Notícias

Violência

Violência

19 de Mar // | Violência
Uma mulher foi presa na noite deste último sábado (18) em Maracás, no sudoeste do estado, suspeita de matar a namorada do ex-marido a facadas. As informações são das Polícias Civil e Militar da cidade. Segundo a PM, o homem estava em casa com a namorada quando a ex-mulher chegou no imóvel e logo atacou a vítima com uma faca.
 
A polícia não informou se houve alguma discussão antes do ataque. Após o ocorrido, o ex-marido da suspeita procurou a PM, que ao chegar no imóvel, constatou a situação e foi em busca da suspeita. A vítima chegou a ser socorrida para o Hospital Álvaro Bezerra, em Maracás, mas não resistiu aos ferimentos.
 
Não há informações de quanto tempo o casal está separado e nem se tem filhos. A suspeita foi encontrada pela PM no bairro Maracazinho. Segundo a polícia, ela disse que a faca usada no crime havia sido jogada em um terreno baldio, mas os policiais não acharam o objeto. A Polícia Civil de Maracás disse que a mulher está presa na unidade, mas que o caso foi registrado na Delegacia de Jequié. Não há informações sobre o sepultamento da vítima.

Violência

19 de Mar // | Violência
Salvador e Região Metropolitana registraram no mês de março, até o momento, 74 homicídios nos finais de semana – período compreendido entre a noite de sexta-feira até o domingo. O levantamento foi realizado pelo bahia.ba atráves do portal da SSP-BA. Apenas neste domingo (19), a capital baiana e o entorno do município foram palco para 4 homicídios.
 
Já na sexta (17) e no sábado (18), foram contabilizadas 21 mortes. No final de semana passado, entres os dias 10 e 12, 28 pessoas foram assassinadas, enquanto no primeiro fim de semana do mês, 25 homicídio foram contabilizados. A reportagem apurou que, diante dos números analisados, seis pessoas, das 74 vítimas, são menores de idade.
 
Uma delas foi a menina de 6 anos morta a tiros no bairro de São Caetano, na última sexta (17), ao ser atingida por uma bala perdida do confronto da Polícia Militar (PM) com criminosos. A Região Metropolitana registrou, sozinha, 29 mortes, índice que equivale a 40% do total. A área vem seguida, com empate de três homicídios cada, dos bairros de Brotas e Cajazeiras. Bahia.ba

Violência

19 de Mar // Gildásio Cavalcante | Violência
A Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA) registrou, neste sábado (18), 12 homicídios em Salvador e região metropolitana.
 
O número é o segundo maior neste mês de março, conforme informações publicadas diariamente no portal da SSP-BA, que não classifica os dados como oficiais.
 
Até o momento, o dia 13 deste mês é tido como o mais violento, com 13 homícidios.
 
Confira a lista de mortes registradas pela polícia:
 
NOME DA VÍTIMA IDADE LOCAL RUA/REFERÊNCIA
 
PAULO VINICIUS ANDRADE SANTOS 19  anos Alto de Coutos RUA DOIS DE JULHO, ANTIGA IMPERATRIZ , FINAL DE LINHA EM FRENTE AO CAMPO DE BOLA
 
MATHEUS CUNHA LIMA 22  anos Uruguai RUA ISIDORO BISPO DOS SANTOS, ESQUINA DA LOJA REIS DAS AVARIAS

Violência

18 de Mar // Bocao News | Violência

Manifestantes fecharam a BR-324 na altura do bairro Bom Juá, em Salvador, na manhã deste sábado (18), em protesto contra a morte de uma garota de seis anos na noite desta sexta (17).

 

O ato bloqueou o tráfego para quem transita no sentido Centro da capital baiana.

 

Segundo moradores, a menina teria sido atingida durante uma troca de tiros entre bandidos e policiais.

Violência

16 de Mar // Bocão News | Violência
A divergência entre o número de mortes, principalmente relacionadas aos casos de homicídios, e as vagas disponíveis nos cemitérios municipais vêm dificultando os sepultamentos em Salvador. O problema, que atinge cada vez mais as camadas mais carentes da população, pautou uma audiência na Câmara de Salvador, manhã desta quinta-feira (16), abordando a violência urbana e a falta de vagas nos equipamentos públicos.
 
"Existe esta dificuldade para sepultar as pessoas e, infelizemente, isso passa pela segurança pública. Os altos índices de violência que têm acontecido nessa cidade e na região metropolitana têm dificultado conseguir vagas nos cemitérios municipais", disse o vereador Orlando Palhinha (DEM), responsável pelo evento, ao Bocão News.
 
Segundo a coordenadora de serviços diversos da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop), Janete Garcia, em dez anos apenas 250 novas covas foram criadas na capital por conta da falta de espaço. Essas vagas, segundo ela, foram preenchidas em menos de um mês.  "Tínhamos uma média de 3 mil e chegamos a 5.200 sepultamentos no ano passado. Todos os espaços possíveis já foram abertos", afirmou.

Violência

16 de Mar // | Violência
A polícia de Teixeira de Freitas, região sul da Bahia, investiga a morte da jovem de 20 anos, executada a tiros em frente a uma escola da cidade, na última terça-feira (14). De acordo com a delegacia da cidade, a vítima namorou com um traficante de drogas da região, morto a tiros em confronto com a Polícia Militar em janeiro deste ano.
 
Ainda de acordo com a delegacia, essa é uma das linhas de investigação do crime. A polícia disse que não poderia entrar em detalhes para não comprometer o caso. Até a manhã desta quinta-feira (16), alguns nomes de suspeitos haviam sido levantados, mas ninguém foi preso.
 
