Notícias

Violência

Violência

21 de Nov // | Violência

Os dois homens que foram presos por suspeita de terem matado o comissário de menor Antônio César Bastos Santos, de 49 anos, em Salvador, foram achados pela polícia em um lava jato, após tentarem lavar o carro onde teriam matado a vítima. As informações são da Secretaria da Segurança Pública da Bahia, nesta terça-feira (21).

 

O crime ocorreu na tarde da segunda-feira (20), na região de Cajazeiras. Os homens levaram o veículo para um lava jato no bairro de Canabrava, logo após a ação. O carro tinha marcas de sangue. De acordo com a SSP, pessoas que estavam no lava jato ligaram para a polícia depois de verem as manchas e denunciaram a situação.

 

Os suspeitos tentaram mentir, dizendo que teriam prestado socorro para um ciclista vítima de atropelamento, mas entraram em contradição e confessaram o crime, segundo a Secretaria da Segurança Pública da Bahia. Os suspeitos foram presos em flagrante e levaram a polícia até o corpo da vítima. Os homens usaram uma machadinha para matar a vítima. Os dois suspeitos e a vítima se conheciam. O corpo da vítima foi encaminhado para o DPT, onde será periciado.

Violência

21 de Nov // | Violência

O corpo de Andrey Outeiro Vinhático Pereira, 20 anos, foi sepultado na tarde de segunda (20), no cemitério do Bosque da Paz, em Salvador. Ele era filho de um policial militar e foi assassinado na rua Monteiro Lobato, na Cidade Baixa, no domingo (19). Uma semana antes, o jovem foi baleado nessa mesma rua, que fica no bairro Vila Ruy Barbosa.

 

Segundo o boletim do posto policial do Hospital Geral do Estado (HGE), Andrey deu entrada na unidade durante a madrugada do dia 11 de novembro, um sábado. Ele contou para os investigadores que presenciou uma briga e que durante a confusão, três homens passaram pelo local e fizeram disparos de dentro de um carro da cor prata. Ele não soube informar o modelo do veículo.

 

Uma das balas acertou a coxa esquerda do Jovem, e ele foi socorrido por moradores para o Hospital Geral do Estado. Neste domingo, testemunhas contaram que Andrey estava caminhando pela rua Monteiro Lobato com dois amigos quando foi surpreendido por dois homens armados. Os amigos conseguiram correr, mas o jovem foi baleado em diversas parte do corpo. Os peritos encontraram 31 perfurações no corpo dele.

Violência

20 de Nov // | Violência

A violência, o terrorismo e a pobreza são os assuntos que mais preocupam as crianças no mundo. No Brasil, 82% das crianças temem principalmente a violência – é o país em que essa preocupação atingiu o índice mais alto. A informação foi divulgada pela Unicef, que realizou pesquisa em 14 países para marcar o Dia Mundial das Crianças.

 

Foram ouvidas 11 mil crianças de 9 a 18 anos na África do Sul, Brasil, Egito, Estados Unidos, Holanda, Índia, Japão, Malásia, México, Nigéria, Nova Zelândia, Quênia, Reino Unido e Turquia. Na preocupação com a violência, o Brasil é seguido pelo México e pela Nigéria, onde o índice supera os 70%. Já no Japão, apenas 23% das crianças pensam na violência da mesma forma.

 

Outros temas que angustiam as crianças são a educação de baixa qualidade (principalmente no Brasil e na Nigéria) e o terrorismo (com destaque para Egito e Turquia). Em todo o mundo, metade das crianças se sentem marginalizadas em relação às decisões que as afetam e dizem que não são ouvidas: 45% delas não confiam que os líderes mundiais possam tomar boas decisões em seu nome. No Brasil, o pior caso, este índice sobe para 81%.

Violência

20 de Nov // | Violência

Homens armados invadiram a residência e dispararam várias vezes contra a vítima, que também era presidente da liga esportiva do bairro. Existe a suspeita que o crime tenha relação com uma dívida com um agiota, mas a polícia não confirma a informação. O caso é investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

 

O Correio da Bahiaesteve na Rua da Alegria, onde a vítima foi assassinada. O local estava deserto. De dentro de suas casas, os que aceitaram falar com a reportagem afirmaram que conheciam pouco Lindinalva, embora a vítima seja presidente da liga esportiva da localidade. Do alto de sua varanda, a dona de casa Teresa Santos, 68, relembrou com carinho de Nalva.

 

"Pessoa maravilhosa, eu gostava dela. Nem imagino o que houve, e tenho que ser sincera: a mim, ela nunca fez nada. A gente conversava muito sobre diabetes, porque ela tinha e eu também", contou. Nalva chegou a ser socorrida por uma guarnição da PM para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro de São Marcos, mas não resistiu. O corpo dela foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) segundo informações do Correio.

Violência

17 de Nov // | Violência

Um adolescente de 17 anos foi morto a facadas por um vizinho, na quinta-feira (16), depois de pedir para que o homem não xingasse a mãe dele durante uma discussão, na cidade de Itabuna, no sul da Bahia. A vítima estava na casa de uma outra vizinha, mas ouviu a briga, no meio da rua, e foi conversar com o homem para tentar defender a mãe.

 

O crime ocorreu no bairro Maria Pinheiro. Conforme a polícia, o suspeito entrou na casa onde morava, pegou uma faca e voltou já atacando o adolescente, identificado como Jandilson Almeida dos Santos. A vítima tentou fugir, mas foi esfaqueada. Em seguida, o suspeito fugiu.

 

O adolescente chegou a ser socorrido pelo Samu e foi levado para o Hospital de Base de Itabuna, mas não resistiu aos ferimentos. O rapaz foi enterrado na manhã desta sexta-feira (17), no Cemitério Campo Santo, em Itabuna. Dezenas de familiares e amigos do adolescente compareceram ao sepultamento. Conforme a polícia, o suspeito de cometer o crime, identificado como Milton Rosa de Souza, tem passagem por agressões contra mulher.

