Notícias

Operação Nordeste em Paz apreende armas, drogas com dois mortos e um preso

Tendo como um dos alvos principais a prisão do acusado de tráfico de drogas, Antônio Caíque Santos Correia, que possui cinco mandados de prisão por homicídios e tráfico de drogas, a operação “Operação Nordeste em Paz”, deflagrada, na madrugada de terça-feira (18), no Nordeste de Amaralina, pela Delegacia de Homicídios Múltiplos, teve o objetivo de cumprir mandados de prisão e de busca e apreensão.
 
Durante a operação foi preso em flagrante o acusado de tráfico de drogas, Jair dos Santos Lisboa Júnior, de 27 anos, que estava com um revólver calibre 38 e drogas. Antônio Caíque não foi encontrado. Jair, que tem uma passagem por tráfico, estava num imóvel na Rua São Raul, onde houve confronto entre policiais e traficantes. Dois deles, identificados como Leo e Simpson, foram baleados.
 
A dupla Leo e Simpson, que também é ligada a Caíque, chegou a ser socorrida para o Hospital Geral do Estado, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. Além do revólver calibre 38, duas pistolas ponto 40, sendo uma de fabricação israelense, um quilo e meio de maconha, cocaína e crack, uma granada, duas balanças de precisão e 24 munições de calibres 38, 9 mm e ponto 40 foram apreendidas pela polícia no interior da casa.
 
Jair, que já foi encaminhado para o sistema prisional, foi autuado por tráfico de drogas, porte ilegal de arma e formação de quadrilha, segundo o delegado Odair Carneiro, titular da Delegacia de Homicídios Múltiplos (DHM), que coordenou a ação. Após a operação, equipes da Polícia Militar ocuparam o Nordeste de Amaralina. Caíque está sendo procurado.
 
A operação da DHM contou com o apoio da 1ª Delegacia de Homicídios (DH/Atlântico), do Grupo de Apreensão e Captura (Grac) do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), e da Coordenação de Operações Especiais (COE) da Polícia Civil.

Categorias

Salvador




Classificados


Enquete



Mais Lidas