Crime: Uma jovem de 20 anos foi morta a tiros em frente à escola onde estudava, no bairro São Lourenço, em Teixeira de Freitas, município na região sul da Bahia. A vítima estava na carona de um mototáxi quando foi surpreendida por dois homens a bordo de uma moto. Os criminosos fizeram os disparos e fugiram do local. O mototaxista não foi atingido.

Violência

15 de Mar // | Violência

Um policial militar foi encontrado morto ao lado da esposa e do filho dentro do apartamento que a família morava, no bairro da Pituba, em Salvador. Segundo informações a Central de Polícia, na madrugada desta quarta-feira (15), vizinhos ouviram tiros vindos da residência, localizada no Loteamento Aquarius, e tentaram contato com os moradores, que não responderam.

 

De acordo com a Polícia Militar, o subtenente Cláudio Guimarães Müller de Azevedo, 43 anos, foi achado baleado ao lado da esposa, Catarina Teixeira Müller, e do filho. A família morava no Edifício Arpoador, na Rua Clara Nunes, próximo ao Colégio Anchietinha na Capital Baiana. Uma equipe do Departamento de Polícia Técnica (DPT) esteve no local e realizou uma perícia.

 

Ainda segundo a Central de Polícia, vizinhos chamaram parentes das vítimas que, na manhã desta quarta, foram até o prédio e abriram o apartamento, encontrando os corpos. A 13ª CIPM também esteve no local. Conforme a Polícia Militar, as mortes serão investigadas pela Polícia Civil. O subtenente Cláudio Guimarães Müller de Azevedo era lotado na 35ª CIPM e há 18 anos integrava a corporação.

Violência

15 de Mar // | Violência
Um agente penitenciário foi baleado na cabela durante um assalto dentro de um ônibus que fazia o trecho Itabuna-Itajuípe, na região sul da Bahia. Segundo informações da polícia, a vítima reagiu à ação dos bandidos, na noite desta última terça-feira (14). Dois homens participaram do assalto, um foi baleado e preso, e o outro conseguiu fugir. Ainda de acordo com a polícia, a dupla anunciou o assalto nas imediações da BR-101.
 
Dois agentes penitenciários e um sargento que estavam no veículo reagiram à ação dos bandidos e h ouve troca de tiros. Um agente penitenciário e um dos criminosos foram baleados dentro do ônibus. O assaltante atingido por um tiro foi socorrido para o Hospital de Base, em Itabuna, e segue internado na unidade na manhã desta quarta-feira (15). O estado de saúde do paciente não foi divulgado.
 
Ele é acompanhado por policiais e já recebeu voz de prisão. Até por volta das 8h30 desta quarta, o outro suspeito não havia sido localizado. De acordo com a delegacia, o agente penitenciário baleado foi socorrido para o Hospital Santa Casa, também em Itabuna. Segundo informações do hospital, o paciente está com a bala alojada na cabeça, mas passa bem. Ele vai ser submetido a um processo cirurgico na manhã desta quarta. Nenhum outro passageiro do ônibus ficou ferido na troca de tiros. 

Violência

14 de Mar // | Violência
Duas igrejas foram alvo da ação de bandidos em um intervalo de dez dias na cidade de Eunápolis, no sul da Bahia. O primeiro caso, que ocorreu no templo Santa Isabel, além de levarem computadores, aparelhos eletrônicos e outros objetos, os assaltantes beberam o vinho da santa ceia. A Polícia Civil investiga os dois casos, que de acordo com o coordenador da Delegacia de Eunápolis, Moisés Damasceno, não têm relação.
 
"Invadiram a secretaria, invadiram algumas salas, invadiram a paróquia, violaram o templo e também mexeram na secretaria, dentro da igreja. Mexeram na sacristia, reviraram algumas gavetas. Então, acabaram levando algumas coisas de muita importância para nós", disse o Frei Gutemberg da Silva Santos, pároco da Igreja Santa Isabel.
 
Na parte de trás da igreja funciona um centro universitário católico, que também foi roubado. O caso aconteceu no dia 3 de março, e a polícia já tem suspeitos. Já no último domingo (12), a Catedral de Nossa Senhora Auxiliadora, que fica no centro de Eunápolis, também foi arrombada e R$ 5 mil que seriam usados em uma romaria foram levados da secretaria da igreja.

Violência

13 de Mar // | Violência
Cerca de sete horas após moradores percorrerem as ruas de Cajazeiras clamando por paz, um jovem identificado como Wallace Cerqueira Conceição, 22 anos, morreu, e uma menina de 5 anos foi baleada na localidade, dominada pela facção Bonde do Maluco (BDM).  Nas proximidades, moradores comentaram com o CORREIO o temor que paira sempre que escutam o som das três consoantes.
 
"Não repete essas letras, fala isso baixo, por favor. Tem mais ou menos quatro meses que eles [BMD] ganharam força aqui na região", disse um morador à reportagem.  Outro morador, também sem se identificar, afirmou, porém, que o lugar onde aconteceu o crime é tranquilo e familiar. Eu sei que o tráfico é forte na Curva do Boi, lá eles fazem estrago. A gente até evita comentar. Mas do lado de cá, nem tanto, é mais familiar. Ainda é um dos lugares mais tranquilos de Cajazeiras", garantiu.  
 
A família da menina, que já teve alta do hospital, mora no bairro há cerca de oito anos. Pai da criança, o vigilante Carmelito Sena de Jesus, 41, contou ao Correio que embora não tenha o hábito de frequentar bares e festa do bairro, sempre considerou o lugar tranquilo. "A gente nunca espera, pra mim foi um choque muito grande, a gente vê famílias e crianças naquela praça", disse, se referindo à Rua D, onde aconteceu o tiroteio.

