Notícias

Mundo

Mundo

28 de Mai // | Mundo

O papa Francisco alertou neste sábado (27) para as dificuldades que os trabalhadores enfrentam em um mundo globalizado durante uma visita a uma fábrica de aço em Gênova, onde ele ressaltou como o trabalho dáàs pessoas o senso de dignidade humana. O pontífice também denunciou aqueles que exploram os trabalhadores.

 

A visita põe foco na situação daqueles cujas vidas foram feitas precárias por anos de crise econômica, inclusive na Itália, onde uma alta taxa de desemprego, especialmente ente jovens adultos, fez com que muitos deixassem o país. "Uma doença da economia é a transformação gradual de empreendedores em especuladores", disse o pontífice.

 

"O especulador não ama seus negócios, não ama os trabalhadora e apenas os vê como meios para lucrar". Ele condenou o sistema político que "às vezes parece encorajar os especuladores em vez dos que investem e acreditam no trabalho". O papa também denunciou os que dizem que os trabalhadores só trabalham pelo dinheiro. "Eles negam a dignidade do trabalho", disse. "É através do trabalho que a humanidade floresce".

Mundo

28 de Mai // | Mundo

A caça aos responsáveis pelo bombardeio que matou 22 pessoas em Manchester continua em andamento, afirmou neste domingo (28) o ministro britânico do Interior, Amber Rudd. A polícia diz que mil pessoas estão trabalhando na investigação, tentando localizar os cúmplices de Salman Abedi e reconstruir seus movimentos nos dias antes do ataque.

 

Abedi, um britânico de 22 anos de idade, com descendência libanesa, matou 22 pessoas e ele mesmo em 22 de maio em um show de Ariana Grande. A polícia tem 11 suspeitos sob custódia - incluindo o irmão mais velho de Abedi, Ismail - e procurou propriedades em toda a cidade do noroeste da Inglaterra. Outro irmão e pai de Abedi foram detidos na Líbia.

 

Segundo o ministro, os membros da rede que ajudou Salman Abedi ainda podem estar em liberdade. "A operação ainda está em plena conta", disse. "Até que a operação esteja concluída, não podemos ter certeza absoluta de que ela está fechada", acrescentou. No sábado, a Grã-Bretanha reduziu seu nível de ameaça de terrorismo oficial de "crítico" para "severo", depois que a polícia disse ter desmantelado uma grande parte da rede da Abedi.

Mundo

26 de Mai // | Mundo

Mais de 1,5 bilhão de muçulmanos em todo o mundo começam neste sábado (27) o jejum do Ramadã. Os seguidores do islã que tiveram alcançado a puberdade não poderão comer, beber, fumar e nem manter relações sexuais enquanto o sol estiver no horizonte pelo próximo mês.

 

Ficam excluídos dessa condição as mulheres menstruada e grávidas, os doentes e os viajantes que fazem um trajeto penoso. Todos deverão compensar os dias de jejum posterior. As mesquitas se encarregam de lembrar as horas exatas do nascer e do pôr-do-sol, com chamadas à oração do Fayer (nascer) e do Magreb (pôr), mas as horas exatas também podem ser conferidas no celular - smartphones indicam o momento do nascer e do pôr-do-sol.

 

Durante o período do Ramadã, as empresas, repartições públicas e escolas encurtam seus horários de funcionamento para que o jejum seja mais suportável. Os cafés e restaurantes fecham durante o dia e ficam abertos à noite. O jejum é obrigatório por lei e com possibilidade de castigo ao infrator na Arábia Saudita, Bahrein, Paquistão, Afeganistão, Irã, Malásia, Brunei e Marrocos.

Mundo

25 de Mai // | Mundo
Documentos obtidos pela rede de televisão CNN em Espanhol apontam que o avião da empresa área boliviana LaMia - que transportava a delegação da Chapecoense e caiu no dia 29 de novembro de 2016 na Colômbia - não estava coberto pelo seguro no dia da tragédia. No total, 71 pessoas morreram, entre integrantes da equipe, jornalistas e tripulantes. Houve seis sobreviventes.
 
Segundo a emissora, a apólice havia sido renovada por um ano a partir do dia 10 de abril de 2016, mas, por falta de pagamento, estava suspensa no dia do acidente. De toda forma, de acordo com a apólice contratada, o seguro contratado não cobria voos com destino à Colômbia, assim como a outros países como Peru, Afeganistão, Síria, Iraque e Iêmen.
 
Conforme a emissora, essas informações constam em uma carta enviada no dia 21 de fevereiro deste ano pela seguradora Bisa aos gerentes da LaMia. Em dezembro, o governo boliviano disse que o piloto e a companhia aérea LaMia foram os responsáveis pela queda do avião. "A primeira conclusão é que a responsabilidade direta pelo acidente é da empresa (LaMia) e o piloto (Miguel Quiroga)", disse o ministro de obras públicas da Bolívia, Milton Claros, segundo o jornal "El Deber".

Mundo

24 de Mai // | Mundo

Os herdeiros do trono imperial extinto em 1889 estão dispostos a cooperar para a solução da crise política que atinge o Brasil, principalmente após a delação da JBS. O trineto de Dom Pedro 2º, Dom Luiz Gastão Maria José Pio Miguel Gabriel Rafael Gonzaga de Orléans e Bragança e Wittelsbach, assinou uma nota divulgada na terça (23), rompendo o silêncio da Casa Imperial do Brasil.

 

"O momento, carregado de muitas incertezas, exige antes de tudo grande vigilância e argúcia, a fim de não permitir que comoções momentâneas conduzam a nação para choques que só interessam aos que buscam semear a discórdia e retalhar o Brasil, inclusive em seu território", diz a nota. O trineto de Dom Pedro 2º destacou que o Brasil passa por "profunda crise moral, de valores, ideológica", que reflete tanto nas instituições quanto na economia.

