Notícias

Brasil

Brasil

28 de Mai // | Brasil
O corpo do percussionista Gu Nicolau, integrante do grupo de pagode Swing e Simpatia, era velado por volta de 10h deste domingo (28) no Cemitério de Nova Iguaçu. Ele foi enterrado ao meio-dia. Gu estava em frente a uma choperia de sua propriedade, em Mesquita, quando um carro com um homem passou e disparou pelo menos nove tiros na direção dele.
 
A cerimônia ocorreu sob comoção. "Estamos sem chão. Ele tinha quase 25 anos de grupo e nós estávamos há 20 anos juntos. Isso pegou todo mundo de surpresa, estamos perdidos", lamentou Dudu Oliveira, um dos membros do grupo quando o corpo foi levado ao IML. Sobre Gu ter alguma inimizade ou ter participado de alguma briga recentemente, o amigo Dudu afirma que não.
 
“Isso não aconteceu. Ele era muito querido, não tinha problemas com ninguém. Aquilo ali era "uma dama", afirmou o pagodeiro. Inconsolável, a esposa de Gu chegou ao local com um casal de amigos e chorava muito. "Convivia todos os dias com ele porque sou cozinheiro dele, ele era um cara muito bom, não tinha inimizade. Estamos todos muito sentidos, muito triste", disse o cozinheiro Alan de Oliveira, que ajudava a amparar a esposa de Gu.

Brasil

28 de Mai // | Brasil

A Prefeitura de Maceió decretou, neste último sábado (27) situação de emergência e estado de calamidade pública devido às fortes chuvas que caem na capital alagoana desde a noite de sexta-feira, 26. Houve 23 quedas de barreiras em vários pontos e, segundo os bombeiros, pelos menos 4 pessoas morreram e 33 ficaram feridas.

 

Todas as equipes da prefeitura estão mobilizadas nesse esforço coletivo de atender as demandas da população imensamente prejudicada com as fortes chuvas que caem sobre Maceió. Chuvas que são as mais intensas dos últimos anos, segundo registros dos órgãos de monitoramento meteorológico", disse o prefeito Rui Palmeira (PSDB), em nota divulgada pela Secretaria de Comunicação.

 

Entre maio e abril, já choveu 55% do volume previsto para quatro meses, segundo dados da Defesa Civil. É o maio mais chuvoso desde 2010. O órgão recebeu, até a tarde deste sábado, mais de 350 ocorrências na capital alagoana desde o último domingo, 21, quando as chuvas tiveram maior intensidade. Foram registrados 23 deslizamentos de barreiras, sete quedas de árvores, uma ameaça de deslizamento e oito ameaças de desabamento de imóveis.

Brasil

28 de Mai // | Brasil

Sobreviventes da ação de policiais militares do Pará em que dez trabalhadores rurais morreram na quarta-feira (24) relatam que as vítimas foram rendidas e torturadas antes de vir a óbito. Os relatos confrontam a versão da PM de que houve confronto. O massacre ocorreu na fazenda Santa Lúcia, área de Pau D’Arco, então ocupada por posseiros.

 

Segundo a Repórter Brasil, seis de quinze sobreviventes já prestaram depoimento ao Ministério Público Federal. Há dois considerados como desaparecidos. Segundo os depoimentos dos sobreviventes, o grupo de posseiros relata ter visto o comboio da polícia chegando, de longe, e correram para se esconder na mata fechada.

 

Foi quando eles abriram uma lona preta para se proteger da chuva, que a polícia os teria surpreendido, aos gritos de: “É a polícia, porra. Quem correr, morre”. Os sobreviventes fugiram sob fogo, alguns alvejados de raspão na cabeça ou pelas costas. “A polícia chegou atirando”, foi frase repetida por mais de um sobrevivente. Um deles diz ter ouvido: “pode matar. Corre atrás, não é pra deixar um vivo”. “Eu fiquei perto, muito perto, vi o olhar de um companheiro que caiu quase por cima de mim quando levou o tiro. Era um olhar triste”, diz outra testemunha.

Brasil

28 de Mai // | Brasil

Uma multidão ocupa a Avenida Atlântica, na altura do posto 3, em Copacabana (zona sul do Rio), na tarde deste domingo (28) em protesto contra o presidente Michel Temer (PMDB) e por eleições diretas para ocupar a presidência. "A primeira medida necessária é a saída de Temer", afirmou o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AM).

 

Para o congressista, há duas formas de isso ocorrer: o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) cassar a chapa formada por Dilma Rousseff e Michel Temer ou a Procuradoria Geral da República (PGR) denunciar Temer, o que dependeria de autorização do Poder Legislativo. "O mais rápido seria o presidente renunciar, mas não se pode esperar isso dele", afirmou.

 

Para o deputado federal Wadih Damous (PT-RJ), mesmo se a eleição direta para presidente nesse momento não for instituída, a mobilização popular é importante. "Em 1984 não conseguimos aprovar (a eleição direta), mas o movimento popular acelerou o fim da ditadura e as conquistas da Constituição de 1988". O senador Lindbergh Farias (PT-RJ) afirma ser possível prever hoje o desfecho da crise política.

Brasil

26 de Mai // | Brasil
Um homem identificado como Roberto Elísio Coutinho, flagrado em uma série de vídeos agredindo a própria mãe, uma idosa de 84 anos, foi preso por policiais civis da Delegacia do Idoso, na manhã desta sexta-feira (26). Roberto Elísio estava desaparecido desde a repercussão dos vídeos com as agressões nas redes sociais.
 
Ele foi preso em uma residência no município de Raposa, na Região Metropolitana de São Luís. Os vídeos foram gravados pela companheira do agressor que não teve o seu nome revelado. A idosa foi encaminhada nesta sexta ao Instituto Médico Legal, onde realizou exames. O promotor de Justiça de Defesa do Idoso, José Augusto Cutrim, pediu a prisão preventiva do homem que é bacharel em direito.
 
“Solicitamos a prisão dele pelos crimes de lesão corporal e tortura, que estão previstos no Estatuto do Idoso. Além disso, encaminhamos um grupo de assistência social da promotoria para levantar toda situação da senhora. Saber quais danos foram causados a ela diante de tudo isso, se ela pode ficar com outros parentes ou terá que ser encaminhada a uma casa de abrigo. Tudo isso está sendo levantado”, disse.