Violência

17 de Nov // | Violência

O radialista candidato a vereador Beto Marques teria agredido a ex-esposa na tarde desta quinta-feira (17) em Ipiaú, na creche municipal onde sua filha estuda. De acordo com o delegado titular da região, Rodrigo Fernando, Beto não negou que teria tentado pegar a filha do colo da ex-esposa após ela ter recusado deixar a criança ir embora com ele.

 

Segundo Beto, a mulher que teria o agredido. Entretanto, a versão foi contestada pela ex-mulher e por testemunhas que teriam visto que o homem partiu para cima dela e a agrediu após a negativa. "Ele será indiciado por lesão corporal com base na Lei Maria da Penha e o caso será encaminhado para Justiça", disse o delegado.

 

Denúncias recebidas pelo Bahia Notícias apontam que algumas crianças que estavam na creche chegaram a testemunhar a agressão. Procurado, Beto disse que está passando por um divórcio conturbado, que foi agredido e que nenhuma criança da creche viu a briga acontecendo. "Como tenho um programa na cidade e tenho me tornado mais reconhecido, as coisas acabam tomando grande proporção", disse.

Violência

16 de Nov // | Violência

O estudante de Design Gráfico Douglas Mendes Lopes, de 30 anos, acusado de assédio sexual a alunas da Universidade Salvador (Unifacs), onde ele também estudava, foi encaminhado para a penitenciária nesta quarta-feira (15). Douglas é acusado de se masturbar na frente de duas colegas de faculdade, mas negou ter cometido o crime.

 

"Se elas têm o depoimento delas, eu tenho a minha defesa. E eu digo com convicção que não fiz isso. Eu estava na sala apenas ajeitando a minha calça, mas o que acontece é que quando uma mulher fica sozinha com um homem, qualquer coisa ela já pensa que é assédio. Eu só me mexi para consertar a calça, ela achou que eu estava atacando", disse Douglas.

 

De acordo com a Polícia Civil, uma das vítimas disse, em depoimento, que o suspeito colocou o pênis para fora e começou a se masturbar no corredor das salas, próximo ao banheiro. A outra jovem afirmou que ele cometeu o ato de se masturbar dentro da sala de aula. Douglas teve a prisão convertida em preventiva, na terça (14), e vai ser encaminhado para a Cadeia Pública, no bairro de Mata Escura, em Salvador - onde vai responder por estupro.

Violência

15 de Nov // | Violência

A jornalista Daniela Bispo dos Santos, de 39 anos, que foi morta a pedradas, dentro do prédio comercial em que trabalhava, em Salvador, pelo homem com quem mantinha uma relação escondida, foi enterrada nesta quarta (15). O sepultamento foi realizado no Cemitério Ordem Terceira de São Francisco, na Baixa de Quintas.

 

Dezenas de familiares e amigos da vítima compareceram à cerminônia. Daniela foi enterrada sob salva de palmas. O crime ocorreu na noite da segunda (13), mas o corpo da vítima só foi encontrado na manhã da terça (14). O homem suspeito de matar Daniela, identificado como Mateus William Oliveira Alecrim, de 32 anos, foi preso e confessou o crime.

 

A família da jornalista estava muito emocionada durante o enterro. O pai da vítima foi ao cemitério, mas não conseguiu acompanhar o sepultamento. Revoltados com o crime, familiares comentaram sobre a violência com que a vítima foi morta. “É uma dor muito grande. Eu não consigo nem falar. Saber que minha sobrinha foi morta de uma forma tão trágica, tão violenta...”, contou Elma Souza, tia da vítima.

Violência

15 de Nov // | Violência

Um homem foi preso em flagrante após matar o irmão a facadas na casa da mãe, no bairro de São Caetano, em Salvador segundo informações do G1. De acordo com a Polícia Civil, o pedreiro Edmilson Balbino dos Santos, de 48 anos, confessou o crime e disse que matou Jorge Balbino dos Santos, de 49, durante uma briga.

 

Em depoimento, Edmilson relatou que ele e o irmão discutiam constantemente por motivos banais. No dia do crime, os dois ingeriam bebida alcoólica enquanto consertavam a tubulação da casa da mãe, que fica no mesmo terreno onde Edmilson mora. Durante uma briga, a vítima teria jogado uma escada em cima do pedreiro.

 

Para se vingar, ele foi em casa, buscou uma faca e atacou o irmão pelas costas. A vítima chegou a ser encaminhada para a UPA de San Martin, mas não resistiu. O crime aconteceu no fim de semana e o pedreiro foi preso na segunda-feira (13), em casa. Ele passou por audiência de custódia na terça-feira (14), quando a Justiça converteu a prisão em flagrante em preventiva e encaminhou Edmilson para o sistema prisional.

Violência

14 de Nov // | Violência

O homem preso suspeito de matar a corretora de imóveis Janaína Silva de Oliveira, de 42 anos, em Salvador, alegou em depoimento que teria esfaqueado a vítima em legítima defesa, durante uma discussão. A informação foi passada pela Polícia Civil durante coletiva de imprensa realizada na tarde desta terça-feira (14).

 

O suspeito, identificado como Aidílson Viana de Souza, se apresentou à polícia na tarde desta terça e teve mandado de prisão temporária, com validade de 30 dias, cumprido. Ele, que é servidor municipal aposentado, estava acompanhado de um advogado. O homem prestou depoimento na sede do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), no bairro da Pituba.

