dias.

 

A pena foi do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, em setembro do ano passado. A defesa do preso pedirá que a Justiça não transfira o cliente para Curitiba. Após cumprimento do mandado, por volta de 6h, Luiz Eduardo foi levado para o Instituto Médico Legal para ser submetido a exame de corpo de delito.

 

Em seguida, ele será transferido para o Centro de Detenção Provisória de Ribeirão. Luiz Eduardo foi preso pela primeira vez em agosto de 2015, na 17ª fase da Lava Jato, batizada de Pixuleco, que mirava um esquema de fraude, corrupção e lavagem de dinheiro na Petrobras. Provas indicam que o irmão de Dirceu atuava como auxiliar do ex-ministro na operacionalização do recebimento de propinas segundo informações do G1.

Polícia

07 de Fev // | Polícia

A Polícia Federal não conseguiu acessar dados do celular iPhone 7, da Apple, apreendido na casa do deputado federal Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA) no ano passado. A informação consta de um relatório que está em um inquérito no STF para apurar a participação dele e do irmão, o ex-ministro Geddel Vieira, na ocultação e lavagem dos R$ 51 milhões.

 

De acordo com o parecer do perito Fábio Caús Sícoli, do Instituto Nacional de Criminalística da PF, o aparelho estava bloqueado com um código que não foi quebrado. "Após exame do material, verificou-se que o aparelho estava bloqueado com código alfanumérico de usuário e que a versão do seu sistema operacional era a iOS 10.2.1".

 

O parecer ainda acrescenta: "As ferramentas forenses atualmente disponíveis neste Instituto somente desbloqueiam dispositivos com a versão 7 do iOS, o que impossibilita, à época dos exames, o acesso ao conteúdo do aparelho sem que haja o fornecimento deste código de usuário". O perito sugeriu, então, que o celular seja enviado para um laboratório no exterior. No entanto, o delegado que conduz as investigações, não fez o pedido para a remessa.

Polícia

06 de Fev // | Polícia

A Polícia Federal realizou na manhã desta terça-feira (6) uma nova operação contra uma seita religiosa investigada desde 2011. A organização conhecida como "Comunidade Evangélica Jesus, a verdade que marca" é suspeita de manter fiéis em situação análoga à escravidão em propriedades rurais e empresas.

 

O caso acontece em Minas Gerais e Bahia, onde se apoderar de todos os bens das vítimas. Pelo menos 13 pessoas foram presas, sendo oito apenas no Sul de Minas. Nove pessoas ainda estão foragidas, entre elas "Pastor Cícero", considerado o líder do grupo. Ele já havia sido preso em 2015. Dezessete estabelecimentos foram pré-interditados.

 

A Operação "Canaã – A Colheita Final" acontece com apoio do Ministério do Trabalho e também cumpre 42 mandados de busca e apreensão. Entre os alvos da operação estão investigados em pelo menos quatro cidades do Sul de Minas – Poços de Caldas, Pouso Alegre, Minduri e São Vicente de Minas. Em Poços de Caldas, o restaurante "Poços Grill" foi interditado pela Polícia Federal durante a manhã segundo informações do G1.

Polícia

06 de Fev // | Polícia

A Polícia Federal encontrou ligações telefônicas entre Michel Temer (MDB) e o coronel aposentado da PM João Batista Lima Filho – amigo de décadas e ex-assessor do emedebista. As chamadas são citadas em relatório da Operação Patmos sobre o celular do coronel. As informações foram publicadas pelo Blog do Fausto Macedo.

 

Segundo o documento, Temer e Lima tiveram 12 conversas telefônicas entre abril de 2016 e maio de 2017. A operação foi deflagrada com base na delação da JBS, que atingiu em cheio Temer. Em consequência desta delação, ele foi denunciado por corrupção passiva, organização criminosa e obstrução judicial.

 

Mas o Congresso não autorizou o STF a investigá-lo. Em uma das trocas de mensagens, de abril de 2017, ele diz: "Recebeu pouco. Nas minhas contas deveria ter recebido 120 mil. Estão 'garfando' o coitado". Ainda no âmbito da 'Patmos', investigadores encontraram no aparelho contatos do empresário Joesley Batista, do ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Moreira Franco, e de Jose Yunes, advogado e também amigo de Michel Temer.

Polícia

05 de Fev // | Polícia

Pai e filha mortos a tiros dentro de casa no distrito de Pindorama, em Porto Seguro, sul da bahia, na manhã do último sábado (3), são parentes de um dos suspeitos de envolvimento da morte do sargento da Polícia Militar Françual Manoel Santos, de 48 anos. A Polícia Civil ainda investiga a autoria e motivação do crime.