Brasil

26 de Mai // | Brasil

A capital baiana é a metrópole melhor posicionada quando se trata à vida sustentável no Nordeste. Quando o contexto é ampliado para todas as metrópoles do país, Salvador se posiciona na sexta posição. O dado é da revista Pnas, que avalia o quão próximo as cidades estão dos Objetivos de Desenvolvimento sustentável da Organização das Nações Unidas.

 

Curitiba, no Paraná, lidera o ranking. O levantamento considerou acesso à habitação, água, saneamento básico e eletricidade à maioria da população. De acordo com o Uol, o grupo que reúne pesquisadores do Santa Fé Institute e da Universidade do Arizona, nos Estados Unidos, analisou as 38 regiões metropolitanas brasileiras e 207 municípios da África do Sul.

 

"Quanto mais próximo de 1, mais perto a região está da realização plena dos objetivos no nível metropolitano", explicou Luis Bettencourt, pesquisador de sistemas complexos que liderou o estudo. Atrás de Curitiba aparecem as regiões metropolitanas de Foz do Rio Itajaí (SC), Campinas (SP), São Paulo (SP) e Belo Horizonte (MG). Rio de Janeiro (RJ) e Distrito Federal (DF/GO) aparecem na 17ª e 20ª posições, respectivamente.

Brasil

26 de Mai // | Brasil
Representantes da Comissão dos Terreiros Tombados da Bahia e defensores de religiões de matriz africana e da diversidade religiosa estiveram no Supremo Tribunal Federal (STF), nesta última quarta-feira (24). O STF será responsável por julgar a constitucionalidade do sacrifício de animais em rituais e cultos das religiões de matriz africana. 
 
Eles levaram um parecer doutrinário e um memorial técnico com histórico, legislação e fatores culturais e religiosos em todo o mundo relacionados à chamada sacralização de animais para fins religiosos. O grupo pediu celeridade no julgamento do caso.  O material foi entregue à presidente da Casa, ministra Carmem Lúcia.
 
Em março deste ano, representantes de mais de 20 casas da Bahia e outros estados, membros do Movimento Negro e dirigentes do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (Ipac) participaram de uma Reunião em Defesa dos Povos de Terreiro. O grupo elaborou uma ação movida pela Comissão de Preservação e Salvaguarda dos Terreiros Tombados contra o processo que, há 11 anos, tramita no STF e tenta proibir o abate de animais em rituais religiosos de matrizes africanas.

Brasil

26 de Mai // | Brasil
Noventa e um presos fugiram, na madrugada de ontem (25), da Penitenciária Estadual de Parnamirim , na Região Metropolitana de Natal. De acordo com dados da Secretaria de Estado da Justiça e da Cidadania, essa é a maior fuga da história do sistema penitenciário potiguar. Nove detentos foram recapturados enquanto rastejavam pelo matagal.  
 
Em janeiro, após a rebelião que destruiu as Penitenciárias Estaduais de Alcaçuz e Rogério Coutinho Madruga, 56 homens conseguiram fugir pulando os muros da unidade e também através de túneis.  Na fuga dessa madrugada, os detentos utilizaram um túnel cavado a partir do Pavilhão 2. Eles saíram nas proximidades do matagal que cerca a unidade prisional e não tiveram dificuldade em se camuflar em meio à mata.
 
De acordo com a Polícia Militar, dois carros foram utilizados para dar apoio aos foragidos. A escuridão do entorno do presídio dificultou a ação dos policiais militares que fazem a guarda prisional nas guaritas. No início deste ano, pelo menos 100 presos foram transferidos de Alcaçuz e Rogério Coutinho Madruga para Parnamirim, após as rebeliões que culminaram na morte de 26 detentos nos presídios potiguares.

Brasil

26 de Mai // | Brasil
Os atos de vandalismo durante a manifestação na Esplanada dos Ministérios na quarta-feira geraram um prejuízo de, pelo menos, R$ 1,4 milhão aos cofres públicos. Somente o Ministério da Agricultura contabiliza prejuízo de R$ 1,1 milhão, segundo informações da diretoria de administração.
 
Segundo levantamento do Ministério do Planejamento, os três prédios ocupados pelo órgão sofreram danos de R$ 330.979,31. Os maiores prejuízos foram registrados em mobília e computadores. O ministério informou, no entanto, que continua fazendo o levantamento dos prejuízos que e pode haver mais computadores ou equipamentos danificados que ainda não foram identificados pela perícia.
 
O Ministério do Planejamento informou que continua fazendo o levantamento dos prejuízos e pode haver mais computadores ou equipamentos danificados que ainda não foram identificados pela perícia. Entre os ambientes danificados do Ministério da Agricultura estão o térreo, o hall, um auditório, a galeria de ministros, uma sala de reuniões e outra de apoio. A escada que sobe para o primeiro andar foi pichada e um piso de mármore da década de 1960 foi queimado.

Brasil

25 de Mai // | Brasil
O Ministério da Defesa informou que, logo após a revogação do decreto que autorizou o uso das Forças Armadas para segurança na Esplanada dos Ministérios, os militares começaram a deixar o local. Às 12h, os homens do Exército não eram mais vistos na área. A via que dá acesso ao Congresso continua interditada, e apenas servidores estão liberados para passar pela barreira.
 
Segundo alguns militares que estavam na via N2, atrás do Palácio do Planalto, às 13h30 um grupo permaneceria no local para fazer a segurança do palácio até as 9h de sexta-feira (26). Nesta quarta (24), após a ocupação da Esplanada dos Ministérios por milhares de manifestantes que pediram a saída do presidente Michel Temer, o governo federal autorizou a presença das Forças Armadas para proteção dos ministérios e do patrimônio público do local.
 
Segundo a nota emitida pela Secretaria de Comunicação da Presidência da República, “restabelecendo-se a ordem, o documento será revogado”. Temer reuniu na manhã desta quinta-feira (25), no Palácio do Planalto, ministros de seu núcleo político para discutir a eventual saída dos militares de Brasília. Às 10h44, o presidente revogou por meio de uma edição extraordinária do "Diário Oficial da União", o decreto que autorizou o uso de tropas das Forças Armadas na Esplanada dos Ministérios.

