Notícias

Educação

Educação

28 de Mai // | Educação

Começam nesta segunda (29) as inscrições para a segunda edição do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). As inscrições vão até a próxima quarta (1°), e as vagas estão disponíveis para consulta na página do Sisu. Ao todo serão ofertadas 51.913 vagas em 1.462 cursos de 63 instituições de ensino, entre universidades federais e estaduais, institutos federais e instituições estaduais.

 

Segundo o MEC, os candidatos podem escolher até dois cursos por ordem de preferência. Até o final do período de inscrição, o estudante poderá alterar a opção de curso. Ele também deve definir se deseja concorrer a vagas de ampla concorrência ou pelo sistema de cotas destinadas a estudantes de escolas públicas ou a vagas destinadas às demais políticas afirmativas das instituições.

 

Conforme a Agência Brasil, uma vez por dia o MEC divulga a nota de corte de cada curso de acordo com as inscrições feitas até aquele o momento e a classificação parcial do candidato na opção de curso escolhida. Ainda segundo o MEC, o número de vagas reduziu em relação ao ano passado, quando, no segundo semestre, foram ofertadas 56.422 vagas em 65 instituições públicas de ensino superior.

Educação

25 de Mai // | Educação
Os candidatos do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2017 que tiveram o pedido de isenção da taxa de inscrição negado terão 30 dias para comprovar que foram prejudicados e que se encaixam nas categorias com o benefício. O Inep comunicou, nesta quinta-feira (25), que essas pessoas devem encaminhar os comprovantes de situação socioeconômica e de escolaridade para análise até o dia 25 de junho.
 
Perguntas e respostas: Quem deve enviar os documentos ao Inep? Aqueles candidatos que, no ato da inscrição, tentaram pedir a isenção da taxa de R$ 82 e tiveram a solicitação negada pelo sistema, apesar de terem direito a ela. Por que o Inep abriu esta possibilidade de envio de documentos? O Inep afirma que recebeu queixas de pessoas que se encaixariam nas categorias com direito à isenção da taxa, mas que tiveram de gerar o boleto de pagamento mesmo assim.
 
Afinal, quem tem direito à isenção? São três categorias: Estudantes matriculados na rede pública de ensino e que atualmente estão cursando o terceiro ano do ensino médio; Pessoas de famílias com renda per capita de até um e meio salário-mínimo, e que tenham cursado o ensino médio em escola da rede pública ou como bolsista integral em escola da rede privada; Pessoas inscritas no CadÚnico, beneficiadas por programas sociais como o Bolsa Família, em famílias com renda per capita de até 1,5 salário mínimo ou com renda familiar mensal de até 3 salários-mínimos.

Educação

24 de Mai // | Educação
Participantes do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) têm até hoje (24) para pagar a taxa do exame e, assim, confirmar a inscrição. O pagamento pode ser feito em qualquer agência bancária, casa lotérica ou agência dos Correios. Os candidatos devem estar atentos aos horários estabelecidos pelas instituições onde realizarão o pagamento. O valor da taxa de inscrição é de R$ 82.
 
Devem pagar a taxa aqueles que não se enquadraram nos critérios de isenção e, na hora da inscrição, tiveram um Guia de Recolhimento da União gerado. O Inep alerta que não confirmará inscrições cujo pagamento tenha sido efetuado por meio de GRU gerada fora do Sistema de Inscrição, assim como não aceitará inscrições em valores diferentes de R$ 82.
 
As instituições bancárias pedem um prazo de até três dias úteis para confirmação das inscrições. O Inep recomenda que todos os inscritos confirmem a situação de suas inscrições na Página do Participante. Dúvidas podem ser solucionadas pelo telefone 0800 616161 ou pelas Redes Sociais do Inep. As provas serão aplicadas em dois domingos consecutivos, nos dias 5 e 12 de novembro.

Educação

23 de Mai // | Educação
Participantes do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) têm até amanhã (24) para pagar a taxa do exame e, assim, confirmar a inscrição. O pagamento pode ser feito em qualquer agência bancária, casa lotérica ou agência dos Correios. Os candidatos devem estar atentos aos horários estabelecidos pelas instituições onde realizarão o pagamento. O valor da taxa de inscrição é de R$ 82.
 
Devem pagar a taxa aqueles que não se enquadraram nos critérios de isenção e, na hora da inscrição, tiveram um Guia de Recolhimento da União (GRU) gerado. O Inep alerta que não confirmará inscrições cujo pagamento tenha sido efetuado por meio de GRU gerada fora do Sistema de Inscrição, assim como não aceitará inscrições em valores diferentes de R$ 82.
 
As instituições bancárias pedem um prazo de até três dias úteis para confirmação das inscrições. O Inep recomenda que todos os inscritos confirmem a situação de suas inscrições na Página do Participante. Dúvidas podem ser solucionadas pelo telefone 0800 616161 ou pelas Redes Sociais do Inep.

Educação

22 de Mai // | Educação
O prazo para os candidatos inscritos na edição 2017 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) pagarem a taxa de inscrição termina na próxima quarta-feira (24), dentro do horário bancário. Todos os candidatos que não têm direito à isenção devem realizar o pagamento para garantir sua participação nas provas que, neste ano, acontecem nos dias 5 e 12 de novembro, dois domingos consecutivos.
 
O Enem 2017 teve pelo menos 6,5 milhões de inscrições. O último balanço divulgado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) indicava que, às 15h de sexta-feira (19), o sistema registrou 6.535.884 inscritos. O ritmo de inscritos no último dia aumentou: só nas últimas sete horas (entre as 8h e as 15h), mais de 510 mil pessoas fizeram seu cadastro no site.
 