 

As vítimas, Gilberto Costa Pinto, de 49 anos, e Mariana Moreira Costa, de 21 anos, eram pai e irmã de Pedro Vinícius dos Santos, 22, de apelido "Bochecha", que é procurado pela morte do policial. Segundo informações preliminares da PM, homens encapuzados invadiram a casa de Gilberto e Mariana procurando por um parente das vítimas que seriam de uma facção rival.

 

Como não acharam o prante de Gilberto e Mariana, os homens encapuzados se vingaram dos dois. Além de Pedro Vinícius dos Santos, Bruno Conceição da Souza, 20 anos, conhecido como "Sherek", também é procurado pela morte do sargento. Outros dois suspeitos de matar o PM foram mortos em confrontos com a polícia. O suspeito Carlos Andrade de Jesus Chagas morreu no primeiro confronto com a polícia, que também resultou na morte do sargento.

Polícia

05 de Fev // | Polícia

A Polícia Federal intimou o presidente da Caixa Econômica Federal, Gilberto Occhi, a prestar declarações nesta segunda-feira (5) no inquérito sobre suposto favorecimento de empresas do setor de portos com um decreto assinado pelo presidente Michel Temer. O depoimento de Occhi foi marcado para 11h desta segunda-feira.

 

Mas, ao Blog da Andréia Sadi, o presidente da Caixa Econômica afirma que terá de remarcar o horário pois estará fora de Brasília na parte da manhã. Ele disse não saber o motivo do depoimento. Além de Temer, são alvos do inquérito a empresa Rodrimar, que atua no setor portuário, e o ex-deputado e ex-assessor de Temer Rodrigo Rocha Loures.

 

O ex-assessor do presidente Michel Temer ficou conhecido como homem da mala da JBS, indústria do ramo do alimentos. Uma investigação interna da Caixa Econômica afirma que Occhi teria sido procurado por Rocha Loures para atender a uma demanda da Rodrimar. A declaração foi dada por Antonio Carlos Ferreira, que deixou a vice-presidência da Caixa há duas semanas por recomendação do Banco Central e do Ministério Público.

Polícia

05 de Fev // | Polícia

Uma viatura da Polícia Militar invadiu um posto de combustíveis no bairro da Boca do Rio, em Salvador, durante perserguição policial na noite de domingo (4). Os PMs acabaram batendo na bomba de abastecimento, que pegou fogo. As chamas se alastraram pela viatura, que ficou parcialmente destruída segundo informações do G1.

 

Quatro PMs que estavam no veículo foram socorridos por policiais da 39ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM/Boca do Rio) para o Hospital da Bahia. Eles foram atendidos e passam bem. A viatura envolvida no acidente é do Pelotão de Emprego Tático Operacional (Peto) da 50ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM/Sete de Abril).

 

As chamas provocadas pela batida foram debeladas pelo Corpo de Bombeiros. De acordo com a Polícia Militar, tudo começou quando os policiais tentaram abordar um veículo na Avenida São Rafael, mas os suspeitos fugiram quando perceberam a aproximação da Polícia Militar. A polícia detalha que os ocupantes do carro fizeram disparos contra a guarnição. Os suspeitos seguiram pela Avenida Paralela em direção à orla e os policiais permaneceram em perseguição.

Polícia

03 de Fev // | Polícia

Um sargento da Polícia Militar e um suspeito morreram na madrugada deste sábado (03), após uma troca de tiros, durante uma operação policial, em um trecho da BR-101, na cidade de Eunápolis, no extremo sul da Bahia. Conforme a Polícia Militar, esta é primeira morte de um policial militar no estado neste ano.

 

Segundo a Polícia Civil, o sargento Françual Manoel Santos, de 48 anos, realizava rondas na região com outros PMs, quando se aproximaram de um carro onde estavam quatro suspeitos. Os homens atiraram contra os policiais, que revidaram. Na troca de tiros, o sargento e um dos suspeitos, que ainda não foi identificado, foram atingidos.

 

Os outros três criminosos fugiram. A polícia faz rondas à procura deles. Conforme a polícia, após a situação, o sargento chegou a ser socorrido e foi levado para o Hospital Regional de Eunápolis, mas não resistiu aos ferimentos e acabou falecendo. O suspeito baleado morreu no local do confronto. Os corpos dos dois foram levados para o Instituto Médico Legal (IML) de Eunápolis, onde foram periciados e liberados segundo informações do G1.