 

"Ele alega que ela [vítima] estava em estado de embriaguez e teria esfaqueado ele. Houve embate e ele teria esfaqueado ela também. Em seguida, ele teria saído para procurar socorro, ensanguentado. Ele realmente está com um ferimento. Ele alega legítima defesa", contou o delegado Jamal Amad, coordenador da 3ª Delegacia de Homicídios (DH/BTS), responsável pela investigação do caso segundo informaçõs do G1.

Violência

14 de Nov // | Violência

A Bahia foi o estado brasileiro com maior número de registros de mortes de homens de 15 a 24 anos de idade por causas externas. No total, em 2016, 3.394 jovens perderam a vida vítimas de suicídios, acidentes de trânsito, afogamentos, quedas acidentes, entre outros. O levantamento foi divulgado pelo IBGE nesta terça-feira (14).

 

Em dez anos, enquanto 10 dos 27 estados brasileiros conseguiram reduzir essa estatística, a Bahia registrou um aumento de 171,3%. Segundo o IBGE, comparado a 2006, quando eram 1.251 mortes, esse número quase triplicou em 2016 no estado. No país, as mortes de homens jovens por causa externas cresceu 13,4% entre 2006 e 2016.

 

O número passando de 23.792 para 26.989. Dos 3.197 homens jovens a mais que morreram por causa externas no país nesse intervalo de tempo, 2.143 mortes ocorreram na Bahia, o que equivale a 67%. Em 2006, São Paulo tinha o maior número absoluto de homens jovens mortos por causas externas (5.055), e a Bahia era o sexto estado nesse ranking, com 1.251 mortes.

Violência

13 de Nov // | Violência

Com mais três homicídios registrados no fim de semana, Feira de Santana chega ao número de 300 assassinatos no ano. Em todo o ano passado, foram 358 crimes do tipo. Nos 12 primeiros dias de novembro deste ano, 15 casos foram anotados. Em relação a latrocínios [roubos seguido de mortes], já foram registrados 18 neste ano.

 

Esse número é maior que o de todo o ano passado, quando ocorreram 17 casos. Neste último fim de semana, um adolescente, de 17 anos, foi morto a tiros no sábado (11), no Conjunto José Ronald. Segundo a Polícia, ele e o amigo Ramon da Silva Guedes, 19 anos, foram baleados na noite anterior quando passavam de cavalo pela Rua Porto dos Prazeres.

 

Dois homens armados saíram de uma casa abandonada e balearam os dois. O jovem continua hospitalizado. No domingo (12), um homem, identificado como Edvaldo da Silva Lima, conhecido como “Val”, foi assassinado na Estrada da Fazenda Conceição, no distrito Maria Quitéria. Outro crime registrado no mesmo dia ocorreu em um residencial no bairro de Mangabeira segundo informações do Acorda Cidade.

Violência

12 de Nov // | Violência

A corretora de imóveis Janaína Silva de Oliveira, de 42 anos, que foi encontrada morta dentro do apartamento em que morava, no bairro do Barbalho, em Salvador, foi enterrada no final da manhã deste domingo (12). O sepultamento foi realizado no Cemitério Campo Santo, no bairro da Federação, no centro da capital baiana.

 

Dezenas de familiares e amigos da corretora compareceram à cerimônia e prestaram homenagens. Janaína foi achada morta no final da tarde de sexta-feira (10) pela filha de 27 anos. Segundo os relatos de familiares, o corpo da corretora apresentava ferimentos de facadas nas costas.

 

O homem com quem ela tinha um relacionamento há 5 anos é o principal suspeito do crime. Ele é procurado pela polícia. Familiares da corretora de imóveis afirmam que o marido dela era ciumento e que ele agredia a mulher constatemente. Segundo os familiares da corretora, o homem, identificado como Aidilson Viana de Souza, chegou a ser preso há 2 anos por conta das agressões. A filha da vítima é fruto de um outro relacionamento.

Violência

12 de Nov // | Violência

Templos são invadidos e profanados. Em outros casos, há agressões verbais, destruição de imagens sacras e até ataques incendiários ou tentativas de homicídio. O cenário preocupa adeptos de diversas religiões e, em pelo menos oito Estados, o Ministério Público investiga ocorrências recentes de intolerância.

 

Entre janeiro de 2015 e o primeiro semestre deste ano, o Brasil registrou uma denúncia a cada 15 horas, mostram dados do Ministério dos Direitos Humanos. O Disque 100, canal que reúne denúncias, recebeu 1.486 relatos de discriminação religiosa no período, de xingamentos a medidas de órgãos públicos que violam a liberdade religiosa.

 

"E sempre há mais casos do que os relatados", explica Fabiano de Souza Lima, coordenador-geral do Disque 100. "A subnotificação é alta, considerando o cenário nacional", diz. "Algumas pessoas não querem se envolver e preferem permanecer no anonimato a denunciar". Só neste ano foram registrados 169 casos: 35 em São Paulo, 33 no Rio e 14 em Minas, Estados com maior número de ocorrências informadas.

Violência

11 de Nov // Gildásio Cavalcante | Violência

O idoso João Miguel Bonfim, de 65 anos, foi preso, na tarde desta quinta-feira (9), por policiais da Delegacia Territorial (DT) de Antas, acusado de ter estuprado uma menina de seis anos de idade, neta de sua atual companheira.

 

 A mãe da vítima, Gelza Conceição de Almeida, denunciou o caso, no dia 7 de novembro, na DT/Antas, apresentando uma declaração médica comprovando que havia lesões na região genital da criança. O idoso, acompanhado de um advogado, foi à unidade policial e negou o crime.

 

 De acordo com o delegado Rodrigo Albuquerque, titular da DT/Antas, a vítima foi encaminhada para exame médico legal no Departamento de Polícia Técnica (DPT), e um pedido de prisão temporária foi solicitado à justiça, que deferiu.

 

 O delegado destacou o trabalho realizado pelo Conselho Tutelar da cidade, que contribuíram no caso e sempre estiveram disponíveis. João Miguel foi levado para a penitenciária de Paulo Afonso.

