Notícias

Saúde

Saúde

16 de Ago // | Saúde

O projeto de lei 7606/17, que cria o Programa de Financiamento Preferencial às instituições Filantrópicas e Sem Fins Lucrativos, conhecido como Pró-Santas Casas, foi aprovado pela Câmara dos Deputados na terça (15). O projeto estabelece duas linhas de crédito para as Santas Casas e entidades filantrópicas que prestem atendimento de forma complementar ao SUS.

 

Uma das linhas de crédito abrange a reestruturação patrimonial; a outra, capital de giro. A aprovação da matéria marcou também o Dia Nacional das Santas Casas. Para ter acesso aos financiamentos, as entidades precisarão apresentar um plano de gestão que devem ser implementado no prazo de dois anos.

 

Os empréstimos terão encargos financeiros máximos de 1,2% ao ano. "Esta é uma grande conquista para o setor, que responde por mais da metade dos atendimentos e 60% das internações pelo SUS. Ainda não resolverá o problema destas entidades, mas proporcionará a renegociação das suas dívidas bancárias e o equilíbrio financeiro”, aponta o presidente da Frente Parlamentar de Apoio às Santas Casas, o deputado federal Antônio Brito (PSD-BA).

Saúde

16 de Ago // | Saúde

O vírus zika causou perdas no Produto Interno Bruto (PIB) estimados em US$ 968 milhões a US$ 4,6 bilhões (o equivalente a R$ 3,1 bilhão e R$ 14,2 bilhões, respectivamente), o que corresponde a 0,09% do PIB do país. Na América Latina e Caribe, entre 2015 e 2017, a perdas foram de US$ 7 bilhões a US$ 18 bilhões.

 

O equivalente a R$ 22 bilhões e R$ 57 bilhões, respectivamente. Os dados foram apresentados na terça-feira (15) pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud) e pela Federação Internacional das Sociedades da Cruz Vermelha, em parceria com a Organização Mundial de Saúde.

 

O documento foi preparado por uma equipe conjunta de especialistas liderada pelo Pnud, em parceria com a Federação Internacional das Sociedades da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho (IFRC) e com a colaboração do Instituto de Saúde Global de Barcelona  e da Universidade Johns Hopkins. Para avaliar, foram considerados os custos com diagnóstico e tratamento, perdas de receitas com turismo e perda de produtividade, entre outras despesas.

Saúde

15 de Ago // | Saúde

Através de testes em laboratório, pesquisadores da Fiocruz Pernambuco descobriram uma substância capaz de bloquear a reprodução do vírus da zika. Divulgada nesta terça-feira (15) pela entidade, a descoberta foi publicada na revista científica International Journal of Antimicrobial Agents na última sexta-feira (11).


De acordo com o pesquisador Lindomar Pena, que coordenou o estudo, a substância sintética 6-metilmercaptopurina ribosídica (6MMPr) foi testada em células neurais e da pele. Nos dois casos, houve o bloqueio de 99,6% da reprodução do material genético viral segundo informações do G1.

 

“Principalmente as células nervosas afetadas pelo vírus tiveram uma boa resposta à substância. Isso é muito bom, porque são essas células que levam às consequências mais graves da infecção [por zika], tanto em crianças quanto em adultos”, detalha Pena. Ainda segundo o pesquisador, foram experimentados diferentes tempos e dosagens da substância nas células.

Saúde

15 de Ago // | Saúde

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, anunciou na segundan(14) que o SUS vai oferecer um exame "pré-nupcial" aos casais que quiserem saber se há maior risco de gerarem um bebê com alguma doença genética. O teste analisaria ainda outras condições de saúde dos futuros pais, como a presença de problemas crônicos.

 

"Uma das nossas diretrizes novas será o exame pré-nupcial, que vai garantir o exame de compatibilidade genética para noivos, para que eles saibam da possibilidade de terem filhos com doenças raras, que causam muita dificuldade para a família no tratamento e muito custo para o governo", disse ele, em entrevista após apresentação no Summit Saúde Brasil.

 

Barros disse que não há previsão de quando o exame estará disponível. Também não detalhou se ele será oferecido a todos os casais ou a um público específico. "Nós estamos desenvolvendo esse programa e lançaremos oportunamente. O exame permitirá um diagnóstico de outros fatores, como doenças não transmissíveis, crônicas, muitas das que chamamos invisíveis, como hepatite e HIV, para que a gente possa permitir que esse futuro casal planeje bem a sua vida, com base em um diagnóstico preciso da situação de saúde que ele se encontra."

Saúde

15 de Ago // | Saúde

De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA), no mundo ocorrem 257 mil casos novos de leucemia por ano, dos quais cerca de 56% em homens. As maiores taxas de incidência encontram-se na América do Norte, Austrália e Nova Zelândia. O número de casos novos de leucemia vem aumentando especialmente em pessoas idosas.

 

A leucemia afeta ambos os sexos e todas as idades, mas a distribuição por tipo histológico varia com a idade; por exemplo, a leucemia linfocítica crônica é mais comum em pessoas de idade avançada, enquanto a forma aguda concentra-se em crianças. Segundo Victor Gottardello Zecchin, vice-diretor clínico e coordenador médico do GRAACC, leucemias são muito desafiadoras porque não são uma doença única. 

 

“Há vários tipos de leucemia, e cada uma requer um tratamento diferente. Além disso, quanto mais conseguimos identificar características específicas dos blastos (células das leucemias), tendemos a modificar o tratamento, incluindo drogas-alvo, que são mais específicas para acabar com as células leucêmicas e tendem a preservar as demais células. No entanto, estas terapias são, em sua maioria, extremamente caras e não são acessíveis a todos os pacientes”, comenta.