Polícia

02 de Fev // | Polícia

Este ano a Polícia Militar da Bahia vai contar com uma ajuda especial durante o carnaval de Salvador. O comandante geral da PM da Bahia, coronel Anselmo Brandão, afirmou ao site Bocão News em entrevista que cães farejadores serão utilizados em alguns locais como portais e estações de metrô.

 

"Em alguns momentos nós vamos até colocar o canil, cães farejadores nos portais, nas estações de metrô, em locais que não tenha muita aglomeração para que o cão se estresse pouco, para dar mais prevenção para os cidadãos", contou o comandante geral da PM da Bahia nesta última quinta-feira (01).

 

O comandante geral explicou que essa é uma experiência nova e que a corporação não vai divulgar os locais específicos e horários "para não dar a dica para o bandido". "São cães muito experientes, observando mochilas. Às vezes os policiais pegam as mochilas, mas não percebe o produto e, que está em uma dobra da mochila, de uma camisa, de uma calça. São cães dóceis, não são de ataques, são cães de faro”, pontuou o coronel.

Polícia

01 de Fev // | Polícia

Um relatório preliminar da Polícia Federal anexado ao inquérito que investiga o presidente Michel Temer e outros membros do governo por supostas irregularidades na edição de um decreto para o setor de portos reproduz uma tabela datada de 1998 que sugere pagamentos de empresas do Porto de Santos (SP) ao presidente e aliados.

 

A tabela é conhecida das autoridades desde os anos 90, quando foi apresentada pela ex-mulher de um ex-presidente da Codesp, órgão que administra o porto. Ela é parte de outro inquérito, que tramitou no STF (Supremo Tribunal Federal), mas foi arquivado em 2011, na parte relativa ao presidente, por decisão do ministro Marco Aurélio Mello.

 

O arquivamento ocorreu depois que o presidente Michel Temer (MDB-SP) se tornou vice-presidente de Dilma Rousseff (PT-RS) e o conteúdo da tabela foi divulgado pela Folha. A novidade é que a PF agora considera a tabela um elemento relevante para as investigações porque nela há possíveis referências a "quase todos os atores" da investigação aberta no ano passado em decorrência da delação da JBS segundo o Folha de S.Paulo.

Polícia

31 de Jan // | Polícia

A Polícia Civil informou nesta quarta (31) que não foi comunicada pelo Sindicato dos Policiais Civis do Estado da Bahia de uma possível greve da categoria. Na terça, a entidade enviou um comunicado à imprensa, no qual afirmou que a próxima assembleia da categoria, marcada para esta quinta (1º), poderia deflagrar o movimento paredista.

 

Os policiais podem cruzar os braços em reação a uma portaria baixada pelo delegado-geral da Polícia Civill, que, segundo o sindicato, obriga os agentes a aderirem, de forma compulsória, às diárias e escalas de plantões durante a realização do Carnaval. O vice-presidente da entidade, Eustácio Lopes, classificou a medida como “autoritária” e “desrespeitosa”.

 

Ele ainda disse que a portaria tenta impor à categoria uma condição de trabalho “análoga à escravidão” e prometeu entrar com medidas judiciais contra a determinação. “A diária no valor R$ 149 é incompatível com as despesas de alimentação, hospedagem e transporte. Os policiais saem do interior para vir trabalhar na capital e esses valores são totalmente aviltantes. Os servidores acabam dormindo em viaturas e colégios”.

Polícia

31 de Jan // | Polícia

O ministro da Defesa, Raul Jungmann, disse que o sistema de segurança no Brasil está "falido". Nesta quarta (31), o ministro explicou que isso ocorre por causa da nacionalização e transnacionalização do crime no país. Exemplo é o caso de Nem, um dos protagonistas dos confrontos que aconteceram pelo controle da Rocinha.

 

"Nem está a 5 mil quilômetros do Rio de Janeiro, mesmo assim declara uma guerrra na Rocinha, o que leva as Forças Armadas a serem convocadas. O sistema também faliu porque o governo federal não tem mandato sobre a situação dos estados, apenas em situações extraordinárias, que não deveriam acontecer", explicou.

