Notícias

Saúde

Saúde

23 de Out // | Saúde

O Brasil tem a sétima maior taxa de gravidez adolescente da América do Sul, empatando com Peru e Suriname, com um índice de 65 gestações para cada 1 mil meninas de 15 a 19 anos, segundo dados referentes ao período de 2006 a 2015 divulgados pelo Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA).

 

Em primeiro lugar na região sul-americana está a Venezuela, com uma taxa de 95 para cada 1 mil adolescentes, seguida por Bolívia (88), Guiana Francesa (87), Colômbia (84), Guiana (74) e Argentina (68). Depois de Brasil, Peru e Suriname, aparecem Uruguai (64), Paraguai (63) e Chile (52). O Equador não forneceu dados para o levantamento.

 

De acordo com a agência da ONU, um em cada cinco bebês que nascem no Brasil é filho de mãe adolescente. Entre estas, de cada cinco, três não trabalham nem estudam; sete em cada dez são afrodescendentes e aproximadamente a metade mora na região Nordeste. Segundo o relatório, estudos já conectaram a gravidez precoce com uma menor saúde física e mental mais tarde na vida; enquanto diversas pesquisas concluíram que a gravidez adolescente provoca desvantagens para meninas de baixo status socioeconômico.

Saúde

22 de Out // Gildásio Cavalcante | Saúde

Além de impactar na saúde das mulheres, um diagnóstico de câncer de mama afeta fortemente o psicológico das pacientes. Desde o próprio anúncio da doença até o tratamento, com a possível retirada parcial ou total da mama, a paciente passa por grandes impactos. De acordo com a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), estudos apontam que aquelas que passam pela reconstrução mamária apresentam menores riscos de retorno do câncer, já que a produção de endorfina e o equilíbrio emocional estão relacionados à doença.

 

As pacientes têm a seu favor a Lei 12.802/2013, que obriga o Sistema Único de Saúde (SUS) a facilitar a cirurgia plástica reparadora em seguida à retirada do câncer. Em entrevista ao Bahia Notícias, o cirurgião plástico Paulo SanJuan afirmou que uma reconstrução imediata leva a benefícios ainda maiores. "A reconstrução no passado era feita em mais etapas. Atualmente, com a integração das especialidades, pode ser feita de forma a encurtar essas etapas. Na medida do possível, tentamos retirar a mama e fazer a reconstrução ao mesmo tempo. Quando não dá, deixamos a mama o mais preparada possível para a etapa seguinte", explicou o profissional.

Saúde

20 de Out // | Saúde

Cerca de 15 mil crianças de até cinco anos morreram por dia, em 2016, em todo o mundo. Destas, 46% não resistiram aos primeiros 28 dias de vida, ou seja, 7 mil recém-nascidos por dia, de acordo com relatório do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef). Os dados mostram uma queda na mortalidade nos primeiros cinco anos de vida.

 

Em 2000, foram registradas 9,9 milhões de mortes, contra 5,6 milhões em 2016. "A menos que façamos mais para evitar que bebés morram no dia do seu nascimento, este progresso permanecerá incompleto. Temos o conhecimento e a tecnologia necessária, apenas precisamos que chegue aos que mais precisam", afirmou Stefan Swartling Peterson.

 

Stefan é chefe de saúde da Unicef. Se essas tendências forem mantidas, entre 2017 e 2030, 60 milhões de crianças com menos de cinco anos morrerão. Entre as soluções sugeridas pelo relatório estão melhorar o acesso a profissionais de saúde durante a gravidez e o nascimento, por intervenções em matéria de imunização, aleitamento, medicina de baixo custo, além de aumento o acesso a água e instalações de saúde.

Saúde

19 de Out // | Saúde

O tatuador Daniel Fernandes, da cidade de Feira de Santana, a 100 quilômetros de Salvador, usa uma técnica que reproduziu a aréola e o mamilo de mulheres vítimas do câncer de mama. Há três anos ele faz o trabalho de reconstrução de mamilos em mulheres que perderam a mama e não cobra nada pelo serviço.

 

As interessadas têm apenas que apresentar um laudo médico atestando que podem passar pelo procedimento. “Eu já tinha visto alguns tatuadores fazendo e aí eu resolvi trazer para a bahia esse estilo de reconstrução de aréola e mamilo”, disse Daniel Fernandes. O estúdio dele fica na Avenida Adenil Falcão, em Feira de Santana.

 

Uma das clientes do tatuador, Ana Messias, recuperou a autoestima com a reconstrução da mama. Três anos depois do diagnóstico, ela fez o procedimento com o tatuador. “Minha autoestima ficou muito melhor depois que eu olhei e vi aquela mama ainda mais parecida com a outra. Inclusive, a cicatriz, a aréola e os mamilos marrons fazem até com que eu nem perceba a cicatriz“, comemora a funcionária pública segundo informações do G1.

Saúde

19 de Out // | Saúde

O presidente Michel Temer assinou na quarta (18), um decreto que retira a doação presumida de órgãos. A medida reforça o papel dos parentes na autorização. Na doação presumida, todo brasileiro que não registrasse a expressão "não doador de órgãos e tecidos" em seus documentos seria considerado presumidamente um potencial doador.

 

"Este novo decreto vai fortalecer a legislação que regula todo o processo de doação e transplante no Brasil, de modo a aperfeiçoar o funcionamento do Sistema Nacional de Transplantes frente à evolução das ações e serviços da rede pública e privada de saúde", afirmou o ministro substituto da Saúde, Antônio Nardi.