Saúde

14 de Ago // | Saúde

Especialistas da Universidade Federal Fluminense, no Rio de Janeiro, demonstraram que o zika esteve associado com complicações neurológicas graves em adultos internados no Hospital Universitário Antônio Pedro entre dezembro de 2015 e maio de 2016. Os dados do estudos foram publicados na revista científica "Jama Neurology".

 

A pesquisa foi desenvolvida pelos pesquisadores Ivan Rocha da Silva, Jennifer Frontera, Ana Maria Filippis e Osvaldo do Nacimento. Trata-se do primeiro estudo a acompanhar os efeitos neurológicos do zika em adultos ao longo do tempo, segundo os pesquisadores. Ao todo, 40 pacientes com doenças neurológicas graves foram recrutados:

 

29 com síndrome de Guillain-Barré, 7 com encefalite, 3 com mielite transversa e 1 com polineuropatia crônica. A síndrome de Guillain-Barré afeta os nervos periféricos fora do cérebro e espinha dorsal e pode provocar fraqueza muscular e paralisia – geralmente temporária – dos membros. Os sintomas podem atingir os músculos da face e da respiração, o que faz com que o paciente precise ser tratado em unidades de terapia intensiva (UTI).

Saúde

14 de Ago // | Saúde

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, afirmou nesta segunda-feira (14) que todas as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) estarão informatizadas até o final do próximo ano. A declaração foi dada durante a abertura do Summit Saúde Brasil 2017, evento promovido pelo Grupo Estado que reúne alguns dos maiores especialistas no tema.

 

Segundo Barros, todas as UBSs devem passar pelo processo, que inclui a implantação do prontuário eletrônico dos pacientes. As medidas para modernização do SUS incluem ainda mais interatividade com os pacientes que, por meio do aplicativo E-Saúde, vão poder inclusive avisar quando não for possível comparecer a uma consulta.

 

"Hoje, financiamos doença e temos que passar a financiar saúde. Investir em prevenção e promoção será a palavra de ordem. Sabemos que, em 30% das consultas, as pessoas não comparecem. Elas poderão confirmar com o smartphone", explicou Barros. Para informatizar as unidades de saúdes, o ministério deve fazer um contrato com duração de 60 meses, que será pago mensalmente segundo informações do Estadão Conteúdo.

Saúde

14 de Ago // | Saúde

O Sistema Único de Saúde incluiu em sua lista de procedimentos os aguardados testes rápidos para a detecção de dengue e chikungunya. Com o teste, não será necessário utilizar a estrutura laboratorial -- o que diminui os custos com a detecção. Ainda, a comprovação da infecção sai entre 20 e 30 minutos.

 

A inclusão foi oficializada no Diário Oficial da União na última última quinta-feira (10). Para fazer o teste no SUS, é necessário apresentar sintomas relacionados às condições e ter o cartão do Sistema Único de Saúde, feito em qualquer unidade de saúde com a carteira de identidade.

 

Desde 2016, a Agência Nacional de Saúde, a ANS, determinou que os planos estão obrigados a cobrir os exames, embora alguns pacientes tenham relatado problemas com a cobertura. Os testes rápidos são importantes tanto para a detecção e tratamento precoce, quanto para a vigilância epidemilógica e os dados do governo, já que, com ele, será possível ter maior acuidade sobre a circulação dos vírus no País.

Saúde

12 de Ago // | Saúde

A descoberta de que o pernilongo é capaz de transmitir o vírus Zika, feita pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) em Pernambuco, pode auxiliar na compreensão dos motivos que levaram a epidemia a se agravar em algumas regiões do país ou o motivo pelo qual existem mais bebês com microcefalia em bebês de mulheres de baixa renda.

 

O mosquito Culex se reproduz em água extremamente poluída, comum onde não há saneamento básico. Isso explicaria o agravamento da epidemia em algumas regiões. Mas os pesquisadores ainda precisam estabelecer a conexão e importância do inseto como vetor da doença.

 

Os pesquisadores comprovam que o Zika se reproduz dentro dos mosquitos e chega à glândula salivar dos insetos. Para se compreender o papel do inseto, as características biológicas do Culex deverão ser estudadas. De acordo com informações da pesquisadora da Fiocruz, Constância Ayres, questões como temperatura e umidade também serão levadas em conta Segundo informações da Agência Brasil.

Saúde

11 de Ago // | Saúde

O Ministério Público Federal denunciou o secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas Boas, e o secretário executivo do Ministério da Saúde, Antônio Carlos Figueiredo Nardi, por não atenderem liminar da Justiça Federal em relação a ações que viabilizassem a distribuição de análogos de insulina no interior do estado.

 

Procurado pelo site Bocão News, Vilas Boas afirmou que a demanda alvo de questionamento já foi atendida. Uma recente decisão do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1), segundo o secretário, confirma que o caso de fornecimento da medicação já foi resolvido. A atual denúncia, frisa Vilas Boas, é por não ter fornecido o medicamento nos anos de 2012 a 2015.

 

Período em que o secretário era o deputado federal Jorge Solla. Segundo MPF, os diabéticos residentes no interior do estado tinham que se deslocar até Salvador para se submeterem a uma perícia médica prévia, além de terem que buscar mensalmente as insulinas na capital baiana. Mesmo após sucessivas intimações para efetivação da medida liminar, passados mais de cinco anos, a União e o Estado da Bahia não cumpriram a decisão integralmente.