Violência

13 de Mar // | Violência
Uma mulher de 29 anos foi morta a pauladas no bairro Stella Reis, em Eunápolis, região no extremo sul da Bahia, no domingo (12). Segundo informações da delegacia da cidade, a vítima era garota de programa, e foi vista sendo agredida por um homem momentos antes do corpo ser encontrado. Um suspeito de cometer o crime foi preso na manhã desta segunda-feira (13).
 
Ainda de acordo com informações da polícia, o suspeito foi identificado após denúncias anônimas. Ele foi levado para delegacia da cidade, mas até por volta das 10h20 não havia prestado depoimento sobre o caso. Guarnições da Polícia Militar (PM) estavam na rua em busca de mais informações sobre o crime. A identidade do suspeito não foi divulgada pela polícia.
 
O pedaço de madeira utilizado no crime foi apreendido e será usado como parte da investigação. A polícia informou que a vítima costumava ficar próxima a um posto de gasolina, às margens da BR-101. A mulher era usuária de drogas, e deixa cinco filhos, que estão sob cuidados de parentes. A autoria e motivação do caso são investigadas pela delegacia de Eunápolis. G1

Violência

10 de Mar // | Violência
Quatro homens envolvidos em uma chacina que deixou seis mortos e dois feridos, em 2014, durante uma festa de aniversário, na cidade de Salvador, foram condenados a mais de 160 anos de prisão pelos crimes de homicídio qualificado e tentativa de homicídio, em audiência judicial realizada na quinta-feira (9), quase três anos após o crime.
 
A informação foi divulgada pelo Ministério Público da Bahia (MP-BA) na tarde desta sexta-feira (10). De acordo com o MP, Daniel Pereira dos Santos, Diego de Souza Gonçalves e José Carlos Ferreira dos Santos foram condenados a 164 anos e 11 meses de reclusão. Já Jean Jorge Gonçalves dos Santos a 163 anos, 4 meses e 8 dias.
 
Inicialmente, segundo informou o órgão, os criminosos devem ser levados para a Penitenciária Lemos de Brito, no Complexo Penitenciário da Mata Escura, onde cumprirão a pena em regime fechado. Eles já estavam presos desde 2014 e aguardavam o resultado da sentença. A chacina ocorreu no dia 9 de agosto de 2014, em uma casa da Rua da Guiné, ligação entre Periperi e Alto de Coutos, bairros do subúrbio ferroviário de Salvador.

Violência

08 de Mar // | Violência
Baleada junto com o marido em uma tentativa de assalto, na manhã desta quarta-feira (8), em um ponto de ônibus de Vila de Abrantes, no município de Lauro de Freitas, a esposa do soldado Cléber Fernando Santos, 32 anos, Flávia Antunes, 34, não resistiu aos ferimentos. Ela morreu por volta de 7h desta quarta, no Hospital Aeroporto, na cidade da Região Metropolitana de Salvador.
 
Em nota, a Polícia Militar informou que Flávia foi atingida nas costas e morreu logo após dar entrada na unidade de saúde. Ainda de acordo com a PM, Cléber estava a caminho do trabalho quando foi surpreendido por um homem armado em uma bicicleta - ele reagiu ao assalto e foi baleado no ombro e na mão esquerda.
 
Uma equipe do Departamento de Promoção Social (DPS) da Polícia Militar acompanha o caso, segundo a assessoria da PM. A delegada Daniele Monteiro, titular da 26ª Delegacia (Abrantes), que investiga o caso, confirmou que foi uma tentativa de assalto e que as investigações estão em curso. "Estamos investigando. Por enquanto, ainda não é possível dar detalhes. O que posso dizer é que ele reagiu à abordagem", resumiu, em conversa com o CORREIO.

Violência

07 de Mar // | Violência
Uma facção criminosa liderada por Jasiane Silva Teixeira, 28 anos, a "dona Maria", está espalhando o terror em Vitória da Conquista, no Centro-sul do estado. A mulher que passou a figurar no final de janeiro como a Dama de Copas no Baralho do Crime da Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), está no comando da recém-criada facção Bonde do Neguinho (BDN).
 
Em fevereiro deste ano, dois amigos que compravam drogas para uso próprio, foram mortos a tiros após serem confundidos com integrantes de uma facção rival. Julgados como "soldados do tráfico" numa área inimiga, os jovens foram assassinados com mais de dez tiros de pistola e revólveres. As mortes dos adolescentes foram as mais recentes relacionadas ao tráfico na cidade.,
 
Na cidade já ocorreram neste ano 36 homicídios, a maioria envolvendo vendedores e usuários de drogas. Segundo a Polícia Civil, os crimes podem ter ligação com a facção liderada por "dona Maria". Procurada por tráfico de drogas e homicídio, ela é a terceira mulher a fazer parte do Baralho do Crime, desde a sua criação, em 2011.

Violência

07 de Mar // | Violência
O cantor e compositor, Felipe Yves, foi brutalmente assassinado na noite desta última segunda-feira (6), em uma localidade conhecida como Independência, no bairro da Boca da Mata, em Salvador. De acordo com a polícia, criminosos decapitaram o vocalista da banda Golaço e depois atearam fogo no corpo da vítima. 
 
Segundo as primeiras informações obtidas pela polícia, o motivo do crime bárbaro teria sido o romance do pagodeiro com uma jovem. Testemunhas contaram para polícia que Felipe estava indo para casa da namorada quando foi abordado por traficantes locais. Os criminosos perguntaram de onde ele era, e após ele responder que era morador do bairro de Boca da Mata acabou sendo assassinado.
 