 

Foi ainda incluída a possibilidade de o companheiro autorizar a doação de órgãos, sem a necessidade de estar oficialmente casado. O decreto atende também uma demanda do Conselho Federal de Medicina e retira a exigência do médico especialista em neurologia para diagnóstico de morte encefálica. Deste modo, a constatação da morte encefálica deverá ser feita por médicos com capacitação específica, observando o protocolo estabelecido.

Saúde

19 de Out // | Saúde

Você já se sentiu psicologicamente mal ao acessar as redes sociais? Isso é mais comum do que parece, principalmente se a ferramenta em questão foi o Instagram. De acordo com pesquisa realizada pela Royal Society for Public Health, no Reino Unido, foi registrado um aumento de 70%, nos últimos 25 anos, nas taxas de ansiedade e depressão.

 

O registro foi feito em usuários de redes sociais com idades entre 14 e 24 anos - 90% desse público utilizam as ferramentas. Durante o estudo, 1.479 jovens tiveram que ranquear a influência das principais redes (YouTube, Instagram, Facebook, Twitter e Snapchat) no seu sentimento de comunidade, bem-estar, ansiedade e solidão.

 

Os resultados mostraram, segundo a revista Super Interessante, que o compartilhamento de fotos pelo Instagram impacta negativamente o sono e a autoimagem, além de aumentar o medo dos jovens de não estar em contato com acontecimentos e tendências. Entre as meninas, o efeito foi ainda mais preocupante: nove em cada 10 se sentem infelizes com o próprio corpo e consideram a possibilidade de intervenção cirúrgica.

Saúde

18 de Out // | Saúde

De cada dez pessoas, duas sofrem com a síndrome das unhas frágeis. Elas descamam, quebram e até caem por qualquer coisa. A médica do departamento de unhas da Sociedade Brasileira de Dermatologia, Robertha Nakamura, explicou no programa Bem Estar desta quarta-feira (18), porque isso acontece.

 

A dermatologista e consultora Márcia Purceli mostrou os segredos para fortalecer as unhas: alimentação. A síndrome é caracterizada por estrias, descamação e fissuras da unha. Isso ocorre porque a fábrica que produz as unhas não está funcionando direito. Isso pode acontecer por causa da falta de vitaminas e minerais.

 

Ou também por ter sido lesionada por procedimentos, hábito de roer unhas, traumas e doenças. São inimigos das unhas:- Trabalho pesado em casa sem proteção de luvas; - Menopausa. Durante essa fase a queda na produção de hormônios leva também a uma queda da distribuição de água para o corpo; - Hipotireoidismo; - Falta de ferro e vitamina B7; - Unhas postiças, quando a unha é fraca.

Saúde

17 de Out // | Saúde

A Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) recomendou em relatório apresentado na segunda (16), quando é comemorado o Dia Mundial da Alimentação, que o Brasil incentive o cuidado com a alimentação e mantenha programas governamentais de acesso a alimentos para garantir a segurança alimentar dos brasileiros.

 

O relatório da FAO Panorama da Segurança Alimentar e Nutricional na América Latina e no Caribe 2017 indica que o Brasil será capaz de acabar com a fome, que hoje atinge cerca de 3% da população, até 2030. No entanto, para garantir a segurança alimentar e nutricional, os brasileiros precisam consumir os nutrientes corretos e até mesmo praticar exercícios físicos.

 

No Brasil, a alimentação é um direito garantido pela Constituição Federal e, mundialmente, o tema é um dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas, que tem como meta acabar com a fome no mundo até 2030. "O Brasil está muito bem em termos gerais. Em 2014 saiu do Mapa da Fome, com índice de insegurança alimentar abaixo de 5%. Isso revela uma situação que não é estrutural".

Saúde

17 de Out // | Saúde

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, criticou a atuação do Ministério Público Federal (MPF) de Pernambuco depois de ser alvo de uma ação civil. A entidade requereu o afastamento cautelar de Barros por causa de questionamentos em relação à sua atuação na busca de uma parceria para a Hemobrás.

 

"É uma ação política do Ministério Público, como tantas outras que a gente vê todo dia. Não sou parte desse processo, não sou eu que decido, então a ação é inépta por princípio", criticou Barros, que disse estar produzindo resultados muito positivos para a sociedade. Nesta terça (17), Barros disse que o ministério está recorrendo do pedido.

 

De acordo com o Valor, a ação pede o afastamento de Barros do ministério até o cumprimento da prorrogação do contrato entre a Hemobrás e a irlandesa Shire, para aquisição de medicamentos para hemofilia. O MPF acredita que está claro o interesse político do ministro em firmar parceria com emrpesa para levar a produção dos medicamentos para o Paraná. Se o contrato com a atual Shire não for renovado imediatamente, há risco de desabastecimento do SUS.

Saúde

17 de Out // | Saúde

Os governos de 43 municípios da Bahia e outros cinco estados aderiram ao Sistema de Nacional de Segurança alimentar e Nutricional (Sisan) e trabalharão para garantir o direito de todos os cidadãos ao acesso regular e permanente a alimentos de qualidade e em quantidade suficiente sem comprometer o acesso a outras necessidades importantes.

 

As prefeituras vão criar um conselho que vai elaborar no prazo de um ano, um plano de ações para garantir a segurança alimentar dos habitantes. Quando os municípios aderem ao Sisan, o acesso dos governos a recursos e programas federais, como o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) e o Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae) se torna mais fácil.