A média neste período é de 1.224 novos inscritos por minuto. O prazo acabou às 23h59 de sexta. A expectativa do Inep era de que cerca de 7 milhões de inscrições. De acordo com a assessoria de imprensa do Inep, o balanço final de participantes do Enem só será divulgado na próxima semana. No ano passado, foram 9,2 milhões de inscritos - ou seja, até o momento, foram realizados o equivalente a 65% dos cadastros de 2016.

Educação

19 de Mai // | Educação
Seis escolas municipais de Itabuna, no sul da Bahia, serão fechadas até o final deste mês, segundo informações da Secretaria de Educação do Município. A decisão ocorreu após a pasta verificar os problemas de infraestrutura nas unidades de ensino. Os alunos serão transferidos para outros colégios.
 
Na escola comunitária do Bairro Santa Inês, que possui 82 alunos, as salas são separadas por divisórias de madeira, não tem pátio para recreações dos alunos e as salas de aulas são muito apertadas. “Na hora que tem que descansar temos que ficar na sala de aula”, diz a estudante Damilly Santos sobre a falta de um pátio para poder brincar com os colegas.
 
As escolas que serão fechadas funcionam por meio de convênios em locais alugados, mas que não têm condições adequadas. Com isso, o Conselho Municipal de Educação recomendou o fechamento desses locais ou melhorias nas estruturas físicas dessas unidades. Por meio de nota, a Secretaria de Educação informou que os alunos matriculados na Escola Municipal Califórnia e Escola Comunitária Santa Inês foram transferidos para escolas próximas às residências onde moram.

Educação

19 de Mai // | Educação
Hoje é o último dia de inscrição no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). As inscrições poderão ser feitas até as 23h59, no horário de Brasília, no site do Enem. Aqueles que já fizeram a inscrição têm até o fim do prazo para fazer alguma alteração no cadastro, como por exemplo, a cidade em que desejam fazer as provas.
 
Até a noite de anteontem, segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pelo Enem, 4,8 milhões de pessoas tinham concluído a inscrição no exame. As provas serão aplicadas em dois domingos consecutivos, nos dias 5 e 12 de novembro. Para concluir a inscrição, o candidato deve pagar a taxa de R$ 82.
 
O prazo para pagamento vai até o dia 24 deste mês. Pelas regras do edital, estão isentos da taxa os estudantes de escolas públicas que concluirão o ensino médio este ano, os participantes de baixa renda que integram o Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico) e os que se enquadram na Lei 12.799/2013 que, entre outros critérios, isenta de pagamento aqueles com renda igual ou inferior a um salário mínimo e meio, ou seja, R$ 1.405,50.

Educação

17 de Mai // | Educação
O ministro da Educação, Mendonça Filho, afirmou nesta quarta-feira (17), em audiência na Câmara dos Deputados, que o novo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) deve ser anunciado pelo governo nas próximas semanas. Ele adiantou que o programa de financiamento se tornará mais “sustentável” e “ampliará o atendimento aos mais pobres”.
 
O prazo anterior para a divulgação das medidas era fim de março. Neste primeiro semestre de 2017, o Ministério da Educação (MEC) ofereceu 150 mil vagas do Fies, com um novo valor máximo de mensalidades a serem financiadas: R$ 5 mil, que representam uma redução de 34,7% em relação ao teto anterior, de R$ 7 mil.
 
Esse foi o primeiro passo na reestruturação do programa, segundo o que o ministro afirmou em fevereiro. O Fies oferece contratos de financiamento de cursos de graduação em universidades e faculdades particulares. Os candidatos são selecionados com base em suas notas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e e em seus perfis socioeconômicos. Atualmente, o Fies financia cerca de 1,5 milhão de estudantes no Brasil, com cerca de 49,8% de inadimplência.

Educação

16 de Mai // | Educação
Até as 15h desta segunda-feira (15), mais de 3 milhões de pessoas já haviam se inscrito para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2017. De acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), foram contabilizadas 3.532.992 inscrições. Os candidatos podem acessar o sistema até sexta-feira, dia 19 de maio, às 23h59.
 
A taxa subiu para R$ 82 e o boleto precisa ser pago até 24 de maio. As inscrições ocorrem somente no site www.enem.inep.gov.br/participante. No ano passado, foram 9,2 milhões de inscritos. Em 2015, o total foi de 8,4 milhões. Vale ressaltar que as inscrições só são consideradas confirmadas após o pagamento do boleto.
 
Quem é isento da taxa de inscrição: Em três casos, os candidatos poderão ter isenção na taxa, ou seja, não precisarão pagar para realizar as provas: alunos do terceiro ano do ensino médio em escola pública; candidatos inscritos no CadÚnico e candidatos de famílias de baixa renda. Datas das provas O Enem 2017 será realizado em dois domingos consecutivos: 5 e 12 de novembro.

Educação

12 de Mai // | Educação
Uma portaria do Ministério da Educação garante direito à amamentação nas escolas, universidades e outras instituições federais de ensino. Com o dispositivo legal, todas as mães lactantes têm o direito à amamentação assegurado em todas as instituições federais, independentemente da existência de locais, equipamentos ou instalações reservados exclusivamente para esse fim.
 
Segundo o MEC, a portaria foi assinada nesta quarta-feira, pelo ministro da Educação, Mendonça Filho, quatro dias antes do Dia das Mães, que será comemorado neste domingo (14). A portaria dá liberdade às mães para amamentarem onde quiserem. O uso de uma sala deve ser uma decisão dela, e não uma questão compulsória.
 
De acordo com o Ministério da Educação, a portaria atende a uma demanda antiga por parte de alunos, professores e outros profissionais de educação, incluindo escolas de ensino básico, universidades e autarquias federais vinculadas à pasta. Pela Constituição Federal de 1988 e pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), as mulheres com contrato de trabalho formal têm uma série de direitos e benefícios.