 

Segundo Jungmann, há 18 meses no cargo, ele decretou 11 vezes a Garantia da Lei da Ordem, que promove intervenção federal militar para auxílio às forças de segurança estaduais. Em Natal (RN), foram três pedidos em um ano. Para Jungmann, o problema da segurança não se resolverá na Defesa. "Não. Está havendo uma banalização disso", acrescentou. O ministro pediu um minuto de silêncio pelos policiais mortos no Rio.

Polícia

31 de Jan // | Polícia

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, enviará representação à Polícia Federal (PF) para que ela investigue quem o xingou em um voo no sábado (27), de acordo com a colunista Mônica Bergamo, do jornal Folha de São Paulo. O ministro foi chamado, entre outras coisas, de "cagão" e "bosta".

 

Ainda de acordo com a publicação, Gilmar pediu abertura de inquérito também para que a PF investigue um homem que lidera o grupo Tomataço e que ofereceu R$ 300 para quem acertasse um tomate no magistrado. As críticas ao ministro foram registradas em vídeos compartilhados em redes sociais.

 

“Vai soltar o Lula também depois? E o Aécio?”, questionaram passageiros. “O STF não presta para nada. Tem que fechar aquilo lá”, continuaram, referindo-se ao ministro como “vergonha para o país”, “vergonha para a família brasileira" e utilizando termos mais chulos como "cagão”. O ministro não reagiu às manifestações. Em outro vídeo, é possível ver que ele ficou mexendo no celular enquanto era hostilizado dentro do avião.

Polícia

30 de Jan // | Polícia

o governador Rui Costa (PT) anunciou que mais da metade do investimento do governo estadual no Carnaval de Salvador e do interior será em segurança. Serão ao todo 25 mil policiais e bombeiros militares atuando nos dias de festa. Entre as novidades, está a utilização de Body Worn, espécie de câmera acoplada à farda dos policiais.

 

"Com certeza esse ano teremos um carnaval em paz, como tivemos no ano passado, e ano apois ano vamos aprimorando a segurança, dessa vez, implantando mais tecnologia, inclusive com drones, entre outros equipamentos", disse o governador Rui Costa durante entrevista coletiva de apresentação do Carnaval na tarde desta terça-feira (30).

 

Na capital baiana, as equipes das polícias Civil, Militar, Técnica e Corpo de Bombeiros serão distribuídas nos circuitos Dodô, Osmar e Batatinha, além dos carnavais de bairro. Para ajudar no trabalho da polícia, 42 portais de abordagem serão instalados nos acessos aos circuitos, equipados com detectores de metais. Dos R$ 70 milhões, cerca de R$ 44 milhões serão investidos em pessoal, tecnologia e equipamentos voltados para segurança.

Polícia

30 de Jan // | Polícia

O presidente Temer disse na segunda (29) que o governo estuda a criação de uma Força Nacional que esteja à disposição dos Estados para contenção de crises na segurança, como a que atingiu o Ceará neste fim de semana. Apesar disso, o presidente procurou rechaçar a responsabilidade da União pela segurança pública nos Estados.

 

"Voltamos nossos olhos à segurança pública, mas sem invadir a competência dos Estados", disse. A afirmação de Temer faz referência à chacina que matou 14 pessoas em Fortaleza, no Ceará, no Sábado (27). Por causa do episódio, o governador do Estado, Camilo Santana (PT), disse que o Ceará não fabrica armas pesadas e drogas.

 

O governador do Ceará ainda disse que cobrará ações do presidente Michel Temer para conter a onda de violência local. As acusações do governador petista irritaram bastante o Palácio do Planalto e o Ministério da Justiça. Em nota, o ministro da Justiça, Torquato Jardim, ofereceu apoio do governo federal, mas devolveu a responsabilidade na questão de segurança pública para o Estado seundo informações do Estadão Conteúdo.

Polícia

29 de Jan // | Polícia

Um investigador da Polícia Civil foi morto a tiros na tarde deste último domingo (28), na Rua Apolinário Santana, Engenho Velho da Federação, em Salvador. Segundo informações da Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA), Luis Claudio Batista Lopes foi surpreendido por um grupo de homens quando saía de casa.

 

Ainda não há informações sobre a motivação do crime. De acordo com o coordenador da força tarefa que investiga o caso, o delegado Odair Carneiro, a esposa do investigador estava com ele no momento do crime e poderá prestar mais informações sobre os autores do atentado segundo informações do G1.

 

"Hoje mesmo iniciamos a ouvida de testemunhas, para dar a maior celeridade não só a investigação, mas uma resposta de toda a polícia a este ato covarde contra o colega", afirmou. "Uma pessoa muito querida pelos colegas e um profissional exemplar. Estamos todos mobilizados na buscas pelos criminosos envolvidos e, sem dúvidas, a resposta será dada", afirmou o delegado-geral da Polícia Civil, Bernardino Brito que pediu prioridade nas investigações.