Saúde

09 de Ago // | Saúde

Projeto de lei que proíbe a venda de refrigerantes nas escolas do ensino fundamental, do 1° ao 9° ano, foi aprovado na terça-feira (8) pela Comissão de Constituição e de Justiça da Câmara (CCJ). O projeto está pronto para ser votado no plenário da Câmara e, se for aprovado, será encaminhado ao Senado para apreciação.

 

De autoria do deputado Fábio Ramalho (PMDB-MG), que é primeiro vice-presidente da Casa, recebeu parecer favorável do relator, Luiz Couto (PT-BA), e foi aprovado pelos membros da CCJ. De acordo com o relator, a proposta vem em bom momento, “tendo em vista os riscos relacionados ao excesso de consumo de bebidas açucaradas e o aumento dos casos de sobrepeso e de obesidade”.

 

O relator afirmou que a lei que trata da alimentação escolar estabelece que a merenda deve seguir princípios de alimentação saudável e adequada. Na justificativa do projeto, Fábio Ramalho afirma que obesidade infantil vem crescendo e, com ela, as preocupações dos pais em fazerem com que seus filhos percam peso e evitem danos à saúde.

Saúde

09 de Ago // | Saúde

A mula de uma fazenda na zona rural de Ilhéus, no sul da Bahia morreu após contrair mormo, uma doença que não era registrada na Bahia há cinco anos. De acordo com a Agência de Defesa Agropecuária da Bahia, o animal ficava com outros dez cavalos e mulas que precisaram passar por exames, mas ainda não há detalhes sobre os resultados das análises.

 

A doença, conforme a agência, não tem cura e pode ser transmitida para humanos. "O mormo é uma doença bacteriana, a Burkholderia mallei. Ela pode ser transmitida de um animal doente para um animal sadio através das secreções das descargas nasais que contaminam o alimento e a aguada", explicou Luciano Santana, veterinário da Adab.


Por conta da morte da mula, os técnicos da Adab intensificaram as visitas nas fazendas da região para saber se existem novos animais com mormo. A mula que estava infectada com a doença e morreu precisou ser incinerada. Além disso, a propriedade foi desinfectada para que outros animais e os trabalhadores da fazenda não corram o risco de serem contaminados.

Saúde

07 de Ago // | Saúde

Um estudo publicado nesta segunda-feira (7) no "Epilepsia", revista científica do League Against Epilepsy, mostrou que o derivado da maconha canabidiol altera os níveis de outras drogas antiepiléticas no sangue. O composto é usado experimentalmente para o tratamento de convulsões ligadas a epilepsias resistentes a tratamentos.


O achado é uma observação de estudo em andamento da Universidade do Alabama, nos Estados Unidos, que está testando a eficácia do canabidiol em convulsões ligadas à epilepsia. No Brasil, testes estão sendo conduzidos na USP em Ribeirão Preto. O grupo do Alabama incluiu 39 adultos e 42 crianças.

 

Como a maioria delas usa outras drogas, pesquisadores começaram a observar também como o CBD mudava o nível de medicamentos antiepiléticos no sangue. Eles observaram mudanças significativas em drogas como clobazam, topiramato e rufinamida em adultos e crianças -- todas usadas também para o controle de convulsões. Em relação ao clobazam, adultos registraram maior sensação de "sedação".

Saúde

04 de Ago // Ascom | Saúde

“Sustentabilidade: desafios e perspectivas do SUS”, este é o tema da V Conferência Municipal de Saúde de Santo Antônio de Jesus que acontece na próxima segunda (7) e terça-feira (8) no Antonius Imperial Hotel. O evento é realizado pela Prefeitura de Santo Antônio de Jesus, através da Secretaria de Saúde e pelo Conselho Municipal de Saúde.


Serão dois dias de programação aberta ao público. Na segunda-feira (7), a abertura terá início às 19h com a Palestra Magna “Saúde Pública de qualidade. Direito de todo cidadão.”, ministrada por Jacqueline Bonfim, secretária de Saúde do município de Coribe – BA, diretora do Conselho Estadual de Secretários Municipais de Saúde (COSEMS) e membro do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (CONARES/ CONASEMS).


No 2º dia de evento, Marcus Prates, coordenador do Apoio Institucional da Diretoria da Atenção Básica Estadual ministrará a palestra “Documentos norteadores para V Conferência Municipal de Saúde.”. Em seguida, haverá quatro eixos de discussão para a formulação das propostas que serão examinadas na plenária final.

Saúde

04 de Ago // | Saúde

O Conselho Regional de Medicina do Estado da Bahia (Cremeb) e o Sindicato dos Médicos do Estado da Bahia (Sindimed) se reuniram, na tarde desta quinta-feira (3), em Salvador, para oficializar o movimento Fora Barros, um protesto da classe médica contra o ministro da saúde. O ato começou na Praça Eliana Kertész, em Ondina.

 

Os manifestantes colocaram um caixão com a foto de Ricardo Barros, e seguiu até a sede do Cremeb, na Barra. Ao Bocão News, Tereza Cristina Maltez, presidente do Conselho, afirmou que a manifestação da classe é contra a postura do ministro, que tenta transferir para os profissionais de saúde a culpa do caos que vive a saúde pública no País.

 

A presidente disse que as unidades estão despreparadas, com equipes incompletas e com falta de pagamento. O corregedor do Cremeb, José Abelardo Meneses, explicou que a intenção do Conselho é chamar a atenção da população para os fatos que continuam ocorrendo com o Sistema único de Saúde (SUS). "É o único sistema no mundo que é universal e que não tem médicos concursados, que não contratam regularmente os médicos e demais profissionais de saúde".