 

Dom Luiz não defendeu abertamente a troca de regime político no Brasil, mas destacou que existe uma corrente monárquica crescendo pelo Brasil. O representante da Casa Imperial do Brasil também criticou os políticos que, em "acertos espúrios", querem encaminhar o país para as vias do autoritarismo, da discórdia e miséria socialista.

Mundo

24 de Mai // | Mundo
O governo britânico confirmou nesta quarta-feira (24) que Salman Abedi, apontado como autor do ataque em Manchester, estava nos radares dos serviços de inteligência britânico. A polícia anunciou nesta quarta a prisão de mais três suspeitos de envolvimento com o atentado que deixou 22 mortos e 59 feridos no final do show de Ariana Grande.
 
"[Abedi] Era alguém que os serviços de inteligência conheciam e tenho certeza de que, quando a investigação for concluída, nós saberemos mais", disse a ministra do Interior britânica, Amber Rudd. Ela expressou "total confiança" nos serviços de segurança. O irmão de Abedi, que morreu na explosão do artefato caseiro, está entre os detidos no sul de Manchester, segundo a BBC.
 
Um homem de 23 anos já tinha sido detido na terça-feira (22). As investigações apontam que Abedi, de 22 anos, que é britânico, tinha acabado de voltar da Líbia, de acordo com a CNN. A ministra do Interior britânica, Amber Rudd, afirmou à rádio BBC que Abedi estava no radar dos serviços de inteligência, de acordo com a France Presse. "Era alguém que os serviços de inteligência conheciam e tenho certeza de que, quando a investigação for concluída, nós saberemos mais", disse Rudd, antes de expressar "total confiança" nos serviços de segurança.

Mundo

23 de Mai // | Mundo
A polícia britânica informou que Salman Abedi, de 22 anos, foi o autor do atentado que deixou 22 mortos em Manchester, no Reino Unido. Ele morreu na explosão que ocorreu após o show da cantora americana Ariana Grande, na noite desta última segunda-feira (22). O Estado Islâmico reivindicou o atentado.
 
A BBC informou que o Abedi teria nascido em Manchester e seria de família de origem líbia. Ele teria ido de Londres para Manchester de trem.  De acordo com o jornal "Telegraph" e com a agência Efe, que consultou fontes em Trípoli, Abedi é filho de um casal de refugiados líbios que fugiram do regime de Muamar Al Kaddafi.
 
Correção: uma primeira versão deste texto afirmava que o suspeito seria de família de origem libanesa. Na verdade, a família é de origem líbia. A informação foi corrigida às 14h35. Os pais de Abedi emigraram primeiro para Londres antes de se estabelecerem no sul de Manchester, no bairro de Fallowfield, onde vivem há dez anos. Eles tiveram três filhos. A cidade do noroeste da Inglaterra tem a maior comunidade líbia no Reino Unido. 

Mundo

23 de Mai // | Mundo
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou nesta terça-feira que a paz entre israelenses e palestinos é algo difícil, mas que, com determinação, é possível de ser alcançada. Em um evento em Jerusalém, ao lado do premiê de Israel, Benjamin Netanyahu, Trump disse que continuará a trabalhar pela paz entre os dois lados e que seu governo sempre estará ao lado de Israel.
 
Durante seu discurso, o presidente americano comentou que sua primeira viagem internacional no cargo tem como objetivo unir os países em torno da luta contra o terrorismo. Trump condenou o ataque terrorista em Manchester e disse que a ideologia de ódio que está dirigindo o mundo deve ser "esmagada" e os terroristas têm de ser expulsos.
 
O republicano aproveitou o momento para criticar Síria e Irã. Trump disse que nenhum país deveria tolerar o ataque a pessoas inocentes com armas químicas e voltou a dizer que o Irã não terá armas químicas enquanto ele governar os EUA. "Os líderes iranianos constantemente pedem pela destruição de Israel. Não com Donald J. Trump. E eu reafirmo: o Irã não terá armas nucleares", disse o presidente dos EUA.

Mundo

23 de Mai // | Mundo
A polícia britânica anunciou a detenção nesta terça-feira (23) em Manchester de um homem de 23 anos supostamente relacionado com o atentado que deixou 22 mortos nesta cidade do noroeste da Inglaterra. O Estado Islâmico reivindicou o ataque. A explosão, que aconteceu logo após show da cantora americana Ariana Grande, deixou ainda 59 feridos, que recebem atendimento em oito hospitais.
 
Doze crianças e adolescentes de até 16 anos estão as vítimas gravemente feridas, de acordo com o serviço de emergência britânico, citado pela Associated Press. A premiê britânica, Theresa May, afirmou, nesta manhã, que a polícia acredita ter identificado o homem-bomba que detonou um artefato caseiro, mas ainda não foram divulgadas informações sobre o suspeito. Pouco depois da coletiva da premiê, o Estado Islâmico reivindicou a ação.
 
A explosão aconteceu enquanto milhares – maioria de adolescentes - deixavam a arena onde a cantora americana havia realizado seu show na noite de segunda-feira (22). Entre os mortos, foram identificadas duas estudantes: Saffie Rose Roussos, de 8 anos, e Georgina Callander, de 18 anos. Descrita por amigos como "uma superfã de Ariana Grande", Georgina postou em sua conta no Instagram uma foto em que aparece junto com a cantora americana em 2015.

Mundo

23 de Mai // | Mundo
A polícia de Manchester informou durante a madrugada que o número de mortos na explosão do lado de fora da Manchester Arena na noite de segunda (22) subiu para 22, com crianças entre as vítimas fatais. Outras 59 pessoas ficaram feridas. Os oficiais trabalham com a hipótese de que a explosão tenha sido um ataque feito por um único suspeito, que utilizava um explosivo improvisado e teria morrido no local.
 
Ainda não está claro se ele agiu sozinho ou sob o comando de uma rede terrorista. “A teoria principal é que tenha sido um homem-bomba, com base nos indícios forenses”, afirmou um oficial norte-americano. Segundo essa fonte, a polícia britânica encontrou o que acredita serem os restos mortais do agressor. As autoridades dos dois países trabalham juntas na investigação.
 