Polícia

27 de Jan // Gildásio Cavalcante | Polícia

Dois homens foram presos após serem flagrados no bairro da Palestina, em Salvador, a bordo de um veículo Volkswagen/Gol com restrição de roubo. O flagrante ocorreu durante rondas realizadas por policiais militares da Operação Gêmeos, na noite de sexta-feira (26). 

 

Os suspeitos foram identificados como Alexandre Cosso Meza e Michel Pereira dos Santos - ambos de Cuiabá (MT). 

 

Segundo a polícia, um terceiro suspeito tomou conhecimento que os colegas estavam sendo revistados e se deslocou ao apartamento de Michel. Após violar a porta da residência, o homem, não identificado, retirou do local maçarico, cilindro de oxigênio, pé de cabra e uma lixadeira. De acordo com a PM, o material era utilizado para a prática de arrombamentos em estabelecimentos comerciais.

Polícia

27 de Jan // Gildásio Cavalcante | Polícia

Seis pessoas acusadas de fazerem parte de uma quadrilha de tráfico de drogas foram presas em Itaparica na tarde desta quinta-feira (25). De acordo com a Polícia Civil, Deivid José Ferrreira, Igor Oliveira Carvalho, Geovane Nonato da Silva, Alex Sandro Sales dos Santos, Alexadro Nascimento Santos e David Conceição Souza foram encontrados em um imóvel que estava sendo utilizado como ponto para tráfico de drogas.

 

Com eles, a Polícia apreendeu uma pistola calibre 380, 146 munições calibre ponto 40, 9mm,12 e 380, uma porção de maconha e outra de cocaína. A operação que culminou no cumprimento dos mandados de prisão dos seis indivíduos antecede uma festa de rua que ocorre na mesma localidade onde eles foram presos.

Polícia

26 de Jan // | Polícia

Grávida, uma adolescente de 16 anos foi assassinada a tiros na madrugada desta última terça-feira (23), em Santa Cruz Cabrália. O feto, cujo tempo de gestação não foi divulgado, também morreu. Segundo informações do G1, a Polícia Civil divulgou na quinta-feira (25) que o crime foi decorrente de uma dívida de drogas.

 

Imagens registradas por uma câmera de segurança apontam o momento em que duas pessoas caminham na rua, uma delas a vítima identificada como Dhessica Whinhy Batista Almeida. Uma motocicleta para ao lado dos passantes, aparentemente o piloto chama a adolescente e começa a atirar.

 

De acordo com a publicação, o delegado titular da cidade, Bruno Barreto, afirmou que Dhesssica era usuária de drogas e tinha envolvimento com o tráfico na região. Até o momento, a polícia segue a suspeita de que um traficante teria ordenado a morte dela. "Parece que ela estava em débito. Ela já tinha apanhado como alerta, só que depois dessa agressão, parece que ela não conseguiu efetuar o pagamento e foi assassinada", relatou o delegado.

Polícia

25 de Jan // | Polícia

Uma das lideranças do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) na Bahia, Marcio Oliveira Matos, 33, foi assassinado a tiros na frente do filho de 6 anos, em Iramaia. Segundo o MST, o crime ocorreu no início da noite, quando dois homens chegaram na porta da casa do líder dos sem terra em uma moto e o chamaram, já recebendo-o com tiros.

 

O crime aconteceu na noite desta última quarta-feira (24). Os criminosos não foram identificados. A cena, de acordo com o coordenador estadual do MST na Bahia, Evanildo Costa, foi presenciada pelo filho de 6 anos, única pessoa em companhia de Márcio na casa no momento do crime – o sem terra estava separado há quase um ano.

 

Márcio, que ocupava o cargo de secretário de Administração da Prefeitura de Itaetê, cidade da Chapada governada pelo petista Valdes Brito, morava no Projeto Assentamento Boa Sorte, que existe há mais de dez anos na zona rural de Iramaia. “Não temos suspeitas sobre a motivação do crime. Pelo que sabemos, ele não vinha recebendo ameaças de ninguém e nem tinha participado de ocupações recentes do MST”, declarou Evanildo Costa.

Polícia

23 de Jan // | Polícia

Na véspera do julgamento do recurso do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), em Porto Alegre no Rio Grande do Sul, atos são realizados na área central da cidade. Os manifestantes se reúnem desde a manhã desta terça-feira (23). A Brigada Militar não divulgou números.