Educação

11 de Mai // | Educação
O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) bateu a marca dos 2 milhões de inscritos. Segundo o boletim de inscrições divulgados na manhã desta quinta (11) pelo Inep, o exame já conta com 2.193.707 inscritos. As inscrições podem ser feitas pela internet, no site do Enem, até as 23h59 (horário de Brasília) do dia 19 de maio.
 
A expectativa é que cerca de 7 milhões se inscrevam para as provas. As inscrições começaram na segunda-feira (8). As provas serão aplicadas em dois domingos consecutivos, nos dias 5 e 12 de novembro. Para concluir a inscrição, o candidato deve pagar a taxa do exame que, este ano, é R$ 82. O prazo para que isso seja feito vai até o dia 24 deste mês.
 
Pelas regras do edital, estão isentos da taxa os estudantes de escolas públicas que concluirão o ensino médio este ano, os participantes de baixa renda que integram o CadÚnico e os que se enquadram na Lei 12.799/2013 que, entre outros critérios, isenta de pagamento aqueles com renda igual ou inferior a um salário mínimo e meio, ou seja, R$ 1.405,50.

Educação

10 de Mai // | Educação
A edição de 2017 do Enem tem taxa mais cara que no ano passado: o preço para participar do exame será de R$ 82. Porém, em três casos, os candidatos poderão ter isenção na taxa, ou seja, não precisarão pagar para realizar as provas: alunos do terceiro ano do ensino médio em escola pública; candidatos inscritos no CadÚnico e candidatos de famílias de baixa renda.
 
Veja abaixo detalhes sobre os três critérios para conseguir a isenção na taxa. Concluintes do ensino médio: Estudantes matriculados na rede pública de ensino e que atualmente estão cursando o terceiro ano do ensino médio são isentos do pagamento de forma automática. Isso quer dizer que, durante o processo de inscrição, não será preciso gerar boletos ou comprovar nenhuma informação.
 
Família de baixa renda: A Lei 12.799/2013 permite que pessoas de famílias que tenham renda per capita de até um e meio salário-mínimo, e que tenham cursado o ensino médio em escola da rede pública ou como bolsista integral em escola da rede privada, recebam isenção no pagamento de taxas de vestibulares, concursos e processos seletivos. O edital do Enem prevê que, em casos como este, o estudante deverá, na hora de se inscrever, ter os documentos que comprovem a situação de carência socioeconômica. 

Educação

09 de Mai // | Educação

O sistema do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que foi aberto na segunda (08) para as inscrições da edição 2017, ganhou reforços de segurança para evitar furtos de senha. A partir deste ano, não será mais possível criar uma nova senha direto no próprio site, e o usuário receberá um alerta por e-mail quando sua senha for alterada.

 

O Inep já havia anunciado que mudaria o sistema em fevereiro. As medidas foram tomadas depois que uma brecha foi supostamente por internautas em um fórum anônimo, que disseminaram dicas para "furtar" a senha de candidatos do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) que se destacaram no Enem 2016.

 

Procurado pelo G1, o Inep afirmou que não vai divulgar detalhes sobre as alterações porque "o objetivo é evitar eventuais tentativas de burlar os procedimento de segurança que foram implementados" para a edição atual. "O Sistema de troca de senha do Enem passou por mudanças para a edição 2017. Mas, como o objetivo é evitar eventuais tentativas de burlar os procedimento de segurança que foram implementados, o Inep não divulgará detalhes.

Educação

08 de Mai // | Educação
O ministro da Educação, Mendonça Filho, estima que o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) deste ano terá 1 milhão de inscritos a menos do que a edição anterior. Segundo ele, isso deverá ocorrer principalmente porque a prova não servirá mais como meio para se obter uma certificação de conclusão do Ensino Médio.
 
Com isso, a expectativa do ministério, segundo Mendonça, é que 7 milhões de estudantes se inscrevam no exame para tentar ingressar em faculdades públicas ou particulares. — Estamos reforçando a DTI [Diretoria de Tecnologia da Informação] do Ministério da Educação, a área de informática, para que possa acolher o número enorme de inscrições previstas para o Enem 2017. Estamos calculando algo em torno de 7 milhões de inscritos.
 
As inscrições para o Enem foram abertas às 8h desta segunda-feira (8). Até as 11h, 29.783 pessoas tinham concluído suas inscrições no exame, de acordo com balanço do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira). O ministro defendeu o modelo que será adotado a partir deste ano, com a aplicação das provas em dois domingos seguidos. Nas edições anteriores, as provas eram feitas sábado e domingo de um mesmo fim de semana.

Educação

08 de Mai // | Educação
Começam nesta segunda-feira (8) as inscrições para o Enem de 2017. Os candidatos poderão acessar o sistema a partir das 10h. O prazo para se inscrever termina às 23h59 do dia 19 de maio, pelo site do Enem. A prova será realizada em dois domingos consecutivos, nos dias 5 e 12 de novembro. A taxa de inscrição para o Enem 2017 é R$ 82, que deve ser paga até o dia 24 de maio.
 
Pelas regras do edital, estão isentos de pagamento os estudantes de escolas públicas que concluirão o ensino médio este ano, os participantes de baixa renda que integram oCadastro Único do Governo Federal (CadÚnico) e os que se enquadram na Lei 12.799/2013 que, entre outros critérios, isenta de pagamento aqueles com renda igual ou inferior a um salário mínimo e meio, ou seja, R$ 1.405,50.
 