 Ascom/PC

Violência

09 de Nov // | Violência

Das 99 mortes violentas ocorridas no estado da Bahia entre 21 e 27 de agosto, apenas 20 estão com os inquéritos concluídos, o que representa pouco mais de 20% do total. Nos demais registros nas delegacias de Polícia Civil, 66 inquéritos seguem em andamento e outros 13 não tiveram as informações compartilhadas até a publicação desta reportagem.

 

O G1 registrou, no período de sete dias, todas as mortes violentas ocorridas no Brasil. Foram 1.195 no total. Agora, acompanha todos esses casos. O trabalho é resultado de uma parceria do G1 com o Núcleo de Estudos da Violência da USP e com o Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

 

Com uma série de iniciativas que envolvem reportagem e análise de dados, o projeto se chama Monitor da Violência. A capital baiana, que registrou 30 das 99 mortes violentas, tem inquéritos abertos para todas as situações. Entretanto, em apenas uma delas conseguiu fechar a investigação e remeter o caso à Justiça. Trata-se de um duplo homicídio que ocorreu no bairro de Mata Escura no dia 23 de agosto deste ano.

Violência

08 de Nov // | Violência

Uma despedida emocionante. Foi assim que familiares e amigos definiram o sepultamento do jogador de basquete amador Edinei Moreira Bahia, 30 anos, ocorrido na tarde desta terça-feira (7). Algumas pessoas passaram mal e precisaram ser atendidas por equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

 

O jogador morreu depois de ser baleado no peito, na madrugada de domingo (5), no Largo de Santana, bairro do Rio Vermelho, em Salvador. Durante o cortejo antes do sepultamento, a viúva Janecleide Santos, 27 anos, desabafou e pediu para que o caso não fique impune. "Ele matou meu marido por causa de uma cerveja. Que tipo de monstro é esse? Quero justiça", declarou.

 

"Vinte mil caixas de cerveja eu te dava, seu desgraçado. Você não tem mãe, você não tem pai, você não tem filho não, seu desgraçado. Vou até o fim", continuou a viúva. Eram 16h10 quando o corpo deixou a capela do cemitério Quinta dos Lázaros. A família tinha planejado, inicialmente, realizar o sepultamento no Rio de Janeiro, onde Edinei morava e a mesma cidade em que o corpo do pai dele está enterrado, mas mudou de ideia.

Violência

08 de Nov // | Violência

Um homem foi morto a tiros durante um atentado na porta da casa da namorada, na cidade de Mucuri, sul da Bahia. A vítima estava dentro do carro, quando foi atingida pelos disparos, no início da noite de terça-feira (7). A polícia investiga se a morte de Diogo Walace Souza Ribeiro, de 32 anos, tem relação com o tráfico de drogas.

 

Ele estava em liberdade condicional, depois de ser preso pelo mesmo crime, segundo a polícia, que não soube informar quando a prisão ocorreu. Diogo foi baleado em diversas partes do corpo, principalmente na cabeça. Testemunhas contaram que a vítima foi atingida por dois homens que chegaram ao local em um carro de cor prata.

 

A companheira também foi atingida pelos disparos, porém de raspão. Ela foi levada para o hospital da cidade e não corre risco de morrer. O corpo de Diogo foi levado para o Departamento de Polícia Técnica de Teixeira de Freitas, onde será periciado. A polícia não tem informações sobre sepultamento. Anos antes de ser preso, a vítima havia trabalhado como carcereiro em uma delegacia de Mucuri. G1

Violência

08 de Nov // | Violência

O jogador de basquete amador Edinei Moreira, de 30 anos, que foi baleado após uma discussão que começou dentro de uma casa de shows localizada no Rio Vermelho, em Salvador, foi enterrado na tarde de terça-feira (5), na capital baiana. A cerimônia foi realizada no Cemitério Quinta dos Lázaros, na Baixa de Quintas.

 

Dezenas de amigos e familiares, incluindo a mãe e a mulher da vítima, compareceram ao sepultamento. Sob muita emoção, eles se despediram do jogador. Edinei deixa um filho de 4 anos. O crime ocorreu na madrugada do domingo (5). O caso é investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

 

Além do jogador, um amigo que estava com ele, identificado como José Raimundo de Jesus Ribeiro, de 29 anos, e um vendedor ambulante, identificado como Ruy Moreira Bispo, de 61, também foram baleados. Os dois foram levados para o Hospital Geral do Estado (HGE), onde seguem internados nesta terça-feira. Não há detalhes sobre o estado de saúde deles. A família de Edinei acredita que um policial militar tenha efetuado os disparos.

Violência

07 de Nov // | Violência

Um detendo morreu, na segunda (06), no Complexo Penitenciário de Eunápolis, no sul da Bahia. Segundo o Radar 64, Jefferson Silva Meira, de 22 anos, foi espancado por outros presos no pátio do presídio, no banho de sol. Para a publicação, o delegado Eridelson Bastos afirmou que, quando os agentes penitenciários chegaram, o detento já estava morto.

 

Ainda segundo o delegado, os detentos agrediram Jefferson porque ele estaria furtando pertences dos colegas. Jefferson estava preso desde maio por suspeita de participação em vários assaltos na cidade. Em 2016, ele foi preso com uma arma falsa e era suspeito de participação em um assalto a farmácia.

 

O delegado vai ouvir os detentos da Ala A, onde a vítima estava detida, para identificar os autores do crime. Ao BNews, a Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização (Seap) confirmou a morte de Jefferson e explicou que os procedimentos de praxe estão sendo realizados pela Seap e pela Polícia Civil, “realizando o levantamento cadavérico e as principais investigações, para solucionar no mais curto tempo a causa mortis do interno”.