Caso o incidente seja confirmado com um ataque terrorista, será o segundo no Reino Unido neste ano e o mais letal desde 2005, quando homens-bomba atacaram o sistema de transporte de Londres e mataram 52 pessoas. A explosão aconteceu perto da bilheteria da Manchester Arena, logo após o encerramento do show da cantora americana Ariana Grande no estádio. Pelo Twitter, a artista lamentou a tragédia e disse “não ter palavras”.

Mundo

23 de Mai // | Mundo

A polícia espanhola prendeu o ex-presidente do Barcelona, Sandro Rosell, nas primeiras horas desta terça-feira. Os policiais fazem buscas e apreensões em endereços em Barcelona e outras duas cidades da região. De acordo com o jornal El País, o centro da investigação é o contrato que Rosell manteve com a CBF, revelado com exclusividade pelo jornal O Estado de S.Paulo em 2013.

 

A imprensa espanhola indica que buscas também poderiam estariam acontecendo no Brasil, relacionadas ao ex-presidente da CBF, Ricardo Teixeira. Apelidada de "Operação Jules Rimet", a iniciativa ocorre após investigações de lavagem de dinheiro por parte do ex-cartola. Rosell estava sendo investigado nos EUA por seu envolvimento com contratos da Nike e a CBF.

 

O FBI investiga o desvio de cerca de US$ 15 milhões para contas secretas de Ricardo Teixeira, presidente da entidade brasileira naquele momento. A operação, segundo a imprensa espanhola, está sendo conduzida depois de investigações por parte da Unidade de Delinquência Econômica e Fiscal da Polícia Nacional e em colaboração com o FBI, nos EUA, que já indiciou Teixeira. De acordo com as informações, foram as investigações nos EUA que deram os primeiros indícios de movimentações de contas na Espanha.

Mundo

22 de Mai // | Mundo
A polícia da Indonésia prendeu 141 homens para interrogatório na noite de domingo (21/5) em uma sauna gay em Jacarta, capital do país. As autoridades indonésias dizem que o espaço abrigava uma festa de sexo entre homossexuais. Dez dos detidos, incluindo o dono e funcionários da sauna, foram acusados de violar a lei da pornografia do país.
 
Os outros foram  detidos apenas para averiguação segundo o porta-voz da polícia indonésia, Argo Yuwono, já que a homossexualidade não é ilegal no país. O episódio marca, no entanto, um período particularmente hostil vivido nos últimos meses pela comunidade LBGT indonésia, que tem sido alvo de uma onda de contestação e de atos discriminatórios com a detenção de uma série de gays.
 
Em Abril, seguindo uma queixa feita por vizinhos, a polícia fez uma operação em Surabaya, a segunda maior cidade da Indonésia, que resultou na detenção de 14 pessoas — alegadamente envolvidadas numa orgia. De acordo com a Associated Press, as autoridades indonésias obrigaram estes homens a realizar testes de VIH/Sida. Amanhã (23/5), dois homossexuais serão publicamente submetidos a uma sentença de 85 chicotadas cada, na cidade de Aceh.

Mundo

22 de Mai // | Mundo
A Coréia do Norte fez mais um disparo de míssil balístico para as águas ao largo de sua costa leste no domingo (21), o segundo em uma semana, e deixou ainda mais delicada as relações diplomáticas com a Coreia do Sul. Um oficial militar sul-coreano disse que o míssil parecia ser uma versão ampliada do míssil de combustível sólido lançado na semana passada.
 
O novo teste do país é um desafio a todas as chamadas para controlar seus programas nucleares e de mísseis, mesmo da China, seu principal aliado, dizendo que as armas são necessárias para legítima defesa. O estado recluso tem trabalhado para desenvolver um míssil com ponta nuclear capaz de atingir o continente americano.
 
No sábado (20), disse que tinha desenvolvido a capacidade de atacar o continente dos EUA, embora os especialistas em mísseis ocidentais dizem que a alegação é exagerada. Um funcionário que viajava com o presidente dos EUA, Donald Trump, na Arábia Saudita, disse que a Casa Branca estava ciente do último lançamento e notou que o míssil tinha um alcance menor do que os três mísseis anteriores que a Coréia do Norte havia testado.

Mundo

19 de Mai // | Mundo

A investigação sobre as acusações de estupro feitas contra Julian Assange, fundador do WikiLeaks, foi arquivada. O ex-hacker está asilado na Embaixada do Equador em Londres desde 2012 e pode voltar a ser preso se deixar o local, por violação de sua liberdade condicional. A polícia britânica informou que há uma ordem de prisão contra Assange.

 

Ele não compareceu ao tribunal de Westminster quando foi convocado em 2012. Em seu perfil no Twitter, Assange disse que não perdoará nem esquecerá as acusações do crime que teria sido cometido em Estocolmo. "Detido por sete anos sem acusação enquanto meus filhos cresceram e meu nome foi caluniado. Eu não perdoo nem esqueço", escreveu.

 

De acordo com O Globo, a promotora pública sueca Marianne Ny decidiu interromper a investigação por causa das dificuldades do procedimento, já que Assange está exilado na embaixada. O processo poderá ser reaberto se ele retornar à Suécia antes do fim do prazo de prescrição, em 2020. "Nós fizemos o que podíamos. Conduzimos essa investigação como qualquer outra relacionada a crimes sexuais e usamos todos os meios legais à nossa disposição.

Mundo

17 de Mai // | Mundo
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou nesta quarta-feira (17) que "nenhum político na história" foi tratado de maneira tão má e injusta quanto ele.  "Você não pode deixar que seus críticos impeçam seus sonhos. Talvez por isso nós tenhamos vencido [a eleição]", declarou Trump em uma cerimônia de formatura da Academia da Guarda Costeira, no Estado americano de Connecticut. 
 