Saúde

02 de Ago // | Saúde

Relatório da Organização Mundial da Saúde (OMS) apontou que, no Brasil, apenas 38,6% dos bebês se alimentam exclusivamente com leite materno até os seis primeiros meses de vida. Considerada abaixo do ideal, a taxa é similar à observada em outros países: de 20% a 40%. Quando considerada a amamentação até um ano, o índice brasileiro sobe para 47%.

 

No entanto, até dois anos, o número cai pela metade, 26%. De acordo com a OMS, somente 23 países no mundo superam a taxa recomendada de 60% amamentação exclusiva nos primeiros meses. O levantamento global de amamentação, lançado nesta terça-feira (1º), avaliou 194 nações. Também foi considerado crítico o investimento brasileiro em amamentação, que é de menos de US$ 1 por bebê.

 

A entidade sugere que um investimento de US$ 4,70 por bebê pode aumentar a taxa global de amamentação exclusiva entre crianças menores de seis meses para 50% até 2025. Apesar dos pontos negativos, o Brasil sai na frente em regulamentações e diretrizes governamentais na área. O país também atingiu a meta de 100% na implementação de melhorias em comunidades para incentivo ao aleitamento materno.

Saúde

28 de Jul // | Saúde

O açúcar pode ser ruim não só para seus dentes e sua cintura, mas também para sua saúde mental, afirmou um estudo que foi recebido com ceticismo por outros especialistas. Pesquisadores da University College London compararam a ingestão de açúcar relatada com o humor de mais de 8 mil pessoas em um estudo britânico de longo prazo.

 

Os participantes do estudo, funcionários públicos, foram monitorados de 1985 a 1988, e depois desse período preencheram um questionário periodicamente. Os pesquisadores analisaram os dados desse estudo em busca de uma associação entre a ingestão de açúcar e "transtornos mentais comuns" (CMD), como ansiedade e depressão.

 

A equipe da UCL encontrou "uma maior probabilidade" dos homens que consumiam mais alimentos e bebidas doces desenvolverem CMD após cinco anos, assim como um "efeito adverso" geral na saúde mental para ambos os sexos. Eles concluíram, em um estudo publicado na revista "Scientific Reports", que "uma menor ingestão de açúcar pode estar associada a uma melhor saúde psicológica" segundo informações do G1.

Saúde

27 de Jul // | Saúde

A ministra Laurita Vaz, presidente do STJ, indeferiu o pedido liminar em mandado de segurança impetrado pela Associação Brasileira de Quiropraxia que pedia a suspensão da inclusão, realizada pelo Ministério da Saúde, de profissionais não habilitados com graduação em ensino superior para o exercício do tratamento no SUS.

 

As informações foram divulgadas no site do Superior Tribunal de Justiça - Mandado de Segurança 23624. O pedido da Associação Brasileira de Quiropraxia foi feito contra portaria do ministro da Saúde que, em 27 de março de 2017, decidiu manter fisioterapeutas e terapeutas ocupacionais como profissionais capacitados para a prática da quiropraxia.

 

A associação alega que essa decisão coloca a "quiropraxia no Brasil à mercê de prática comum a profissional sem formação, podendo trazer graves problemas aos pacientes do Sistema Único de Saúde". De acordo com o processo, a OMS entende a quiropraxia como profissão independente das demais da área da saúde e que deve ser desempenhada por profissional habilitado por meio de curso de bacharelado em nível superior.

Saúde

25 de Jul // | Saúde

Um convênio assinado nesta segunda-feira (24) com a Secretaria da Segurança Pública (SSP-BA) transferiu para patologistas da Secretaria da Saúde da Bahia (Sesab) as necropsias em casos de mortes naturais. De acordo com as pastas, a transferência culminará na redução de 30% dos procedimentos feitos por peritos médicos-legistas.

 

Uma sala do Instituto Médico Legal (IML) foi cedida para o trabalho da equipe de profissionais da Sesab. "É um grande passo para desafogarmos o fluxo de exames de mortes naturais que sobrecarregavam as ações do DPT", ressaltou o titular da Secretaria de Segurança Pública da Bahia, Maurício Barbosa.

 

"A importância do serviço reside no fato de que o esclarecimento das causas da morte de um paciente é fundamental para a definição das políticas de saúde, da implantação de medidas oportunas de vigilância às doenças, para a promoção de diagnósticos e para o acompanhamento de surtos ou casos isolados de doenças emergentes ou reemergentes", explicou o secretário da Saúde, Fábio Vilas-Boas.

Saúde

24 de Jul // | Saúde

Uma injeção mensal de antirretroviral, em vez de um comprimido por dia, pode ser suficiente para os portadores do vírus da imunodeficiência humana (HIV) manterem a infecção sob controle. É o que indica um estudo divulgado nesta segunda (24) na nona edição da Conferência de Investigação sobre o HIV, organizada pela Sociedade Internacional contra a Aids.

 

A informação é da EFE. O trabalho, apresentado em Paris pelo cientista da Universidade da Carolina do Norte (EUA) Joseph Eron, sugere que os portadores em estado de supressão viral respondem bem às injeções, sejam as administradas a cada quatro semanas ou as tomadas a cada oito.

 

Atualmente, os portadores do HIV devem tomar um comprimido por dia para que o vírus seja indetectável e não seja transmitido, ainda que não seja possível eliminá-lo completamente. "Para alguns soropositivos, um tratamento injetável de longa duração pode ser mais cômodo e menos estigmatizante do que o atual, o que poderia aumentar a taxa de continuidade", defendem os autores do teste, que já foi experimentado em centenas de pessoas.