Felipe Yves é autor do sucesso “Bota o bumbum dela no paredão”, interpretada pelo cantor Léo Santana. Além disso, tinha iniciado uma parceria com o cantor e vereador Igor Kannário, com a música “Depois de nós, é nós de novo”. Até a manhã desta terça-feira (7) ninguém tinha sido preso. O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa deve investigar o caso. Bocão News

Violência

06 de Mar // Bahia Notícias | Violência
Uma lavradora grávida perdeu o bebê após ser espancada na última segunda-feira (27), na cidade de Sátiro Dias, que fica a 250 km de Salvador. De acordo com o escrivão da delegacia territorial do município, Rodney Albuquerque, a motivação do crime foi uma dívida que a vítima teria feito em um bar da região. A ocorrência e a investigação está à cargo da Delegacia de Sátiro Dias.
 
Quando a atendente do local, identificada como Gabriela, foi cobrar o dinheiro que a lavradora devia, elas entraram em uma discussão que acabou acarretando na agressão por parte de Gabriela, que desferiu golpes na região do útero da vítima.  Uma filmagem com fortes cenas da agressão foi feita pelo dono do bar e postada em uma plataforma de compartilhamento de vídeos.
 
A vítima chegou a ser atendida no Hospital Municipal de Sátiro Dias, mas o bebê, que tinha cerca de dois meses e meio, não resistiu. Nesta segunda-feira (6), a lavradora foi à delegacia fazer o boletim de ocorrência, prestou depoimento e também foi submetida ao exame de corpo delito. Até agora a agressora está foragida e vai responder por tentativa de homicídio. O dono do bar, que filmou o crime vai responder por ter incentivado e compactuado com a agressão.

Violência

04 de Mar // Gildásio Cavalcante | Violência

Dois irmãos foram mortos a tiros na madrugada deste sábado (4) em Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador (RMS). De acordo com a Central de Polícia, testemunhas contaram que cerca de dez homens armados invadiram a casa das vítimas e atiraram contra elas.

 

Moisés Raimundo Ferreira, de 20 anos, e o menor E.R.F., de 17 anos, foram atingidos nas regiões da cabeça e do tórax e morreram no local.

Ainda segundo a Polícia, os atiradores fugiram após a ação. O crime ocorreu por volta das 3h55 na Rua dos Abrigados, próximo a um cemitério.

Violência

02 de Mar // | Violência
Eis mais uma prova que 2017 está sendo um ano ainda mais violento que os anteriores. Depois do balanço realizado pela reportagem do Bocão News, que mostra um aumento de quase 30% de homicídios em Salvador e Região Metropolitana (RMS), no mês de janeiro, comparado aos últimos cinco anos, comprovamos que o mês de fevereiro também registrou alta.
 
Vale lembrar que os dados foram obtidos através do site da Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA) e que não são considerados pelo órgão como números oficiais. Porém, considerando o que foi publicado pela própria SSP-BA na ferramenta online, o mês de fevereiro deste ano pode ser considerado o mais violento dos últimos quatro anos.
 
Foram contabilizados 176 homicídios em diferentes bairros da capital baiana e municípios vizinhos durante os 28 dias.  Comparando com os 28 dias do mês em 2016, foi registrado um aumento de sete casos. No entando, contabilizando por todo mês, que exclusivamente neste ano teve 29 dias, 2017 teve apenas um homicídio a menos. Ou seja, se o número de dias fosse igual como nos outros meses, fevereiro de 2017 registraria mais ocorrências que fevereiro de 2016.

Violência

28 de Fev // Gildásio Cavalcante | Violência
A bióloga Elisabeth Henschel, 23 anos, foi agredida com dois socos no rosto após ser assediada por um homem quando estava curtindo o Carnaval em um bar no bairro da Lapa, região Central do Rio de Janeiro. A jovem estava com o namorado na Avenida Mém de Sá quando foi apalpada pelo agressor. Ao procurá-lo, ela recebeu os socos no rosto. O caso aconteceu nesta segunda-feira (27). 
 
"Estava com o meu namorado num bar e senti um homem me apertando. Quando fui tentar tirar satisfações com ele, levei um soco no nariz. Tentei abrir os olhos de novo, achando que ele ia agredir meu namorado, e levei outro soco", contou Elisabeth, ao jornal Extra. Ela disse ainda que viu o homem se afastar minutos depois.
Ferida, Elisabeth foi socorrida para um hospital e, no meio do caminho, reconheceu o agressor. Ela então acionou agentes da Guarda Municipal que estavam no local. A bióloga registrou boletim de ocorrência e passou por exame de corpo de delito. A polícia informou que está investigando o caso.
 
"Ouvi gracinhas todo o dia. Mas não posso me intimidar por isso. Nós, mulheres, temos o direito de sair com a roupa que queremos. Fiquei sabendo de outros casos de agressão contra mulheres e a homossexuais neste Carnaval. Quem for agredido não deve se deixar impactar por isso. Tem que procurar uma autoridade para resolver", finalizou. (Correio)

Violência

23 de Fev // | Violência
Um homem foi preso em flagrante após matar a pauladas o primo de 30 anos durante uma discussão por causa de ciúmes no município de Itamaraju, na região sul da Bahia. A informação foi divulgada nesta última quarta-feira (22) pela Polícia Civil do município. O caso ocorreu na noite de terça-feira.
 
De acordo com o delegado Bernardo Pacheco, titular do Núcleo de Homicídios, o suspeito foi preso após se esconder na casa da mãe, a cerca de 10 quilômetros do local do homicídio. Segundo a polícia, o suspeito foi encontrado com marcas de sangue do primo na roupa e confessou o assassinato. Segundo a polícia, a vítima tinha ciúmes do primo com uma mulher de quem gostava e os dois já tinham discutido antes por conta disso.
 