O republicano também afirmou que, apesar das críticas ecoadas pelos meios de comunicação a seu governo, ele "conquistou muito em pouquíssimo tempo" e que "o importante é que o povo entende o que estou fazendo".  "Eu não fui eleito para servir à mídia de Washington, mas ao povo", disse.  Em seu discurso, Trump evitou tratar das polêmicas mais recentes de sua administração.
 
Nos últimos dias, a imprensa acusou o republicano de ter pedido ao FBI (polícia federal americana) para encerrar investigação contra um assessor e de ter compartilhado com autoridades da Rússia informações altamente confidenciais. Trump também falou sobre a viagem internacional que fará na semana que vem, a primeira desde que chegou ao poder, em janeiro.

Mundo

17 de Mai // | Mundo
Um tribunal indonésio condenou dois homens a receber 85 chibatadas por terem mantido relações sexuais. Juízes da conservadora província de Achém ignoraram os pedidos de clemência feitos por grupos de Direitos Humanos. Esta é a primeira vez que um açoitamento público foi aprovado por um painel de juízes, por meio de leis contra a homossexualidade introduzidas na província em 2014.
 
A sentença foi mais severa do que as 80 chibatadas requisitadas pelo promotor. "Ficou comprovado que os réus praticaram sodomia e foram considerados culpados", afirmou o juiz Khairil Jamal, em um comunicado. Os homens optaram por representar a si próprios no tribunal e disseram que eles não apelariam o veredicto.
 
Achém é a única província majoritamente islâmica na Indonésia que criminalisa relações amorosas entre pessoas do mesmo sexo e que adiciona a lei Sharia ao código criminal utilizado no restante do país. A organização Human Rights Watch (HRW) clamou que os dois homens fossem soltos. Eles foram detidos em março, depois que guardas os entregaram à polícia religiosa devido à prática de sexo homossexual.

Mundo

15 de Mai // | Mundo
Os Estados Unidos, o Japão e a Coreia do Sul pediram, neste último domingo, 14, para que seja convocada uma reunião de emergência do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) para tratar dos últimos testes com mísseis balísticos realizados pela Coreia do Norte.
 
O Uruguai, que detém a presidência do conselho neste mês, e a ONU informaram que as consultas fechadas serão realizadas na próxima terça-feira. Na véspera, o goveno de Kim Jong-un disparou um míssil balístico, o segundo nos últimos 15 dias, que atingiu o mar perto da Rúsia, dias após o novo líder da Coreia do Sul, Moon Jae-in, tomar posse e se comprometer em engajar Pyongyang em um diálogo.
 
Lançado da base militar norte-coreanda de Kusong, na província de Pyongan Norte, às 5h30 deste domingo (17h30 de sábado, no horário de Brasília), o projétil percorreu cerca de 700 km antres de cair no mar do Japão. De acordo com a Reuters, uma autoridade dos Estados Unidos afirmou que o míssil aterrissou 95 km ao sul da região de Vladivostok, na Rússia, o que fez a Casa Branca notificar Moscou através de uma declaração sobre o incidente.

Mundo

15 de Mai // | Mundo
Um ciberataque mundial iniciado na sexta-feira (12) deixou 200 mil vítimas, principalmente empresas, em ao menos 150 países, afirmou o diretor da Europol, Rob Wainwright, em uma entrevista à rede britânica ITV neste domingo. O ataque foi feito por um vírus de resgate, um ransomware. Ele embaralha os arquivos do computador, impedindo seu funcionamento normal.
 
"Realizamos operações contra 200 ciberataques por ano, mas nunca havíamos visto nada assim", ressaltou o chefe da Europol, que teme que o número de vítimas siga crescendo "quando as pessoas voltarem ao trabalho na segunda-feira (15) e ligarem o computador", divulgou a agência France-Presse. Por conta do número de países e dos alvos similares, suspeita-se que seja uma ação coordenada por um grupo.
 
Wainwright alertou que o setor de saúde está especialmente exposto a ataques similares, e recomendou que todas as organizações priorizem medidas para proteger seus sistemas e atualizem as versões do software com o qual trabalham, publicou a EFE. "Advertimos já há algum tempo que o setor de saúde em muitos países é particularmente vulnerável, e é responsável por processar uma grande quantidade de informação sensível", detalhou o diretor da Europol.

Mundo

15 de Mai // | Mundo
A agência oficial norte-coreana KCNA noticiou neste domingo que o míssil balístico lançado pela Coreia do Norte, no sábado, visava analisar os detalhes “tácticos e tecnológicos” do “míssil balístico recentemente desenvolvido, capaz de transportar uma “ogiva nuclear de grande escala”, segundo adianta a agência de notícias a Reuters.
 
O teste terá sido supervisionado pelo próprio líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un. O míssil foi lançado neste sábado – já domingo na península asiática – e surge na sequência de outros testes missilísticos levados a cabo pela Coreia do Norte. De acordo com a agência oficial de Pyongyang, o míssil foi lançado no seu ângulo mais alto para não afectar os países vizinhos.
 
O míssil sobrevoou 700 quilómetros até cair no mar a Leste, isto já de acordo com forças militares sul-coreanas. O lançamento foi feito a partir de uma região de nome Kusong, localizada a Noroeste da capital, Pyongyang, onde foi testado anteriormente o lançamento de mísseis de alcance intermédio que se acredita que o regime norte-coreano esteja a desenvolver. Este foi o primeiro teste em duas semanas desde a última tentativa, que falhou após alguns minutos de voo.

Mundo

14 de Mai // Lucas Vinícius | Mundo

O Conselho de Segurança da ONU vai realizar consultas urgentes a respeito do mais recente teste de míssil da Coreia do Norte, a pedido dos Estados Unidos, do Japão e da Coreia do Sul. O Uruguai detém a presidência do conselho neste mês e a ONU informou que as consultas fechadas serão realizadas na próxima terça-feira (16).