Saúde

23 de Jul // | Saúde

Após liberar o uso de produtos à base de canabidiol por pacientes e aprovar o primeiro medicamento com THC no país, dois dos derivados da maconha, a Anvisa planeja dar mais um passo em relação ao uso da planta para fins medicinais. Até o fim deste ano, a agência vai elaborar uma norma para regular o cultivo da Cannabis para pesquisas e produção de extratos ou futuros medicamentos.

 

Desde 2006, a lei 11.343 prevê a possibilidade de autorização para esses dois casos. A falta de regulamentação sobre o tema, porém, acaba por impedir o processo. O pontapé "oficial" para a regulamentação deve ser deliberado pelos diretores até o fim de agosto, segundo informações obtidas pela Folha de São Paulo.

 

Para elaborar a norma, a agência tem feito missões internacionais e coletado informações em países como EUA, Canadá, Inglaterra, Holanda e Israel. Também já houve reunião com o Ministério da Justiça e a Polícia Federal. Segundo o diretor-presidente da Anvisa, Jarbas Barbosa, a ideia é estabelecer critérios como a quantidade de plantas permitidas para cultivo e medidas de segurança que devem ser adotadas.

Saúde

21 de Jul // | Saúde

A Organização Mundial da Saúde alertou em relatório para uma tendência crescente de resistência do vírus HIV às drogas disponíveis. O texto destaca que, em 6 dos 11 países pesquisados na África, Ásia e América Latina, mais de 10% das pessoas que começaram o tratamento antirretroviral tinham uma cepa do vírus resistente a medicamentos do mercado.

 

O Brasil está na lista dos países com registro de resistência do vírus em novos pacientes, mas com índice menor que 10% - por enquanto, foram registrados 1.391 casos. A organização diz que o crescimento dessas taxas, mesmo que ainda lento, poderia minar o progresso internacional no tratamento e prevenção da doença.  O relatório foi divulgado na última quinta (20).

 

Segundo especialistas, essa resistência ao HIV se desenvolve quando as pessoas não seguem o tratamento prescrito - esquecem de tomar no dia e horário certo e/ou pulam etapas. Mesmo assim, eles dizem que o HIV pode se tornar resistente a um tipo de remédio, mas resta uma cartela grande disponível (mais de 20 tipos de pílula) e, por isso, não há motivo para pânico. Das 36,7 milhões de pessoas que convivem com o HIV em todo o mundo, 19,5 milhões têm acesso a algum tipo de terapia antirretroviral.

Saúde

20 de Jul // | Saúde

Relatório divulgado nesta quarta-feira (19) pela Organização Mundial da Saúde (OMS) em Genebra e Nova York afirma que uma em cada 10 mortes por doença no mundo é causada pelo fumo. Devido ao número, o órgão sugere o aumento de políticas de controle do produto a nível mundial.

 

De acordo com o oficial técnico do Secretariado da Convenção Quadro da OMS sobre o Controle do Tabaco, Rodrigo Santos Feijó, hoje o número de pessoas informadas sobre os riscos do fumo é de 4,7 bilhões de pessoas, ou seja, 3,6 bilhões de pessoas a mais que em 2007.  Feijó pontuou que o relatório apresenta o Brasil, mais uma vez, como um líder mundial no controle do tabagismo.

 

"O país aparece como um dos oito que conseguiram, dentro do grupo de nações de rendas baixa e média, implementar quatro ou mais dessas medidas [de controle] efetivas no seu mais alto grau. Então, o Brasil continua aparecendo como uma liderança e uma referência para outros países no cenário global, no que se refere ao controle do tabagismo", disse à Agência Brasil.

Saúde

19 de Jul // | Saúde

Estudantes de design gráfico, desenho industrial, arquitetura e publicidade poderão definir a nova cara das camisinhas masculinas distribuídas gratuitamente pelo Ministério da Saúde, que lançou concurso para mudar a embalagem dos preservativos. A atual embalagem roxa com amarelo deverá ser substituída até o fim do ano.

 

As inscrições deverão ser feitas online no site do concurso até 11 de setembro. O vencedor terá como prêmio um pacote de viagem de três dias com um acompanhante para um dos sítios do patrimônio Histórico Cultural da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) no Brasil.

 

O resultado e a premiação estão previstas para ocorrer durante o 11º Congresso Brasileiro de HIV/Aids e o 4º Congresso Brasileiro de Hepatites Virais, entre 26 e 29 de setembro, em Curitiba, no Paraná. A embalagem das camisinhas foi trocada pela última vez há mais de dez anos. Agora, a intenção é modernizar o preservativo e torná-lo mais atrativo. Incentivar o uso de preservativos, principalmente entre os jovens, tem sido foco de campanhas de prevenção, como a lançada no carnaval deste ano.

Saúde

18 de Jul // | Saúde

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publicou, no Diário Oficial da União desta segunda-feira (17), o registro concedido à Bahiafarma para produção e distribuição de insulina em território nacional. A partir de agora, o laboratório público está apto para fornecer o medicamento ao Sistema Único de Saúde (SUS).

 

"A gestão da Bahiafarma está atuando no sentido de termos, em pouco tempo, uma fábrica de insulinas no Estado, o que permitirá não apenas a regularização da distribuição de insulina a todo o Brasil, mas também o fortalecimento dos parques industrial e tecnológico da Bahia", afirmou o secretário estadual da Saúde, Fábio Vilas-Boas.

 

O projeto é fruto de uma parceria entre a Bahiafarma e a empresa ucraniana Indar, uma das líderes mundiais na fabricação de insulina. O acordo prevê a instalação de uma unidade de produção do medicamento na Bahia para abastecer o mercado nacional. "Depois que a unidade estiver pronta, a tendência é que sejam encerrados os repetidos problemas de desabastecimento de insulinas no Sistema Único de Saúde", explicou o diretor-presidente da Bahiafarma, Ronaldo Dias.