No primeiro domingo, os estudantes farão provas de ciências humanas, linguagens e redação. No segundo, as provas serão de matemática e ciências da natureza. Os resultados das provas poderão ser usados em processos seletivos para vagas no ensino superior público, pelo Sistema de Seleção Unificada, para bolsas de estudo em instituições privadas, pelo Programa Universidade para Todos e para obter financiamento pelo Fundo de Financiamento Estudantil.

Educação

02 de Mai // | Educação

O Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) decidiu acatar o pedido feito pela União dos Municípios da Bahia (UPB) e a partir de agora a dedução do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) será feita de forma parcelada durante o ano, não mais integralmente.

 

A solicitação foi feita pelo presidente da UPB, Eures Ribeiro, durante seu discurso no FNDE em Ação. O evento, que foi realizado em Vitória da Conquista, na última quinta (27), contou com a presença do presidente do Fundo, Silvio Pinheiro, e do ministro da Educação, Mendonça Filho. A UPB explica que o principal motivo que impulsionou esse pedido foi o atual quadro de crise econômica, enfrentado pelos municípios baianos.

 

Formados quase que totalmente por recursos provenientes de percentuais de tributos, os recursos do fundo devem ser aplicados na remuneração de profissionais do magistério em exercício, como é o caso de professores, diretores e orientadores educacionais. A verba também pode ser em despesas de manutenção e desenvolvimento do ensino, a exemplo da aquisição de equipamentos e da construção de escolas.

Educação

28 de Abr // | Educação

As universidades públicas baianas não pretendem, pelo menos por enquanto, cobrar pelos cursos de pós-graduação lato sensu. Nesta quarta-feira (26), o STF decidiu que as instituições poderão instituir o pagamento de mensalidade em cursos desta modalidade, que abarca também especializações como os MBAs.

 

A determinação não se aplica a mestrados e doutorados ofertados em instituições públicas, que seguem gratuitos. De acordo com a pró-reitora de Extensão da Universidade Federal da Bahia (Ufba), Fabiana Dultra, a decisão dos ministros apenas “formaliza” algo que já existe em outras universidades, que já cobram por alguns cursos.

 

“Na maioria das universidades, já havia isso. Mas só que ninguém nunca nos confirmou se poderia, não tinha recomendação oficial no sentido de não poder cobrar. Essa decisão do STF libera a possibilidade, e já ficamos aliviados”, afirmou Fabiana, em entrevista ao Bahia Notícias. Ainda segundo a pró-reitora, o STF permitiu que o governo federal “tire o braço da seringa” em relação ao custeio das especializações lato sensu, que convivem com o subfinanciamento.

Educação

26 de Abr // | Educação
O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu hoje (26), por 9 votos a 1, que as universidades públicas podem cobrar taxas e mensalidades pelo oferecimento de cursos de pós-graduação lato sensu, aqueles que têm caráter de especialização e, ao final, dão direito a um certificado, e não a um diploma, como no caso de mestrados e doutorados.
 
Os cursos lato sensu referem-se, por exemplo, a um MBA (Master of Business Administration). A autorização foi concedida em um recurso da Universidade Federal de Goiás contra decisão do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1), que havia proibido a instituição de cobrar mensalidade por um curso de especialização em direito constitucional.
 
Como o caso tem repercussão geral, o julgamento vale para todo o sistema público do ensino superior. Ao todo, 51 processos judiciais espalhados pelo Brasil estavam suspensos, aguardando o posicionamento do STF. O ministro Edson Fachin, relator do tema, entendeu que a Constituição de fato veda as universidades públicas de cobrarem por atividades relacionadas à manutenção e ao desenvolvimento do ensino.

Educação

26 de Abr // | Educação

Uma parceira entre o governo e o Google irá implantar uma plataforma educacional tecnológica em vinte escolas da Rede Pública Estadual. O programa “Google Sala de Aula” será introduzido nas salas de aulas das unidades. Inicialmente, as vinte escolas funcionarão como projeto piloto para que, só assim, as outras escolas também possam receber o programa.

 

Na última quinta-feira (20), um contrato com o Instituto Paramitas no valor de R$ 560 mil foi publicado no Diário contratando os serviços da empresa para treinar dirigentes e professores das unidades de ensino beneficiadas com a fase inicial do programa. A ação, intitulada de “Inove Educação”, visa fundir a tecnologia – que está presente no cotidiano dos alunos – com a sala de aula.

 

“A internet é um meio de aprendizagem, possui equipamentos didáticos, e não pode ser considerada uma inimiga da aprendizagem. O convênio com o Google busca levar os equipamentos para a realidade da sala de aula de uma forma útil”, afirmou o Coordenador de Articulações de Projetos da Secretaria de Educação do Estado (SEC), Rogério Quintella.

Educação

25 de Abr // | Educação

O Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) vai liberar R$ 110 milhões para uso das prefeituras da Bahia. O montante será distribuído em R$ 74 milhões para a construção de novas creches e R$ 23 milhões que serão investidos na aquisição de 107 ônibus do Caminho da Escola.

 

Também serão investidos R$ 13 milhões que irá ser destinados exclusivamente à retomada de obras paralisadas, como é o caso de escolas, creches e quadras poliesportivas. O anúncio será feito por Silvio Pinheiro, presidente do FNDE, em ação realizada pelo Fundo, nesta quinta-feira (27), em Vitória da Conquista. O evento faz parte de uma política de reaproximação com as prefeituras de todo o país.

 

"Nosso compromisso é garantir que os prefeitos retomem suas obras, gerem emprego, façam a economia girar e, principalmente, queremos assegurar que nossas crianças tenham acesso a uma educação de qualidade. Nós encontramos um cenário muito ruim na Bahia, muitas obras paralisadas e muitas por iniciar, muitos pedidos de ônibus escolares não atendidos, e nosso esforço é no sentido de mudar esse quadro", analisou Pinheiro.