 

A embaixadora dos Estados Unidos na ONU, Nikki Haley, disse ao canal de televisão ABC que os EUA tem trabalhado bem com a China, aliado mais próximo de Pyongyang, e levantou a possibilidade de novas sanções contra a Coreia do Norte, incluindo importações de petróleo. O Conselho de Segurança adotou seis sanções mais duras contra a Coreia do Norte.

Mundo

11 de Mai // | Mundo

Francisco Herrera Argueta, de 55 anos, colocou uma peruca loira, óculos escuros, pintou as unhas de rosa e colocou enchimentos no peito. Estaria ele fazendo um cosplay da vilã Nazaré Tedesco, da novela Senhora do Destino, da TV Globo? Não. Ele estava tentando fugir de uma prisão de segurança máxima em San Pedro Sula, em Honduras. Entretanto, a ideia não deu certo.

 

Ele esqueceu de combinar com os russos. Bastou os policiais perceberem que aquela figura andando torta sobre os sapatos de salto alto tinha uma voz grossa demais para ser mulher para ele ser desmascarado. Segundo a imprensa local, preso desde 3 de setembro de 2015 por porte de arma de fogo e assassinato, Argueta tentou se passar por uma visitante chamada Jacinta Elvira Araujo, cuja identidade estava com os guardas.

 

Seu plano era escapar quando o horário de visitas terminasse. No entanto, o andar e a voz masculina o entregaram. De acordo com o porta-voz da polícia, Bayron Sauceda, o criminoso conseguiu passar por diversos pontos de verificação de segurança. Um guarda perguntou o número de identidade da "visitante", mas ele respondeu sem nem ao menos afinar a voz.

Mundo

10 de Mai // | Mundo
O depoimento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao juiz federal Sérgio Moro nesta quarta-feira (10) em Curitiba, ganhou destaque em portais de notícias internacionais. As matérias tratam do embate político entre os dois e dos protestos no Brasil. O jornal italiano 'La Repubblica' disse que "o dia da verdade chegou" e o confronto esperado entre Lula e Moro vai acontecer.
 
O ex-presidente é acusado de ter recebido vantagens após favorecer a empreiteira OAS. "O caso virou uma grande dor de cabeça", destaca. O La Repubblica fala ainda que o partido convocou milhares de militantes para a ocasião. A BBC ressaltou que o depoimento vai influenciar o destino de Lula, lembrando que o petista é o candidato favorito para as próximas eleições presidenciais.
 
Por isso, o portal afirma que Lula não estará falando apenas para o juiz. "As suas palavras serão medidas para passar a mensagem certa aos eleitores em todo o País". Já o jornal Clarín, da Argentina, diz que o Brasil está sob tensão por causa do "explosivo encontro", que virou o assunto do dia. O depoimento é o momento para que o juiz Sérgio Moro prove suas hipóteses sobre a culpa do réu. E Lula deve demonstrar que as suspeitas são "artimanhas judiciais" que escondem uma perseguição política.

Mundo

10 de Mai // | Mundo
Os quatro sobreviventes brasileiros do acidente aéreo com a Chapecoense, no ano passado, tiveram um dia de retrospectiva nesta terça-feira. O grupo pela primeira vez retornou à cidade do desastre, Medellín, na Colômbia. Lá revisitaram ambientes dos dias mais difíceis já vividos, com a ida ao hospital e ao local da queda do avião da LaMia.
 
Neto, Alan Ruschel e Follmann, mais o jornalista Rafael Henzel, estão no país vizinho junto com o elenco atual da Chapecoense. A equipe catarinense viajou para enfrentar nesta quarta, às 21h45, o Atlético Nacional, pela segunda partida da final da Recopa Sul-Americana. Na ida, na Arena Condá, o time da casa ganhou por 2 a 1.
 
O dia começou com a visita dos quatro ao hospital San Vicente, onde passaram a maior parte da recuperação na Colômbia. O grupo foi ao local junto com os familiares. Lá foram recebidos por médicos e enfermeiros. O zagueiro Neto, o último resgatado do local da queda do avião, teve uma conversa especial para agradecer o atendimento da psicóloga, que foi a responsável por lhe explicar o ocorrido.

Mundo

10 de Mai // | Mundo
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, estuda uma nova estratégia para o Afeganistão que inclui o envio de 3 mil soldados, além de ceder o poder ao Pentágono, elaborado por assessores militares e na política externa, informou nesta terça-feira o jornal "The Washington Post".
 
De acordo com funcionários americanos consultados pelo jornal, o envio de mais tropas tem como objetivo voltar à mesa de negociação com os talibãs. Se Trump autorizar o novo plano, o número de soldados americanos aumentaria de 8,4 mil para 11,4 mil, e seriam a partir de agora os militares do Pentágono, e não a Casa Branca, os responsáveis por retirar ou implantar novos militares.
 
Segundo o "The Washington Post", a nova estratégia foi idealizada pelo tenente-general H.R. McMaster, assessor de Segurança Nacional do presidente. Os EUA tinham 100 mil soldados no Afeganistão durante a presidência de Barack Obama, quando em 2011, no vizinho Paquistão, matou o líder da Al-Qaeda, Osama Bin Laden. Aqueles que se opõem a esta nova estratégia intervencionista argumentam que, mesmo assim, nem sequer Obama atingiu concessões militares dos talibãs.

Mundo

09 de Mai // | Mundo
Mais de 1,3 mil pessoas já morreram tentando atravessar o Mar Mediterrâneo em direção à Europa apenas este ano, revelou esta terça-feira (9) a Organização Internacional para Migrações (OIM). A entidade informou ainda que pelo menos 190 migrantes podem ter morrido em dois naufrágios ocorridos na última sexta-feira (5) e no domingo (7) no Mediterrâneo.
 
Além dos dois naufrágios, o fim de semana foi marcado pelo resgate de 6.612 migrantes e refugiados em mais de uma dezena de locais. Na noite da sexta-feira, um barco de borracha afundou com 132 pessoas a bordo após ter passado várias horas à deriva. Nesse grupo, foram resgatadas 50 pessoas, que foram levadas para a cidade italiana de Pozzallo, na ilha da Sicília.
 