Brasil

25 de Mai // | Brasil
Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) entregou na tarde desta quinta-feira (25) à Câmara dos Deputados o pedido de impeachment do presidente Michel Temer. A entidade também pediu que Temer fique inabilitado de exercer cargo público por oito anos. A entidade usa como base a delação premiada de executivos da J&F para argumentar que o presidente cometeu crime de responsabilidade e violou o decoro do cargo de presidente.
 
"O pedido da OAB leva em consideração as manifestações do presidente da República, que em dois momentos, em rede nacional de televisão, declara textualmente conhecimento com relação a todos os fatos. O presidente declara que escutou desse empresário, que ele nominou como fanfarrão e delinquente, todos aqueles crimes e nada fez com relação ao que escutou", disse o presidente da OAB, Claudio Lamachia, ao chegar à Câmara.
 
Antes de protocolar o pedido, Lamachia acrescentou que a entidade também pediu o impeachment de Dilma Rousseff, "o que demonstra que a OAB é uma instituição absolutamente e apartidária". "Há menos de um ano, lamentavelmente, fomos nós da OAB, fui compelido a apresentar o pedido de impeachment da então presidente da República Dilma Rousseff. A OAB cumpre o seu papel, apresenta dois impeachments de dois presidentes da República, processos de impeachment diametralmente opostos no que diz respeito à questão das ideologias partidárias, o que demonstra que a OAB é uma instituição absolutamente independente e apartidária", declarou.

Brasil

25 de Mai // | Brasil
Duas pessoas encapuzadas atiraram duas bombas de coquetéis molotov na sede do Diretório Estadual do Partido dos Trabalhadores do Paraná (PT-PR), no bairro São Francisco, em Curitiba, na madrugada desta quinta-feira (25). Conforme imagens de câmeras de segurança, por volta das 4h20, os indivíduos passaram em frente à sede do partido e, em seguida, atiraram as garrafas com líquido inflamável e pavio inflamado.
 
O objeto consiste em garrafas de vinho cheias de líquido inflamável e pavio de palha de albino presa com fita crepe. Uma das garrafas atingiu a parede pelo lado de fora e explodiu. O fogo se espalhou pela fachada, mas apagou sozinho. A segunda garrafa rompeu o vidro e entrou em uma das salas do edifício. A garrafa não quebrou e o pavio apagou sozinho. 
 
O presidente do partido no Estado, Doutor Rosinha, registrou formulário de ocorrência e visitou o secretário de SPP do Paraná, Wagner Mesquita, na manhã desta quinta-feira, na direção de pedir rigor na investigação.  “É muito grave essa tentativa de incêndio na sede de um partido, que não é a primeira. Fico muito indignado com a intolerância, como tem pessoas que não toleram pensamento distinto do dele, uma ideologia distinto. Numa madrugada, se queimar a sede do PT nós lamentamos”, afirmou Rosinha.

Brasil

25 de Mai // | Brasil
O senador Ataídes Oliveira (PSDB-TO) e o deputado Alexandre Baldy (PTN-GO) protocolaram nesta quinta-feira, 25, o pedido de instalação de uma Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) para investigar as operações financeiras da JBS, cujos donos e executivos incriminaram o presidente Michel Temer em delação premiada.
 
Segundo Baldy, o pedido foi protocolado com “mais de 200” assinaturas de deputados e “mais de 30” de senadores. Os apoiamentos serão conferidos pelos técnicos legislativos. Para que o colegiado seja instalado, são necessárias, no mínimo, 27 assinaturas de senadores e 171 de deputados federais.
 
A CPMI pode ser instalada logo após a leitura do ato de criação pelo presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE). O colegiado será composto por 13 senadores e 13 deputados, a serem indicados pelos líderes partidários. De acordo com Baldy, o “acordo” é para que Ataídes seja o presidente da comissão e ele, o relator principal. O objetivo da CPMI será investigar a atuação do frigorífico JBS no mercado financeiro.

Brasil

25 de Mai // | Brasil
Leandra Barbosa dos Santos Brito, que ganhou notoriedade há duas semanas, ao ser apontada como babá do filho do presidente Michel Temer com remuneração bancada pelo Palácio do Planalto, foi nomeada pela Casa Civil da Presidência da República para exercer o cargo de assessora técnica no gabinete pessoal do presidente Temer.
 
A nomeação foi publicada nesta quinta-feira, dia 25, no Diário Oficial da União. Na época em que o jornal "O Globo" divulgou que a servidora era babá de Michelzinho, o Planalto e o próprio presidente negaram a informação. A edição do DOU não trouxe a exoneração de Leandra do cargo de assessora técnica no Gabinete-Adjunto de Informações em Apoio à Decisão do Gabinete Pessoal do Presidente da República, que ela já ocupava.
 
De acordo com reportagem do "Globo", Leandra disse que não é babá do filho do presidente, mas não teria especificado o tipo de trabalho que desenvolvia no Planalto. A reportagem contou ainda que Leandra dá expediente no Palácio do Jaburu e acompanha a família de Temer em viagens. No dia 15 de maio, durante entrevista a rádios regionais, Temer, irritado, negou que a funcionária fosse babá de seu filho.

Brasil

25 de Mai // | Brasil
O presidente Michel Temer revogou, na manhã desta quinta-feira (25/5), o decreto que convocou as Forças Armadas para fazer a segurança no Distrito Federal. O uso de tropas federais havia sido decidido na quarta-feira, durante confronto entre policiais e manifestantes que pediam a saída de Temer na Esplanada dos Ministérios.
 
Na justificativa da decisão de hoje, o presidente declara que a revogação foi possível "considerando a cessação dos atos de depredação e violência e o consequente restabelecimento da Lei e da Ordem no Distrito Federal, em especial na Esplanada dos Ministérios". Após a revogação, coube ao ministro da Defesa, Raul Jungmann, argumentar pela legalidade da decisão tomada pelo presidente na quarta.
 
