Notícias

Associação dos Juízes Federais repudia Reforma da Previdência

A Associação dos Juízes Federais do Brasil emitiu nota em repúdio a Reforma da Previdência. O grupo declarou contrariedade à aprovação da PEC 287/16 e a descrição sobre contenção de privilégios para servidores públicos. Na nota, a Ajufe compara as diferentes contribuições: “Em geral, os servidores públicos recolhem a contribuição previdenciária em 11% sobre seus vencimentos/subsídios.

 

A contribuição previdenciária dos magistrados é de ao menos R$ 3.713,93, valor 6,1 vezes maior que a contribuição máxima do setor privado, fixada em R$ 608,44. Por óbvio, em muitos casos, uma vez que a contribuição do servidor público é maior que a do trabalhador da iniciativa privada, o benefício a ser recebido pelo primeiro também será maior do que a do segundo”, esclarece.

 

Além disso, a associação acredita que propagandas governamentais tentam criar embate entre trabalhadores de diferentes setores.

Por fim, a Ajufe diz que “tomará todas as providências cabíveis contra essa postura política de tratamento do dinheiro público”. 

 
Bahia Noticias

Categorias

Notícias




Classificados


Enquete



Mais Lidas