O último naufrágio ocorreu no domingo, na costa da Líbia. Sobre o incidente, a Agência da ONU para Refugiados (Acnur), fala que mais de 163 pessoas podem ter perdido a vida ou desaparecido. Até ontem (8), mais de 49,3 mil migrantes e refugiados entraram no continente europeu realizando a travessia marítima. No mesmo período do ano passado foram cerca de 187,5 mil. As informações são da ONU News.

Mundo

09 de Mai // | Mundo
Nas horas seguintes ao acidente do voo da Chapecoense, em 29 novembro de 2016,  nos arredores de Medellín, na Colômbia, saqueadores foram ao local da queda e levaram objetos das vítimas. Celulares, anéis, carteiras, relógios, camisas, sapatos, uniformes e notebooks foram furtados.
 
O que parecia estar em bom estado foi tomado enquanto a busca por sobreviventes e a retirada dos corpos eram realizadas. Nas semanas seguintes, objetos como uniformes da Chapecoense começaram a aparecer na pracinha do centro e no comércio de La Unión, cidade próxima de onde ocorreu o acidente que matou 71 pessoas.
 
Desde o final de dezembro do ano passado, um grupo de moradores de La Unión criou uma associação para recuperar esses pertences das 71 vítimas do voo da LaMia. A campanha para que as pessoas devolvessem o que haviam levado começou tímida em janeiro, mas ganhou força nas últimas semanas. Nesta terça-feira (9), mais de 200 objetos serão entregues a familiares de vítimas em cerimônia em frente à igreja da cidade de 19 mil habitantes ao pé do Cerro Chapecoense, local da tragédia.

Mundo

08 de Mai // | Mundo
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, tem enfrentado pressões crescentes por parte do governo de Israel para manter as promessas feitas durante a campanha pela Casa Branca, no ano passado, quando afirmou que apoiaria a mudança da embaixada norte-americana de Tel Aviv para Jerusalém.
 
A partir do dia 19, Trump inicia uma turnê diplomática pela região, visitando a Arábia Saudita, Israel e países da Europa. A paz entre israelenses e palestinos deve ser um dos principais temas do giro. O premiê israelense, Benjamin Netanyahu, recebeu com bastante contentamento a vitória de Trump, que encerrou oito anos de convivência distante com o ex-presidente Barack Obama.
 
No entanto, a promessa de Trump de voltar a lidar com a diplomacia no Oriente Médio tem irritado dirigentes do gabinete israelense, muitos dos quais discursaram este domingo em um evento em Nova York. Alguns deles questionaram a natureza do processo de paz na região, que orbita em torno da proposta de criação de um Estado Palestino em áreas que hoje estão sob controle efetivo de Israel. Eles também criticaram a liderança do presidente da Autoridade Palestina, Mahmoud Abbas, que foi recebido na última semana na Casa Branca.

Mundo

08 de Mai // | Mundo
Quase 1,8 milhão de pessoas, incluindo mais de um milhão de crianças, foram obrigadas a abandonar suas casas no Sudão do Sul e seguir para países vizinhos, como Etiópia, Quênia e Uganda, em consequência da guerra civil iniciada em 2013, anunciou o Unicef. Além disso, 1,4 milhão de menores de idade vivem em campos de deslocados dentro do país.
 
"O futuro de uma geração está realmente em jogo", disse Leila Pakkala, do Fundo das Nações Unidas para a Infância. "A horrível realidade de que quase uma em cada cinco crianças do Sudão do Sul foram obrigadas a abandonar suas casas ilustra como este conflito é devastador para os mais frágeis do país", completou. Dezenas de milhares de pessoas morreram no conflito, incluindo mais de mil crianças, de acordo com a ONU.
 
O Sudão do Sul conquistou a independência em 2011, mas dois anos depois explodiu uma guerra civil quando o presidente Salva Kiir acusou o vice-presidente Riek Machar de planejar um golpe de Estado. A guerra rapidamente afetou todo o país e provocou fome em algumas regiões no início de 2017. "Nenhuma crise atual de refugiados me preocupa mais que a do Sudão do Sul", disse Valentin Tapsoba, diretora para a África do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur).

Mundo

08 de Mai // | Mundo
O presidente da Petrobras Bolívia, o brasileiro Marcos Benício Pompa Antunes, teve sua prisão decretada pela Justiça boliviana por conta uma dívida de US$ 2,5 milhões com uma construtora. Segundo o promotor regional de Santa Cruz, a denúncia apresentada se deve a “descumprimento de contrato”.
 
A ordem de detenção foi emitida pela Sala Penal Segunda da Corte Superior de Santa Cruz em cumprimento de uma sentença emitida em 22 de março passado. “A Petrobras Bolívia pagou apenas US$ 7 milhões, do total de US$ 9,5 milhões que estabelece o contrato. Nós concluímos os trabalhos há um ano”, informou Marcos Bulacia, representante da construtora boliviana Vialco SRL, neste último domingo (7).
 
Em um comunicado à imprensa, a estatal brasileira reconheceu os problemas pela dívida e a detenção domiciliar de Antunes. A companhia garantiu que pagou “apenas por serviços excutados, medidos e aprovados”. A estatal sinalizou que entende que a disputa deve ser resolvida “mediante arbritragem conforme previsto expressamente no contrado firmado entre as partes”. A Petrobras Bolívia disse que vai recorrer da decisão de detenção domiciliar.

Mundo

07 de Mai // Gildásio Cavalcante | Mundo

O candidato Emannuel Macron foi eleito presidente da França neste domingo (7) com 65% dos votos.

 

O centrista concorria diretamente com a rival nacionalista Marie Le Pan. As urnas foram abertas às 20h do horário francês, 15h no horário de Brasília.

 

O presidente eleito representa o movimento independente Em Frente! e governará pelos próximos cinco anos a sétima maior economia do mundo.