"Foi uma decisão tomada com base na Contituição", afirmou o ministro. Jungmann também citou que, desde 2010, 29 ações de GLO foram adotadas no país, como durante a Copa do Mundo, as Olimpíadas e a greve de policiais militares no Espírito Santo. Jungmann também buscou reduzir a polêmica com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, citado inicialmente como autor do pedido.

Brasil

25 de Mai // | Brasil
Uma semana após o início da maior crise do governo Temer, a pressão continua sobre o presidente e a turbulência política deve ter um novo capítulo hoje. A OAB pometeu entregar à tarde o pedido de impeachment do presidente. A formalização do documento na Câmara ocorre no dia seguinte à chegada do Exército às ruas de Brasília.
 
Uma resposta de Temer às manifestações, que acabaram em confronto, quebra-quebra e depredação de prédios públicos. O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Claudio Lamachia, marcou para hoje a entrega da denúncia com o pedido formal de impeachment contra o presidente Michel Temer. 
 
O documento, endossado por representantes da entidade em 24 estados e o DF, será juntado a outros 16 pedidos de impeachment que já foram protocolados na Câmara A OAB identificou crime de responsabilidade 'indiscutível' em dois trechos da conversa entre Temer e o dono da JBS, Joesley Batista. Caberá ao presidente da Câmara decidir se aceita ou não os pedidos para abrir o processo que pode tirar Temer do poder.

Brasil

25 de Mai // | Brasil
O protesto organizado por centrais sindicais e movimentos sociais contra as reformas previdenciária e trabalhista, pela saída do presidente Michel Temer e por eleições diretas transformou a Esplanada dos Ministérios, em Brasília, em um palco de batalha com a Polícia Militar e a Força Nacional nesta quarta (24).
 
A SPP do Distrito Federal informou que abrirá inquérito para investigá-los. "Esse procedimento não é o adotado", afirmou. Sete ministérios depredados, dois incendiados e 49 feridos –entre eles um manifestante baleado, um estudante de Santa Catarina que teve a mão decepada por um rojão e oito policiais– são alguns dos números do ato, que reuniu 45 mil pessoas, segundo a PM, ou 150 mil, de acordo com organizadores.
 
Por decreto, válido até o próximo dia 31, Temer convocou as Forças Armadas para conter manifestações de rua. À noite, os prédios dos ministérios já passaram a ter proteção de homens do Exército. Cerca de 300 militares do 32° GAC (Grupo de Artilharia de Campanha) estão espalhados pela Esplanada. Com o prédio do Ministério da Agricultura em chamas, PMs que não dispunham de armas com balas de borracha sacaram armas comuns e dispararam.

Brasil

25 de Mai // | Brasil

No dia 3 de junho de 1998, 5,5 mil pessoas assistiram a um jogo inusitado: campeã do mundo àépoca, a seleção brasileira, enfrentava, no campo do adversário, a modesta seleção de Andorra, criada dois anos antes e que entrou em campo com sete jogadores amadores.

 

A seleção se preparava para a Copa do Mundo da França e a decisão da CBF de levá-la ao principado para enfrentar uma equipe que jamais havia vencido uma partida e nem mesmo arrancado um empate foi bastante criticada. Mas não era apenas em campo que a CBF mantinha boa relação com Andorra.

 

Investigações recentes revelam que foi pelo sistema financeiro do principado que chegou o dinheiro desviado entre o ex-presidente do Barcelona, Sandro Rosell, e o ex-presidente da CBF, Ricardo Teixeira. A suspeita é de que ambos teriam usado a seleção para lavar dinheiro. Sandro Rosell foi preso na última terça-feira (18) e nesta quinta será ouvido pelos procuradores em Madri.

Brasil

24 de Mai // | Brasil
Manifestantes causaram depredação em vários prédios da Esplanada dos Ministérios, em Brasília, durante protestos contra o governo federal nesta quarta-feira (24). Houve registro de incêndio na área interna dos ministérios da Agricultura, do Planejamento e da Cultura mas, segundo o Corpo de Bombeiros, as chamas não deixaram feridos.
 
De acordo com estimativa da Central Única dos Trabalhadores (CUT), os atos reuniram 200 mil manifestantes durante todo o dia. Até as 15h30, a Secretaria de Segurança Pública estimava público de 35 mil pessoas no ápice dos protestos. O primeiro prédio a ser atingido pelo fogo foi o do Ministério da Agricultura, por volta das 15h – as chamas foram extintas cerca de 40 minutos depois.
 
Segundo o Corpo de Bombeiros, o tumulto dificultou o acesso dos carros para combater as chamas. Segundo o ministério, o prédio foi evacuado e não houve registro de feridos. O fogo atingiu o auditório no andar térreo, e fotos de ex-ministros foram quebradas. A Tropa de Choque entrou no prédio para evitar o avanço da depredação. De acordo com a assessoria da pasta, o ministro Blairo Maggi chegou a Brasília nesta terça (23) e estava no interior do prédio no momento do incêndio.

Brasil

24 de Mai // | Brasil
O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio Mello relatou nesta quarta-feira (24), durante sessão, ter ficado preocupado com a decisão do presidente Michel Temer de autorizar a presença das Forças Armadas na região da Esplanada dos Ministérios, em Brasília, após as manifestações contra o governo. "Espero que a notícia não seja verdadeira", acrescentou.
 
A decisão de Temer foi anunciada na tarde desta quarta pelo ministro da Defesa, Raul Jungmann, em pronunciamento no Palácio do Planalto. Segundo Jungmann, o protesto contra Temer estava previsto para ser pacífico, mas "degringolou na violência, no vandalismo, no desrespeito, na agressão ao patrimônio público e na ameaça às pessoas".
 
"Voto um pouco preocupado com o contexto, e espero que a notícia não seja verdadeira. O chefe do Poder Executivo teria editado decreto autorizando uso das Forças Armadas no Distrito Federal no período de 24 a 31 de maio", disse Marco Aurélio Mello nesta quarta, durante o julgamento de uma ação no STF. O ministro não teceu mais comentários sobre a ordem do presidente Michel Temer.

Brasil

24 de Mai // | Brasil

A defesa da ex-presidente Dilma Rousseff recorreu ao STF com um pedido de liminar para anular o processo de impeachment que cassou o mandato da petista e também devolvê-la ao cargo. O pedido foi feito ao ministro Alexandre de Moraes, porque o processo era do ministro Teori Zavascki, morto em janeiro deste ano em um acidente aéreo.