 

Além da Bahia, os estados do Maranhão, Minas Gerais, Paraná, Piauí e São Paulo assumiram o compromisso. “Os benefícios da adesão municipal são a promoção da cidadania, dignidade, saúde e qualidade de vida de seus cidadãos”, destacou Ana Flávia Mello Souza, coordenadora-substituta de Apoio à Implantação e Gestão ao Sisan. O sistema conta com 276 municípios participantes.

Saúde

16 de Out // | Saúde

Com altos custos de uma fertilização in vitro, casais têm recorrido à inseminação caseira. É o caso de Maria Luiza e Ana Carolina que contaram para o jornal Folha de São Paulo a história das gestações que tiveram. Na matéria de Mariana Zylberkan, o casal relata como conseguiu realizar o sonho da maternidade.

 

A primeira foi Ana Carolina que recebeu o sêmen de um doador encontrado por meio da internet. Ele foi até a casa do casal, onde coletou o material e passou em uma seringa esterilizada para Maria Luiza introduzir na companheira. Já na segunda gravidez, quem se submeteu ao mesmo procedimento foi Maria Luiza segundo a Folha.

 

Mas dessa vez elas recorreram a um casal que aluga o quarto da casa para doar os espermatozoides. A hospedagem por uma noite na casa do doador foi o bastante, Enquanto o doador transava com a esposa, as tentantes esperavam pelo material no quarto ao lado. Segundo a reportagem da Folha, o casal cobra apenas uma taxa de hospedagem no valor de R$ 100 e fazem testes de HIV, HPV e hepatite.

Saúde

15 de Out // | Saúde

Uma pesquisa desenvolvida pelo Laboratório de Genética e Biotecnologia no campus Patos de Minas, da Universidade Federal de Uberlândia, busca identificar com maior eficácia os tumores a fim de orientar os procedimentos corretos no tratamento do câncer de mama e próstata. O foco principal está voltado ao estudo do câncer de mama.

 

O estudo, coordenado pela professora e pesquisadora Thaise Gonçalves de Araújo, utiliza os fundamentos da Oncologia Molecular e conta com o apoio de cerca de 20 alunos de iniciação científica, mestrado e doutorado do curso de Biotecnologia. Os trabalhos são desenvolvidos inicialmente com 200 pacientes.

 

Os pacientes são de hospitais especializados no tratamento de câncer em Uberlândia, Barretos e interior de São Paulo. São desenvolvidas três linhas de pesquisa que buscam entender o funcionamento do tumor e fazer o controle de anticorpos e uso de peptídeos para manipular o material genético para, depois, estabelecer o perfil dos pacientes segundo informações do G1.

Saúde

14 de Out // | Saúde

Em 2020, 80 milhões de pessoas terão glaucoma no mundo, e em 2040 esse grupo somará 111,5 milhões. Esta é a estimativa de centros de pesquisa internacionais e da Organização Mundial da Saúde (OMS), previsões nada agradáveis que são lembradas no Dia Mundial da Visão, celebrado nesta última quinta-feira (12).

 

O glaucoma não tem cura e é considerado a maior causa de cegueira irreversível. Por isso, médicos alertam que, quanto antes o diagnóstico for feito, melhor será a qualidade de vida do paciente. — O tratamento do glaucoma consegue estagnar a doença, mas não consegue fazer o paciente recuperar a visão que ele perdeu.

 

Então, se o controle é feito logo no início, o paciente terá uma visão com pouquíssima perda para o resto da vida. Ele não será mais afetado. Mas, se ele já está num estágio muito avançado, infelizmente continuará assim. O máximo que podemos fazer é estabilizar — explica o diretor do Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO), Cristiano Caixeta Umbelino. O glaucoma consiste em um estreitamento do campo visual.

Saúde

12 de Out // | Saúde

Uma proposta para que todas as maternidades do estado agendem o pré-natal de gestantes, já no primeiro atendimento, foi apresentada nesta última quarta-feira (11), durante a reunião do “Observatório de Maternidades”, realizada na sede do Ministério Público da Bahia (MP-BA). O observatório integra as ações do projeto Rede Cegonha.

 

Na reunião, o Comitê de Mortalidade Materno Infantil da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia apresentou um estudo realizado ao longo de seis meses em Salvador e região metropolitana. A próxima reunião está marcada para o dia 10 de novembro com a participação de todos os promotores das comarcas da Região Metropolitana.

 

De acordo com a presidente do comitê, Márcia Silveira, na Bahia, levando em conta apenas os municípios com mais de 100 mil habitantes, o número de óbitos chega a 69 por cada mil nascidos vivos, o pior índice do Brasil, quando o aceitável seriam 35 por nascidos vivos e o ideal não passaria de 20 óbitos. Márcia diz que muitas dessas mortes poderiam ser evitadas com o pré-natal pré-agendado.

Saúde

11 de Out // | Saúde

Unidades do SUS distribuirão doses de insulina análoga, um medicamento mais moderno e de efeito mais rápido, a 100 mil crianças com diabetes mellitus do tipo 1. A substância será armazenada em uma embalagem em formato de caneta, o que deverá facilitar o manuseio durante a aplicação, o reúso do recipiente e seu transporte.

 

Em um primeiro ciclo, o medicamento será fornecido a crianças e jovens entre 10 e 14 anos, faixa etária em que a doença se manifesta de maneira mais intensa e necessita de uma resposta corpórea mais imediata. Se não tratada, a diabetes mellitus do tipo 1 pode causar danos irreversíveis ao sistema neurológico e dificuldade de aprendizagem.