Educação

25 de Abr // | Educação
Dois projetos relativos a interesses de pessoas com deficiência foram aprovados nesta terça-feira (25) pela Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE). Um deles é o PLS 311/2016, do senador Wellington Fagundes (PR-MT), que flexibiliza a exigência de frequência para alunos com necessidades especiais ou com transtornos globais do desenvolvimento.
 
A proposta - que agora segue para a Câmara dos Deputados, se não houver recurso para análise no Plenário - altera a Lei de Diretrizes e Bases da Educação para permitir que as escolas dos níveis fundamental e médio tenham autonomia para considerar as necessidades específicas de cada aluno antes de reprová-lo por frequência.
 
Segundo Wellington Fagundes, a ideia partiu da sugestão de uma professora no Mato Grosso, que viu uma aluna com deficiência ter problemas para ser aprovada, apesar de ter rendimento satisfatório em todas as disciplinas. A relatora, senadora Lídice da Mata (PSB-BA), foi favorável à iniciativa. Ela lembrou que cada caso deve ser levado em consideração e lembrou não ser justo, por exemplo, que  um estudante com deficiência de locomoção tome falta por ter chegado atrasado na aula.

Educação

25 de Abr // | Educação
Ovestibular 2017.2 da Universidade do Estado da Bahia (Uneb), que ocorreu no domingo (23) e nesta última segunda-feira (24), teve abstenção de 30,62%, o que representa 12.564 candidatos ausentes, segundo informou a instituição de ensino. O gabarito das provas deve ser divulgado na quarta (26).
 
O resultado final deverá ser divulgado a partir do dia 29 de maio, no site da Uneb. De acordo com o Centro de Processos Seletivos (CPS) da Uneb, o índice total de abstenção nesse ano foi inferior ao registrado no vestibular do ano passado, que ficou em 32,52% (12.596 candidatos ausentes).
 
No domingo, os candidatos responderam a questões de língua portuguesa (incluindo literatura brasileira), língua estrangeira (inglês, espanhol ou francês) e ciências humanas (história, geografia e atualidades), além da redação. Já nesta segunda, as questões foram de matemática e ciências da natureza (física, química e biologia). Assim como no primeiro dia, as provas foram aplicadas em 95 estabelecimentos de ensino baianos, sendo 28 em Salvador e 67 no interior do estado. 

Educação

24 de Abr // | Educação

O presidente Michel Temer e o ministro da Educação, Mendonça Filho, alteraram o decreto que regulamenta o programa de cotas de universidades federais de educação superior para incluir pessoas com deficiência na lista de estudantes que têm direito à reserva de vagas nessas instituições. As mudanças do decreto regulamentam a Lei 12.711/2012.

 

O programa de cotas já contemplava estudantes de escolas públicas, de baixa renda, negros, pardos e indígenas. O novo decreto está publicado no Diário Oficial da União (DOU) desta segunda-feira (24). Segundo o texto, o Ministério da Educação editará, no prazo de 90 dias, os atos complementares necessários à aplicação dos critérios de distribuição das vagas para esses públicos.

 

"Até a publicação dos critérios de distribuição referidos no caput, a reserva de vagas, pelas instituições de ensino, seguirá a sistemática adotada no concurso seletivo imediatamente anterior", diz o decreto. As universidades federais reservam atualmente no mínimo 50% de suas vagas de graduação, por curso e turno, a alunos que tenham feito integralmente o ensino médio em escolas públicas.

Educação

24 de Abr // | Educação
O primeiro dia de provas do vestibular 2017.2 da Universidade do Estado da Bahia, que ocorreu no domingo (23), teve abstenção de 29,7%, o que representa 11.888 pessoas. As provas, que tiveram início pela manhã, contou com questões de língua portuguesa (incluindo literatura brasileira), língua estrangeira (inglês, espanhol ou francês) e ciências humanas (história, geografia e atualidades), além da redação.
 
Os 28.746 candidatos presentes tiveram 4h30 para concluir as provas, que foram aplicadas em 28 estabelecimentos da capital e 67 do interior do estado, contemplando 24 cidades onde a universidade possui campus. Nesta edição do vestibular, constam duas novas opções de cursos: Medicina Veterinária (Barreiras) e Administração (Juazeiro), esta será oferecida na modalidade semipresencial. Ambas as graduações ofertam 40 vagas. 
 
Os candidatos concorrem a 3.185 vagas distribuídas em 112 opções de cursos de graduação presenciais, oferecidas nos campi de Salvador e outras 22 cidades baianas, com entrada para o segundo semestre de 2017. Na segunda-feira (24), serão aplicadas as provas de matemática e ciências da natureza (física, química e biologia), com duração máxima de 4h, conforme estabelece o edital de convocação para os exames.

Educação

21 de Abr // | Educação
As provas do Vestibular Uneb 2017.2 serão aplicadas domingo (23) e segunda-feira (24). Os 40.634 candidatos inscritos devem acessar seus locais de prova nos endereços eletrônicos oficiais do processo seletivo. Aproximadamente 2.600 profissionais irão trabalhar para garantir a realização do certame em 28 estabelecimentos da capital e 67 do interior do estado, contemplando 24 cidades onde a universidade possui campus.
 
Os portões serão abertos às 7h20 e fechados às 7h50, seguindo o horário local. Os exames terão início às 8h. No primeiro dia, os candidatos farão provas de língua portuguesa (incluindo literatura brasileira), língua estrangeira (inglês, espanhol ou francês) e ciências humanas (história, geografia e atualidades), além de redação.
 
