Notícias

'Não tenho mais coração, foi arrancado', diz mãe de jovem morta pelo ex em Salvador

A mãe da jovem Luana Fernandes Hungria, de 24 anos, morta a tiros na porta de casa, nesta última terça-feira (11), disse que o ex-namorado da vítima, José Carlos Lopes, apontado pela polícia como principal suspeito do crime, era muito ciumento e não aceita o fim do relacionamento. O rapaz é procurado pela polícia. 


“Ele tinha ciúmes, mas a gente levava na brincadeira. Ele dizia várias vezes que era coisa da cabeça dele e que a mãe e as irmãs chamavam a atenção por causa disso e diziam que ele ia perder ela. Ele nunca mostrou que era capaz disso em nenhum momento, não teve agressão, nada", disse a mãe da jovem. Luana foi enterrada nesta quarta (12), no Cemitério do Campo Santo.

 

A jovem foi baleada no momento em que chegava do trabalho. Ela chegou a ser socorrida para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), mas não resistiu aos ferimentos. Uma amiga dela, que estava coim a jovem no momento do crime, foi atingida em uma das mãos e está no Hospital Geral do Estado (HGE). O casal começou o relacionamento em fevereiro deste ano, mas Luana terminou o namoro na sexta-feira (7), por conta do excesso de ciúme do suspeito.

 

A jovem deixou uma filha de dois anos e meio, fruto de outro realcionamento. A criança ainda não sabe da morte da mãe. “Minha neta chamava ele de ‘titio painho’. Não tenho mais coração, o meu foi arrancado. Ela não foi baleada por um estranho, ela não levou uma bala perdida. Ela foi baleada por uma pessoa que frequentava minha casa, que dizia que ela era a princesa da vida dele", disse emocionada a mãe da vítima.


Categorias

Violência




Classificados


Enquete



Mais Lidas