 

Os pacientes poderão obter o medicamento em postos de saúde e unidades da Farmácia Popular. “Será um grande conforto para essas crianças e uma segurança, à medida que elas tenham a condição de se adaptar melhor”, disse o ministro da Saúde, Ricardo Barros. Segundo o ministério, a insulina análoga apresenta diversas vantagens em relação às versões mais comumente utilizadas. O anúncio foi feito hoje (11) pelo governo federal. 

Saúde

11 de Out // | Saúde

O número de casos de malária voltou a crescer de forma preocupante no País, depois de anos de queda. Os dados são do Ministério da Saúde. Segundo a pasta, até julho deste ano, 88.757 pacientes foram contabilizados com a doença, 28% a mais do que o registrado no mesmo período de 2016.

 

Especialistas atribuem o aumento a uma piora na organização do sistema de prevenção e combate à doença. No último ano, a área do Ministério da Saúde que atuava nesse sentido sofreu profundas alterações - entre elas, a fusão do departamento de malária com o de dengue e a substituição de técnicos.

 

A pasta atribui a expansão da malária às condições climáticas e ao próprio ciclo da doença. O professor da Universidade de Brasília, Pedro Tauil, no entanto, discorda desse argumento. "Não houve uma mudança significativa do clima no último ano que explicasse esse avanço", disse ele, que acompanha há anos as estratégias de prevenção à doença. "Além disso, o País assistiu nos últimos anos a uma queda constante de casos da malária", completou.

Saúde

11 de Out // | Saúde

O Ministério da Saúde liberou na terça (10), R$ 33 milhões para reforçar o atendimento de urgência e emergência em 155 municípios do país, a partir da ampliação e qualificação do Samu. Ao todo, 173 ambulâncias, 03 motolâncias, 01 aeromédico, 01 ambulancha e 06 Centrais de Regulação, localizados em 10 estados, passam a receber esses recursos.

 

Na Bahia, serão beneficiados os municípios de Conceição do Jacuípe, Irará, Bom Jesus da Lapa, Eunápolis, Itabela, Porto Seguro, Simões Filho e Itabuna, que terão a qualificação ou habilitação de ambulâncias motolâncias e/ou central de regulação. O anúncio foi feito em Brasília pelo ministro da Saúde, Ricardo Barros.

 

Ao todo, os estados e municípios serão habilitadas com o reforço 50 ambulâncias, cinco motolâncias, um aeromédico e uma central de regulação, um impacto de R$ 13 milhões por ano. Além disso, 118 serviços que já recebem verbas federais serão beneficiados com mais R$ 20 milhões anuais para ampliar e qualificar a rede do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU 192).

Saúde

10 de Out // | Saúde

A plataforma Mosquito Zero, desenvolvida em Salvador, ficou em primeiro lugar na competição Baanko Challenge 2017 - um programa de pré-aceleração de negócios voltado para donos de projetos sociais e empresas interessadas em fomentá-los, que ocorreu no último final de semana no Hotel Fiesta, no Itaigara.

 

O prêmio, promovido pelo Grupo Rede+, contemplou três trabalhos de 17 projetos de impacto social. O Mosquito Zero foi implantado oficialmente em 2016 e pode ser baixado nas plataformas iOS e Android. A plataforma possui um aplicativo que auxilia a identificar, registrar por meio de fotografia e notificar focos do mosquito em Salvador.

 

O projeto conta ainda com um drone dinâmico que identifica depósitos de ovos e larvas do mosquito aedes aegypti e auxilia no tratamento dos focos. "Essa conquista aumenta mais nossa responsabilidade como profissionais e como cidadãos. A ideia é que, com o Mosquito Zero, a gente chegue à população de forma mais rápida, com fácil acesso", comenta Alex Sandro Correia, desenvolvedor do programa, e servidor da Secretaria Municipal de Saúde.

Saúde

08 de Out // | Saúde

Sabe aquele baixo astral que dá quando você fica muito tempo nas redes sociais? Não é só com você. Além do tempo perdido, as horas conectado também afetam nossa saúde mental. A coisa funciona como uma droga, afinal: quanto mais tempo você passa diante do celular ou do computador, mais tempo você quer ficar.

 

A metáfora não é em vão. Redes sociais são mais viciantes que álcool e cigarro – é o que diz a pesquisa realizada pela instituição de saúde pública do Reino Unido, Royal Society for Public Health, em parceria com o Movimento de Saúde Jovem. E, dentre elas, o Instagram foi avaliado como a mais prejudicial à mente dos jovens.

 

Os resultados mostram que 90% das pessoas entre 14 e 24 anos usam redes sociais – mais do que qualquer outro grupo etário, o que os torna ainda mais vulneráveis a seus efeitos colaterais. Ao mesmo tempo, as taxas de ansiedade e depressão nessa parcela da população aumentaram 70% nos últimos 25 anos. Os jovens avaliados estão ansiosos, deprimidos, com a autoestima baixa, sem sono, e a razão disso tudo pode estar na palma das mãos deles: nas redes sociais, justamente.

Saúde

06 de Out // | Saúde

Cientistas brasileiros e americanos criaram um coquetel com anticorpos monoclonais que, em testes com macacos, conseguiram impedir em até 100% a replicação do vírus zika. O coquetel deve estar pronto para ser comercializado em larga escala daqui a dois a três anos, muito provavelmente antes que seja criada uma vacina contra o zika.

 

Os próximos passos serão a administração do coquetel em primatas gestantes e, na fase seguinte, em humanos. O tratamento foi criado durante pesquisa liderada por cientistas americanos em parceria com o Instituto Oswaldo Cruz e com a Universidade de São Paulo (USP) e divulgada em artigo publicado nesta quarta (04), pela revista científica Science Translational Medicine.