Já no segundo dia, serão aplicados os exames de matemática e ciências da natureza (física, química e biologia). A Uneb oferece neste ano 3.185 vagas distribuídas em 112 opções de cursos de graduação presenciais, oferecidas nos campi de Salvador e outras 22 cidades baianas, com entrada para o segundo semestre de 2017. Mais detalhes sobre o processo seletivo podem ser consultados no Manual do Candidato.

Educação

20 de Abr // | Educação

Uma pesquisa realizada pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) apontou que um em cada dez estudantes de 15 anos é vítima frequente de bullying nas escolas. O dado faz parte do terceiro volume do Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (Pisa) 2015, dedicado ao bem-estar dos estudantes. O

 

relatório contou com a participação de 540 mil estudantes de 15 anos que, por amostragem, representam 29 milhões de alunos de 72 países. Em comparação com os demais países, o Brasil aparece com um dos menores "índices de exposição ao bullying". No ranking de 53 países, o Brasil ficou em 43º lugar.

 

De acordo com os dados, 17,5% dos jovens brasileiros de 15 anos disseram sofrer alguma das formas de bullying “algumas vezes por mês”; 7,8% disseram ser excluídos pelos colegas; 9,3%, ser alvo de piadas; 4,1%, serem ameaçados; 3,2%, empurrados e agredidos fisicamente. Outros 5,3% disseram que os colegas frequentemente pegam e destroem as coisas deles e 7,9% são alvo de rumores maldosos. “O bullying tem sérias consequências tanto para o agressor quanto para a vítima.

Educação

19 de Abr // | Educação
A manhã desta quarta-feira (19) foi festiva para jovens que integraram o programa estadual Jovem Aprendiz nos últimos 2 anos. Em solenida realizada no auditório da Secretaria de Infraestrutura (Seinfra), no Centro Administrativo da Bahia (CAB), com a presença do governador Rui Costa, 62 concluintes receberam certificado referente ao biênio 2015/2017.
 
A iniciativa é gerida pelas Voluntárias Sociais da Bahia, presidida pela primeira-dama Aline Peixoto, que não compareceu ao evento por questões familiares. Segundo o governador Rui Costa, o programa representa oportunidade para jovens da periferia. "É uma oportunidade de se inserir no mercado de trabalho e ter aprendizado em um ambiente de trabalho", disse.
 
Rui Costa ainda ressaltou que outros dois programas serão agregados ao Jovem Aprendiz. O Primeiro Emprego, que segundo Rui tem a expectativa de 8 mil jovens trabalhando com carteira assinada até dezembro de 2018, que também irá beneficiar jovens de famílias carentes com uma bolsa de estudos de R$ 600 em universidades, e o programa de estágios voltado para instituições estaduais de ensino superior.

Educação

13 de Abr // | Educação
Em comunicado publicado hoje (13), relatorias especiais do Alto Comissariado de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU) recomendam que o governo brasileiro tome atitudes necessárias para conduzir uma revisão dos projetos de lei (PLs) que tratam do Escola Sem Partido.
 
Segundo as relatorias, as autoridades brasileiras devem assegurar a conformidade desses projetos com a base dos direitos humanos internacionais e a Constituição Federal de 1988. A legislação protege o direito à opinião, sem interferências, e o direito a buscar, receber e partilhar informações e ideias de todos tipos, independentemente de fronteiras ou meios, o que, segundo o documento, não está claro nos PLs.
 
Os relatores pedem um posicionamento do Brasil em 60 dias, mas a resposta não é obrigatória. De acordo com o comunicado, por não definir o que é doutrinação política e ideológica, propaganda político-partidária e educação moral, a proposição permite "alegar que um professor está violando as regras pelo fato de autoridades ou pais subjetivamente considerarem a prática como propaganda político-partidária".

Educação

10 de Abr // | Educação
O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) fica mais caro este ano. Para se inscrever, o candidato terá que pagar R$ 82. A nova taxa está no edital do exame, publicado hoje (10) no Diário Oficial da União. No ano passado, a taxa era de R$ 68. As inscrições começam às 10h do dia 8 de maio e terminam às 22h59 do dia 19 de maio, pela internet, no site do Enem.
 
O pagamento deve ser feito até o dia 24 de maio. Segudo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), a correção não só levou em conta a variação de preços pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), como incorporou variações de anos anteriores que deixaram de ser aplicadas e parte da diferença entre o custo do exame e a taxa de inscrição.
 
Atualmente, o Inep cobre cerca de 70% do custo do exame. No ano passado, por exemplo, o custo, de R$ 91,49 por participante, foi R$ 23,49 acima do valor pago. A autarquia diz que mesmo com a alta, o Enem está abaixo da média dos vestibulares do país, que é R$ 140. O Enem 2017 será realizado em dois domingos consecutivos - dias 5 e 12 de novembro - e não mais em um único fim de semana.

Educação

10 de Abr // | Educação
Pela primeira vez, estudantes surdos poderão ter acesso a vídeo com as questões do Enem traduzidas na Língua Brasileira de Sinais (Libras). O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) vai disponibilizar salas adaptadas, e o participante poderá escolher, na inscrição, se deseja participar da aplicação.
 
Os estudantes que optarem pela tradução no vídeo terão também acesso a um tradutor por dupla de candidatos, que poderá apenas esclarecer dúvidas pontuais de vocabulário. Eles preencherão o cartão de respostas normalmente. A disponibilização do vídeo será feita este ano em caráter experimental.
 
A tradução integral do exame para Libras é demanda antiga, sobretudo daqueles que não são inicialmente alfabetizados em português, e pelo menos desde 2014 é discutida no Inep. Atendimentos especializados: Neste ano, o Inep atualizou a lista daqueles que poderão pedir uma hora a mais de exame. Antes, isso era feito mediante o preenchimento de um formulário. Agora será na inscrição, com a apresentação de laudo comprovatório da deficiência ou condição necessária para o deferimento.