 

Zavascki chegou a negar a concessão da liminar para anular o processo contra a então presidente. O que a defesa requere agora é uma reconsideração. Na petição, José Eduardo Cardozo traz como argumentos novos acontecimentos, como a divulgação das delações de executivos da JBS. Para a defesa, "a cada dia se evidencia mais a ilegitimidade e a impossibilidade do atual presidente da República permanecer no exercício do mandato para o qual não foi eleito”.

 

Na ação, o advogado também defende, segundo o site Uol, que Dilma foi afastada pelo Congresso "sem que tenha sido praticado qualquer ato que configure crime de responsabilidade". Ele relembrou o episódio em que o próprio Michel Temer teria reconhecido, durante entrevista à TV Band em abril deste ano, o desvio de poder de Eduardo Cunha, ao aceitar a abertura do processo de impeachment. Caso Moraes rejeite a liminar, Cardozo pediu que o caso seja apreciado pelo Plenário do Supremo.

Brasil

24 de Mai // | Brasil
O ex-empresário do sertanejo Cristiano Araújo, D'Stefany Vaquero Lima, de 32 anos, morreu, na madrugada desta quarta-feira, em Mangaratiba, na Região Metropolitana do Rio. Conhecido como Didi Latino, ele foi encontrado baleado por policiais militares do 33º BPM (Angra dos Reis) na Rodovia Rio-Santos e levado para Hospital municipal Victor de Souza Breves.
 
O crime é investigado pela 165ª DP (Mangaratiba). Os PMs passavam pela Rio-Santos quando viram Didi Latino andando às margens da via, pouco depois da meia-noite, com roupas cobertas de sangue. Eles pararam para socorrê-lo. O empresário, porém, ainda segundo os agentes, falava coisas sem sentido e não soube explicar o que aconteceu. Ele teria levado quatro tiros.
 
O empresário portava o passaporte, dois cartões de crédito e R$ 500. Irmão de Cristiano Araújo, o cantor Felipe Araújo lamentou a morte em seu perfil no Instagram. "Que Deus te abençoe por onde for, pastor. Descanse em paz", escreveu ele. Além de Cristiano Araújo — morto num acidente de carro em junho de 2015 —, Didi Latino também trabalhou com a dupla sertaneja Humberto e Ronaldo. Na página oficial dos cantores, foi postada uma mensagem de luto:

Brasil

24 de Mai // | Brasil
Investigado pelo Ministério Público Federal por corrupção, organização criminosa e obstrução judicial, Michel Temer assinou decreto em que coloca tropas federais nas ruas do Distrito Federal por uma semana. A informação foi dada pelo ministro da Defesa, Raul Jungmann, em coletiva de imprensa durante confusão em Brasília após repressão da Polícia Militar contra manifestantes.
 
Os manifestantes protestavam contra as reformas do governo, pela saída de Temer e por eleições diretas. "O senhor presidente da República decretou, por solicitação do presidente da Câmara, uma ação de garantia da lei e da ordem", anunciou Jungmann, que disse que Temer não irá aceitar baderna. Brasília entrou em chamas com os protestos contra as reformas de um governo ilegítimo, que chegou ao poder por meio de um golpe parlamentar.
 
"O senhor presidente da República faz questão de ressaltar que é inaceitável baderna, inaceitável o descontrole e que ele não permitirá que atos como esse venham a turbar o processo que se desenvolve de foram democrática e com respeito às instituições", afirmou.  "Atendendo à solicitação do senhor presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, mas também levando em conta fundamentalmente uma manifestação que estava prevista como pacífica.

Brasil

24 de Mai // | Brasil
Houve depredações e confronto entre a polícia e manifestantes em um protesto em Brasília nesta quarta-feira (24). Um grupo colocou fogo no Ministério da Agricultura, mas o incêndio já foi controlado. Servidores dos ministérios receberam ordens de evacuar os prédios por volta das 15h30. A PM atirou balas de borracha e gás lacrimogênio, enquanto manifestantes atiravam pedras e tentavam avançar em direção ao Congresso.
 
Os manifestantes pedem a renúncia do presidente Michel Temer e criticam as reformas trabalhista e da Previdência. Às 15h50, havia cerca de 35 mil pessoas na Esplanada dos Ministérios, segundo a PM. A organização do protesto não informou o número. Quatro pessoas foram detidas e uma ficou ferida por arma de fogo, segundo a Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal.
 
Um dos presos é um professor do Espírito Santo que estava acompanhado da filha, menor de idade. Três dos detidos portavam entorpecentes e arma branca, segundo a Polícia Militar. O ministro da Defesa, Raul Jungmann, informou que Temer decretou a "ação de garantia da lei e da ordem" na Esplanada dos Ministérios e, com isso, tropas federais passarão a reforçar a segurança na região. Por causa do tumulto, boa parte dos manifestantes começou a deixar a Esplanada dos Ministérios por volta das 16h15.

Brasil

24 de Mai // | Brasil
Centrais sindicais e movimentos de esquerda de todo o país marcham contra o presidente Michel Temer e as reformas governistas, na tarde desta quarta-feira (24), em Brasília. Manifestantes e policiais militares já entraram em confronto e foram disparadas bombas de gás e efeito moral. A manifestação saiu do estádio Mané Garrincha e segue em direção ao Congresso Nacional.
 
A cavalaria da Polícia Militar investiu contra os protestantes, que jogaram pedras e paus. O clima na marcha ficou tenso por volta das 13h30, quando os grupos chegaram ao bloqueio feito pela polícia, em frente ao Congresso. O conflito quase saía do controle no início da tarde. Muitos carregam bandeiras e camisetas com o rosto do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
 
Entre as entidades presentes, estão a CUT (Central Única dos Trabalhadores), a UGT (União Geral dos Trabalhadores), a CTB (Central dos Trabalhadores do Brasil), o MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem Teto), além de membros de partidos, sindicatos locais, entidades estudantis como a UNE (União Nacional dos Estudantes) e movimentos LGBT. organizadores falam em mais de 100 mil pessoas.