 

Em frente à Assembleia Legislativa, na Praça da Matriz, a organização do ato em apoio a Lula diz que participam mais de 5 mil pessoas. Políticos estão presentes, como a presidente do PT, senadora Gleisi Hoffmann e a pré-candidata à Presidência da República pelo PC do B, Manuela d'Ávila.

 

Também está presente a ex-presidente Dilma Rousseff, entre outros. Um evento estava programado para ser realizado na Assembleia Legislativa, mas teve de ser transferido para a rua por falta de luz. De acordo com a Companhia Estadual de Energia Elétrica, por volta das 9h30 ocorreu um desarme em um alimentador subterrâneo, que é uma rede de média tensão que abastece a região do Centro, onde fica o prédio público.

Polícia

23 de Jan // | Polícia

Após o juiz federal Sérgio Moro intimar a Polícia Federal (PF) a esclarecer os motivos pelos quais o ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral foi levado algemado e acorrentado ao Instituto Médico-Legal de Curitiba no Paraná, a Polícia Federal declarou que a ação foi necessária para garantir a segurança da operação.

 

“Não é excesso salientar que este núcleo de operações não procura humilhar qualquer preso ou agir de forma abusiva. Pautamos nossa atuação em dados técnicos visando sempre à segurança do preso, da equipe e de terceiros", informou a Polícia Federal segundo informações da Agência Brasil.

 

Sérgio Moro havia acatado na última semana um pedido do Ministério Público Federal de transferência de Cabral para o Complexo Médico-Penal de Pinhais por conta de uma possível existência de regalias ao ex-governador em um presídio no Rio de Janeiro. A Polícia Federal afirmou que o procedimento já ocorreu em casos similares. "Não fazendo distinção entre custodiados tendo em vista seu poder econômico ou status social”.

Polícia

23 de Jan // | Polícia

O juiz federal Sérgio Moro intimou na segunda-feira (22) a Polícia Federal a "esclarecer o ocorrido e os motivos da utilização das algemas nas mãos e pés" do ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral (MDB). Na sexta-feira (19), ele foi levado algemado e acorrentado ao Instituto Médico-Legal de Curitiba.

 

"Intime-se a autoridade policial para, em contato com a escolta, esclarecer o ocorrido e os motivos da utilização das algemas nas mãos e pés do condenado em questão naquele episódio", afirmou Moro. Cabral foi transferido da cadeia de Benfica, no Rio, onde estava preso, para o Complexo Médico-Penal de Pinhais, por ordem judicial.

 

O Ministério Público fluminense descobriu luxos e regalias do ex-governador na prisão. Sérgio Moro anotou que "cabe à escolta policial avaliar os riscos e decidir sobre os melhores procedimentos de segurança para a condução de presos". "Não raramente rege a decisão o princípio da precaução, com o que, compreensivelmente, prefere-se exagerar nas cautelas do que incorrer em riscos desnecessários", registrou o magistrado segundo o Estadão.

Polícia

22 de Jan // Gildásio Cavalcante | Polícia

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva confirmou que vai vir para Porto Alegre, nesta terça-feira, para participar de atos políticos. Segundo informou a Frente Brasil Popular, o petista irá participar de atividades programadas no Forúm Social Mundial, na Assembleia Legislativa. No final da tarde, Lula vai compararecer na mobilização marcada na Esquina Democrática, no Centro de Porto Alegre, para as 18h, apontado como o ápice das manifestações a seu favor.

 

A vinda incluiu a negociação com os advogados, que, para evitar tumultos e desgastes, já haviam vetado a presença dele na quarta-feira, dia do julgamento no Tribunal Regional da 4ª Região (TRF4), caso a defesa não obtivesse sucesso no pedido de novo depoimento.

 

Para garantir a segurança do julgamento, um grande efetivo será mobilizado. O perímetro do tribunal começará a ser bloqueado a partir das 12h de terça e terá segurança aérea, terrestre e naval. O isolamento será realizado com gradil e também com parte do efetivo da Brigada Militar. O monitoramento será aéreo, terrestre e naval, conforme a Secretaria de Segurança Pública.


O julgamento

Polícia

21 de Jan // Gildásio Cavalcante | Polícia

O cantor Caetano Veloso, que teve seus equipamentos roubados na noite do domingo (14), quando passava pela região de Itacaré, no sul da Bahia, agradeceu o trabalho da polícia após parte do material ser recuperado na madrugada deste sábado (20), em Ibirapitanga, no sul baiano.