Na noite de terça, conforme o delegado, os dois estavam bebendo em um bar no distrito de São Bento, na zona rural do município, e depois saíram em direção à casa onde moram. "Quando chegaram numa trilha que fica entre os distritos de São Bento e Cascorado, começaram uma discussão. A vítima atingiu o braço do primo com um pedaço de madeira. Em seguida, o outro rapaz o derrubou e desferiu várias pauladas na cabeça da vítima, que morreu no local", disse o delegado.

Violência

20 de Fev // | Violência
Uma jovem de 20 anos foi morta por um tiro disparado pelo próprio namorado, quando tentava separar uma briga no município de Mirangaba, região norte da Bahia, na noite deste último domingo (19). Segundo informações da polícia, o autor do disparo, um jovem de 22 anos, foi preso em flagrante instantes depois do crime.
 
Ainda de acordo com a polícia, uma amiga da vítima se envolveu em uma confusão com uma outra mulher, ainda não identificada. Quando a jovem de 20 tentava separar a briga, o namorado dela sacou uma arma, e o disparo acertou a própria companheira. A vítima chegou a ser socorrida para um posto de saúde em Jacobina, a cerca de 30 quilômetros de Mirangaba, mas não resistiu ao ferimento.
 
A Polícia Militar (PM) foi acionada por populares e realizou a prisão em flagrante do jovem de 22 anos. O namorado da amiga da vítima também foi preso. O dois foram levados para delegacia de Jacobina, onde o caso foi registrado, e vão prestar depoimento na manhã desta segunda-feira (20). O corpo da jovem de 22 anos foi levado para o IML ainda no domingo. Até por volta das 8h30 desta segunda-feira, não havia informações sobre o enterro da vítima.

Violência

18 de Fev // Forte na noticia | Violência
Um homem foi preso suspeito de ter matado a pauladas a vendedora Antônia Oliveira da França, 38 anos. O crime aconteceu na zona rural do município de Cachoeira, no Recôncavo baiano, no dia 3 de fevereiro. Clerisvaldo da Hora Ferreira, o Tina, 23, foi preso em casa. Ele nega participação no crime, mas caiu em contradições durante o depoimento.
 
Segundo o titular da Delegacia de Cachoeira, Eduardo Coutinho, a polícia chegou até Clerisvaldo através dos depoimentos das testemunhas e solicitou a prisão temporária do suspeito. Ele mora no povoado de Ladeira de Padre Inácio, mesma zona rural onde a vítima vivia e onde foi assassinada. O suspeito foi preso em casa.
 
"Pedimos a prisão temporária dele e a Justiça acatou. O mandado foi expedido nesta sexta-feira e foi cumprido pela manhã. Ele foi ouvido, caiu em contradição e algumas informações que ele deu também foram conflitantes com os relatos das testemunhas", afirmou o delegado.

Violência

15 de Fev // | Violência
Um homem foi morto a tiros no bairro de Valéria, em Salvador, na noite de terça (14). O crime ocorreu em via pública, na Rua do Lavrador. Ainda não há informações sobre circunstâncias, autoria e motivação do assassinato. De acordo com informações da Central de Polícias, após denúncias, agentes da 31ª Companhia Independente de PM estiveram no local e isolaram a área.
 
O corpo da vítima, que não teve nome e idade divulgados, será encaminhado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT), onde será periciado. O caso será investigado pela Polícia Civil. Mortos em confronto: No mesmo bairro, três homens foram mortos a tiros durante um confronto com policiais militares na localidade conhecida como Lagoa da Paixão, na manhã desta terça.
 
Segundo informações da Polícia Militar, a guarnição foi recebida a tiros durante uma ronda na região, após denúncia anônima sobre o armazenamento de drogas em uma casa da localidade. Ainda de acordo com a PM, os homens baleados foram socorridos para o Hospital do Subúrbio, mas já chegaram ao local sem vida. Com os suspeitos a polícia apreendeu uma pistola, três revólveres, duas granadas artesanais e munições de diversos calibres, além de 575 gramas de cocaína.

Violência

14 de Fev // Correio da Bahia | Violência
A polícia investiga se as mortes de três homens na madrugada de domingo (12), no Candeal, estão relacionadas à rivalidade entre duas facções. Moradores contam que traficantes da região do Nordeste de Amaralina, onde o domínio é do Comando da Paz (CP), já atacaram outras vezes a localidade que está inserida no bairro de Brotas, que há um ano passou a ser comandado pelo Bonde do Maluco (BDM).
 
O crime aconteceu por volta de 1h, na Rua Paulo Afonso. As vítimas foram  identificadas como Washington de Jesus dos Santos, 33 anos, Douglas da Cruz Oliveira, 23, e Adriano Souza Maia, 37, mortas com tiros em diversas partes do corpo. Todos eles foram levados para o Hospital Geral do Estado (HGE), mas não resistiram aos ferimentos.
 
As informações no local é que o trio foi morto durante uma troca de tiros entre facções rivais que disputam o comando do tráfico de drogas. Desde o mês de dezembro do ano passado, o Candeal não é mais aquele. “A gente antes podia dormir de janela e porta abertas. Hoje, ninguém se arrisca”, disse um morador. Segundo ele, traficantes do Nordeste de Amaralina foram ao bairro em dezembro na tentativa de matar um rival.

Violência

13 de Fev // G1 | Violência
Cinco dias após os ônibus terem deixado de circular no final de linha do bairro de Valéria, em Salvador, o transporte foi normalizado na região nesta segunda-feira (13). Os veículos deixaram de rodar na localidade após dois homens serem mortos e um policial militar baleado durante um confronto na quarta-feira (8).
 