Brasil

24 de Mai // | Brasil

Um homem destruiu imagens sacras de uma igreja em Fortaleza na tarde de terça-feira (23). O templo estava aberto para o ritual católico de Adoração ao Santíssimo, quando o jovem entrou no local, se aproximou da primeira imagem e a empurrou. Ele fez isso em outras três imagens, até que conseguiram detê-lo.

 

O padre Anizio Ferreira, vigário da Paróquia, disse ao site Tribuna do Ceará que as imagens destruídas são raras. "Foram quatro destruídas. A do nosso padroeiro São Benedito, a do Sagrado Coração de Jesus, Nossa Senhora do Santíssimo Sacramento, que é muito rara, e de São Pedro Julião, o nosso fundador. Imagens bonitas, grandes, e que têm todo um valor sentimental e cultural do patrimônio da igreja. É um momento de muita tristeza", lamentou.

 

O jovem foi preso e, segundo o padre, não esboçou nenhum tipo de arrependimento. "Ele não aprentava ser alcoolizado ou algo assim, mas parecia sofrer de uma esquizofrenia. Quando perguntei o motivo dele ter feito isso, apenas dizia: 'Porque eu quis'", lembrou o religioso. As imagens destruídas deverão ser levadas para tentativas de reconstrução.

Brasil

24 de Mai // | Brasil
Um comissário de polícia matou a mulher na frente da filha do casal na terça-feira (23) em Jaboatão dos Guararapes, na Grande Recife. Depois do crime, Geraldo da Silva Bezerra, 41, ligou para a Polícia Militar e se entregou, confessando o crime. Ele afirmou que atirou na companheira de 16 anos, Sheila Cavalcante, 41, a mando de extraterrestres.
 
“Não há testemunhas que tenham presenciado os fatos. O que o comissário conta é que atirou propositalmente e fez isso a pedido de um ET. Depois de ter atirado, ele ligou para a Polícia Militar e explicou o que havia acontecido”, contou ao G1 o delegado Francisco Diógenes, responsável pelo caso. 
 
Segundo a polícia, Sheila, que era dona de casa, foi dormir na cassa dos pais na noite de segunda irritada justamente porque o marido não parava de falar de ETs.  “Ele disse que começou a falar sobre extraterrestres e ela se irritou porque não gostava do assunto e foi até a casa dos pais. Hoje, quando ela voltou, ele atirou contra ela", explica o delegado. O tiro aconteceu na área externa da casa da família, no bairro Curado III, e atingiu Sheila no tórax.

Brasil

24 de Mai // | Brasil
O deputado federal Robinson Almeida (PT-BA) vai entrar com uma queixa crime contra a curitibana que atacou os baianos nas redes sociais e causou polêmica entre os internautas. O caso foi parar na Câmara dos Deputados. O parlamentar , que discursou sobre o caso na sessão plenária desta terça-feira (23), em Brasília, afirmou que o comentário da mulher identificada como Nelma Baldassi, é uma ato fascista. 
 
“Ela comete o crime de racismo e incitação à violência, inaceitável. Inclusive o crime de racismo é inafiançável. Vou entrar com uma ação judicial de queixa crime contra ela amanhã mesmo. Se ela não aprendeu a respeitar o povo baiano vai ter que responder  a justiça pelos seus atos”, disse o depurado em contato com o Bocão News. 
 
Nelma Baldassi, foi criticada nas redes sociais após um comentário racista e xenófobo a respeito dos baianos. Ela disse que o ataque terrorista que matou 22 pessoas e feriu mais 100 em Manchester deveria ter ocorrido na Bahia. "Só lamento que tenha sido em Manchester e não na Bahia. Seria lindo ver aquele gente nojenta e escurinha da Bahia explodindo. Kkkkkkkkkkkk", escreveu a mulher. 

Brasil

23 de Mai // | Brasil

O jornalista Reinaldo Azevedo, que era titular de um dos blogs mais lidos no site da revista Veja, foi flagrado em conversas com a irmã do senador Aécio Neves (PSDB-MG), Andrea Neves, grampeadas pela Polícia Federal, com autorização da Justiça. De acordo com site BuzzFeed, após a publicação da reportagem sobre o assunto, Azevedo anunciou sua demissão da Veja.

 

A PF, entretanto, não constatou indícios de crimes nas conversas entre os dois. Mesmo assim, as gravações foram anexadas pela Procuradoria-Geral da República ao conjunto de áudios anexados ao inquérito que provocou o afastamento de Aécio e a prisão da irmã. A primeira gravação, feita no dia 13 de abril, traz os dois criticando a Odebrecht, a Lava Jato e a própria revista, sempre em defesa de Aécio. Andrea diz:

 

“Agora, que está acontecendo na Veja, o que o pessoal fez… Assinaram todos os jornalistas e vão pegar a loucura desse cara [Alexandre Acioly, delator] para esquentar a maluquice contra mim”. Azevedo responde: “Ah, eu vi. É nojento, nojento. Eu vi. Tanto é que logo no primeiro parágrafo, a Veja publicou no começo de abril que não sei o que, na conta de Andrea Neves. Como se o depoimento do cara endossasse isso. E ele não fala isso”.

Brasil

23 de Mai // | Brasil
A leitura do relatório da reforma trabalhista no Senado foi interrompida nesta terça-feira (23) por agressão entre parlamentares que se chamaram de "bandido" e de "vagabundo". A confusão começou quando o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) disse para Ataídes Oliveira (PSDB-TO) que ele "apoiava um governo corrupto".
 
O tucano respondeu chamando Randolfe de "bandido", que retrucou: "me respeite, bandido é o senhor". Ataídes se irritou e partiu para cima de Randolfe, chamando-o de "moleque" e "vagabundo". Outros senadores agiram para separar a briga. A senadora Fátima Bezerra (PT-RN) chegou a se sentar à mesa para impedir a leitura do relatório, que seria feita pelo senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES).
 
O tucano deixou a sessão no meio da confusão, aconselhado pelo líder do governo, Romero Jucá (PMDB-RR). O governo defende a leitura do relatório nesta terça na Comissão de Assuntos Econômicos para dar impressão de normalidade em meio à crise política. Esse seria o primeiro andamento do projeto na Casa. A sessão começou às 8h30 com uma audiência pública e foi marcada por protestos de oposicionistas que chegaram a pedir a saída do presidente Michel Temer.