 

Na publicação, ele comenta sobre a falta de segurança no Brasil e agradece a polícia pelo trabalho.

 

"Primeiro, lamentamos muito o roubo dos equipamentos do nosso show. A questão da insegurança é nacional, afeta todo o Brasil e precisa ser resolvida por toda a sociedade. Não dá pra ficar de braços cruzados diante da entrada de armas pesadas pelas nossas fronteiras, armas que matam nossos jovens e nossos policiais", disse o artista.

 

"Eu estou feliz pelo desfecho da história e quero agradecer o empenho do governador baiano, que determinou a ação imediata das polícias Civil e Militar. Quero agradecer à Secretaria de Segurança Pública, à Polícia Militar e à Polícia Civil, além da solidariedade que recebi na Bahia e no Brasil. É bom saber que encontrei todo esse apoio em minha terra natal", acrescentou Caetano, antes de listar os 19 equipamentos que seguem desaparecidos.

Polícia

21 de Jan // Gildásio Cavalcante | Polícia

O sequestro do empresário e ex-prefeito de Valença, Ramiro Campelo de Queiroz completou 48 horas nesta manhã, e até o momento a polícia não divulgou informações acerca do desaparecimento que está sendo considerado como sequestro. 

 

 Em um grupo de Whatsapp, a esposa de Ramiro, Sra. Solange Queiroz afirmou que a família ainda aguarda ‘um sinal’. “Quero deixar neste momento uma palavra de gratidão a vocês que se pronunciaram e ainda em alguns momentos estão a perguntar a respeito do acontecimento ocorrido na manhã do dia 18 /01 com o meu esposo Ramiro.

 

Estamos sim, sem notícias a espera de um sinal”, escreveu. Solange ainda solicitou orações em prol da volta de Ramiro. “Aqueles que estão juntos compartilhando esse momento conosco, com orações, continuem, porque a união faz a força que gera uma corrente de Luz e Energia positiva é isso que precisamos nesse exato momento. Está sendo muito difícil e angustiante para mim e meus filhos, mas creio no Deus que ama, que ampara e que não abandona os seus filhos.” 

Polícia

20 de Jan // Gildásio Cavalcante | Polícia

O resultado provisório dos classificados no concurso de soldados da Polícia Militar da Bahia (PM-BA)foi divulgado no Diário Oficial do Estado deste sábado (20). Ao todo, foram convocados aproximadamente de 2,5 mil candidatos.

 

A prova teórica foi aplicada em agosto de 2017. Os candidatos aprovados foram submetidos a um teste de aptidão física, avaliações médicas, odontológicas e psicológicas. Durante o certame, ainda foram realizadas uma investigação social dos candidatos, que entregaram a documentação exigida no edital. O cronograma das próximas etapas do concurso também foi divulgado no Diário deste sábado.

 

O resultado final deverá ser divulgado no dia 24 de março. A apresentação para matrícula está prevista para o dia 27 de março. Os futuros soldados irão estudar, durante nove meses de curso, no Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças, aprenderão disciplinas como Direitos Humanos, Abordagens, Tiro Policial, Policiamento Comunitário, Legislação, Policiamento de Trânsito, entre outras, além de passarem por estágio operacional antes de reforçarem o policiamento em todo o estado.

Polícia

20 de Jan // Gildásio Cavalcante | Polícia

Diversos equipamentos e instrumentos do cantor Caetano Veloso foram recuperados através de uma operação da Polícia Militar de Ubaitaba, realizada nesta sexta-feira (19), na região do Revés, na zona rural do município de Ibirapitanga, no sul da Bahia.

 

O material foi roubado no último dia 15, na BR 101, na altura do distrito de Itamarati.

 

Segundo a polícia, o roubo foi praticado por quatro homens, que levaram um veículo Gol, preto, placa LRN 3352, licença de Duque de Caxias, Rio de Janeiro, e também um reboque.

 

 De acordo com o site Ubatã Notícias, durante a operação para recuperar os equipamentos, a polícia foi recebida a tiros pelos bandidos, que conseguiram escapar por uma mata.

Polícia

19 de Jan // | Polícia

Juvenal Amaral Neto e Cristina Amaral, achados mortos e enterrados no quintal da própria casa, em Camaçari, "foram vítimas de uma barbárie". Foi assim que a delegada Maria Tereza Santos, titular da 4ª Delegacia de Homicídios, classificou o crime na manhã desta sexta (19), ao informar que o inquérito sobre o caso foi concluído e remetido à Justiça.