Violência

06 de Nov // | Violência

Misael Pereira Olair, 19 anos, preso acusado de matar com 11 tiros no rosto a estudante Raphaella Noviski, 16, planejou o crime por 1 ano, segundo a Polícia Civil. A aluna foi assassinada na manhã desta segunda-feira (6), dentro de uma sala de aula em um colégio estadual de Alexânia, no entorno do Distrito Federal.

 

"Eles moravam no mesmo bairro. Ela era conhecida de vista, então, ele a adicionou no Facebook, tentou se aproximar, mas ela recusou. A cada recusa, ele tinha mais raiva, então o amor se tornou ódio e há um ano premeditou matá-la. Foi o tempo para juntar R$ 2,3 mil para comprar revólver e munição", explica a delegada Rafaela Azzi.

 

A delegada afirma que Misael cometeu o crime depois de ter sido rejeitado pela adolescente. Misael vai responder por feminicídio."Inicialmente, foi homicídio qualificado, mas depois da oitiva se vê que se trata de uma situação de gênero, por visualizar a mulher como propriedade, ceifou a vida dela, atirou no rosto de uma menina que não quis se relacionar. Vê a desqualificação da mulher", detalha a delegada. Ouvido pela polícia, Misael diz que não se arrepende crime.

Violência

06 de Nov // | Violência

A briga que motivou o tiroteio no Largo de Santana na madrugada de domingo (5), deixando um morto e um ferido, começou no primeiro andar do bar onde a confusão teve início. Uma pessoa que trabalhava no estabelecimento, relatou que dois homens discutiram no primeiro andar e desceram para o térreo, onde continuaram discutindo.

 

Na sequência, um deles sacou a arma e fez os disparos que atingiram Ednei Moreira Santana, 30 anos, que chegou a correr em direção à praça, mas morreu no local. Também foram atingidos um vendedor ambulante, Rui Moreira Bispo, 61 anos, e um homem identificado como José Raimundo de Jesus.

 

Ambos estão internados no Hospital Geral do Estado (HGE). Em entrevista à TV Bahia, a irmã de José Raimundo, Tainara Ribeiro, afirmou que nem ele nem o vendedor ambulante tinham envolvimento com a briga. De acordo com Tainara, o irmão saiu correndo quando o tiroteio começou. O autor dos disparos atirou para cima e ele acabou sendo atingido. José Raimundo passou por cirurgia e apresenta quadro estável.

Violência

06 de Nov // | Violência

O número de menores infratores conduzidos à Delegacia do Adolescente Infrator (DAI), por envolvimento com o tráfico ou posso de drogas cresceu 15,2%, registrando um salto de 754 para 890 apreensões. O aumento registrado m Salvador se refere ao tempo de janeiro a setembro deste ano em comparação com o mesmo período do ano passado.

 

Segundo informações da Secretaria e Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), esses jovens, com idades entre 12 e 17 anos, também estão ligados a outros atos infracionais. No primeiro semestre de 2017, dos 1.883 apreendidos, muitos praticaram furto, porte ilegal de arma, lesão corporal dolosa e roubo, tanto simples quanto qualificado.

 

Esse último crime, por exemplo, é o segundo mais cometido, com 265 registros de adolescentes. Nesse contexto, o celular é um dos objetos mais roubados, sendo responsável pela condução de 38 infratores para a DAI. Para o comandante da “Operação Gêmeos”, unidade da PM que combate roubos a coletivos, major Gabriel Neto, esse crescimento reflete a "falta de acompanhamento dos familiares a estes adolescentes".

Violência

05 de Nov // Gildásio Cavalcante | Violência

Quatro homens morreram e dois ficaram feridos em um ataque no bairro do Arraial do Retiro, na noite desta sexta-feira (4). O crime aconteceu por volta das 19h, na Avenida Oliveira, na localidade conhecida como Fonte da Bica.

 

Em nota, a Polícia Militar informou que equipes da 23ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Tancredo Neves) recebeu um chamado de que havia pessoas baleadas na região. A polícia fez rondas e encontrou cinco pessoas feridas, que foram levadas para o Hospital Geral Roberto Santos, no Cabula.

 

Dessas, quatro não resistiram aos ferimentos e morreram na unidade hospitalar. Uma sexta vítima foi socorrida por populares. Os sobreviventes foram identificados como Luan Braga dos Santos, 18 anos, e Willan dos Santos Santana, 22.

 

Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), o crime foi motivado por brigas entre facções que atuam no local. Ainda não há informações sobre autoria do crime.

Violência

05 de Nov // Gildásio Cavalcante | Violência

O soldado da Polícia Militar suspeito de atirar durante o show do cantor Gustavo Lima em Mato Grosso nesta sexta-feira (3) está preso por tempo indeterminado em um batalhão da PM. Segundo informações do G1, Raimundo Henrique Leal dos Santos, de 22 anos, teria se envolvido em uma briga generalizada e foi detido por outro policial militar que presenciou o caso na cidade de Rondonópolis.

 

O soldado admite que atirou para o alto, mas nega ter participado da briga e relata que foi agredido. O delegado Vinícius Francisco Prezoto ouviu Raimundo neste sábado (4). "Ele diz que foi atingido por uma garrafa na cabeça e, assim que ele caiu [no chão], começou a ser agredido. Depois, ele diz que fez disparos para o alto para que cessasse a agressão e a briga", disse em entrevista ao G1. Em seu relato, o soldado afirmou ainda que saiu da briga e foi até o estacionamento do evento, onde foi baleado pelo outro policial militar. Ao ouvir o disparo durante o show, Gustavo Lima deixou o palco. 