Saúde

17 de Jul // | Saúde

Salvador registrou, somente neste ano, 14 mortes e 723 novos casos de tuberculose. De acordo com dados da Secretaria da Saúde da Bahia (Sesab), o estado ocupa o terceiro lugar com maior carga da doença no país. São diagnosticados, anualmente, mais de 4,5 mil novos casos de tuberculose na Bahia, dos quais apenas 61,8% são curados.

 

O abandono do tratamento chega a 6,1%. A Sesab apontou ainda que, em 2016, foram contabilizados em todo o estado 4.379 novos casos e 225 óbitos. Já Salvador é apontada como a terceira capital em número de casos da doença, com uma média de 2 mil novas notificações por ano. 

 

Segundo estimativa da Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 30% da população global está infectada, embora nem todos venham a adquirir a doença.  "Se o tratamento for interrompido, pode levar à necessidade de troca de medicamento para um mais forte e um prolongamento do tratamento por um ou até dois anos", explicou o pneumologista do Hapvida, Jorge Benevides.

Saúde

11 de Jul // | Saúde

Estudo da Sociedade Brasileira para Estudo da Dor revelou que 37% dos brasileiros sofrem de dor crônica. De acordo com o anestesiologista Charles Amaral de Oliveira, presidente da Sociedade Brasileira de Médicos Intervencionistas em Dor (Sobramid), a dor aguda, que ocorre de forma pontual, não deve ser negligenciada, pois é dela que se formam os casos crônicos.

 

"A dor aguda acusa a pessoa de que algo de errado está no corpo e isso é um sinal de alerta. A dor crônica deixa de ser um sinal e passa a ser a própria doença. E ela vai levando a um desdobramento, que é estresse, ansiedade e depressão, que agravam a dor", explicou à Agência Brasil.

 

"A dor, por sua vez, piora os quadros depressivos. Você entra nesse ciclo vicioso, que precisa ser interrompido". A pesquisa mostra que a faixa etária média de ocorrência da dor é 41 anos. Em relação ao sexo, as mulheres são maioria entre os relatos de dores crônicas na maior parte das regiões. Apenas na Região Nordeste este quadro se inverte: os homens representam 52% e as mulheres 42%.

Saúde

09 de Jul // | Saúde

Um estudo apoiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) apontou que uma pessoa que já teve dengue não necessariamente apresenta um quadro mais severo quando contrai o vírus Zika. A pesquisa, realizada com 65 pessoas moradoras de São José do Rio Preto, foi publicada na revista Clinical Infectious Diseases.

 

Em estudos anteriores, realizados com células de roedores, indicavam que uma infecção anterior por dengue potencializava os efeitos do vírus Zika. Esse estudo sugere que o que ocorre nos roedores pode não acontecer com seres humanos, segundo informações da Agência Brasil.

 

“Nossos resultados indicam que esse agravamento não ocorre ou, se ocorrer, é muito raro e não pôde ser detectado em um estudo como esse”, disse o virologista e coordenador da pesquisa Maurício Lacerda Nogueira, segundo informações da Agência Fapesp. As 65 pessoas tiveram amostras de seus sangues colhidos. Entre elas, estavam pessoas com febre e sintomas de dengue ou zika.

Saúde

09 de Jul // | Saúde

O autoteste para detectar a presença do vírus HIV no organismo deve estar disponível em farmácias de todo o país até o fim do mês. Nesta semana, o primeiro teste desse tipo a ser vendido no Brasil começou a chegar às farmácias do Rio. O produto pode ser comprado semreceita médica, e a testagem produz resultado 10 minutos após o sangue entrar em contato com o reagente.

 

O Brasil é o primeiro país da América Latina e Caribe a disponibilizar o autoteste em farmácias. Para a diretora do Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais do Ministério da Saúde, Adele Benzaken, o produto é uma ferramenta importante para aumentar a capacidade de diagnóstico do vírus.

 

Identificar a presença do HIV em 90% das pessoas infectadas é uma das metas da Organização das Nações Unidas (ONU) para 2020. "Advogamos tanto com relação ao autoteste porque acreditamos que ele amplia e muito a cobertura diagnóstica. Têm pessoas que não querem ir à unidade de saúde para fazer o teste do HIV", pondera ela, que alerta que o resultado positivo no autoteste não é um diagnóstico.

Saúde

07 de Jul // | Saúde

O hábito de praticar sexo oral sem camisinha tem produzido um tipo perigoso de gonorreia. Já foram confirmados três casos impossíveis de se tratar: no Japão, na França e na Espanha. O alerta é da Organização Mundial de Saúde, segundo a qual o tratamento da doença se tornou mais complexo, às vezes até impossível, porque a bactéria responsável está desenvolvendo resistência a antibióticos.

 

"Estes casos podem ser apenas a ponta do iceberg, porque os sistemas para diagnosticar e relatar infecções incuráveis são precários em países mais pobres, onde a gonorreia é, na verdade, até mais comum", explicou a médica Teodora Wi, da OMS.  A gonorreia pode infectar os órgãos genitais, o reto e a garganta - esta última é considerada a mais preocupante.

 

Teodora explicou que quando uma pessoa está infectada com gonorreia na garganta e usa antibióticos para tratar uma simples dor de gargante, o encontro do medicamento com a bactéria pode resultar em resistência. De acordo com O Globo, a organização adverte que a situação é "muito grave" e que é "apenas uma questão de tempo" para que se tornem obsoletos os antibióticos mais potentes usados contra a gonorreia.