 

Dois adultos foram presos e três adolescentes, de 13, 14 e 16 anos, apreendidos suspeitos do duplo homicídio após denúncia anônima. Os adultos foram identificados como Daniel Neves Santos Filho, de 29 anos, e Carlos Alberto Neres Júnior. Na cadeia, os presos foram obrigados a fazer sexo entre si por outros colegas de cela.

 

A polícia apura o vídeo gravado dentro da delegacia. Para a delegada, as provas presentes no inquérito levatam a hipótese de que, além de diversos outros crimes, o casal pode ter sido vítima de canibalismo. "Tudo leva a crer que os acusados praticaram canibalismo. As vísceras e partes de órgãos não foram encontradas. Não há indícios de onde estejam. Eles chegaram a separar os tecidos moles dos ossos das vítimas" segundo informações do G1.

Polícia

19 de Jan // | Polícia

Um rapaz de 27 anos, suspeito de plagiar a sinopse de um livro na redação do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) 2017, confessou à Polícia Federal, em depoimento, que copiou na própria prova um texto que achou na internet através do celular. O nome do rapaz não foi divulgado segundo informações do G1.

 

A Polícia Federal que, após anunciar o cumprimento de buscas e apreensão na casa do suspeito, realizou uma coletiva de imprensa para dar mais detalhes do caso. Na casa do suspeito, localizada no bairro Macaúbas, na capital baiana, além do celular, a polícia encontrou o rascunho da prova de redação, onde também constava o trecho do livro.

 

A polícia detalhou que ele trabalha como vendedor e já é estudante de Engenharia Civil de uma faculdade particular de Salvador. De acordo com a Polícia, o rapaz disse, em depoimento, que agiu sozinho e que conseguiu burlar a entrada dele na sala de prova com o celular escondido na cintura. O suspeito fez as provas no Pavilhão VI da Universidade Federal da Bahia (UFBA), localizado no bairro da Federação, em Salvador.

Polícia

19 de Jan // | Polícia

O diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segóvia, declarou que o encontro fora da agenda oficial com o presidente Michel Temer foi um "pequeno erro" do seu pessoal. Em entrevista à jornalista Miriam Leitão, ele explicou que o convite havia sido feito antecipadamente e que na reunião foram discutidas melhoras no trabalho da PF.

 

Fernando Segóvia se encontrou com o presidente Michel Temer na última segunda-feira (15), na semana em que o presidente deveria responder a 50 perguntas feitas pela Polícia Federal como parte do inquérito no qual ele é investigado. As respostas foram enviadas nesta última quinta-feira (18) segundo o Globo News.

 

"Na realidade, houve até um pequeno erro do meu pessoal da agenda, que está corrigindo esse erro. Foi um convite que eu já tinha trabalhado com o próprio ministro da Justiça (Torquato Jardim) de um projeto de segurança onde ele havia pedido um auxílio nosso para que a gente construísse uma solução para melhorar o trabalho da PF", afirmou. Segundo Segóvia, ele recebeu uma ligação de Torquato Jardim às 7h30 para encontrar Temer às 9h. 

Polícia

18 de Jan // | Polícia

O presidente Michel Temer encaminhou nesta quinta-feira (18) ao Supremo Tribunal Federal as respostas ao questionário da Polícia Federal (PF) referentes ao inquérito que apura se o peemedebista recebeu propina para a edição de um decreto que beneficiou empresas do setor portuário, a Rodrimar, que foi citada pela J&F em delação.

 

Entre os tópicos perguntados pela PF estão indagações sobre a arrecadação de recursos para suas campanhas entre 2002 e 2014 e a coordenação financeira, incluindo se Temer recebeu doações de empresas do setor portuário – a esse tema, a resposta se resumiu a informar que os dados constavam na prestação de contas feitas à Justiça Eleitoral.

 

A defesa afirma, no entanto, que Temer nunca recebeu doações de empresas do grupo Rodrimar ou de seus sócios em campanhas. O presidente negou conhecer Ricardo Mesquita, executivo da Rodrimar, mas disse ter tido contato com o presidente do grupo, Antônio Celso Grecco. “Estive com ele, rapidamente, em duas ou três oportunidades, sendo que jamais tratei de concessões para o setor portuário”, afirmou Temer.





Classificados


Enquete



Mais Lidas