 

"O método é altamente promissor para a prevenção de más-formações congênitas e efeitos adversos em olhos e membros, uma vez que o coquetel de anticorpos monoclonais poderia ser administrado em gestantes e prevenir a infecção do feto", afirmou o imunologista David Watkins, da Universidade de Miami, líder do estudo. "O trabalho apresenta um importante passo para o desenvolvimento de uma terapia de ação preventiva contra o zika", completou Myrna Bonaldo".

Saúde

06 de Out // | Saúde

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, defendeu a mudança na regra que impede o aumento de planos de saúde depois dos 60 anos. Na avaliação de Barros, em vez de proteger, a norma expulsa pessoas mais velhas da saúde suplementar. "Da forma como está não está funcionando", disse, depois de uma reunião do Conselho Nacional de Saúde.

 

"A regra foi criada para proteger, mas na prática, acaba expulsando o idoso", avaliou. A proposta de alteração dessa regra, permitindo um escalonamento dos valores das mensalidades depois de 60 anos, integra o relatório sobre a reformulação da Lei de Planos de Saúde, que tramita em regime de urgência na Câmara dos Deputados.

 

A previsão é de que a proposta final seja lida no início do próximo mês para a comissão especial criada para avaliar o assunto. As linhas gerais de mudança já foram apresentadas pelo relator, deputado Rogério Marinho. Elas foram duramente criticadas por entidades ligadas ao direito do consumidor e especialistas em saúde. O Idec, por exemplo, classificou as propostas de mudança como um retrocesso às regras atuais segundo o Estadão.

Saúde

05 de Out // | Saúde

O Governo Federal entregou nesta quarta-feira (4) 225 novas ambulâncias para renovar a frota do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu 192) de 90 prefeituras em 16 estados. De acordo com o Ministério da Saúde, serão investidos cerca de R$ 1 bilhão para renovação e ampliação do Samu 192. A iniciativa renovará 57% da frota.

 

"Essas ambulâncias são equipadas com aparelhos modernos, é como se fosse uma UTI, diminuindo os riscos", ressaltou o presidente Michel Temer durante a cerimônia, em São Paulo. A pasta destinará outras 402 ambulâncias para expansão do serviço em 134 municípios. Com a expansão, a cobertura chegará a 84,1% da população.

 

"A verdade é que, ao longo do tempo, nós vamos entregar ambulâncias a todos os municípios brasileiros e isso é uma coisa que revela bem a preocupação social do nosso governo", acrescentou. O termo de doação das ambulâncias será publicado no Diário Oficial da União, discriminando os municípios contemplados e o prazo que os gestores terão para buscar os veículos. O Samu atende 81,8% da população brasileira, em 3.514 cidades.

Saúde

05 de Out // Ascom | Saúde

O prédio da Prefeitura de Santo Antônio de Jesus recebeu uma iluminação especial em homenagem ao Outubro Rosa, mês de conscientização da luta contra o câncer de mama. De acordo com a Secretaria de Serviços Públicos, outros pontos da cidade como a Igreja Matriz e a Biblioteca Municipal também ganharão a cor da campanha, celebrada em todo mundo. A conscientização também acontece nas redes sociais.

 

A página oficial da Prefeitura foi colorida para lembrar a importância do autoexame e o Prefeito Rogério Andrade aderiu a luta com uma mensagem publicada em sua página oficial. Antecipando as ações de prevenção, a Secretaria de Saúde, promoveu entre 21 de agosto e 06 de setembro, o Mutirão de Rastreamento do Câncer de Mama, onde foram realizadas 1.994 mamografias na faixa etária de 50 a 69 anos.

Saúde

05 de Out // | Saúde

Foi sancionada na última quarta-feira (27) pelo presidente Michel Temer, uma lei que permite que recém-nascidos sejam registrados com naturalidade da cidade onde a mãe mora e não necessariamente no local onde eles nasceram. Com a medida, nas certidões de nascimento constarão a data do registro, a data do nascimento e a naturalidade.

 

Também caberá ao declarante no registro do cartório indicar a cidade de nascimento ou de residência da mãe como naturalidade do bebê. Quando se trata da Bahia, na prática, a ação beneficiará municípios pequenos e médios que não possuem maternidade segundo informações do Bahia Notícias.

 

"É bom ser natural de sua cidade. Só porque dormiu uma noite e nasceu você não deveria ter que ser registrado em outro local", disse o prefeito do município de Gavião, Raul Soares (PSD). Mulheres da cidade de Gavião normalmente vão até à cidade de Riachão de Jacuípe ou Capim Grosso para realizarem o parto. O prefeito do município de Andaraí, João Lúcio (PSD) concorda com a fala do prefeito Soares.

Saúde

04 de Out // | Saúde

Salvador, Feira de Santana e Juazeiro, são os que mais registraram novos casos de Aids em 2017, segundo dados divulgados pela Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab). De janeiro a até o dia 25 de setembro, quando foi realizado o último balanço pelo órgão, foram notificados 601 casos de Aids em adultos e oito em crianças em todo o estado.

 

Além disso, foram registrados 1.207 casos de HIV em adulto e 11 em crianças. Nesse período, 111 municípios baianos notificaram casos de Aids em adultos, sendo que 7 notificaram mais de 10 casos. Em relação á notificação de casos de Aids em criança, cinco municípios notificaram casos. Salvador lidera a lista, com quatro notificações.

