Notícias

Jequié: Indústria de calçados Ramarim surpreende e demite mais de 500 funcionários

A indústria de calçados Ramarim do Nordeste, com sede no município de Jequié, instalou-se na Cidade Sol no ano de 1998 e emprega centenas de pessoas direta e indiretamente. A indústria representa uma considerável fatia da economia local. Entretanto, as últimas notícias têm deixado comerciantes ainda mais preocupados.

 

Um possível fechamento de uma fábrica desse porte no município representaria um impacto econômico altamente negativo que poderia levar a cidade e distritos circunvizinhos à situação de calamidade pública econômica. Na terça (16) ganharam repercussão em toda a região do Médio Rio de Contas, informações de que a Ramarim de Jequié, dispensou nos últimos dias aproximadamente 500 trabalhadores.

 

A empresa alegou a necessidade da redução de custos decorrência da retração das vendas de sua linha de produtos, além do fim da concessão da isenção de impostos. As informações não confirmadas ainda pela administração da empresa, dão conta de que o processo de dispensas nos últimos meses, já atingiu cerca de 700 operários. Com informações do Marcos Frahm

 

O clima entre os trabalhadores é de apreensão em vista de que, correm rumores de que no próximo mês de junho novas demissões irão ocorrer mais pessoas sejam demitidas. Com duas unidades independentes de produção de calçados femininos instaladas em Jequié, as empresas do mesmo grupo, Ramarim e Confortfex, são consideradas as maiores empregadoras de mão de obra do município e região. A empresa já chegou a ter um contingente de 6.000 operários número que estaria em torno de 3.000 trabalhadores no momento atual.


Categorias

Bahia




Classificados


Enquete



Mais Lidas