Notícias

Sobe para três nº de mortos em desabamento de casarão em Salvador; todos da mesma família

Subiu para três o número de pessoas que morreram soterradas, após um casarão desabar sobre a casa onde eles estavam, na noite desta segunda-feira (24), na Ladeira da Soledade, em Salvador. Uma mulher que ficou ferida teve alta e o filho dela, de 13 anos, segue internado no Hospital Geral do Estado (HGE).
 
O desabamento deixa parte a Ladeira da Soledade interditada na manhã desta terça-feira (25). As vítimas foram identificadas como José Prospero Deminco, 73 anos, que é pai das outras duas pessoas que morreram: Ana Paula Carreiro Deminco, de 34 anos e Paulo Ricardo Carneiro Deminco, de 44 anos. Todos os corpos já foram retirados do local. A mulher ferida, Simone Deminco, também é filha de José Prospero. 
 
O caso ocorreu por volta das 22h, perto do Colégio Carneiro Ribeiro. De acordo com informações da Central de Polícias, populares relataram ter ouvido uma explosão antes do casarão cair. No entanto, ainda não há informações sobre as causas do desabamento do imóvel, que não era habitado. Equipes do Corpo de Bombeiros, socorristas do Samu e agentes da Defesa Civil de Salvador (Codesal) foram encaminhadas ao local, segundo a Central de Polícias.
 
A sobrevivente Simone Deminco, que perdeu o pai e dois irmãos, conta que por pouco também não perdeu a vida. "Foi no horário da novela. Estavam todos em casa assistindo televisão. Eu vim alguns minutos para frente, para ensinar meu filho e foi quando aconteceu. Se eu tivesse lá no fundo, teria morrido também. É muito difícil", diz.
 
Simone diz ainda que a situação do casarão vizinho que desabou já tinha sido denunciada. "Já tem varias queixas na Codesal, há muitos anos. O proprietário sabia e está foragido para não responder", afirma. Ela conta ainda que o estado de saúde do filho, que está internado, é estável. G1

Categorias

Acidente




Classificados


Enquete



Mais Lidas