O Sindicato dos Rodoviários afirmou que a decisão da categoria de não avançar até o final de linha foi tomada para garantir a segurança dos motoristas, cobradores e passageiros. Durante paralisação, os moradores da região que embarcavam ou desembarcavam no final de linha precisaram andar cerca de 3km até o local improvisado de parada dos ônibus, no Largo de Valéria.
 
Por meio de nota, a PM relatou que policiamento foi intensificado em toda região de Valéria, com a realização de rondas e abordagens a veículos e pessoas. Não há informações de presos durante a ação. Crime: Dois homens foram mortos a tiros no bairro de Valéria, em Salvador, na noite de quarta-feira, de acordo com informações da Polícia Militar. Um deles é um jovem de 26 anos e o outro ainda não foi identificado.

Violência

12 de Fev // Gildásio Cavalcante | Violência
Um veículo Citroen, de placa NYH7607, com licença de Camaçari, capotou na tarde deste sábado (11), na Avenida Transnordestina em Feira de Santana, após uma perseguição policial. De acordo com a polícia, o carro foi acompanhado depois de informações de populares que o mesmo circulava em alta velocidade.
 
Estavam no veículo um rapaz de 18 anos e outro de 17 anos. Ambos são moradores do bairro George Américo e Marlon tem passagens pela polícia por roubo de carro, enquanto o menor de idade já foi apreendido por tráfico de entorpecentes.

Violência

11 de Fev // Gildásio Cavalcante | Violência

Um pai é suspeito de assassinar a filha na frente dos netos na região da Vila Sônia, na zona sul da capital paulista, na noite desta sexta-feira (11). Maira Cintra Soares, de 40 anos, foi morta com dois tiros no rosto. O pai dela, Frederico Carneiro Soares, está foragido. O assassinato aconteceu por volta das 20h30. Soares foi até a residência da filha e discutiu com Maira, segundo testemunhas. Durante a briga, ele atirou na direção da cabeça de Maira.

 

Os três filhos pequenos dela presenciaram o assassinato. Em nota, a Secretaria da Segurança Pública (SSP) informa que instaurou inquérito para investigar o caso. "O delegado titular do 89º Distrito Policial (Portal do Morumbi), Antônio Sucupira Neto, informa que investigadores estão nas ruas para tentar deter o suspeito em flagrante", afirma a pasta. 

Violência

11 de Fev // Gildásio Cavalcante | Violência
O governo do Espírito Santo e a Polícia Militar do Estado chegaram a um acordo. A greve da categoria terá fim, segundo O Globo. 
 
Se voltarem ao trabalho amanhã, às 7h, não haverá punições disciplinares. O governo não se comprometeu com reajustes, mas vai analisar o cronograma de promoções.

Violência

09 de Fev // G1 | Violência
Cerca de 10 homens obrigaram motoristas de dois ônibus a atravessarem dois coletivos na pista, na Rua São Marcos, no bairro de Pau da Lima, em Salvador, na manhã desta quinta-feira (9). De acordo com a Secretaria da Segurança Pública (SSP-BA), o caso ocorreu na localidade conhecida como Coroado, por volta das 9h45. Os suspeitos fugiram.
 
O veículo foi retirado por volta das 12h, de acordo com a Transalvador. Em nota, a PM informou que testemunhas disseram que os homens iam incendiar o coletivo, mas, com a aproximação da polícia, desistiram e fugiram. No entanto, a chave do ônibus foi levada. Agentes da Transalvador foram para o local para providenciar a retirada do veículo na via.
 
Segundo a SSP, unidades especiliazadas da PM, como Águia, Rondesp, além de guarnições das 47ª CIPM e da 50ª CIPM, foram deslocadas para reforçar o policiamento na região. O Grupamento Aéreo da PM (Graer) também sobrevou a região. Até por volta das 10h30, ninguém havia sido preso. Conforme a Secretaria da Segurança Pública, as primeiras informações são que a ação contra os ônibus, nesta quinta, foi uma resposta às mortes de dois suspeitos em um confronto com policiais militares na região na quarta-feira (8).

Violência

06 de Fev // G1 | Violência
Uma chacina deixou oito homens mortos e um ferido no bairro de Porto Alegre I, em Porto Seguro, município no extremo sul da Bahia, na noite de domingo (5). Segundo informações da Polícia Militar (PM), nove homens fortemente armados cometeram o crime e fugiram em seguida. Até a manhã desta segunda-feira (6), ninguém foi preso. 
 
Ainda de acordo com PM, o grupo chegou a bordo de uma caminhonete Ranger de cor vermelha, e efetuou vários disparos. Três corpos foram encontrados do lado de fora da casa, e outros cinco dentro do imóvel. O homem que foi baleado e sobreviveu ao ataque foi socorrido para o Hospital Regional Luiz Eduardo Magalhães. O estado de saúde do paciente não foi informado
 
No local do crime foram encontradas capsulas de fuzil calibre 556, segundo a polícia. Por volta das 7h50, as vítimas ainda não haviam sido identificadas. A PM informou que faz rondas na região na tentativa de localizar os suspeitos do crime. Ainda não há informações sobre o que pode ter motivado a chacina. A Polícia Civil vai investigar o caso.

Violência

03 de Fev // | Violência
Uma das três mulheres feridas em um acidente envolvendo um carro em fuga no bairro da Boca do Rio, em Salvador, na noite de quinta-feira (2), também foi baleada, de acordo com informações da Polícia Civil. Uma mulher de 53 anos, que também foi atingida pelo veículo, morreu no local. As vítimas feridas seguem internadas no HGE.
 