Saúde

06 de Jul // | Saúde

Dos 29 países que correspondem a 82% da carga global de tuberculose, ou seja, que apresentam o maior número de casos da doença proporcionalmente à população, o Brasil está mais próximo do padrão positivo de políticas para o setor. Isso significa que o país está mais de acordo com as recomendações internacionais.

 

O Brasil, por exemplo, usa tecnologias mais modernas para o diagnóstico da doença e inicia o tratamento nas unidades básicas de saúde, conforme sugerido pelos órgãos internacionais. Essa é uma das conclusões da terceira edição do relatório Out of Step, divulgada na quarta (05) pela organização médico-humanitária internacional Médicos Sem Fronteiras e a Stop TB Partnership.

 

O documento destaca a necessidade de os governos aumentarem os esforços de combate à tuberculose que, em 2015, matou 1,8 milhão de pessoas no mundo. Felipe Carvalho, coordenador da Campanha de Acesso a Medicamentos da MSF, observou que o relatório apresenta dois fatos alarmantes. Um deles é que 40% das pessoas com a doença não estão recebendo sequer o diagnóstico.

Saúde

06 de Jul // | Saúde

Três famílias de pacientes internados no Hospital Calixto Midlej Filho, na cidade de Itabuna, no sul da Bahia denunciaram à polícia, na quarta (5), um falso médico que teria cobrado dinheiro para realização de exames na unidade de saúde. Uma das vítimas relatou que teve R$ 3 mil cobrados por um procedimento e que acabou pagando a quantia.

 

Um golpe semelhante foi aplicado em agosto de 2016 em pacientes de hospitais públicos e particulares de Salvador. Para cometer a fraude, o falso médico entrava em contato com as famílias por telefone para oferecer o exame. Por meio de nota, o hospital informou que proíbe os funcionários de passarem informações sobre o quadro clínico de pacientes a terceiros.

 

Disse ainda que não realiza contato por telefone com a família dos pacientes internados. A unidade de saúde, que é administrada pela Santa Casa de Misericórdia e atende pacientes pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e pela rede particular, lamentou o ocorrido. Disse ainda que está colaborando com a polícia na investigação do golpe, para que os criminosos sejam identificados e punidos.

Saúde

05 de Jul // | Saúde

Desde o início de 2017 até o dia 20 de maio, o Brasil teve a confirmação de 322 casos de microcefalia ou outras alterações de crescimento e desenvolvimento relacionadas ao vírus da zika. Ao todo, houve 1.158 novas notificações de casos suspeitos este ano. As informações estão no boletim epidemiológico mais recente divulgado pelo Ministério da Saúde.

 

Os dados mostram que novos casos continuam sendo registrados no país, ainda que em quantidade muito menor do que no auge da epidemia. O fim da emergência nacional em saúde pública por zika e microcefalia no Brasil foi anunciado pelo Ministério da Saúde no dia 11 de maio.

 

Segundo o documento, houve 30 confirmações de mortes fetais e neonatais ligadas ao vírus e 34 confirmações de fetos com alterações no sistema nervoso central, abortos espontâneos e natimortos relacionados à infecção em 2017. Os dados do boletim incluem casos que ainda estavam em investigação na última semana de 2016 e podem ter sido confirmados nos primeiros meses de 2017, segundo informações do G1.

Saúde

04 de Jul // | Saúde

Cientistas brasileiros desenvolveram técnicas avançadas de análise de imagens de ressonância magnética capazes de revelar marcadores da sclerose lateral amiotrófica (ELA). A doença é caracterizada pela degeneração de neurônios motores e apresenta progressão geralmente rápida.

 

"Nosso trabalho visa encontrar meios para diagnosticar ELA em uma fase precoce, de modo a que os médicos possam melhor auxiliar o paciente durante a progressão da doença, bem como saber quais os tipos de tratamentos e de equipamentos que ele vai necessitar e quando", afirmou Marcondes Cavalcante França Jr., chefe do setor de Doenças Neuromusculares da Unicamp.

 

Segundo a Agência Fapesp, foram analisadas imagens de ressonância magnética de 63 pacientes com ELA do Hospital das Clínicas da Unicamp. Os focos da análise foram a espessura do córtex cerebral, o volume dos gânglios basais na região mais profunda do cérebro e a análise da substância branca do cérebro. Os pesquisadores também analisaram a medula espinhal, comparando imagens obtidas no momento do diagnóstico de ELA com outras feitas oito meses depois, de modo a poder observar a evolução da doença.

Saúde

03 de Jul // | Saúde

Atividades de lazer favoritas de boa parte dos jovens do Brasil e do mundo, os videogames e demais jogos eletrônicos estão agora na mira das autoridades sanitárias internacionais. Pressionada por médicos e acadêmicos, a Organização Mundial da Saúde (OMS) deverá passar a classificar o vício em games como um transtorno psiquiátrico.

 

A proposta está em discussão nos comitês que cuidam da revisão da Classificação Internacional de Doenças (CID), manual publicado pela OMS que traz a definição e os códigos das patologias e que serve de parâmetro para o trabalho de médicos de todo o mundo. A 11.ª edição do documento já está sendo elaborada e deverá ser lançada no próximo ano.

 

Hoje, por não ser reconhecido como doença, esse tipo de comportamento seria classificado no grupo de "outros transtornos de hábitos e impulsos". O distúrbio dos jogos eletrônicos tem características diferentes do transtorno conhecido como jogo patológico, doença já incluída na versão atual da CID caracterizada pelo vício em jogos de azar com apostas em dinheiro, como bingos, cassinos e caça-níqueis.