 

A Aids é uma doença causada pelo vírus HIV que afeta o sistema de defesa do corpo humano. O vírus do HIV ataca e mata os glóbulos brancos (células do sangue que combatem as doenças). Conforme eles contra-atacam, tentando combater o HIV, há um sobrecarregamento do sistema imunológico. As células de defesa acabam morrendo por inflamação crônica e o sistema fica vulnerável a qualquer outra doença que acomete a pessoa infectada.

Saúde

04 de Out // | Saúde

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento aprovou o Plano Estratégico do Programa Nacional de Erradicação e Prevenção da Febre Aftosa (Pnefa). O objetivo é que o Brasil seja considerado pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) um país livre da doença sem vacinação a partir de 2023.

 

Para atingir o status de área livre de aftosa sem vacinação, o plano determina critérios técnicos, estratégicos, geográficos e estruturais a serem seguidos. O documento final foi elaborado com sugestões de todos os segmentos envolvidos na pecuária bovina, em debates realizados durante todo o primeiro semestre de 2017.

 

“O objetivo principal é criar e manter condições para garantir o status de país livre da febre aftosa e ampliar as zonas livres de febre aftosa sem vacinação”, explicou o coordenador geral de Sanidade Animal do Mapa, Heitor Medeiros. Febre aftosa: O vírus da febre aftosa é altamente contagioso. O animal afetado apresenta febre alta que diminui após dois a três dias. Em seguida, aparecem pequenas bolhas que se rompem, causando ferimentos.

Saúde

04 de Out // | Saúde

Pessoas que sofrem com algum tipo de neoplasia – o câncer – detêm alguns direitos especiais na esfera Trabalhista, Previdenciária e Tributária. A informação foi dada pelo advogado Breno Novelli, ao Bahia Notícias, diante da campanhas do Outubro Rosa e o alerta para o combate e prevenção ao câncer de mama.

 

Pacientes que lutam contra o câncer, sobretudo mulheres, ou familiares com dependentes que buscam a cura da doença podem, por exemplo, fazer o saque integral do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), para ajudar nos custeios do tratamento e no seu próprio sustento.

 

A pessoa diagnosticada com algum tipo de neoplasia, a depender da gravidade, também pode ter direito a aposentadoria integral por incapacidade laboral. “Os benefícios estarão diretamente ligados à gravidade e intensidade do câncer junto com a capacidade de trabalho da pessoa. Não se pode falar em aposentadoria integral em casos em que a capacidade de trabalho não fique completamente impossibilitada”, salienta o advogado.

Saúde

03 de Out // | Saúde

A participação de brasileiros no programa Mais Médicos cresceu 44% no último ano, afirma o Ministério da Saúde. Foram 5765 profissionais em 2016 e 8316 em 2017. O maior incremento se deu pela participação de brasileiros formados lá fora -- de 1204 para 2579, um crescimento de 114,2% no período.

 

Entre os brasileiros residentes no país, o crescimento foi de 25,8% (de 4561 para 5737). Segundo o governo, o aumento de brasileiros se deu porque o programa recebeu um reforço, com mais profissionais, e também pela substituição de médicos estrangeiros. Na segunda-feira (9), 1400 brasileiros devem começar a trabalhar nas unidades de saúde pelo Brasil, informa a pasta.

 

A maior reposição de médicos aconteceu no Sudeste com 565 profissionais. Depois, a região Sul foi a que mais atraiu profissionais (329). Já a região que recebeu o menor número de profissionais foi o Nordeste, com 296. Uma das apostas da atual gestão do Ministério da Saúde é a substituição de médicos estrangeiros por brasileiros. Segundo a pasta, em novembro de 2016, foi feito um levantamento para ver quais cidades que contam atualmente com o serviço de cubanos poderiam atrair brasileiros.

Saúde

02 de Out // | Saúde

O Dia do Idoso é comemorado em 1º de outubro, data que marca a promulgação do Estatuto do Idoso. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) vem aumentando o número de pessoas idosas. Entre 2005 e 2015, a proporção de idosos de 60 anos ou mais, na população do País, passou de 9,8% para 14,3%.

 

Um dos fatores que impulsionam essa progressão é o aumento da expectativa de vida da população. Nos últimos 10 anos o Brasil ganhou 8,5 milhões de cidadãos acima dos 60 anos. "Se por um lado temos mais tratamentos disponíveis para tratar e curar doenças, por outro, temos que pensar em sua prevenção", diz o presidente da ABCVAC, Geraldo Barbosa.

 

"A população idosa deve ter em mente que pode evitar muitas doenças – que podem inclusive ser fatais – por meio da vacinação". Os maiores de 60 anos fazem parte do grupo de risco aumentado para as complicações e óbitos por influenza, a conhecida gripe, uma infecção que pode ter suas complicações evitadas com a vacina. Existem disponíveis hoje as vacinas 3V e 4V, essa última, apenas na rede privada, e que confere maior cobertura das cepas circulantes.

Saúde

01 de Out // | Saúde

A Sesab vai realizar 20 mil mamografias no mês de outubro, durante a campanha Outubro Rosa, O objetivo é chegar a marca de 500 mil mamografias. As unidades de saúde, durante este período, receberá uma iluminação rosa para chamar a atenção das mulheres para o rastreamento e diagnóstico do câncer de mama.

 

Pacientes mastectomizadas por câncer de mama e que já tiveram findado o ciclo de quimioterapia serão encaminhadas ao Hospital da Mulher para a realização de consultas e, caso haja recomendação médica, realização de cirurgia reparadora. Também está prevista a realização de consultas, palestras, bem como um curso de radiologia, aula de ginástica e um motopasseio rosa.

