Notícias

Internado há nove anos, homem se casa em hospital e morre seis dias depois

Depois de seis dias casado, Airon Rodrigues do Nascimento, de 40 anos, morreu na madrugada desta sexta-feira (17). Ele estava internado há nove anos na Unidade de Cuidados Intermediários (UCI) do Hospital Geral de Palmas (HGP) e no último dia 11 havia se casado em cerimônia religiosa dentro do hospital com a paciente Maria da Penha dos Santos, 50 anos. Ela trata um câncer de pele há 20 anos. 
 
Os dois já estavam juntos há 12 anos e tinham uma filha de 11 anos, que foi dama de honra. A decisão de realizar a cerimônia aconteceu após Airon revelar um sonho no qual Deus teria dito que ele morreria em breve, mas que antes precisava se casar. 
 
"Ele teve o sonho no início da semana e comunicou aos funcionários que se organizaram para fazer tudo o mais rápido possível, pois o quadro dele é gravíssimo. A qualquer momento ele pode morrer por uma parada cardíaca ou por falência dos órgãos. Além disso, o quadro depressivo dele se agravou após a sonho", contou Maria ao G1 do Tocantins.
 
Apesar da tristeza pela morte do marido, Maria afirmou que se sente com o dever cumprido.  "Acompanhei ele o tempo todo e fiz até a última vontade. É triste, mas ele estava sofrendo muito, ele estava ciente de que ia morrer em breve. Pelo menos ele foi em paz, abençoado, como queria", diz.
Por conta da gravidade da doença, a cerimônia de casamento foi realizada na capela do HGP. uma equipe com médico, enfermeiro e fisioterapeuta acompanhou tudo e uma técnica de respiração mecânica e manuel foi usada, já que não tinha como levar os aparelhos usado pelo paciente para o local.
 
O corpo de Airon Nascimento foi velado em Colmeia, cidade de origem da família e o enterro foi marcado para este sábado (18). (Correio)

Categorias

Notícias




Classificados


Enquete



Mais Lidas