Brasil

23 de Mai // | Brasil
O presidente Michel Temer demitiu nesta terça-feira (23) seu assessor especial Tadeu Filippelli, preso na Operação Panatenaico, que investiga um esquema de corrupção nas obras do estádio Mané Garrincha. Temer assinou o ato de exoneração de Filippelli assim que chegou ao Palácio do Planalto, pela manhã, e enviou o documento à Casa Civil.
 
A demissão deve ser publicada no Diário Oficial de quarta-feira (24). Filippelli é presidente do PMDB-DF e dividia o cargo com as funções que exercia na Presidência da República. Com gabinete no terceiro andar do Palácio do Planalto, a poucos metros da sala de Temer, Filippelli é um dos responsáveis pela interlocução do governo com parlamentares e empresários.
 
O assessor presidencial conhece Temer há quase 20 anos e costuma representar o peemedebista em eventos do partido. Filippelli é conhecido entre os deputados e senadores como um homem "conciliador", que fala em nome de Temer. Nos últimos dias, recusou-se a entrar em uma reunião que havia marcado com Temer porque o ministro Antonio Imbassahy (Secretaria de Governo) também estava presente.

Brasil

23 de Mai // | Brasil
O ex-marqueteiro do PT, João Santana, e a mulher dele, Mônica Moura, foram arrolados como testemunhas de acusação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pelo Ministério Público Federal, na denúncia que envolve o sítio de Atibaia. Os dois firmaram acordo de delação premiada.
 
Santana foi o marqueteiro das três últimas eleições presidenciais do PT: 2006, quando Lula venceu; e 2010 e 2014, quando Dilma Rousseff ganhou a disputa. A denúncia foi apresentada nesta segunda-feira à Justiça Federal de Curitiba e envolve R$ 1 milhão gastos com reformas no sítio. Para os procuradores, o valor refere-se a propina de contratos da Petrobras e as obras beneficiariam Lula e sua família.
 
Das 25 testemunhas de acusação contra o ex-presidente, 17 são delatores da Lava-Jato. Entre os arrolados pelos procuradores estão os políticos Delcídio do Amaral e Pedro Corrêa; os ex-diretores da Petrobras Nestor Cerveró e Paulo Roberto Costa; os operadores de propina Fernando Soares, o Baiano, e Milton Pascowitch, e os empresários Augusto Mendonça Neto (Setal), Ricardo Pessoa (UTC) e Milton Schahin (Grupo Schahin).

Brasil

23 de Mai // | Brasil
O deputado afastado Rodrigo Rocha Loures (PMDB) entregou a mala com R$ 500 mil na sede da Polícia Federal de São Paulo, na noite desta segunda-feira (22), segundo informou a GloboNews. Segundo José Oliveira Lima, advogado de Loures, ele entregou pessoalmente a mala à PF.
 
Loures foi filmado recebendo a mala de dinheiro em restaurante nos Jardins, na capital paulista, e é apontado como intermediário do presidente Michel Temer para assuntos do grupo J&F com o governo. Segundo investigação, o presidente Michel Temer indicou Rocha Loures para resolver uma disputa relativa ao preço do gás fornecido pela Petrobras à termelétrica do grupo JBS.
 
Joesley Batista, dono da JBS, marcou um encontro com Rocha Loures em Brasília e contou sobre sua demanda no Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). Pelo serviço, Joesley ofereceu propina de 5%, e o deputado deu o aval. O deputado afastado foi filmado pela PF recebendo uma bolsa com R$ 500 mil enviados por Joesley, após combinar pagamento semanal no mesmo valor pelo período de 20 anos.

Brasil

23 de Mai // | Brasil
A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) deve protocolar o pedido de impeachment do presidente da República, Michel Temer, até quinta-feira (25). Para o presidente da entidade, Carlos Lamachia, Temer cometeu crime de responsabilidade ao não informar às autoridades competentes o teor da conversa que teve com o empresário Joesley Batista, dono da JBS, no Palácio do Jaburu, no início de março.
 
“A peça da OAB e a decisão que foi tomada têm como base as declarações do próprio presidente da República. Em nenhum momento, ele nega os fatos e a interlocução que teve. Mesmo que os áudios pudessem ter alguma edição, as próprias declarações do presidente da República reconhecem o diálogo que ele teve com o investigado”, disse Lamachia.
 
Joesley gravou conversa e entregou cópias do áudio à Procuradoria-Geral da República (PGR), com a qual firmou acordo de delação premiada, já homologado pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Para a Ordem, Temer infringiu o Artigo 116 da Lei do Servidor Público - crime de prevaricação. O Palácio do Planalto informou que não vai comentar o pedido da OAB. “A OAB levou em consideração as manifestações do presidente da República, que em momento algum desqualifica o que foi dito na conversa. Desqualifica, sim, o seu interlocutor”.

Brasil

23 de Mai // | Brasil
De forma velada, o PSDB está torcendo por uma cassação da chapa Dilma-Temer pelo Superior Tribunal Eleitoral (TSE), considerando que esta é a melhor saída para a crise, de acordo com a coluna Painel, do jornal Folha de S. Paulo. Tucanos acreditam que esta seria a melhor maneira de Temer sair do poder, por “um “caminho constitucional”, abrindo espaço para “uma transição ajuizada” e que iria garantir o andamento das reformas.
 
Temer voltou a anunciar a aliados que não vai renunciar e que agora vai partir para o ataque, numa ofensiva cujo objetivo é reconquistar o apoio do empresariado. Ainda segundo a coluna, ele já teria entrado em contato com CNI (Confederação Nacional da Indústria), CNF (Confederação Nacional das Instituições Financeiras) e Fiesp.
 
Esta última está pensando em divulgar uma nota apenas em apoio à continuidade da tramitação das reformas. O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Gilmar Mendes, marcou para os dias 6, 7 e 8 de junho o julgamento da ação que pode levar à cassação dachapa Dilma-Temer, vencedora das eleições de 2014. Segundo informações do TSE, foram reservadas quatro sessões para deliberar sobre o processo movido pelo PSDB — duas ordinárias e duas extraordinárias.