Mundo

05 de Mai // G1 | Mundo
A Turquia demitiu 107 juízes e promotores devido a alegadas ligações com uma tentativa de golpe em julho do ano passado, informou a televisão turca nesta sexta-feira (5), na terceira grande limpa desde que o presidente Tayyip Erdogan recebeu novos poderes. Até agora, a Turquia já demitiu aproximadamente 145 mil funcionários civis, pessoal de segurança e acadêmicos, segundo a mídia local.
 
O número de juízes e promotores removidos chegou a 4.238. Ancara culpou a rede do clérigo Fethullah Gulen, que vive nos Estados Unidos, pela tentativa de golpe em julho do ano passado, do qual ele nega qualquer envolvimento. Mandatos de detenção foram emitidos para os juízes e promotores demitidos, segundo a TV turca.
 
Mais de 40 mil foram presos no período que sucedeu o golpe fracassado, em que 240 pessoas foram mortas, principalmente civis. No sábado, a Turquia expulsou mais de 3.900 pessoas do serviço público e das forças armadas consideradas como ameaças para a segurança nacional, após o referendo de abril, que grupos de direitos humanos e alguns aliados do Ocidente disseram que deixou o país, membro da Otan e candidato à União Europeia, mais próximo de uma ditadura.

Mundo

05 de Mai // | Mundo
Uma operação massiva contra a pornografia infantil resultou em 870 detenções em todo o mundo, das quais 368 aconteceram em território europeu, informou nesta sexta-feira (5) o escritório da Europol (polícia comunitária europeia). Pelo menos 259 crianças vítimas de abusos sexuais foram resgatadas de seus agressores nessa mesma operação.
 
O fechamento no início de 2015 do Playpen, um dos maiores sites de pornografia infantil do mundo (com mais de 150 mil usuários), permitiu que o FBI e o Departamento de Justiça dos Estados Unidos lançassem a operação para rastrear os associados à página. A operação contou com o apoio da Europol e de muitos outros corpos de segurança em nível internacional.
 
O site, criado em agosto de 2014, ocultava a localização e identidade de seus usuários por meio de técnicas de encriptação e facilitava a seus visitantes o acesso a uma ampla categoria de material pornográfico infantil de diferentes categorias, disponíveis através de um índice. O administrador principal do site, o americano Steven Chase, foi condenado nesta semana a 30 anos de prisão.

Mundo

05 de Mai // | Mundo
A Coreia do Norte acusou, nesta sexta-feira (5), a Agência Central de Inteligência dos Estados Unidos (CIA) de ter traçado, junto com os serviços de inteligência sul-coreanos, um plano para matar seu líder Kim Jong-un com substâncias químicas, durante as comemorações do "Dia do Sol" no mês passado naquele país asiático. As informações são da Agência EFE.
 
O Ministério de Segurança Estatal nortecoreano assegurou haver detectado um grupo, infiltrado pela CIA e pelo Serviço Nacional de Inteligência de Seul, para realizar "preparativos encobertos e meticulosos" a fim decometer um atentado contra seu líder "com o uso de substâncias químicas".
 
Em um comunicado publicado pela agência oficial de notícias nortecoreana KCNA, o ministério afirmou que a CIA e os serviços de inteligência sul-coreanos "subornaram", em 2014, um nortecoreano que trabalhava em um complexo industrial no território russo de Khabarovsk, para que praticasse um "atentado terrorista" contra o líder supremo do país. O objetivo era assassinar Kim Jong-Un durante atos comemorativos, em abril, do "Dia do Sol", a festividade mais importante do país.

Mundo

04 de Mai // | Mundo
A Câmara dos Estados Unidos aprovou nesta quinta-feira (4) um projeto que substitui grande parte do Obamacare. A aprovação foi bastante apertada, com 217 votos a favor e 213 contrários, sendo que nenhum deputado democrata foi favorável ao projeto e 20 republicanos foram contra. O texto precisava de 216 votos para assegurar sua aprovação na Câmara.
 
Agora o projeto segue agora para votação no Senado, onde ainda não tem aprovação garantida. Uma das principais promessas de campanha de Donald Trump, o projeto cancela grandes porções do plano de saúde instituído no governo Obama e as substitui por opções elaboradas pelo Partido Republicano. Detalhes do projeto ainda não foram divulgados.
 
"Este é um ótimo plano e na verdade acho que vai ficar ainda melhor", disse Trump em um pronunciamento ao lado do líder republicano na Câmara, Paul Ryan, após a aprovação. Ao dizer que está " muito confiante" de que o projeto será aprovado no Senado, Trump afirmou que “o Obamacare está essencialmente morto”. Este é o segundo projeto dos republicanos para tentar derrubar o Obamacare.

Mundo

04 de Mai // | Mundo
Três pessoas morreram nessa última terça-feira (2) durante protestos em Carabobo, no centro da Venezuela, onde também foram registrados saques e danos a alguns imóveis, segundo informações divulgadas pelas autoridades nas redes sociais. O órgão não forneceu mais detalhes sobre este caso, de acordo com a Agência EFE.
 
No Twitter, o Ministério Público informou que investigará a morte de Yonathan Quintero, um jovem de 21 anos, ocorrida na noite dessa terça-feira, na Avenida Villa Florida, na cidade de Valencia, capital de Carabobo, durante uma "situação irregular".  O diretor da Defesa Civil, Jorge Galindo, afirmou que um ônibus bateu, ao tentar desviar de uma barricada na estrada Puerto Cabello-Valencia.
 
O acidente deixou duas pessoas mortas e dez feridas, que foram levadas para um hospital da região. Também pelo Twitter, Galindo mostrou fotografias do local com os obstáculos na via que, segundo ele, causaram o acidente. Centenas de opositores em Caracas e várias cidades do país fecharam ruas e avenidas em protesto ao chamado feito pelo presidente Nicolás Maduro para que "a classe operária" convoque uma Assembleia Nacional Constituinte.