Violência

03 de Nov // | Violência

O professor de artes Antonio Rocha Pinto, 55 anos, conhecido como Thonny Bida, foi assassinado nesta quinta-feira (2). O corpo dele foi encontrado abandonado dentro de um carro carbonizado numa estrada da zona rural de Piripá, cidade de 12 mil habitantes do sudoeste da Bahia. O suspeito do crime é Juarez Dias do Vale, 18, que está preso.

 

Os dois vinham discutindo por causa de uma moto que a vítima tinha ajudado a família do jovem a comprar, no valor de R$ 2.500. Morador da zona rural da cidade vizinha de Jânio Quadros, Juarez tinha voltado em abril deste ano de São Paulo, onde foi tentar conseguir emprego, mas não teve êxito. Em Piripá, conheceu Thonny em uma festa da cidade.

 

O professor então ofereceu morada na residência para que o jovem pudesse estudar na cidade, já que não tinha encontrado vaga em Presidente Jânio Quadros. Thonny, que é gay, abrigou o jovem em sua casa por cerca de cinco meses, até que Juarez arranjou uma namorada na escola onde estudava - motivo que levou o professor a mandar Juarez embora da casa. Por isso, o jovem teve de voltar para a zona rural de Presidente Jânio Quadros e ficou sem estudar.

Violência

02 de Nov // | Violência

Um ataque a tiros deixou um usuário do Uber morreu e o motorista do veículo ferido na noite desta quarta-feira (1º), na Avenida Juracy Magalhães, no Rio Vermelho. O condutor do veículo, Edgar Hagemann Neto, 27 anos, relatou à polícia que começou a corrida próximo à Unifacs do Rio Vermelho.

 

Ele e o passageiro seguiam para a região do Iguatemi em um carro Nissan March preto. No meio do caminho, o homem pediu ao motorista para parar no meio do caminho para buscar um amigo antes. O crime aconteceu por volta das 19h segundo informações do jornal Correio da Bahia.

 

"Ele contou que fez a volta e que quando parou no semáforo, um carro Idea, prata, parou ao lado do carro dele. Em seguida, o motorista sacou uma pistola e atirou várias vezes na direção do passageiro, que estava sentado no banco de carona. Depois disso, outro homem que estava no Idea desceu e atirou no peito do passageiro do Uber. Só então ele voltou para o carro e os bandidos fugiram”, relatou um dos policiais ao jornal Correio.

Violência

01 de Nov // | Violência

O estupro coletivo de duas adolescentes de 16 anos dentro de um ônibus por integrantes da agora extinta banda de pagode New Hit chocou o Brasil. O crime aconteceu em 26 de agosto de 2012, em Rui Barbosa, no Centro-Norte da Bahia. Cinco anos depois, a Justiça baiana condenou oito dos suspeitos a dez anos e oito meses de prisão pelo crime.

 

Eles foram condenados no último mês de agosto a pouco mais de 10 anos de prisão pelo estupro de duas adolescentes, no ano de 2012. Agora, dois dias depois de ver todos os condenados finalmente atrás das grades, uma das vítimas, hoje com 21 anos, quebra o silêncio segundo informações do Correio da Bahia.

 

Para a jovem, que não terá o nome revelado, foram cinco anos de dor e humilhação, mas a condenação dos oito integrantes da banda vem como um alívio por ver a justiça sendo feita. A garota, que quer estudar Direito para defender outras vítimas de violência, fala, num depoimento o quanto foi julgada e tratada como culpada por outras pessoas - inclusive por outras mulheres. Depois de ter morado em dois estados, ela diz que se sente, hoje, vitoriosa.

Violência

01 de Nov // | Violência

Dois irmãos, uma menina de 3 anos e um menino de 6, foram achados em um matagal na Estrada Velha do Aeroporto, em Salvador, na noite de terça-feira (31). Segundo informações preliminares da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), as crianças teriam sido levadas por um homem no bairro de Mussurunga e estupradas.

 

Segundo a SMS, as crianças estavam em frente a um mercado com a mãe quando, em um momento de distração, elas teriam sido levadas por um homem, que ainda não foi identificado. Após serem encontradas, as crianças foram levadas para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Parque São Cristóvão por uma mulher e um policial.

 

As vítimas passaram por exames e foram transferidas para o Hospital Santo Antônio. O caso está sob investigação da Delegacia Especial de Repressão à Crimes Contra a Criança e o Adolescente, que aguarda o resultado dos exames de corpo de delito, que deve confirmar o abuso sexual. De acordo com a polícia, a mãe foi intimada a comparecer à sede da unidade, no bairro de Brotas, para prestar esclarecimentos, que devem ajudar a identificar o suspeito.

Violência

01 de Nov // | Violência

Mais de 30 armas de fogo e cerca de 100 veículos, entre carros e motocicletas, foram furtados da delegacia de Piripá, no sudoeste da Bahia, durante um protesto de moradores contra o delegado da cidade, Florisvaldo Nery da Cruz, na madrugada desta terça-feira (31). A informação foi divulgada pelo próprio delegado.

 

Conforme Cruz, a polícia está tentando identificar os autores dos furtos. O delegado disse que os veículos roubados, que estavam apreendidos, estavam estacionados no fundo da delegacia. Com relação às armas furtadas, o delegado disse que foram de calibres diversos segundo informações do G1.

 

"Eram todas armas que tinham sido apreendidas, tiradas das mãos do crime. Agora, voltaram novamente para as mãos de criminosos", destacou. No ato, a fachada da delegacia foi pichada e as instalações destruídas. Além disso, alguns carros apreendidos que estavam no local foram queimados. Os moradores que realizaram a manifestação contra o delegado dizem que ele não estaria mais abrindo investigações, efetuando prisões, nem enviando os processos à Justiça.

Violência

31 de Out // | Violência

Duas escolas municipais da cidade de Teixeira de Freitas, no sul da Bahia, foram arrombadas no final de semana. Os telhados das escolas, local por onde o suspeito entrou nas unidades, foram consertados e as aulas voltaram ao normal nesta terça-feira (31). A empresa entregou imagens do circuito de segurança à polícia.