Saúde

03 de Jul // | Saúde

O primeiro teste de farmácia para detectar HIV registrado no Brasil - chamado Action - passa a estar disponível em drogarias do país a partir desta segunda-feira (3). O produto da empresa Orange Life chegará a São Paulo e Espírito Santo a partir da semana que vem. Até o fim do mês, a previsão da farmacêutica é que o teste possa ser comprado em todo o país.

 

O preço deve variar de R$60 a R$70. O exame, aprovado pela Anvisa em maio, detecta a presença dos anticorpos contra o vírus HIV a partir da coleta de gotas de sangue. O teste Action traz o dispositivo de teste, um líquido reagente, uma lanceta para furar o dedo, um sachê de álcool e um capilar e o resultado demora de 15 a 20 minutos para sair.

 

A fábrica da Orange Life, que fica no estado do Rio de Janeiro, tem capacidade para fabricar 100 mil testes por mês. Atualmente, a produção é de 40 mil doses por mês e 10 mil unidades estão sendo distribuídas só no estado do Rio de Janeiro. Segundo a Anivsa, o teste demonstrou sensibilidade e efetividade de 99,9%.  No entanto, só pode indicar a presença do HIV após 30 dias do contato com o vírus por meio de uma relação sexual ou compartilhamento de agulha, por exemplo.

Saúde

01 de Jul // Gildásio Cavalcante | Saúde

Pesquisadores da Universidade de Emory e do Instituto de Tecnologia da Geórgia estão desenvolvendo um adesivo que pode substituir as vacinas contra a gripe.

 

O material é composto por microagulhas, que depositam o vírus inativo da vacina na pele sem provocar dor. O produto está na primeira fase de testes clínicos e tem entusiasmado os cientistas, com resposta imunológica muito próxima da vacina, conforme informações do “O Globo”.

 

Dos efeitos colaterais, os pesquisadores identificaram coceira na região onde o adesivo foi aplicado em 80% dos pacientes. 

Saúde

30 de Jun // | Saúde

O Ministério da Saúde lançou nesta quinta-feira (29) o Plano Nacional pelo Fim da Tuberculose, que ratifica o compromisso com a Organização Mundial da Saúde (OMS) de reduzir a incidência da doença na população mundial. A meta é chegar a menos de 10 casos por 100 mil habitantes até o ano de 2035. Atualmente, o índice é de 33,7 casos para cada 100 mil habitantes.

 

O Brasil também assumiu o compromisso de reduzir o coeficiente de mortalidade para menos de 1 óbito por 100 mil habitantes. "Esse plano foi elaborado com o objetivo de subsidiar os coordenadores dos programas locais no cumprimento das metas que estão em consonância com o plano da OMS". destacou a coordenadora do programa, Denise Arakaki.

 

De acordo com o ministério, o plano está baseado em três pilares: prevenção e cuidado integrado centrado no paciente; políticas arrojadas e sistema de apoio; e intensificação da pesquisa e inovação. Outro aspecto importante do Plano Nacional é a divisão dos municípios brasileiros em dois grupos e oito subgrupos, para que seja possível direcionar, mais objetivamente, as estratégias prioritárias a serem trabalhadas nos próximos anos, contemplando as diferenças locais de todo o país.

Saúde

29 de Jun // | Saúde

Cientistas do Instituto de Tecnologia da Georgia e da Universidade Emory, ambos nos EUA, desenvolveram uma vacina contra a gripe em forma de adesivo com microagulhas. Pressionando-o sobre a pele, as microagulhas a penetram e se dissolvem, liberando os vírus inativados, que fazem parte do processo de imunização.

 

A técnica promete ser uma alternativa indolor, mais prática e de menor custo em relação à vacina tradicional por injeção. Segundo os pesquisadores, a eficácia do adesivo é semelhante à da vacina tradicional. Assim como qualquer outra vacina, o adesivo, que precisa ficar sobre o pulso por 20 minutos, possui a capacidade de gerar a resposta imunológica do organismo em pacientes adultos.

 

Além disso, mais de 70% dos pacientes disseram preferir o novo método, que obteve 50% menos queixas que a vacina aplicada por seringas. No estudo, durante a temporada de gripe de 2014/2015, 100 pacientes voluntários foram divididos em quatro grupos. O primeiro recebeu a vacina contra gripe por meio da injeção intramuscular aplicada por um profissional da saúde. O segundo, a vacinação com o adesivo auto-administrado e o terceiro, o adesivo aplicado por um profissional.

Saúde

28 de Jun // | Saúde

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, afirmou na terça (27) que o governo federal pretende assinar um acordo com a indústria para reduzir a quantidade de açúcar em alimentos processados, como ocorreu com o sódio. Desde 2011, foram retiradas mais de 17,2 mil toneladas de sal dos alimentos, segundo balanço divulgado em junho.

 

"Assim como a diminuição do sódio, esse semestre ainda assinaremos o acordo de redução de açúcar, e a educação será feita a partir da portaria interministerial Saúde na escola e isso vai nos permitir melhorar o controle da obesidade através do ensino de melhores hábitos de consumo e também da conscientização para o exercício físico", disse durante um painel sobre consumo de açúcar durante o Ethanol Summit 2017, em São Paulo.

 

O evento discute energias renováveis, particularmente o etanol e produtos derivados da cana-de-açúcar. Segundo Barros, o ministério também trabalha para melhorar a rotulagem dos alimentos industrializados em relação às quantidades de açúcar e sal dos produtos. "Melhorar a rotulagem, com dosador de sal e açúcar, pois é preciso que as pessoas entendam com clareza o quanto adicionam [sal e açúcar] na comida", pontuou. As informações são da Agência Brasil





Classificados


Enquete



Mais Lidas