Notícias

Michel Temer articula base no Congresso para barrar denúncia de Rodrigo Janot

O presidente Michel Temer (PMDB) quer garantir que durante sua viagem à Europa após a eclosão da delação da JBS não tenha contratempos aqui no Brasil. O Palácio do Planalto articula sua base no Congresso Nacional para barrar a denúncia que deve ser apresentada pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, na próxima semana.

 

De acordo com o jornal O Globo, os articuladores políticos foram orientados ao longo do fim de semana, em reuniões no Palácio do Jaburu, a trabalhar para encontrar um relator favorável ao governo na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), que precisa analisar a admissibilidade da denúncia, antes da votação em plenário.

 

Para que a estratégia funcione, o governo peemedebista quer manter o apoio do principal aliado, o PSDB. Na Europa, Temer quer demonstrar uma normalidade do seu governo, que se encontra mergulhado em uma crise política. O diário fluminense aponta que o presidente teria demorado a confirmar a ida à Rússia e à Noruega por haver um temor de que a denúncia contra ele fosse apresentada enquanto estivesse fora do país.

 

Temer responde a inquérito por obstrução de justiça, corrupção passiva e organização criminosa. Após a denúncia ser formalizada, a Câmara é que vai decidir se autoriza o STF a prosseguir com a ação.


Categorias

Política




Classificados


Enquete



Mais Lidas