 

“Quando precocemente descoberto pode-se evitar o procedimento cirúrgico de retirar a mama por completo, o que, para algumas mulheres, é como uma mutilação, ou ainda evitar procedimentos complementares como quimioterapia ou radioterapia, aumentando a sobrevida dessas pacientes e reduzindo a morbidade", afirma o secretário, Fábio Vilas-Boas. Para fazer os exames de rastreamento do câncer de mama não é necessária a solicitação médica.

Saúde

01 de Out // | Saúde

O programa Farmácia Popular, que oferece medicamentos a preços acessíveis para a população, com descontos de até 90%, pode chegar ao fim após negociações entre o governo federal e o setor varejista de farmácias. O governo fez uma proposta inicial que pode diminuir os preços dos medicamentos em uma média de 35%.

 

A proposta depende do tipo de medicamento. No caso da Losartana Potássica, de 50mg, o preço atual pago por comprimido é de R$ 0,30, e a proposta inicial do governo prevê redução para R$ 0,12, ou seja, 60%. Já o cloridrato de metformina, de 850mg, tem repasse de R$ 0,16, com queda prevista para R$ 0,14, queda de 0,13%.

 

Segundo o assessor jurídico da Associação Brasileira do Comércio Farmacêutico, Rafael Espinhel, caso a queda dos preços dos medicamentos seja confirmada o projeto não terá como ser mantido. Em nota divulgada pelo jornal Extra, o Ministério da Saúde destacou que “além de comprar em maior escala, o programa Farmácia Popular atrai consumidores para dentro dos estabelecimentos comerciais. Esse cenário está sendo levado para a mesa de negociações”.

Saúde

29 de Set // Ascom | Saúde

Neste sábado, dia 30, acontece em todo o município, o DIA D da campanha de Vacinação Animal, promovida pela Prefeitura de Santo Antônio de Jesus, através da Secretaria Municipal de Saúde. Para vacinar, basta levar o cão ou gato até uma Unidade de Saúde da Família, das 8h às 17h. O objetivo da campanha é evitar a cadeia de transmissão do vírus da raiva, prevenindo a contaminação de seres humanos. A Campanha será realizada até o dia 16 de outubro.

Saúde

29 de Set // | Saúde

Proibir abortos não gerou sua queda e, hoje, 25 milhões de abortos inseguros são realizados a cada ano, com grande parte deles ocorrendo em países em desenvolvimento. Um novo levantamento publicado pela Organização Mundial da Saúde aponta que 45% de todos os abortos no mundo são considerados como inseguros.

 

Banir a prática não funciona. O estudo também constata: a taxa geral de abortos é menor nos países onde eles são legalizados. Publicado na revista The Lancet, o estudo indica que 97% dos abortos inseguros hoje no mundo são registrados na América Latina, Ásia e África.

 

"Mais esforços são necessários, especialmente em regiões em desenvolvimento, para garantir acesso a métodos de contracepção e abortos seguros", declarou Bela Ganatra, autora do estudo e cientista da OMS. "Quando meninas e mulheres não tem acesso a isso, existem consequências sérias para suas saúdes e suas famílias", disse. "Isso não deveria ocorrer. Apesar dos avanços tecnológicos, abortos inseguros ainda ocorrem e mulheres continuam a morrer", alertou.

Saúde

28 de Set // | Saúde

Um grupo internacional de cientistas desenvolveu um novo teste capaz de identificar com rapidez o vírus da zika e os quatro sorotipos do vírus da dengue. O novo teste usa o chamado método imunocromatográfico: uma fita com anticorpos que muda de cor apenas quando entra em contato com uma amostra de sangue com proteínas dos vírus.

 

Segundo os autores da pesquisa, publicada nesta quarta-feira, 27, na prestigiada revista Science Translational Medicine, o novo teste não apresentou qualquer traço de um dos principais problemas dos exames sorológicos atualmente disponíveis: a reação cruzada, quando um teste confunde os diferentes vírus e leva ao diagnóstico errado.

 

O novo teste foi desenvolvido por cientistas do Instituto de Tecnologia de Massachussetts (MIT, na sigla em inglês) e sua avaliação teve a contribuição de grupos de várias outras instituições de todo o mundo, incluindo a Universidade Federal de Minas Gerais, a Universidade Federal de Sergipe, a Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (Famerp), a Fiocruz e o Instituto Evandro Chagas.

Saúde

27 de Set // | Saúde

Responsável pela fabricação do teste rápido de febre amarela, a Fundação Baiana de Pesquisa Científica e Desenvolvimento Tecnológico, Fornecimento e Distribuição de Medicamentos (Bahiafarma) garantiu o registro da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O documento foi publicado no Diário Oficial da União.

 

Com essa autorização, a Bahiafarma passa a ser um dos poucos laboratórios do mundo a fabricar dispositivos de diagnóstico rápido para as principais arboviroses (dengue, zika, chikungunya e febre amarela). Além disso, o teste rápido para diagnóstico de febre amarela, é globalmente pioneiro no diagnóstico de infecções recentes ou tardias da doença.

 

Com uma pequena quantidade de amostra, o dispositivo é capaz de identificar se o paciente teve contato recente (IgM) ou anterior (IgC) com o vírus da doença. O resultado é conhecido em até 20 minutos. "O diagnóstico rápido da febre amarela possibilita que o paciente seja tratado com mais celeridade, ampliando suas possibilidades de cura", explica Ronaldo Dias, diretor-presidente da fundação.