Mundo

03 de Mai // | Mundo
Pelo menos oito civis e um rebelde morreram, e outras 28 pessoas ficaram feridas em um atentado suicida com bomba nesta quarta-feira (3), durante a passagem de um comboio da missão da Otan no Afeganistão, em uma área de alta segurança de Cabul. O Estado Islâmico, em comunicado de sua agência Amaq cuja autenticidade não pôde ser verificada, afirmou que o ataque é de sua autoria.
 
"Uma fonte de segurança disse à agência 'Amaq' que um mártir do Estado Islâmico detonou seu carro-bomba contra um grupo de forças americanas perto da embaixada dos Estados Unidos em Cabul", disse o grupo terrorista. A explosão aconteceu às 7h45, no Distrito Policial 9, no centro da capital afegã, durante a passagem do comboio e "perto da embaixada dos Estados Unidos", afirmou o porta-voz da polícia de Cabul, Basir Mujahid.
 
Um porta-voz da missão da Otan no país, William K. Salvin, confirmou através de um breve comunicado que um comboio foi atacado por um homem-bomba e que na ação ficaram feridos três de seus integrantes. "Nenhum deles sofreu ferimentos graves, se encontram em situação estável e estão sendo tratados em instalações médicas da coligação", detalhou Salvin. 

Mundo

02 de Mai // | Mundo
A Unicef alertou nesta terça (2) que o número de crianças que sofrem ou sofrerão de má nutrição aguda na Somália aumentará 50% (até 1,4 milhões) em 2017. Esta cifra inclui mais de 275 mil crianças que sofrem ou sofrerão de má nutrição severa, possivelmente mortal, em 2017, segundo as projeções da agência multilateral.
 
O Unicef e seus parceiros já trataram mais de 56 mil crianças gravemente desnutridas nos três primeiros meses do ano, 88% a mais do que no mesmo período do ano anterior. "Cada dia haverá mais", apontou a porta-voz do Unicef Marixie Mercado, em entrevista coletiva. A informação é da "Agência EFE"
 
De acordo com esta agência da ONU, crianças gravemente desnutridas têm nove vezes mais possibilidades de morrer de doenças como cólera, diarreia aguda e sarampo, que estão se expandindo. Durante a crise de fome em 2011 na Somália, durante a qual morreram cerca de 260 mil pessoas ao longo de 18 meses, a metade crianças, as principais causas das mortes de menores foram a diarreia e o sarampo.

Mundo

02 de Mai // | Mundo
O Exército dos Estados Unidos (EUA) confirmou nessa terça-feira (2) que seu polêmico escudo antimísseis Thaad já está em funcionamento na Coreia do Sul, em um momento de enorme tensão na Península Coreana por causa dos repetidos testes de armamento feitos pela Coreia do Norte. A informação é da Agência EFE.
 
"As forças dos EUA na Coreia confirmam que o Sistema de Defesa Terminal de Área a Grande Altitude (Thaad) está funcionando e tem a capacidade de interceptar mísseis norte-coreanos e defender a República da Coreia (nome oficial da Coreia do Sul)", diz comunicado enviado por e-mail à "Agência EFE".
 
A nota, assinada pelo coronel Richard Manning, é enviada uma semana depois que o Thaad começou a ser instalado em um antigo campo de golfe na região de Seongju (centro do país). A implantação do escudo antimísseis, que foi acertada entre a Coreia do Sul e os Estados Unidos em julho do ano passado, tem como objetivo responder ao número recorde de testes de mísseis que a Coreia do Norte realizou em 2016, entre eles o de um foguete espacial, considerado pela comunidade internacional um teste de míssil disfarçado.

Mundo

02 de Mai // G1 | Mundo
oposição venezuelana vai reforçar sua estratégia nesta terça-feira ante a decisão do presidente Nicolás Maduro de convocar uma Assembleia Constituinte para mudar a Carta Magna, o que enfraquece seu objetivo de eleições gerais e aprofunda ainda mais o conflito político no país. Nas primeiras horas do dia, os opositores pretendem bloquear importantes vias do país.
 
Um grande protesto está planejado para quarta-feira contra o que chamam de "golpe de Estado" e "fraude constitucional". O Parlamento, único poder controlado pela oposição, discutirá durante a tarde os alcances da decisão de Maduro e anunciará ações para tentar aumentar a pressão internacional contra o governo.
 
"Temos que seguir adiante. Este povo não se rende, nem vai se render", afirmou o presidente do Parlamento, Julio Borges. Muito pressionado após um mês de protestos da oposição que exigiam sua saída do poder com eleições gerais, Maduro deu uma guinada na crise na segunda-feira ao convocar uma Constituinte "popular": os 500 integrantes da assembleia, no entanto, não serão eleitos pelo voto universal, e sim por setores sociais e por comunidades.

Mundo

02 de Mai // | Mundo
Em sinal de protesto, 870 presos palestinos mantém uma greve de fome há 15 dias em prisões israelenses, segundo uma autoridade local. O movimento iniciado duas semanas atrás contava com 1,3 mil pessoas que se recusavam a comer, num pedido por condições melhores no cárcere. Celebridades do mundo árabe beberam água com sal, em demonstração de solidariedade.
 
A greve de fome teve apoio de marchas na Cisjordânia e uma greve geral na semana passada, além de uma campanha nas redes sociais. O porta-voz do serviço de prisões de Israel, Assaf Librati, não ofereceu mais detalhes sobe os motivos que levaram os outros 400 detentos a abandonarem a greve de fome. Os participantes do protesto estão em alas separadas e são controlados por equipes médicas. segundo ele. 
 
O movimento foi convocado por Marwan Barghuti, líder preso do Partido Fatah do presidente Mahmud Abbas. Ele cumpre cinco penas de prisão perpétua por sangrentos atentados cometidos durante a segunda Intifada (2000-2005). Segundo a Autoridade Palestina, os detentos em greve de fome fazem o protesto com a intenção de pôr fim aos abusos em penitenciárias israelenses.




Classificados


Enquete



Mais Lidas