Brasil

23 de Mai // | Brasil
O relator da reforma da Previdência, deputado Arthur Oliveira Maia (PPS-BA), acredita que a delação do empresário Joesley Batista, da JBS, destruiu o calendário de tramitação da proposta e que hoje não é possível garantir nem mesmo que o texto será votado pelo Congresso. "A minha avaliação é que, a cada dia que passa, é mais difícil, é mais complicado", afirmou à Folha.
 
"O que é difícil hoje será mais difícil daqui a um mês." A dificuldade aumenta, segundo Maia, devido à preocupação dos parlamentares com o impacto que o voto a favor do endurecimento das regras de aposentadoria teria nas eleições de 2018. O relatório da reforma da Previdência foi aprovado, com muitas alterações em relação ao texto original, em comissão especial da Câmara no início de maio.
 
A expectativa era que ele fosse votado pelo plenário no mês que vem. Na semana passada, antes de serem divulgadas as primeiras informações sobre a delação da JBS e as citações ao presidente Michel Temer, interlocutores do governo trabalhavam para conquistar um placar de ao menos 308 deputados (mínimo para aprovação na Câmara).

Brasil

23 de Mai // | Brasil

A Polícia Federal cumpre mandados de prisão na manhã desta terça-feira (23) contra os ex-governadores do Distrito Federal José Roberto Arruda e Agnelo Queiroz e contra o ex-vice-governador Tadeu Filippeli. A operação tem base em delação premiada da Andrade Gutierrez referente a um esquema de corrupção envolvendo as obras do estádio Mané Garrincha, em Brasília (DF).

 

As obras foram orçadas em cerca de R$ 600 milhões, mas custaram R$ 1,575 bilhão em seu encerramento, em 2014. Além de Arruda, Queiroz e Filippeli, agentes públicos, ex-agentes públicos, construtoras e operadores de propina que agiram durante as três últimas gestões estão entre os alvos da operação desta terça.

 

A Polícia Federal acredita que agentes públicos, por meio de operadores de propinas, tenham realizado conluios e simulado procedimentos previstos em edital de licitação. Ao contrário dos demais estádios da Copa do Mundo, o Mané Garrincha não foi requalificado com recursos do BNDES, mas da Terracap -- a estatal, no entanto, não abarca esse tipo de operação financeira. O Mané Garrincha foi a mais cara arena do Mundial e suas obras de reforma foram realizadas estudos prévios de viabilidade econômica.

Brasil

22 de Mai // | Brasil
O trecho da BR-324 continua interditado há quase uma semana devido ao protesto dos moradores de Dirceu Arcoverde, Sul do Piauí, e Remanso, na Bahia, que cobram pavimentação da rodovia. Por conta do bloqueio, caminhoneiros estão procurando rotas alternativas, aumentando a distância entre os dois estados em 200 e até 300 quilômetros. Desde o dia 16, os manifestantes montaram barracas no meio da pista e estão até cozinhando no local.
 
"Alguns caminhoneiros aderiram ao movimento e estão no local ajudando a bloquear a rodovia. Já outros motoristas estão retornando para Petrolina, de lá seguem por uma estrada asfaltada para São João Piauí e saem em Canto do Buriti, o que aumenta o percurso em 300 km. Já pelo desvio de Campo Alegre, na Bahia, o trecho é de chão batido e fica 200 km mais distante", explicou o morador Manoel Messias.
 
O trecho, que é divisa dos dois estados, serve de acesso ao Parque Nacional Serra da Capivara e ao Aeroporto Internacional de São Raimundo Nonato. Além disso, a rodovia é uma das principais rotas para o escoamento de hortifrutigranjeiros (atividade ligada à plantação de hortaliças, legumes e frutas) do pólo São Francisco, que vêm de Petrolina e Juazeiro para o Piauí.

Brasil

22 de Mai // | Brasil
A Frente Brasil Popular e o Povo Sem Medo convocaram para este domingo, 21, atos em todo o País pedindo “Fora, Temer” e “Diretas Já”. Em algumas capitais, pancadas de chuva resultaram numa baixa adesão aos protestos, que contaram com a participação de movimentos sociais e centrais sindicais, como a Central Única dos Trabalhadores (CUT).
 
Ao menos 13 capitais contaram com manifestações. Brasília: A concentração na capital federal começou no fim da manhã em frente à Biblioteca Nacional. O público era formado, principalmente, por integrantes de centrais sindicais e partidos de esquerda que pediam eleições diretas.
 
Porto Alegre: Logo no começo da tarde, os manifestantes se reuniram no Parque da Redenção e começou passeata pela região central da cidade. Salvador: Na capital baiana, a manifestação que pediu a saída do presidente Michel Temer e eleições diretas começou por volta das 13h na Praça do Campo Grande, centro da cidade. Dali, o grupo seguiu em passeata pelo Corredor Vitória com destino ao Farol da Barra, na orla.

Brasil

22 de Mai // | Brasil
Calma lá Interlocutores da JBS tentam rebater a versão de que os irmãos Batista estão se divertindo em Nova York após abrirem crise política no Brasil. Evidenciam que Wesley Batista não saiu do país desde a homologação da delação e que conserva expediente no escritório do grupo.
 
O chamado “homem bomba”, a culpada por estourar o país, foi a calada do peemedebista que falou mais alto, se não foi a delação de Eduardo Cunha.A conversa durou só 19 minutos e eles agendaram um encontro para o dia seguinte. Na segunda-feira, Lopes e a delegada Rubia Pinheiro, que lideram a Operação Greenfield, da PF, deram uma “aula de delação”:
 
explicaram em detalhes ao advogado, profissional da rigorosa confiança dos Batista, como funcionaria a cooperação premiada. Na sábado 29 de abril esse havia sido o saldo dos protestos contra as reformas Trabalhista e da Previdência no Rio de Janeiro e em São Paulo entre a tarde e a noite. Wesley Batista é um empresário de Brasil, o terceiro dos filhos do patriarca José Batista Sobrinho, fundador do grupo JBS.




Classificados


Enquete



Mais Lidas