Notícias

Seguro de perda de colheita é liberado para agricultores de Serra Preta e mais 2 cidades

Agricultores das cidades de Serra Preta, na Bacia do Jacuípe; Araci, na região sisaleira; e Boa Vista do Tupim, no Piemonte do Paraguaçu, tiveram o benefício do garantia-safra – espécie de seguro em caso de perda de produção – liberados nesta quarta-feira (17). O benefício, instituído a partir de 2003, é direcionado a agricultores com propriedade até cinco hectares.

 

Segundo a secretaria de agricultura de Serra Preta, os recursos devem beneficiar cerca de 865 famílias, que perderam a produção na safra 2015-2016 no município. Os prejuízos ocorreram em plantações de feijão e milho, as mais comuns na região. Após a liberação do recurso, os produtores têm direito a receber R$ 850, divididos em cinco parcelas de R$ 170 pagos durante cinco meses, em agências da Caixa Econômica Federal ou lotéricas.

 

“São pessoas que perderam toda a produção que é geralmente feita para a própria subsistência das famílias. O bom é que o dinheiro volta a circular na cidade e movimenta a economia”, conta Jorge Pimenta, assessor da secretaria de agricultura local. Ele informa que dos 865 beneficiários, 171 estão pendentes com a secretaria, o que os impede de receber de imediato o benefício.

 

“Eles vão receber o benefício, mas precisam vir até a prefeitura regularizar o cadastro”, diz. O garantia-safra é composto por recursos da União, a maior parte com mínimo de 40%, Estado e Municípios. Bahia Notícias


Categorias

Bahia




Classificados


Enquete



Mais Lidas