Saúde

27 de Set // | Saúde

A Secretaria Municipal da Saúde de Salvador (SMS) foi premiada, durante a 15ª Mostra Nacional de Experiências Bem Sucedidas em Epidemiologia, Prevenção e Controle de Doenças (Expoepi), por desenvolver a melhor ação de vigilância à saúde no monitoramento dos casos de Zika Vírus no país.

 

"O trabalho integrado entre as diretorias da SMS, outras instituições, bem como o compromisso da gestão em desenvolver com agilidade uma estratégia de contingência foram fundamentais, especialmente em momentos que precisávamos dar respostas rápidas para eventos de emergência em saúde pública", destacou Ana Paula Pitanga, uma das autoras do trabalho.

 

"Estamos muito contentes pelo reconhecimento nacional do trabalho. Ele representa o compromisso e a dedicação de toda equipe, especialmente a que atua na Vigilância em Saúde de Salvador, revelando a importância de mantermos boas parcerias com as instituições de ensino e pesquisa", completou a também responsável Cristiane Cardoso. Foram avaliados cerca de 800 trabalhos desenvolvidos em todo o território nacional.

Saúde

27 de Set // | Saúde

O Estado da Bahia, independente de rateio dos custos com o Município e União, deverá custear o tratamento de transgenitalização, com fornecimento de medicamentos necessários, e despesas gerais de deslocamento e estadia a autora de uma ação. A autora conta que o gênero atribuído na sua formação biológica é o masculino,

 

Mas sua identidade psíquica pertence ao gênero feminino, tratando-se de uma mulher transexual. Em 2003, iniciou os exames e avaliações para cirurgia de mudança de sexo, sendo que a primeira etapa foi a amputação peniana e, na segunda, foi realizada a construção do canal vaginal.

 

Entretanto, o canal se fechou, tendo a autora realizado novo procedimento em 2007, também ineficaz pelo mesmo motivo. Na ação, ela pede que a União, o Estado da Bahia e o Município de Feira de Santana custeiam a cirurgia para construção de um canal vaginal, em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. A decisão de 1º grau foi confirmada pela 5ª Turma do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1) para custeio da cirurgia.

Saúde

27 de Set // | Saúde

Uma pesquisa nacional apontou que 76% da população masculina de Salvador acredita que a responsabilidade de contracepção é do casal. No entanto, 83% admitiram já ter feito sexo sem o uso de nenhum método segundo informações do Bahia Notícias. O número é maior do que o observado nacionalmente.

 

73% dos brasileiros afirmaram que já tiveram relações sexuais sem utilizar métodos contraceptivos. Os dados, divulgado nesta terça-feira (26), são de um estudo desenvolvido pela Bayer, com o apoio do Departamento de Ginecologia da Escola Paulista de Medicina da Escola Paulista de Medicina da Unifesp.

 

Foram ouvidos 2 mil homens de 15 a 25 anos em 9 capitais brasileiras, além de Salvador: Belém, Belo Horizonte, Brasília, Curitiba, Goiânia, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro e São Paulo. O motivo mais indicado pelos soteropolitanos para não usar métodos contraceptivos foi “não estragar a diversão” (24%), seguido da ausência de algum método no momento (13%). Esses preocupantes dados levam à discussão sobre gravidez indesejada e a importância da educação sexual.

Saúde

26 de Set // | Saúde

Mulheres com mais de 40 anos não estão dormindo o suficiente, revela uma pesquisa publicada neste mês nos Estados Unidos. Segundo o estudo, uma em cada três (35,1%) mulheres na faixa etária de 40 a 59 anos dormem menos de sete horas por noite, e 19,4% relataram dificuldades em adormecer em quatro ou mais noites por semana.

 

Mais de um quarto das entrevistadas (26,7%) revelaram que, em quatro ou mais noites na semana, enfrentam dificuldade em continuar dormindo após adormecerem, e 48,9% disseram que não acordam se sentindo descansadas em pelo menos quatro dias por semana.

 

"Esse último resultado me surpreendeu especialmente. É uma parcela muito grande", disse à BBC Brasil a autora do estudo, Anjel Vahratian, chefe de análise de dados do National Center for Health Statistics (Centro Nacional de Estatísticas de Saúde, ou NCHS, na sigla em inglês), ligado ao Centers for Disease Control and Prevention (Centros de Controle e Prevenção de Doenças, ou CDC, na sigla em inglês), agência do Departamento de Saúde americano.

Saúde

26 de Set // | Saúde

Entrou em vigor a nova Política Nacional de Atenção Básica do Ministério da Saúde. Entre as medidas está a valorização da atuação dos agentes comunitários de saúde, que passam a ter mais atribuições, como medir pressão, glicemia e fazer curativos. A expectativa é ampliar de imediato o acompanhamento domiciliar de 4,5 milhões de pacientes hipertensos.

 

A expectativa é ampliar o acompanhamento também de 1,12 milhão de pacientes diabéticos. A política também deve aumentar o número de equipes de saúde aptas a receber recursos federais, dando maior apoio aos estados e municípios no atendimento nas unidades básicas, principal porta de entrada do SUS.

 

"As novas regras vão aumentar a quantidade de profissionais a serem contratados para atender a população, além de apoiar com mais recursos os municípios. Estávamos fora da realidade, agora vamos oferecer a contrapartida do governo federal a todas prefeituras que mantém equipes de atenção básica, atendendo às necessidades locais", destacou o ministro da Saúde, Ricardo Barros.





Classificados


Enquete



Mais Lidas