O caso é investigado pela 1ª Delegacia de Homicídios. O carro envolvido no acidente era conduzido por suspeitos de assalto, de acordo com a polícia. Um dos homens que estava no veículo morreu em confronto com PMs ainda no bairro da Boca do Rio. Outros dois comparsas dele estão foragidos. Até a manhã desta sexta-feira, ninguém foi preso.
 
Segundo a PM, três suspeitos fugiam de agentes da 39ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM) em um carro roubado, após cometerem assaltos no bairro, quando, ao chegar na Rua Simões Filho, o veículo no qual os criminosos estavam atingiu outro e capotou. O condutor do carro atingido pelos criminosos perdeu a direção do veículo e atropelou mulheres que passavam pelo local.

Violência

31 de Jan // | Violência
Uma jovem de 20 anos foi morta a facadas na cidade de Teixeira de Freitas, no Extremo Sul da Bahia. Segundo informações da Polícia Militar, o crime aconteceu por volta das 23h30 desta segunda-feira (30), na casa da vítima, Leidiane Silva de Jesus, localizada no bairro Tancredo Neves. 
 
O principal suspeito de cometer o crime, ainda segundo a PM, é o ex-marido de Leidiane, Erli Silva Viana, 40 anos. Um irmão de Erli o teria visto fugindo da casa da ex-esposa e ouvido gritos de socorro da vítima. A Polícia Militar informou ainda que não foram encontrados sinais de arrombamento na casa. O crime teria ocorrido após uma conversa entre Erli e Leidiana. O casal estava separado há cerca de uma semana.
 
Agentes da 87ª CIPM/Teixeira de Freitas) chegaram ao local do crime e constataram a morte da jovem. Na casa foi encontrada a faca usada no homicídio, que foi encaminhada para a 8ª Coordenadoria de Polícia do Interior (Coorpin), que investiga o caso. O corpo da jovem foi encaminhado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Teixeira de Freitas. Até as 15h desta terça-feira (31) Erli seguia foragido.

Violência

29 de Jan // | Violência
Um homem de 46 anos foi preso em flagrante no sábado (28) suspeito de matar a ex-mulher a facadas e depois enterrar o corpo dela no quintal da casa onde moravam, no município de Ilhéus, no sul da Bahia. De acordo com informações da Polícia Militar, o suspeito, Jeferson Amaral de Carvalho, ainda jogou concreto sobre a cova onde estava a vítima.
 
A vítima foi identificada como Sandra Oliveira, de 43 anos. De acordo com o delegado Luciano Medeiros, plantonista da Delegacia de Ilhéus e que atendeu à ocorrência, o homem foi preso após a PM ser acionada por vizinhos que ouviram gritos e viram o suspeito cavar o buraco onde jogou o corpo da ex-mulher, nos fundos da casa onde os dois moravam.
 
Conforme o delegado, inicialmente, o suspeito disse que cavou o buraco para obras de um novo cômodo do imóvel. Mas após ser pressionado pela polícia, confessou o crime e cavou novamente a cova para retirada do corpo da ex-mulher. Ainda segundo Medeiros, a primeira versão dada pelo suspeito à polícia foi de que ele teria atingido a vítima no pescoço após uma discussão e depois a enterrou no buraco.

Violência

27 de Jan // G1 | Violência
Com o rosto machucado e o corpo repleto de escoriações, que foram causadas por tentativa de linchamento de vizinhos, a mulher suspeita de atear fogo e matar o filho da companheira, um bebê de um ano e sete meses, foi apresentada pela Polícia Civil à imprensa na manhã desta sexta-feira (27). 
 
O caso ocorreu na noite desta última quinta-feira (27). Na ocasião, a suspeita disse que não sabia que a criança estava em casa no momento em que colocou fogo no imóvel, que fica no bairro de Periperi, subúrbio de Salvador. "Eu não sabia que ela estava em casa. Na minha casa, coloquei fogo. Da criança, não sabia", alegou Ana Cristina Menezes Lima, de 48 anos. 
 
Para a delegada que investiga o caso, Pilly Dantas, não há dúvidas de que o crime foi intencional. "Todas as testemunhas dizem que ela sabia [que a criança estava dentro do imóvel] e trancou a casa com dois cadeados", afirmou. Conforme a polícia, a mãe do bebê, Maraísa dos Santos Rosário, de 31 anos, relatou que o crime foi motivado por uma briga entre o casa.

Violência

27 de Jan // | Violência
Investigadores da Delegacia Territorial do município de Filadélfia, no centro norte baiano cumpriu mandado de prisão contra, José Augusto Bispo de Oliveira, de 33 anos, e sua companheira Silvania Grande da Silva, 26, flagrada com um revólver calibre 38 e seis munições, nesta quinta-feira (26).
 
Com um mandado de prisão em aberto por duplo homicídio, José e a companheira se preparavam para fugir da cidade. José Augusto teve a prisão decretada pela Justiça, em dezembro do ano passado, depois de executar a tiros dois irmãos e balear um terceiro, depois de uma discussão durante uma partida de sinuca.
 
Jorge Luiz e Rui Anastácio da Silva foram assassinados com a arma apreendida em poder de Silvania. Um terceiro irmão, identificado como Ramon Anastácio da Silva também foi baleado, mas sobreviveu. Zezinho e Silvania ficarão custodiados na carceragem da 19ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Senhor do Bonfim), à disposição da Justiça. Conforme nota da Ascom / Polícia Civil.

Violência

25 de Jan // | Violência
Os coletivos que deixaram de entrar no bairro de Santa Cruz, em Salvador, após um protesto no local, continuam sem circular no bairro na manhã desta quarta-feira (25), segundo informações do Sindicato dos Rodoviários. Desde a manhã de terça-feira (24) que os ônibus não passam pela região e fazem um final de linha improvisado na via marginal do Parque da Cidade, no bairro do Itaigara.
 