Educação

07 de Abr // | Educação
A presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) , Maria Inês Fini, disse nesta sexta-feira (7) que a retirada do termo "orientação sexual" da terceira versão da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) foi uma decisão do comitê gestor responsável pelo documento.
 
Ela classificou a inclusão na versão apresentada aos jornalistas como um "erro". "Não era uma versão definitiva. Já está implícita (orientação sexual) nas outras áreas de ciências. Foi uma decisão do comitê gestor, que fez a revisão final. Lamentavelmente, passaram a edição errada. (Orientação sexual) foi retirada muito antes da versão final", disse Maria Inês Fini.
 
Segundo a Presidente do Inep, Maria Inês Fini, a retirada do termo orientação sexual da terceira versão da BNCC foi uma decisão do comitê gestor responsável pelo documento. Maria Inês explicou que a proposta enviada aos jornalistas não era a versão final revisada, que já contemplava essa mudança. Entrega do arquivo final Na terça-feira (4), a secretária executiva do MEC, Maria Helena Guimarães Castro, realizou um encontro técnico no qual apresentou o conteúdo da base.

Educação

06 de Abr // | Educação

Dos 415 municípios baianos, apenas 72 estão aptos a receber recursos do Fundo da Infância e Adolescência (FIA). Os recursos do FIA são repassados para os Fundos Municipais dos Direitos da Criança e do Adolescente (FMDCA), vinculados ao Conselho Municipal de Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA).

 

Os recursos desses fundos subsidiam programas sociais, como de cultura e educação, e viabilizam o funcionamento de creches e abrigos, por exemplo. Todo cidadão que declara imposto de renda anualmente pode destinar até 3% do imposto devido para o FIA. A doação pode ser feita diretamente no programa da Receita Federal, até o dia 28 de abril, prazo final para entrega da declaração de pessoa física.

 

Para receber o recurso, o município precisa ser cadastrado no Conselho Nacional dos Direitos da Criança e Adolescente (Conanda), que repassa as informações para Receita. As cidades baianas deveriam ter feito o cadastrado até outubro de 2016 já que, sem ele, o município pode ficar sem recursos para financiar programas sociais de garantia de direito de crianças e adolescentes.

Educação

05 de Abr // G1 | Educação
Alunos do Colégio Estadual Deolisano Rodrigues de Souza, em Medeiros Neto, extremo sul da Bahia, fizeram um protesto na terça-feira (4), para reclamar das condições precárias da estrutura da única escola do Ensino Médio do município, onde estudam cerca de 800 alunos. Após o prédio ter sido atingido por um incêndio no final do ano passado, oito salas foram interditadas.
 
Os alunos reclamam que a unidade está sem energia elétrica e que falta merenda para todos os estudantes. Com as salas interditadas, a biblioteca precisou ser desativada e a sala onde funcionava é usada para 40 estudantes assistiram às aulas. Os livros ficam amontoados e servem de apoio para o quadro da classe. Outra turma assiste as aulas no auditório, onde o quadro fica apoiado em mesas e cadeiras.
 
A estudante do 3º ano, Larissa Cortes, diz que a escola necessita de reforma. “A escola nunca teve reforma nenhuma, desde que foi fundada”, reclama. Já a aluna do 1º ano, Kaline Veiga, conta que precisa estudar no porão da unidade. “Estou estudando no porão, sem energia, é escuro. Quando chove, fica parecendo que é noite e não dá para estudar”, critica.

Educação

05 de Abr // | Educação
Nos últimos dez anos, o Brasil aumentou o acesso de parcelas mais vulneráveis da população à escola, de acordo com levantamento do movimento Todos pela Educação (TPE). De 2005 a 2015,  o acesso daqueles que têm de 4 a 17 anos aumentou principalmente entre a população parda e negra, entre os de baixa renda e entre moradores do campo.
 
Os avanços foram maiores que os registrados entre brancos, ricos e moradores da cidade.  O levantamento foi feito com base nos dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (Pnad). Entre os mais pobres, em 2005, 86,8% estavam na escola, contra 97% dos mais ricos. Em 2015, esses índices passaram, respectivamente, para 93,4% e 98,3%.
 
Entre aqueles que moram no campo, o acesso subiu de 83,8% para 92,5%, enquanto a taxa dos moradores de zonas urbanas passou de 90,9% para 94,6%. O crescimento do acesso entre negros e pardos - que passou, respectivamente, de 87,8% para 92,3% e de 88,1% para 93,6% - foi maior que o da população branca - que passou de 91,2% para 95,3%.

Educação

05 de Abr // | Educação

Uma campanha que busca expor casos de racismo em colégios e universidades brasileiras está viralizando na Internet. O "#MeuProfessorRacista #MinhaProfessoraRacista" é uma campanha que iniciou com o coletivo "Ocupação Preta", da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, da Universidade de São Paulo (USP).

 

A campanha teria sido iniciada após uma professora da faculdade ter, supostamente, feito "chacota" sobre o racismo de Monteiro Lobato. Uma aluna teria discutido a questão e a docente teria a interrompido aos gritos, de acordo com o coletivo. Na Bahia, diversos relatos foram compartilhados nas redes sociais.

 

Uma aluna de Jornalismo da Universidade Federal da Bahia (Ufba), que preferiu não se identificar, relatou o caso que teria acontecido em 2014. Ela conta que, durante uma roda de discussão na sala de aula, um professor falou que a aluna apenas faria sucesso no jornalismo se "abaixasse seu cabelo". "Quando isso aconteceu, eu estava no meio do processo de transição capilar.