 

Os diretores das instituições foram à delegacia prestar queixa na segunda-feira (30), quando a polícia fez perícia no local, de acordo com a Secretaria de Educação. Ainda segundo informações da Secretaria, as unidades foram reviradas por um homem. O suspeito não roubou nada das instituições e teria agido sozinho.

 

O arrombamento ocorreu no último sábado (28). Na Escola Municipal Amigos da Natureza, primeira a ser invadida, ele quebrou os forros da biblioteca e secretaria da unidade. Na segunda, a Escola Municipal Amigos de Aracruz, o suspeito desmontou três ventiladores, mas não conseguiu levar porque o alarme da unidade disparou, e a empresa de segurança foi ao local. Apesar disso, o suspeito conseguiu fugir segundo informações do G1.

Violência

31 de Out // | Violência

Em uma cidade onde uma mulher é vítima de violência doméstica a cada 56 minutos, só existem duas Delegacias Especiais de Atendimento à Mulher (Deam): em Salvador, elas ficam nos bairros de Brotas e de Periperi. Em todo o estado, são 15 unidades, de acordo com as estatísticas do 11º Anuário Brasileiro de Segurança Pública.

 

Isso significa que, na Bahia, a taxa é de 0,2 delegacia para cada 100 mil mulheres. O índice é menor do que a média nacional – 0,4. O índice só é maior do que o Distrito Federal, que tem apenas uma delegacia e fica com uma taxa de 0,1 para cada 100 mil.

 

Assim como a Bahia, os estados de Alagoas, Ceará, Pernambuco e Rio de Janeiro também registraram uma média de 0,2. O estado que tem o melhor desempenho é o Tocantins. Com 13 unidades especializadas para atender mulheres em situação de violência, o Tocantins chega a uma taxa de 1,7 para cada 100 mil mulheres. Os divulgado foram divulgados na segunda-feira (30) pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

Violência

30 de Out // G1 | Violência

De acordo com dados do 11º Anuário Brasileiro de Segurança Pública, divulgados nesta segunda-feira (30) pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, a Bahia registrou em 2016 o maior número de mortes violentas intencionais no país, em números absolutos. De janeiro a dezembro do ano passado, foram contabilizadas 7.110 mortes - média de 19,47 por dia.


As chamadas Mortes Violentas Intencionais (MVI) correspondem à soma das vítimas de homicídio doloso, latrocínio, lesão corporal seguida de morte e mortes decorrentes de intervenções policiais, em serviço e fora de serviço. Em segundo e terceiros lugares, respectivamente, aparecem os estados do Rio de Janeiro (que em 2016 somou 6.262 mortes) e São Paulo (4.925).


Caso seja considerado o número de mortes por 100 mil habitantes, a Bahia aparece em 7º lugar no ranking nacional, com taxa de 46,5 mortes. Sergipe registrou a maior taxa de mortes violentas por 100 mil habitantes: 64; seguido de Rio Grande do Norte, com 56,9; e Alagoas, com 55,9 - todos estados do Nordeste. De 2015 para 2016, ainda conforme o levantamento, a variação da taxa de mortes violentas na Bahia aumentou 12,8%.

Violência

30 de Out // | Violência

Dávila Chaylane Duarte, 8 anos, morreu na tarde de sexta (27), no Hospital Santo Antônio, no estado do Ceará, após ser atingida por um tamanco, arremessado pela sua prima de 11 anos. O caso aconteceu na tarde de terça (24) e, segundo a polícia, a menina brincava com a prima dentro de casa, no bairro Malvinas, na periferia de Barbalha.

 

De repente, as duas meninas se desentenderam e a de 11 anos arremessou um tamanco contra a de 8 anos. A garota desmaiou após a pancada e sofreu um traumatismo craniano encefálico (TCE). Os pais a levaram imediatamente para o hospital da cidade, onde ficou constatado que a pancada com um calçado de madeira provocou o traumatismo de crânio.

 

Desde então, Dávila Chaylane permaneceu na UTI. Na sexta, por volta das 14h30, a equipe médica constatou a morte da menina. De acordo com informações do site Macaubense Life, o corpo de Dávila foi encaminhado ao Núcleo da Perícia Forense de Juazeiro do Norte, por se tratar de uma morte considerada violenta. A Delegacia Regional de Polícia Civil de Barbalha deverá instaurar um inquérito para apurar o fato com base no ECA.

Violência

29 de Out // Gildásio Cavalcante | Violência

A execução de um estudante desencadeou mais uma guerra entre quadrilhas na Zona Norte do Rio. Em retaliação ao assassinato do estudante Matheus William, de 16 anos, criminosos que dominam o tráfico na Cidade Alta executaram bandidos rivais, das favelas do Pica-Pau e Cinco Bocas, com requintes de crueldade na última sexta-feira (27). Os corpos de dois criminosos foram mutilados e jogados na porta da favela do Pica-Pau dentro de caixas de “presente” e amarradas com laço de fita.

 


A barbárie foi motivada pela execução do adolescente Matheus William, de 16 anos, assassinado com um tiro pelas costas por volta de 13h, na Estrada Porto Velho, em Cordovil. Morador da Cidade Alta, ele foi confundido com um homem que seria envolvido com o tráfico. Evangélico, Matheus não tinha qualquer ligação com o crime.

 


Os assassinatos dos criminosos ocorreram na manhã de sexta (27), quando um grupo comandado pelo traficante Rodnei de Menezes Andrade, o Baratão, um dos líderes da Cidade Alta, decidiu capturar os criminosos identificados como Lorran e Gato.Durante a invasão, Baratão ainda filmou a ação na Favela do Pica Pau.