O comércio em Santa Cruz está funcionando normalmente. Os rodoviários deixaram de passar pelo local após o protesto que reuniu cerca de 50 pessoas na Rua Onze de Novembro, no bairro. O grupo chegou a queimar lixo e pneus para impedir a passagem de veículos em Santa Cruz. A Polícia Militar informou que o protesto foi contra a morte de um homem que entrou em confronto com PMs na noite de segunda-feira (24).
 
A falta de coletivos também atingiu o bairro Vale das Pedrinhas, onde os ônibus não entram e vão apenas até a rua do canal, no Rio Vermelho. Apesar da situação e do clima de insegurança que os rodoviários alegam, a Secretaria de Segurança Pública (SSP) informou que o policiamento no bairro está reforçado e que nenhuma ocorrência semelhante a de terça-feira, ou qualquer ato violento, foi registrado no bairro nas últimas 24 horas.

Violência

25 de Jan // | Violência
A Bahia ocupa a segunda posição, entre os estados brasileiros, em número de mortes de LGBTs (lésbicas, gays, bissexuais e transexuais), segundo relatório divulgado pelo Grupo Gay da Bahia (GGB). Somente em 2016, o ano considerado como o mais violento desde 1970 contra pessoas LGBTs, segundo a entidade, 343 pessoas foram mortas em todo o Brasil, 32 delas na Bahia.
 
Em 2017, até 22 de janeiro, já foram documentados 23 assassinatos de LGBTs. O estado baiano so perde para São Paulo, que no ano passado contabilizou 49 homicídios. Rio de Janeiro (30 mortes) e Amazonas (28 mortes) também figuram entre os estados com maior número de crimes. O único estado do Brasil que não registrou casos foi Roraima, que em 2014 liderou a lista.
 
Entre as capitais, Manaus, com 25 mortes, foi a que registrou o maior número de assassinatos em termos absolutos, seguida de Salvador (17) e São Paulo (13). Foram documentados em 2016 assassinatos de LGBT em 168 municípios brasileiros. Dos 343 assassinatos, 173 eram gays, 144 trans (travestis e transexuais), 10 lésbicas, 4 bissexuais e 12 heterossexuais (parentes ou conhecidos de LGBTs que foram assassinados por algum envolvimento com eles). 

Violência

23 de Jan // Correio da Bahia | Violência
O soldado Gilberto Lemos Silva Júnior, 28 anos, chegou a ser cabo da Aeronáutica. Mas o sonho mesmo era ser policial militar. Por isso, há um ano e sete meses, entrou na corporação. Se tornou soldado na 38ª Companhia Independente da Polícia Militar, em Bom Jesus da Lapa, sua cidade natal. Mas, na madrugada desta segunda-feira (23), o sonho foi interrompido.
 
Gilberto e o colega, o também soldado da PM Everton Oliveira de Santana, 26, foram sequestrados e mortos por bandidos que tentavam assaltar bancos no centro da cidade na noite de domingo (22). Assim como Gilberto, Everton também era jovem nos quadros da corporação – estava na PM há um ano e oito meses.
 
Ele (Gilberto) prestou concurso da PM, foi aprovado e finalizou o curso como primeiro aluno da turma. Ele amava a farda”, conta o irmão de Gilberto, o atendente de farmácia Tarcísio Lemos, 26.  A família sabia que Gilberto estava trabalhando na noite de domingo, mas, quando os tiros começaram a ser ouvidos, não sabia bem do que se tratava. Não imaginavam que poderia ser ele.

Violência

22 de Jan // Bocao | Violência

Peritos do Rio Grande do Norte encontraram neste sábado (21) partes de corpos dentro de uma fossa no complexo penitenciário de Alcaçuz, onde ao menos 26 pessoas foram mortas em um confronto entre facções criminosas no último sábado (14).

 

Os técnicos fazem parte do Itep (Instituto Técnico-Científico de Perícia). Eles entraram no presídio na tarde deste sábado após a polícia instalar contêineres para separar duas facções criminosas que brigam pelo controle da detenção, o Sindicato do Crime e o PCC (Primeiro Comando da Capital.

 

Durante toda a semana, o presídio passou por um motim: os dois grupos criminosos estavam em guerra. A situação se acalmou apenas neste sábado com a divisão dos presos.

 

Segundo o Itep, foram achados partes de corpos e "algumas cabeças". O órgão não informou, no entanto, o número de membros encontrados nem quantas são as vítimas.

Violência

19 de Jan // | Violência
Um trabalhador rural de 33 anos foi preso na tarde desta última quarta-feira (18) e confessou ter abusado sexualmente de uma menina de 4 anos, no município de Itabuna, no sul da Bahia. Segundo a polícia, a vítima teve ferimentos causados pelo abuso, precisou passar por uma cirurgia e está internada em um hospital da região.
 
Não há detalhes sobre o estado de saúde da criança. "Ele (preso) confessou friamente, com riqueza de detalhes", afirmou ao G1 nesta quinta-feira (19) a delegada Ivete Silva Santana, da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM) da cidade, que interrogou o homem. 
 
Segundo a delegada, o crime ocorreu no último domingo (15), no distrito de Ribeirão Seco, na zona rural do município, região onde o homem e a criança moravam. "Ele atraiu a menina oferecendo doce e arrastou ela para uma casa vazia da vizinhança. Ele arrombou a porta, cometeu o abuso e depois foi embora. A menina ficou em estado de choque", contou. 




Classificados


Enquete



Mais Lidas