Educação

31 de Mar // | Educação
A Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), distante cerca de 100 km de Salvador, divulgou, na última quinta-feira (30), a lista com o resultado parcial dos beneficiados com isenção da taxa do vestibular 2017.2. A relação com os nomes dos candidatos que serão isentos pode ser consultada no site do processo seletivo.
 
Conforme a instituição, os candidatos selecionados precisam estar atentos ao prazo de entrega da documentação que ocorre na próxima semana, segunda-feira (3) à sexta-feira (7). O resultado final dos pedidos de isenção será divulgado no dia 17 de abril. As inscrições para o vestibular 2017.2 da Uefs serão abertas no dia 18 de abril e vão até o dia 8 de maio, pela internet.
 
A taxa é de R$ 110 e o pagamento deve ser feito até o dia 9 de maio. O candidatos podem escolher duas opções de curso. O edital do processo seletivo também está na página do vestibular 2017.2 da Uefs. No total, serão ofertadas 1.007 vagas para diversos cursos, inclusive Direito, Medicina e Farmárcia, cujo processo seletivo só ocorre uma vez no ano.

Educação

29 de Mar // | Educação

O acesso a creches ou escolas para crianças de 4 anos na Bahia, em 2015, ainda alcança menos de um quinto da população nessa faixa etária: das 809 mil crianças com menos de 4 anos, 678.399 (83,9%) não frequentavam creche ou escola. O percentual está bem acima da média nacional (74,4%) e do Nordeste (80,7%) e é o 8º maior entre as unidade da federação.

 

O índice ainda está acima de quase todos os estados nordestinos, com exceção do Piauí (86,3%). Os dados são do suplemento “Aspectos dos Cuidados das Crianças de Menos de 4 Anos de Idade”, da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) 2015, realizada pelo então Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, atual Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário.

 

De acordo com o resultado do levantamento, apesar deste número, 51,7% dos responsáveis pelas crianças nessa faixa etária (que equivale a 61,7% das que estavam fora das creches) tinham interesse em vagas. Apenas um 28,2% desse grupo, no entanto, realmente tomaram alguma medida para tentar conseguir a vaga. O percentual estava bem abaixo da nacional (43,2%) e um pouco abaixo da média do Nordeste (31,0%).

Educação

28 de Mar // | Educação

Com a proposta de dar experiência aos jovens e inseri-los no mercado de trabalho, o governo do Estado lança, na manhã desta terça-feira (28), a segunda convocatória do Programa Primeiro Emprego. Nesta edição, 500 jovens com nível técnico são convocados para ingressar no mercado de trabalho. Para participar, o candidato não pode ter a carteira de trabalho assinada por mais de um ano.

 

Mas ele precisa apenas estar com seus dados atualizados na Secretaria de Educação e ainda ter mantido um bom rendimento escolar durante todo o segundo grau. "Com a dedicação ao longo dos três anos, ele conseguiu uma vaga de empresa ou no setor público ou na iniciativa privada, com as empresas que estão participando desse projeto, a exemplo da Ford, que já aderiram o programa e também estão oferecendo vagas", ressalta o governador Rui Costa (PT).

 

Das 500 vagas, 300 serão para Salvador e outras 200 para o interior do Estado. Todos os contratados terão carteira assinada, plano de saúde e vale transporte. No caso do setor privado, o contrato de 24 meses pode ainda ser estendido se houver interesse das partes. Assim, o objetivo do projeto é realizar cerca de 4.500 contratações até o fim deste ano. No total, a meta é oferecer nove mil vagas até 2018, período final para o projeto.

Educação

22 de Mar // Gildásio Cavalcante | Educação

Após pressão de lideranças políticas, o presidente Michel Temer convocou um pronunciamento às pressas na noite desta terça-feira(21), onde anunciou que a proposta de reforma da Previdência não irá mais incluir a revisão das regras para servidores estaduais e municipais, configurando assim o primeiro recuo do governo quanto a proposta original.

 

Temer afirmou que tomou a decisão após reuniões com lideranças da Câmara e do Senado e que a ideia geral era de que a União deve respeitar a autonomia dos Estados e municípios, para “fortalecer o princípio federativo”.

 

“Vários Estados já providenciaram sua reformulação previdenciária. Seria uma relativa invasão de competência e não queremos neste momento levar adiante”, disse, citando como exemplo categorias de policiais civis e professores. “Funcionários estaduais e municipais, de forma geral, dependerão da manifestação de seus governos estaduais e municipais”, afirmou Temer.

 

Aprovação da reforma – O presidente voltou a afirmar que a aprovação da reforma da Previdência é fundamental para o desenvolvimento econômico do País e que os movimentos para a sua aprovação continuarão a ser executados.

Educação

21 de Mar // | Educação
O Ministério da Educação (MEC) divulgou o cronograma de bolsas remanescentes do Programa Universidade para Todos (Prouni). As inscrições de estudantes que não estiverem matriculados na instituição ocorrerão de 27 de março a 5 de abril. Os que já forem alunos da universidade terão um prazo maior: até o dia 5 de maio.
 
O Prouni concede bolsas de estudo integrais e parciais (de 50%) em instituições privadas de educação superior, em cursos de graduação e sequenciais de formação específica, a estudantes brasileiros sem diploma de nível superior. Podem se inscrever os candidatos que participaram do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir de 2010 e que tenham tirado 450 pontos ou mais, sem zerar a redação.
 
A renda familiar mensal per capita deve ser de até um salário mínimo e meio no caso da bolsa integral; e de até três salários mínimos para bolsas parciais (50% da mensalidade). Professores da rede pública de ensino também podem se inscrever no Prouni, independentemente da renda, para pleitear uma vaga em curso de licenciatura.




Classificados


Enquete



Mais Lidas