Violência

27 de Out // | Violência

Recebeu alta nesta sexta-feira (27) a filha de 12 anos do pastor Melquiades Santos Netto, conhecido como Netto Paz, ex-vocalista da banda Shalom. Ela foi baleada no ataque que matou o pai dela, na cidade de Ibirapitanga, no sul da Bahia, na noite da última quarta (25). A informação foi confirmada por parentes da vítima.

 

A adolescente foi atingida de raspão no peito e em um dos braços. Ela estava internada no Hospital Manoel Novaes, em Itabuna, e deixou a unidade de saúde na companhia da avó. A menina estava no carro com o pai, a mãe, a irmã mais nova, de sete anos, e um pastor do Pará, quando dois homens em um carro branco chegaram atirando.

 

Sem anunciar assalto, os suspeitos não levaram nada das vítimas. Após os tiros, Netto Paz perdeu o controle do carro, que caiu em uma ribanceira. A Polícia Civil suspeita que o pastor tenha sido vítima de execução. No carro dele há diversas marcas de tiros. Conforme o delegado que investiga o crime, Lane Andrade, a motivação e autoria ainda estão sendo investigadas, mas diante da ação dos atiradores, a polícia acredita que tenha sido execução.

Violência

27 de Out // | Violência

Melquiades Santos Netto, conhecido como Netto Paz, ex-vocalista da Banda Shalom, morto na quarta (25), pode ter sido vítima de execução. Essa é a suspeita da Polícia Civil de Ibirapitanga, no sul da Bahia, onde ocorreu o crime. Imagens mostram as marcas de tiros no carro em que estava o cantor gospel.

 

"O que caracteriza mais esse crime foi a rapidez que os indivíduos pararam o veículo ao lado do veículo da vítima e imediatamente dispararam contra ele. A motivação ainda está a esclarecer, mas tudo indica que se trata de uma execução contra o pastor Netto", afirmou o delegado Lane Andrade.

 

O corpo do artista, que também era pastor, foi sepultado sob forte comoção dos moradores de Ibirapitanga, onde ele vivia, na tarde de quinta-feira. A filha de 12 anos do pastor também foi baleada no ataque. Ela está na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no Hospital Manoel Novaes, em Itabuna, mas passa bem. O irmão de Netto, Nei Barroso, espera que o crime seja solucionado segundo informações do G1.

Violência

26 de Out // | Violência

Sindicato dos Rodoviários da Bahia estima um prejuízo de R$ 3,9 milhões somente com os ataques a ônibus ocorridos no ano de 2017 em Salvador. De janeiro a outubro, segundo dados da entidade e também do Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros (Setps), 13 veículos foram incendiados na capital baiana.

 

O último caso ocorreu no bairro de Santa Cruz, na quinta-feira (25). Um ônibus que fazia a linha Campo Grande-Santa Cruz foi incendiado durante um protesto de moradores por causa da morte de um jovem de 22 anos. A polícia disse que era um suspeito de tráfico de drogas que trocou tiros com os agentes.

 

Moradores da localidade dizem, no entanto, que o rapaz não tinha ligação com o crime. O sindicato e as empresas de ônibus dizem que cada veículo do transporte coletivo custa cerca de R$ 300 mil. Caso sejam considerados outros dois coletivos (um ônibus convencional e um micro-ônibus) incendiados também em 2017 em Simões Filho, cidade na regiao metropolitana da capital baiana, o prejuízo passa dos R$ 4,3 milhões, conforme os rodoviários.

Violência

26 de Out // | Violência

O pastor e cantor Melchiades Santos Neto, (36), conhecido como Neto Paz, morreu após ser atingido por quatro tiros por volta das 18h30, desta última quarta-feira (25), no trevo da BA-650 com a BR-101, próximo do município de Ibirapitanga, no Baixo Sul da Bahia.

 

Segundo a Polícia Civil, o artista gospel estava em um Corolla de cor cinza, placa NZK-3915, licença de Ibirapitanga, com a esposa e a filha, quando foi surpreendido por bandidos que estavam numa Strada Branca. Os criminosos dispararam várias vezes contra o carro da vítima.

 

Após o crime, os bandidos, que não levaram nada da vítima, fugiram. O cantor chegou a ser socorrido por populares para o Hospital de Ibirapitanga, mas não resistiu aos ferimentos. A filha do cantor, baleada no braço, está internada em um hospital na cidade de Itabuna. O estado de saúde dela é estável.Policiais da 61ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Ubaitaba) realizaram buscas na região, mas ninguém foi preso.

Violência

25 de Out // | Violência

A família da vendedora Silvania Pereira dos Santos, 47 anos, ainda tenta entender o que motivou a sua execução, no bairro de Cajazeiras VIII, na noite de segunda-feira (23). Segundo um parente da vítima, que preferiu não se identificar, ela trabalhava com venda de carros usados. Na noite do crime, ela saiu de casa, no bairro de Luis Anselmo.

 

Silvana recebeu uma ligação de uma pessoa que tentava comprar seu carro, um Honda Fit vermelho. Ainda segundo o familiar, após se dirigir ao supermercado Extra, na Rótula do Abacaxi, ela foi levada para o bairro de Cajazeiras VIII. “A pessoa que ligou pra ela [Silvania] já tinha informações sobre ela e a conhecia bem”, indicou o parente, durante o sepultamento de Silvania.

 

Silvana foi enterrada no cemitério Quinta dos Lázaros, na Baixa de Quintas, na tarde de terça-feira (24). Até a noite desta terça, nenhum suspeito do crime havia sido preso.  Para o parente, a vendedora foi conduzida para Cajazeiras numa emboscada.“Disseram que ela foi vista com dois homens dentro do carro. Acho que a perseguição começou quando ela tentou fugir do local”, completou o parente.





Classificados


Enquete



Mais Lidas