Notícias

Febre Amarela: Mutirão em Alagoinhas tem 15 mil pessoas vacinadas no fim de semana

Quinze mil pessoas foram vacinadas no período de dois dias em Alagoinhas, cidade localizada a 120 km de Salvador. Um mutirão foi realizado no município, no sábado (11) e no domingo (12). A informação é da Secretaria Municipal de Saúde de Alagoinhas que também disse que, no total, desde o início de março, 35 mil pessoas já foram imunizadas na cidade.
 
A recomendação é que toda população urbana e da zona rural do município seja vacinada. O município tem cerca de 155 mil habitantes, de acordo com estimativa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), e recebeu o estoque de 100 mil doses da vacina. A vacinação foi reforçada no município após a confirmação do primeiro caso de febre amarela em macacos.
 
"Nós tínhamos uma previsão de três meses [para vacinar toda a população]. Era uma previsão até otimista. Só que diante da demanda que foi muito grande, nós conseguimos vacinar um quantitativo significativo. A previsão é de quem em cinco, seis semanas a gente possa atingir 95% da população imunizada", explicou Rodrigo Matos, secretário municipal de saúde.
 
Conforme a Secretaria da Saúde da Bahia (Sesab), além da vacinação, outras ações preventivas no combate ao vírus da febre amarela na região também já começaram a ser realizadas em Alagoinhas. Entre elas estão a utilização de inseticidas para a redução do número de mosquitos nas áreas urbanas e rurais, sobretudo o aedes aegypti.
 
A febre amarela é uma doença infecciosa grave. Gera sintomas como febre alta, cansaço, dores de cabeça e muscular, náuseas, vômito, olhos e pele amarelados e pode causar a morte. A transmissão é feita por mosquitos nas áreas urbanas e rurais. O Ministério da Saúde recomenda que ao longo da vida as pessoas tomem duas doses da vacina contra a febre amarela.
 
A primeira com nove meses de idade e a segunda com 4 anos. Quem tem mais de cinco anos e só tomou uma dose, deve tomar apenas o reforço. Quem tem cinco anos e ainda não está imunizado deve tomar a primeira dose imediatamente e a segunda depois de dez anos. Quem tem acima de 60 anos o ideal é consultar um médico antes de se imunizar.

Categorias

Bahia




Classificados


Enquete



Mais Lidas